• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 174
  • 11
  • 5
  • 5
  • 2
  • 2
  • 2
  • 1
  • Tagged with
  • 200
  • 200
  • 134
  • 51
  • 39
  • 33
  • 32
  • 31
  • 29
  • 29
  • 29
  • 26
  • 25
  • 21
  • 21
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

The Optimal Subsidy Policy Under Asymmetric Information: On Taiwan Film Industry's Subsidy

Chen, Li-chun 04 July 2007 (has links)
Our purpose is to examine: what should be the best subsidy mechanism which can reduce the lost from the asymmetric information problem whereas the administration performs a subsidy policy. We use the incentive contract theory to establish our models, and analyze different kinds of subsidy policy results. We prove that: compare with the partial equally subsidy, zero-subsidy and full-purchase subsidy, the partial discriminably subsidy is the best subsidy policy.
2

Construindo meninas com capricho: anÃlise dos modelos de feminilidades da marca Capricho na seÃÃo Instagram da leitora

SHAMARA PAIVA MENDES 00 June 2018 (has links)
nÃo hà / Esta pesquisa intenta analisar, sob o viÃs teÃrico frankfutiano, as construÃÃes de modelos de feminilidades produzidas e divulgadas atravÃs dos conteÃdos de Ca pricho, no site da Editora Abril, a partir da seÃÃo Instagram da Leitora, afim de entender de que modo se delineiam as [des][re]construÃÃes de feminilidades forjadas nesses espaÃos. Capricho, como marca, produzirà novas significaÃÃes e delinearà a imagem d e cumplicidade entre consumidora e marca, criando um processo de identificaÃÃo das consumidoras aos modelos de feminilidades que por ela sÃo apregoados. Foram analisadas 187 fotografias da seÃÃo Instagram da Leitora entre os meses de maio de 2015 e maio de 2016, alÃm da anÃlise dos prints da seÃÃo no site da editora Abril. Problematizou - se os posicionamentos e recortes feitos por Capricho a partir do material disponibilizado pelas jovens e utilizados na seÃÃo. A partir da anÃlise foi possÃvel identificar mo delos de feminilidades e corpo com um padrÃo acerca do que se esperava das publicaÃÃes das jovens. Inicialmente, optamos por agrupar as publicaÃÃes a partir dos tipos de fotografias em uma ficha de catalogaÃÃo que permitisse conhecer a quantidade de fotogr afias selecionadas por tipo, tais como selfies , fotos acompanhadas, fotos de paisagens, comidas, animais, etc. A partir da ficha de catalogaÃÃo foi possÃvel apontar quais imagens e textos da seÃÃo se adequavam aos objetivos da pesquisa. ApÃs a sistematizaà Ão e anÃlise do material, identificamos que os perfis das jovens sÃo catalogados e expostos a partir da prerrogativa de adequaÃÃo aos ideias da marca e que os critÃrios de publicaÃÃo fazem referÃncia direta a um corpo magro e bonito. Hà ainda a imagem de q ue Capricho legitima o empoderamento feminino e que os discursos, de boa parte desses perfis, diz de uma busca por aceitaÃÃo do prÃprio corpo e autonomia, todavia esse discurso de empoderamento se perde em meio aos ditames de ter um corpo âsaudÃvelâ e magr o, aceito pela jovem como o âÃâ, mas lapidado por exercÃcios, dietas e filtros que ressaltem as partes do corpo que nÃo precisariam de ajustes, como olhos, cabelos, pernas. As fragmentaÃÃes do corpo estÃo presentes em muitas fotografias selecionadas e most ram o corpo e as feminilidades marcados pelo servilismo e dependÃncia aos modelos ali propagados em um esforÃo constante para adequaÃÃo. Por fim, observamos, que apesar de haver uma tentativa de resistÃncia pelas jovens, os discursos e fotografias sÃo coop tados e utilizados para novos assujeitamentos.
3

As possibilidades de reflexão na indústria cultural / The possibilities of reflection in the cultural industry

