• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 15
  • Tagged with
  • 15
  • 15
  • 12
  • 11
  • 10
  • 10
  • 5
  • 4
  • 3
  • 3
  • 3
  • 3
  • 3
  • 2
  • 2
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Letramento, escrita de si e identidade: Um estudo de caso

Rivania Maria Trotta Santana 29 July 2013 (has links)
Este trabalho se constitui como um estudo de caso de abordagem etnográfica de parte de um processo de letramento não formal de uma mulher que, por suas condições de vida, não pôde frequentar regularmente a escola na infância e na adolescência e, portanto, não completou satisfatoriamente a sua alfabetização. Neste estudo, consideramos a dimensão individual do letramento, conforme explicitado por Soares (2000), e que diz respeito ao desenvolvimento de habilidades para as práticas sociais de leitura e escrita. Entendemos por letramento não formal aquele que se desenvolve fora do âmbito da escola, mas que se organiza a partir de objetivos definidos e apresenta certa sistematização dos procedimentos adotados para condução do processo de aprendizagem. Neste caso, os procedimentos são a escrita, as sucessivas reescritas da história de vida do sujeito, para transformá-la numa autobiografia em norma culta, e a leitura de textos autobiográficos. No processo de letramento em estudo, a escrita e as reescritas da sua história de vida pelo sujeito propiciam a ele a experiência necessária ao desenvolvimento de um saber sobre a escrita, sobre o gênero autobiografia, sobre a norma culta e a norma padrão; também propiciam ao sujeito organizar suas memórias e construir um saber sobre si e sobre o mundo. Daí entendermos que esta escrita se caracteriza como uma escrita de si, conforme Foucault (1983). É a partir dessa escrita de si que conduzimos o processo de letramento e captamos os dados para a pesquisa, o que constitui uma abordagem (auto)biográfica. Neste estudo de caso, propusemo-nos refletir sobre a relação do sujeito com a língua e a escrita, considerando a constituição do sujeito-autor na primeira versão do texto e as questões identitárias emergentes no decorrer do processo de letramento. Tomamos como referencial teórico para a análise numa perspectiva enunciativo-discursivo a semântica da enunciação e a a análise do discurso de linha francesa. This work constitutes a case study which applies an ethnographic approach to the process of non-formal literacy of a woman who, for her living conditions, could not attend school regularly during childhood and adolescence, and, therefore, did not satisfactorily complete her literacy. In this study, we took the individual dimension of literacy, as stated by Soares (2000), which concerns the development of skills related to the social practices of reading and writing. By "non-formal literacy" we understand the process that is developed outside the school, but is organized from defined objectives and presents certain systematization of procedures, which are adopted for carrying out the learning process. In this case, the procedures are the writing and recursive rewritings of the subjects life history in order to turn it into her autobiography, observing language educated norm and the reading of autobiographical texts. In the literacy process under investigation, while writing and rewriting her life history, the subject builds up the experience necessary for improving knowledge about the writing skills, the autobiographic genre, the educated norm and the standard norm of the language, which helps her to organize her memories, constructing the knowledge about herself and the world. Hence we understand that this type of writing as a "writing about oneself", in accordance with Foucault (1983). It is from this writing about oneself perspective that we conducted the literacy process and collected data, which constitutes an (auto)-biographical approach. In this case study we intended to reflect upon the subject's relation to language and writing, considering the constitution of the subject-author in the first version of the text and the identity issues emerging during the process of literacy. We take the Semantics of Enunciation and the French School of Discourse Analysis as the theoretical framework for an analysis from discourse and enunciation perspectives.
2