Manuela Monti 05 December 2012 (has links)
Este trabalho parte da seguinte pergunta: É possível reflexão na indústria cultural? Hoje, a amplitude da utilização deste conceito atingiu proporções que, concentrando-se de um lado naqueles que nele veem um sentido mais positivista, como um sistema que seria integrador, e, em contrapartida, naqueles que, considerados pessimistas, concebem o sistema totalitário da indústria cultural como sinônimo do final dos tempos, mais se afundam nos dualismos que impedem a reflexão, acabando por ignorar quaisquer possibilidades de ambiguidades na sociedade e no próprio sistema. Na contramão disto e a fim de responder tal questão, este trabalho objetiva apresentar e discutir as contradições do conceito de indústria cultural, por meio dos textos dos autores frankfurtianos que o criaram, especialmente Theodor W. Adorno e Max Horkheimer, de modo a desmistificar e diminuir as distâncias dos abismos dualistas a que os estudos sobre este sistema têm sido tratados. Norteada pelos princípios da Teoria Crítica da Sociedade, esta pesquisa espera mostrar que, ao contrário do que comumente é compreendido a respeito do estudo desse conceito, este também possui as suas contradições, não podendo ser reduzido a definições que se estabelecem em blocos opostos. Se, por um lado, pode ser verdadeira a consideração da indústria cultural como apocalíptica, em virtude de seu caráter totalitário e como mediação primordial para a manutenção da ordem injusta e reificação dos indivíduos, também por outro, não menos o é a concepção de que ela carrega em si mesma os antídotos dessa totalidade na medida em que justamente os nega. Fruto da dialética do esclarecimento, a indústria cultural, como a expressão da barbárie e enquanto espírito objetivo relembraria a natureza de dominação presente na contradição desse mesmo espírito e por isso, também a verdadeira humanidade pendente inerente a essa mesma dialética, apresentando ainda resistências, tanto entre si mesma e a realidade, expressas pela negatividade das obras de arte que ainda conseguem contradizê-la, quanto inerentes a esse mesmo sistema. Dialética essa que, como se mostrará, não se atém somente aos países onde o conceito de indústria cultural fora criado ou no velho continente, mas está presente inclusive naqueles que, sob a égide do atraso como querem os que defendem uma espécie de puerilidade estabeleceria uma possível autonomia a esse sistema; no samba e até mesmo na defesa pela arte popular / This study starts from the following question: Is reflection possible in cultural industry? Today, the amplitude of this concept has reached proportions which, concentrating on the one hand on those who see in it a positivist sense, as an integrator system, and, on the other hand on those who are considered pessimistic, by conceiving the totalitarian system of the cultural industry as a synonym of the end of times, more and more sink into dualisms which prevent reflection, ignoring any possible ambiguities in society and in the system itself. Contrary of this point and in order to answer that question, this study aims to present and discuss the contradictions of the concept of cultural industry, through the texts of the authors of the Frankfurt School who created it, especially Theodor W. Adorno and Max Horkheimer, in order to demystify and reduce the distances of the dual abysses which studies of this system have been treated. Guided by the principles of the Critical Theory of Society, this research hopes to show that, on the contrary of what is commonly understood about the study of this concept, it has also its contradictions and can not be reduced to definitions which are set into opposing blocs. If, on the one hand, the consideration of the cultural industry as apocalyptic is true, because of its totalitarian character and as the essential mediation for the maintenance of the unfair order and reification of individuals, also on the other hand, it is not less as well the concept in which it carries in itself the antidotes of this totality as far as it denies it. Result of the dialectic of enlightenment, the cultural industry, as an expression of barbarity and while as an objective spirit would remind the nature of domination present in the contradiction of this same spirit, and therefore, also the true pending humanity inherent to the very same dialectic, still presenting resistances, even between itself and reality, expressed by the negativity of those arts which can still contradict it, as well as resistances inherent this very same system. Such dialectic which, as this study intends to show, does not only hold on the countries where the concept of cultural industry was created or in the old continent, but it is also present in those where, under the aegis of the delay such as those who want to advocate a kind of puerility of these countries could establish a possible autonomy of this system; in samba and even in the defense of folk art
4

As possibilidades de reflexão na indústria cultural / The possibilities of reflection in the cultural industry

Monti, Manuela 05 December 2012 (has links)
Este trabalho parte da seguinte pergunta: É possível reflexão na indústria cultural? Hoje, a amplitude da utilização deste conceito atingiu proporções que, concentrando-se de um lado naqueles que nele veem um sentido mais positivista, como um sistema que seria integrador, e, em contrapartida, naqueles que, considerados pessimistas, concebem o sistema totalitário da indústria cultural como sinônimo do final dos tempos, mais se afundam nos dualismos que impedem a reflexão, acabando por ignorar quaisquer possibilidades de ambiguidades na sociedade e no próprio sistema. Na contramão disto e a fim de responder tal questão, este trabalho objetiva apresentar e discutir as contradições do conceito de indústria cultural, por meio dos textos dos autores frankfurtianos que o criaram, especialmente Theodor W. Adorno e Max Horkheimer, de modo a desmistificar e diminuir as distâncias dos abismos dualistas a que os estudos sobre este sistema têm sido tratados. Norteada pelos princípios da Teoria Crítica da Sociedade, esta pesquisa espera mostrar que, ao contrário do que comumente é compreendido a respeito do estudo desse conceito, este também possui as suas contradições, não podendo ser reduzido a definições que se estabelecem em blocos opostos. Se, por um lado, pode ser verdadeira a consideração da indústria cultural como apocalíptica, em virtude de seu caráter totalitário e como mediação primordial para a manutenção da ordem injusta e reificação dos indivíduos, também por outro, não menos o é a concepção de que ela carrega em si mesma os antídotos dessa totalidade na medida em que justamente os nega. Fruto da dialética do esclarecimento, a indústria cultural, como a expressão da barbárie e enquanto espírito objetivo relembraria a natureza de dominação presente na contradição desse mesmo espírito e por isso, também a verdadeira humanidade pendente inerente a essa mesma dialética, apresentando ainda resistências, tanto entre si mesma e a realidade, expressas pela negatividade das obras de arte que ainda conseguem contradizê-la, quanto inerentes a esse mesmo sistema. Dialética essa que, como se mostrará, não se atém somente aos países onde o conceito de indústria cultural fora criado ou no velho continente, mas está presente inclusive naqueles que, sob a égide do atraso como querem os que defendem uma espécie de puerilidade estabeleceria uma possível autonomia a esse sistema; no samba e até mesmo na defesa pela arte popular / This study starts from the following question: Is reflection possible in cultural industry? Today, the amplitude of this concept has reached proportions which, concentrating on the one hand on those who see in it a positivist sense, as an integrator system, and, on the other hand on those who are considered pessimistic, by conceiving the totalitarian system of the cultural industry as a synonym of the end of times, more and more sink into dualisms which prevent reflection, ignoring any possible ambiguities in society and in the system itself. Contrary of this point and in order to answer that question, this study aims to present and discuss the contradictions of the concept of cultural industry, through the texts of the authors of the Frankfurt School who created it, especially Theodor W. Adorno and Max Horkheimer, in order to demystify and reduce the distances of the dual abysses which studies of this system have been treated. Guided by the principles of the Critical Theory of Society, this research hopes to show that, on the contrary of what is commonly understood about the study of this concept, it has also its contradictions and can not be reduced to definitions which are set into opposing blocs. If, on the one hand, the consideration of the cultural industry as apocalyptic is true, because of its totalitarian character and as the essential mediation for the maintenance of the unfair order and reification of individuals, also on the other hand, it is not less as well the concept in which it carries in itself the antidotes of this totality as far as it denies it. Result of the dialectic of enlightenment, the cultural industry, as an expression of barbarity and while as an objective spirit would remind the nature of domination present in the contradiction of this same spirit, and therefore, also the true pending humanity inherent to the very same dialectic, still presenting resistances, even between itself and reality, expressed by the negativity of those arts which can still contradict it, as well as resistances inherent this very same system. Such dialectic which, as this study intends to show, does not only hold on the countries where the concept of cultural industry was created or in the old continent, but it is also present in those where, under the aegis of the delay such as those who want to advocate a kind of puerility of these countries could establish a possible autonomy of this system; in samba and even in the defense of folk art
5