História oral e autobiografia no teatro documentário

Elise Tuma Vieira dos Santos 30 July 2013 (has links)
Esta dissertação se propõe a investigar o Teatro Documentário, sua conceituação, contextualização de suas origens e, mais especificamente, a utilização que o mesmo faz da história oral e da autobiografia. O estudo parte de um levantamento bibliográfico com ênfase em publicações norteamericanas e britânicas sobre o tema, passa por um mapeamento de alguns aspectos geralmente presentes na modalidade teatral em questão, para focar dois principais (história oral e autobiografia) e exemplos significativos que os evidenciem. Discute a importância do resgate da narrativa oral na contemporaneidade; o diálogo de artistas teatrais com um grupo social em questão como forma de estímulo, produção e utilização da história oral no teatro documentário; a presença da autobiografia nesta modalidade teatral como forma de expressão não-individualista da subjetividade na sociedade contemporânea e o teatro documentário como uma forma artística de expressão da memória coletiva. This dissertation intends to investigate Documentary Theatre, its concept, origin context and, more specifically, the use it makes of oral history and autobiography. The study starts with a bibliographic survey which emphasizes North American and British publications about the theme, maps certain aspects that are usually present in this kind of theatre, and focuses in two main ones (autobiography and oral history), giving significant examples of them. It discusses the importance of rescuing oral narratives in contemporary life; the dialogue established between theatre artists and a chosen social group as a way of stimulating, producing and using oral history in documentary theatre; the presence of autobiography in this kind of theatre as a non-individualistic way of expressing subjectivity in contemporary society and documentary theatre as an artistic way of expressing social memory.
3

Da escrita de si à escrita fora de si:: uma leitura de Objeto gritante e Água viva de Clarice Lispector

Maria das Gracas Fonseca Andrade 17 December 2007 (has links)
Esse trabalho consiste em uma leitura das duas versões de "Objeto gritante", proto-textos de "Água viva", de Clarice Lispector. Tais versões encontram-se disponíveis na Fundação Casa de Rui Barbosa, no Rio de Janeiro, e não vieram ainda a público. Este trabalho também tem como objeto o livro publicado em 1973. Nosso objetivo consistiu em acompanhar a trajetória de composição de "Água viva", observar as mudanças ocorridas na passagem de "Objeto gritante", que consideramos uma escrita de si (autobiografia pessoal, íntima) para "Água viva", uma escrita fora de si ( exterior, impessoal, ex-tima). Trata-se de pesquisa bibliográfica onde se discute a questão de gênero em Clarice Lispector para sustentar que "Água viva" é um diário, ainda que não exatamente nos moldes de um diário íntimo. Vimos que "Água viva" foi composto a partir de alguns textos já publicados anteriormente em A legião estrangeira e no Jornal do Brasil. Procedimento, aliás, já utilizado pela autora em "Uma aprendizagem" ou "O livro dos prazeres", de 1969. Fizemos um levantamento de todos os textos já publicados por Clarice e que aparecem em "Objeto gritante", sendo, contudo, eliminados em "Água viva" e também de outros que permaneceram como parte do texto de "Água viva". As questões da escrita de si, da autoria, da citação, do fragmento, do diário são tratados através dos teóricos Michel Foucault, Roland Barthes, Antoine Compagnon, Béatrice Didier, Gaston Bachelard e outros.
4

Para aplacar uma grande saudade: estudo da obra memorialística de Maria Helena Cardoso (1903-1997)