A vida como ela é... : um fenômeno comunicacional /

Rezende, Maria Inez Martinez de. January 2006 (has links)
Orientador: Adenil Alfeu Domingos / Banca: Ana Sílvia Lopes Davi Médola / Banca: Maria Cecília Martha Campos / Resumo: Esta dissertação compreende a análise da capa do livro de contos de Nelson Rodrigues A Vida como ela é..., publicado pela editora Companhia das Letras, em 1992. Tendo como metodologia a Semiótica Francesa e partindo da hipótese de que a capa é a condensação das principais idéias do livro, vamos compará-lo com as demais capas dos outros volumes da coleção, assim também com os diversos produtos da indústria cultural nos quais A Vida como ela é... oi transformada. A obra em questão é um fenômeno comunicacional para a história das mídias brasileiras, pois está constantemente em evidência ao longo dos últimos 55 anos nos mais variados formatos. O autor Nelson Rodrigues, jornalista atuante e sempre polêmico, sofreu diversas interpretações e críticas na história da nossa cultura. Chegou a ser considerado, no início de sua carreira, autor de subliteratura. O reconhecimento de sua obra teatral começou nos anos 40, com a peça Vestido de Noiva, valendo-lhe o marco da dramaturgia moderna brasileira. Entretanto, no campo jornalístico, seu reconhecimento ocorre a partir dos anos 90 com as reedições de suas crônicas.. / Abstract: This thesis is about the analyze of the A vida como ela é... book-cover, by Nelson Rodrigues, published by the Companhia das Letras Editor. The ethodology used is the French semiotics. At first it starts from the hypothesis that the book-cover is a condensation of the book's main ideas. We will compare it with the others book-covers of the Nelson Rodrigues's collection. We will also compare it with the several items of the cultural industry that A vida como ela é... have been transformed. It is a communication phenomena to the brazilian history of media, because it's frequently reviewed in the last 55 years in different formats. Nelson Rodrigues, an acting journalist and always polemic, has had a lot of critics in our culture history. At his career beginning, he has been considered a trashy literature author. His work o theater has been acknowledged at the beginning of the forties, with the play Vestido de Noiva, which gave him the brazilian modern dramaturgy mark. However, his acknowledgement in the journalistic field started only at the nineties, with his chronics publication. / Mestre
6

Agronegócio e indústria cultural: estratégias das empresas para a construção da hegemonia / Agribusiness and cultural industry: strategies of corporations for the construction of hegemony / Agronegocio y la industria cultural: estrategias de las empresas para la construcción de la hegemonía