Maria Ines de Moraes Marreco 20 May 2014 (has links)
Este trabalho, ao analisar a obra memorialística de Maria Helena Cardoso, procura explicar o reflexo das ramificações que o percurso da mesma pode gerar: o papel da memória no texto de caráter autobiográfico, o esquecimento, a ficção, a construção do eu autobiográfico, a identidade e a diferença. Investiga as múltiplas faces da objetividade/subjetividade, num jogo de percepções que se efetuam no campo da linguagem, esclarecendo sua importância como responsável pelas imagens que se oferecem ao pensamento que as recorda. Conceitua a tríade autor-narrador-personagem, demonstra a necessidade de identidade entre eles e considera a possibilidade de unir o autobiográfico e o ficcional, através de jogos, combinações, contratos ou pactos. Verifica a transformação ocorrida no registro da memória dos livros da escritora, que começa no formato tradicional da autobiografia, passa pelo diário mais elaborado e termina sob a forma de um falso romance. Demonstra ainda a contribuição de Maria Helena Cardoso à literatura brasileira, que faz de cada um de seus textos, presença marcante no mundo de seus leitores. This thesis, by analyzing the memorialistic work of Maria Helena Cardoso, seeks to explain the reflection of the ramifications that its route can generate: the role of memory in autobiographical texts, oblivion, fiction, the construction of the autobiographical I, identity and difference. It investigates the many faces of objectivity/subjectivity, in a game of perceptions played in the field of language, clarifying its importance as the responsible for the images which are offered to the thoughts they recall. It conceptualizes the triad author-narrator-character, demonstrating the necessity of identity between them and considering the possibility of uniting the autobiographical and fictional, through games, combinations, contracts or agreements. It analyzes the transformation occurred in the memory on Cardosos books, which starts in the traditional format of autobiography, goes thru a more elaborated diary, and ends in the form of a false romance. It demonstrates the contribution of Maria Helena Cardoso to Brazilian literature, which makes each one of her texts, a strong presence in the world of its readers.
5

Entre o inconfessável e o indizível: autobiografia e autorretrato em Aveux non avenus, de Claude Cahun

Henrique do Nascimento Gambi 27 February 2015 (has links)
Esta pesquisa tem como proposta analisar o livro 'Aveux non avenus' (1930), de Claude Cahun, cujo caráter paradoxal pode ser notado já a partir do título: são confissões improcedentes. O livro é composto por uma multiplicidade de gêneros que constituem a parte textual, tais como relatos oníricos, diálogos dramatizados e aforismos que possuem como tema a própria Claude Cahun. Uma parte visual, constituída por fotocolagens, complementa o jogo de velar / desvelar da artista. Partimos da hipótese que os recursos textuais e visuais utilizados pela autora são uma forma de criar um sujeito polimorfo, constantemente reinventado, recursos que foram analisados a partir de seu diálogo com dois gêneros: a autobiografia e o autorretrato. Apresentamos a biografia da autora e sua entrada na vida literária. Discutimos as teorias autobiográficas com o intuito de verificar as particularidades de Aveux non avenus com relação ao gênero. Discutimos a fotocolagem e a maneira pela qual Claude Cahun fizera uso desse procedimento. Analisamos o autorretrato como um espaço de indefinições gerado a partir de elementos associados ao polimorfismo. Em 'Aveux non avenus', a artista se coloca como objeto de perplexidade, em constante metamorfose, e nesse processo de autoinvenção procede a uma contínua subversão de sua própria representação This research aims to analyze Claude Cahun's novel 'Aveux Non Avenus' (1930), whose paradoxical character can be noticed in its title: unfounded confessions. The novel consists of a multiplicity of genres that make up the textual part, such as dreamlike accounts, dramatized dialogues and aphorisms, having its theme as Claude Cahun herself. A visual part, made up of photocollages, complements the veil/unveil game of the artist. It is hypothesized that the textual and visual resources used by the author are a way of creating a continuously reinvented multiform subject. These resources were analyzed from her dialogue with two genres: the autobiography and the self-portrait. The biography of the author and her entry into the literary life are presented. Autobiographical theories are discussed in order to verify the peculiarities of 'Aveux Non Avenus' in relation to the genre. Photocollages and the way Claude Cahun made use of this procedure are discussed. The self-portrait as a space of no definition generated from elements associated to multi-forms is analyzed. The artist positions herself as an object of perplexity, in constant metamorphosis, and in this process of self-invention she brings about a continuous subversion of her own representation
6

Carolina Maria de Jesus: projeto literário e edição crítica de um romance inédito