Chã, Ana Manuela de Jesus [UNESP] 24 March 2016 (has links)
Submitted by ANA MANUELA DE JESUS CHÃ null (ana_cha@yahoo.com) on 2016-09-26T22:44:47Z No. of bitstreams: 1 AGRONEGOCIO E INDUSTRIA CULTURAL_Dissertação Ana Chã_Final.pdf: 2550123 bytes, checksum: 0e74b587fa3894e30c36d4dc8201d005 (MD5) / Approved for entry into archive by Juliano Benedito Ferreira (julianoferreira@reitoria.unesp.br) on 2016-09-28T13:36:39Z (GMT) No. of bitstreams: 1 cha_amj_me_ippri.pdf: 2550123 bytes, checksum: 0e74b587fa3894e30c36d4dc8201d005 (MD5) / Made available in DSpace on 2016-09-28T13:36:39Z (GMT). No. of bitstreams: 1 cha_amj_me_ippri.pdf: 2550123 bytes, checksum: 0e74b587fa3894e30c36d4dc8201d005 (MD5) Previous issue date: 2016-03-24 / Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) / Esta pesquisa tem como objetivo investigar as conexões entre o modelo de produção do agronegócio e a indústria cultural no Brasil a partir da década de 1960, momento em que esta articulação se consolida, com a implementação do ciclo de modernização conservadora instituinte da atual configuração do bloco histórico hegemônico. Buscou-se analisar os vários mecanismos pelos quais se constrói hoje a estrutura hegemônica do setor enquanto modo de produção de commodities agrícolas, tanto no campo econômico e político, mas fundamentalmente, no plano ideológico. Para tal, realizou-se uma pesquisa sobre as formas de atuação das empresas no campo da comunicação e cultura articulada com o levantamento e análise de dados sobre as políticas culturais das empresas, tipos de ações culturais promovidas, mensagens e imagens divulgadas e a territorialização das empresas. Pôde ser constatado por meio da pesquisa que a hegemonia não é algo estático, mas precisa constantemente se recriar e modificar. Assim, na fase atual de expansão do agronegócio, as empresas têm ampliado e diversificado os instrumentos culturais usados para o reposicionamento da sua imagem e formação do consenso, buscando, com apoio do governo, estar “mais próximas” das comunidades que fazem parte dos territórios onde estão implementadas, mesmo quando as contradições desse modelo se aprofundam. Constatamos com as análises realizadas que a cultura e a arte, na sua forma mercadoria, não operam como mero acessório, mas desempenham papel muito importante no modo de produção que mercantiliza os alimentos e a vida, seja ao nível da construção de um imaginário coletivo favorável e apoiador do projeto do agronegócio, seja como mecanismo de naturalização das relações de dominação, abrandamento das lutas sociais ou integração ao consumo. / Este estudio tiene como objetivo investigar las conexiones entre el modelo de producción del agronegocio y la industria cultural en Brasil desde la década de 1960, cuando esta articulación se consolida, con la implementación del ciclo de modernización conservadora fundador de la actual configuración del bloque histórico hegemónico. Hemos tratado de examinar los diferentes mecanismos por los que hoy se construye la estructura hegemónica del sector, como un modo de producción de commodities agrícolas, tanto en el campo económico y político, sino fundamentalmente en el plan ideológico. Con este fin, se llevó a cabo un estudio sobre cómo las empresas operan en el campo de la comunicación y la cultura articulado a un levantamiento y análisis de datos sobre las políticas culturales de las empresas, tipos de actividades culturales promovidas, mensajes e imágenes publicadas y la territorialización de las empresas. Pudo encontrarse a través de la investigación que la hegemonía no es algo estático, sino que tiene que constantemente recrearse y modificarse. Por lo tanto, en la fase actual de expansión del agronegocio las corporaciones han ampliado y diversificado los instrumentos culturales utilizados para el reposicionamiento de su imagen y la creación de consenso, buscando, con el apoyo del gobierno, estar "más cerca" de las comunidades que forman parte de los territorios donde están implementadas, incluso cuando se profundizan las contradicciones de este modelo. Observamos con los análisis llevados a cabo que la cultura y el arte, en su forma de mercancía, no funcionan como un mero accesorio, sino que cumplen un papel muy importante en el modo de producción que mercantiliza los alimentos y la vida, ya sea en términos de la construcción de un imaginario colectivo favorable y de apoyo al proyecto del agronegocio, ya sea como un mecanismo de naturalización de las relaciones de dominación, la relajación de las luchas sociales o la integración al consumo. / This research aims to investigate the connections between the agribusiness production model and the cultural industry in Brazil from the 1960s, when this relation is consolidated, with the implementation of the conservative modernization cycle that lay the foundation of the current configuration of the hegemonic historic block. We sought to analyze the various mechanisms by which today is built the hegemonic structure of the sector as a mode of production of agricultural commodities, both in the economic and political field, but fundamentally in the ideological one. To this end, we carried out a research on how the corporations operate in the communication and culture field, articulated with the survey and analysis of data on the cultural policies of big companies, types of the cultural activities promoted, messages and pictures published and the territorialization of the corporations. It was found through the research that hegemony is not something static, but need to constantly be re-create and modify. Thus, in the current phase of agribusiness expansion companies have expanded and diversified the cultural instruments used for the repositioning of its image and creation of consensus, with government support, to be "closer" of the communities that are part of the territories where they are implemented, even when the contradictions of this model are deepened. We note with the analyzes carried out that culture and art, in its commodity form, don´t operate as a mere accessory, but play a very important role in the production mode which mercantilizes food and life, whether in terms of building a collective imaginary favorable and supportive of the agribusiness project, or as a naturalization mechanism of the domination relations, relaxation of social struggles or integration to consumption. / CNPq: 375852/2013-1
7