Aline Alves Arruda 24 April 2015 (has links)
A tese pretende investigar a existência de um projeto literário de Carolina Maria de Jesus. A escritora, conhecida quase que apenas pelo sucesso do livro 'Quarto de despejo: diário de uma favelada', publicado em 1960, escreveu vários outros livros em prosa e verso, muitos deles ainda inéditos. Essas obras possuem um fio condutor que confirma o projeto da autora. Procurou-se analisar a obra de Carolina Maria de Jesus em todos os seus gêneros literários: diários, autobiografias, poemas, canções, provérbios e romances. A análise desses gêneros é proposta a partir de conceitos como a escrita performática e arqueológica de Carolina e, nos romances, o melodrama e o folhetinesco, dos quais a autora se aproxima e revela influência. Além disso, apresenta-se também a edição crítica do romance inédito 'Dr. Silvio', comparando-o com as obras anteriores e repensando esse conjunto de textos escritos por Carolina como seu projeto literário. The thesis aims to investigate the existence of a literary project by Carolina Maria de Jesus . The writer , known almost exclusively for the success of the book 'Quarto de despejo: diário de uma favelada', published in 1960 , wrote several other books in prose and verse, many of them unpublished. These works have a common thread that confirms the author's project. We tried to analyze the work of Carolina Maria de Jesus in all literary genres : diaries, autobiographies , poems , songs, proverbs and novels. The analysis of these genres is based on concepts like Carolinas performative and archaeological writing and, in novels , melodrama and the folhetinesco, which the author approaches and from which reveals influence. In addition, this work also gives a critical edition of the unpublished novel 'Dr. Silvio', comparing it with previous works and rethinking this set of texts written by Carolina as her literary project.
7

Vida de escritor: não-ficção e nome próprio em Gay Talese

Nara Chaves Mourao 16 March 2012 (has links)
Este trabalho tem como objetivo o estudo da não-ficção enquanto gênero literário, a partir da autobiografia do novo-jornalista estadunidense Gay Talese, 'Vida de Escritor', e dos livros 'Fama e Anonimato' e 'O Reino e o Poder', do mesmo autor. Surgido na década de 60, nos Estados Unidos, o Novo Jornalismo contribui para modelar o conceito de não-ficção de forma contextualmente determinada. A pesquisa pretende estabelecer as relações entre recursos literários e fatos na constituição das obras supracitadas; caracterizar a autobiografia, apontando suas capacidades e impossibilidades; e empreender o estudo sobre o nome próprio enquanto baliza de negociação discursiva e marca literária. A negociação entre realidade e ficção só é possível através do estabelecimento de um contrato envolvendo leitor e as identidades narrador-autor-personagem. O nome próprio funciona, portanto, como esse articulador entre discurso e pessoa
8

Crime de mão própria: o rastro autobiográfico em Photomaton & vox, de Herberto Helder

Cíntia França Ribeiro 23 January 2013 (has links)
A imagem do crime autobiográfico em Photomaton e vox, do poeta português Herberto Helder, suscita o diálogo com uma variedade de discursos, da teoria da literatura à filosofia, incluindo também história e direito. A partir de tais diálogos, este trabalho busca descrever como se produz, na obra, uma voz poética extremamente singular, que joga com elementos da autobiografia. Afastando-se, entretanto, das principais vertentes teóricas tradicionalmente voltadas a essa prática de escrita, a investigação envereda por uma aproximação entre a filosofia de Giorgio Agamben e a obra helderiana, dando especial atenção à função do rastro como signo da negatividade The image of autobiographical crime in Photomaton & vox, by Portuguese poet Herberto Helder, calls for an approach involving a range of discourses, from literary theory to philosophy, including history and law. Through such an approach, this study aims to describe how it is that, within Helders work, an extremely singular poetic voice emerges, playing with features of the autobiographical genre. However, as deviating from the main theoretical frameworks traditionally concerning autobiography, the investigation pursues the connection between Giorgio Agambens philosophy and Helders literature, focusing specially on the role of the trace as a sign of negativity
9