Pensamento e Felicidade na Infância / Tthinking and Happiness in Childhood

Reis, Lígia de Almeida Durante Correa [UNESP] 29 July 2016 (has links)
Submitted by LIGIA DE ALMEIDA DURANTE CORREA DOS REIS null (lilicalad@yahoo.com) on 2016-09-29T00:56:42Z No. of bitstreams: 1 LIGIAREIS.pdf: 1023729 bytes, checksum: 12597041d0ab95f10bc56a16d5167945 (MD5) / Approved for entry into archive by Juliano Benedito Ferreira (julianoferreira@reitoria.unesp.br) on 2016-09-30T20:06:12Z (GMT) No. of bitstreams: 1 reis_ladc_dr_arafcl.pdf: 1023729 bytes, checksum: 12597041d0ab95f10bc56a16d5167945 (MD5) / Made available in DSpace on 2016-09-30T20:06:12Z (GMT). No. of bitstreams: 1 reis_ladc_dr_arafcl.pdf: 1023729 bytes, checksum: 12597041d0ab95f10bc56a16d5167945 (MD5) Previous issue date: 2016-07-29 / Violência escolar, depressão infantil e outros estados angustiantes na infância têm sido foco de inúmeras pesquisas do campo educacional, sociológico, médico e psicológico. Possíveis causas, consequências e tratamentos têm sido apontados pelas diversas correntes do pensamento. Esta pesquisa se debruçou sobre o conceito de felicidade como condição para compreender o real estado das coisas. Nela apresentam-se os motivos que justificam a relevância do tema - que é um desdobramento da dissertação de mestrado da autora. A opção teórica para análise, que se fundamenta na concepção de infância a partir da Experiência do Pensar e na Teoria Crítica, principalmente no conceito adorniano de Indústria Cultural. A questão que deu origem ao trabalho aqui apresentado foi: Como a Educação Escolar pode se configurar como experiência de felicidade e pensamento na infância? Para respondê-la foi necessário delimitar o conceito de felicidade a partir de duas concepções que se distinguem na história do pensamento humano – a hedonista e a eudaimoninsta – cujas referências iniciam na Grécia Antiga. Para compreender como essas duas concepções se encontram na contemporaneidade expôs-se como se estabelece o conceito de felicidade na sociedade do consumo a partir do embotamento dos sentidos operado pelas mídias. Por fim, apresenta-se a experiência do pensamento que acontece a partir do encontro entre filosofia, infância e estética como caminho de ruptura à reificação da sensibilidade e superação da semiformação da qual a escola tem sido refém. / School violence, childhood depression and other distressing conditions in childhood have been the goal of several studies in the educational field, sociological, medical and psychological areas. Possible root causes, consequences and treatments have been suggested by several lines of thoughts. This research has focused on the concept of happiness as a condition to understand the real state of things. The following study is an sample to be validated in the doctoral qualification process The theoretical option for analysis , which is based on the conception of childhood from the Think Experience and Critical Theory , especially based on Adorno's concept of industrial Culture . This trigger question for this dissertation was : How School Education can be configured as experience of happiness and thought in childhood?To answer it was necessary to define the concept of happiness from two concepts that are distinguished in the history of Human Thought - the Hedonistic and Eudaimoninsta - whose references start in Ancient Greece. To understand how these two concepts are nowadays exposed himself and how to establish the concept of happiness in the society of consumption from the dulling of the senses operated by the media. Concluding, this research presents itself to Thinking Experience what happens from the meeting between philosophy , childhood and aesthetics As rupture’s path of reification sensitivity and overcoming the incomplete information that schools have been hostage by.
8