Cordialmente, Eduardo Frieiro: fragmentos (auto) biográficos

Maria da Conceicao Carvalho 25 March 2008 (has links)
O objetivo deste estudo foi traçar o perfil do escritor Eduardo Frieiro (1889-1982), que desempenhou papel significativo na cena cultural mineira dos anos 20 aos anos 70 do século XX. Parte-se do pressuposto que o escritor, homem introvertido e dado ao gosto da auto-análise, constrói uma imagem de si na correspondência que manteve com intelectuais do seu tempo. O exame de um corpus epistolar, composto por 652 cópias de cartas enviadas, permitiu identificar um auto-retrato, fragmentado e recorrente, que o pesquisador redesenha na forma de um ensaio biográfico.
10

Lima Barreto e Roberto Arlt: transições e permanências da memória selvagem

Fernando Salomon Bezerra 10 July 2015 (has links)
No início do século XX, a publicação de duas autobiografias ficcionais de forte caráter experimental por incorporarem a cultura suburbana, a estética popular e referências à literatura dos grandes mestres da narrativa causaram certo mal-estar entre críticos e editores, que, no geral, as receberam como confissões mal disfarçadas e mal escritas. Mesmo décadas depois de incorporadas ao cânone literário, a crítica segue na tarefa de compreender os motivos pelos quais 'Recordações do escrivão Isaías Caminha', de Afonso Henriques, de Lima Barreto, e 'El juguete rabioso', de Roberto Christophersen Arlt, os objetos de análise privilegiados nesta tese, permanecem instigando seus leitores. A partir desta aproximação inicial, que aponta para uma multifacetada experiência cultural onde se fazem presentes a experimentação estética e revela a condição histórico-social de produção dos autores, permitindo, assim, interconexões com diversas áreas do conhecimento, nos parece pertinente pensar em conjunto os romances de estreia de Barreto e Arlt tendo como horizonte de reflexão a transição identitária e transformações sociais, históricas e estéticas do período em questão. Nossa hipótese diz respeito à intencionalidade dos autores em relação à renovação estética e à contribuição para o incipiente estudo histórico-sociológico na América Latina, não no sentido de os romances se configurarem como um trabalho acadêmico que parte de teorias concebidas a priori, mas como produção literária ficcional que não pretende evitar as contradições En el inicio del siglo XX, la publicación de dos autobiografías ficcionales, experimentales porque incorporaban la cultura suburbana, la estética popular y referencias a la literatura de grandes Mestres de la narrativa causaran un mal-estar entre los críticos y editores que, por lo general, las recibieron como confesiones mal disfrazadas y mal escritas. Aun décadas después de incorporadas al canon, sigue la crítica en la tarea de comprender los motivos por los cuales 'Recordações do escrivão Isaías Caminha', de Afonso Henriques de Lima Barreto, y 'El juguete rabioso', de Roberto Christophersen Arlt, los objetos de análisis privilegiados en esta tesis, siguen instigando a sus lectores. Desde esta aproximación inicial, que sugiere una multifacética experiencia cultural donde está presente la experimentación estética y revela la condición histórico-social de producción de los autores, permitiendo interconexiones con diversas áreas del conocimiento, nos parece pertinente pensar en conjunto las novelas de estreno de Barreto y Arlt proponiendo como horizonte reflexivo la transición de identidad y transformaciones sociales, históricas y estéticas del periodo en cuestión. Nuestra hipótesis dice respecto a la intencionalidad de los autores en relación con la renovación estética y a la contribución para el incipiente estudio histórico-sociológico en América Latina, no como trabajos académicos que parten de teorías diseñadas a priori, pero como producción literaria ficcional que no quiere evitar sus contradicciones.

Page generated in 0.0593 seconds