A sociedade midiática e a tecnologia nos parâmetros curriculares nacionais do ensino médio: um estudo à luz da teoria crítica da sociedade / La sociedad mediática y la tecnología en los parámetros curriculares nacionales de la enseñanza media: un estudio a la luz de la teoría crítica de la sociedad

Lima, Getúlio de Souza [UNESP] 05 February 2016 (has links)
Submitted by GETULIO DE SOUZA LIMA null (getuliolima_prof@hotmail.com) on 2016-04-02T03:12:34Z No. of bitstreams: 1 VERSÃO FINAL DA DISSERTAÇÃO (pdf).pdf: 1212154 bytes, checksum: 2a43e37d0aeef6dc096c362187896534 (MD5) / Approved for entry into archive by Felipe Augusto Arakaki (arakaki@reitoria.unesp.br) on 2016-04-05T14:34:14Z (GMT) No. of bitstreams: 1 lima_gs_me_arafcl.pdf: 1212154 bytes, checksum: 2a43e37d0aeef6dc096c362187896534 (MD5) / Made available in DSpace on 2016-04-05T14:34:14Z (GMT). No. of bitstreams: 1 lima_gs_me_arafcl.pdf: 1212154 bytes, checksum: 2a43e37d0aeef6dc096c362187896534 (MD5) Previous issue date: 2016-02-05 / Outra / O presente trabalho de pesquisa se desenvolveu com base na relação entre o conceito de tecnologia presente nos Parâmetros Curriculares Nacionais para o Ensino Médio – PCNEM e a educação escolar orientada para as demandas de uma sociedade midiática. Diante do quadro de readequação das relações humanas face ao processo de alienação disseminado pela indústria cultural, pensou-se em discutir a prevalência tecnológica do sistema produtivo e suas implicações para a educação escolar hodierna. Assim, na análise conceitual da tecnologia nos PCNEM, considerou-se também que a educação escolar contemporânea atua em um campo delineado pelas políticas de reformas educacionais em curso no Brasil desde as décadas de 1980/90, via Lei (9394/96) das Diretrizes e Bases da Educação Nacional – LDB, e normatizadas pelos Parâmetros Curriculares Nacionais para o Ensino Médio - PCNEM. Como aporte teórico, buscaram-se, prioritariamente, as análises elaboradas – acerca do contexto midiático, e da sensação imagética contemporânea – pelo neofrankfurtiano Cristoph Türcke (2010). Buscou-se, também, apoio no conceito de Indústria Cultural em Adorno e Horkheimer (1985). Essas duas abordagens, embora estejam situadas em dois momentos históricos diferentes, estão inseridas em um mesmo contexto de crítica social. Propôs-se, portanto, analisar as ideias sobre tecnologia encontradas nos PCNEM e suas implicações no cenário educacional contemporâneo, uma vez que eles apresentam o referencial tecnológico como eixo norteador de cada área do conhecimento. Dessa forma, o trabalho procura investigar a relação entre tecnologia e sua incidência nos PCNEM no atual contexto escolar. / The present work of search grew based affair between the concept from alive technology on National Curricular Parameters for High School - PCNEM and the schooling directed for demands from one mediatical society. Front of the readaptation's frame from human relations face to alienation process scattered by cultural producer , though up to discuss technological prevalence from producer system and its implications for the today's schooling. So on conceptual analysis from Technology on PCNEM, we considered also that contemporary schooling act in an outlined field by politics of educational reforms ongoing in Brazil since (1980/90), decades by the Law (9394/96) of Guidelines and Bases of National Education - LDB, and legislated by National Curricular Parameters for the High School - PCNEM. Like theorical support we sought to priority elaborated analysis about the mediatical context , and their contemporary imagery feeling - by the Neo Frankfurtian Christoph Turcke (2010). It also support on concept of Cultural Industry by Adorno and Horkheimer (1985). These two approaches , although they are located on two different historical moments they are inserted in a same critical context . It proposed up therefore to analyse the ideas about found technologies on PCNEM and their implications on contemporary educational scenery once they present technological reference like the guiding principle, the work searches investigate the relation between technology and its incidence on PCNEM, on the current school concept.
9

Agora eu fiquei doce: o discurso da autoestima no sertanejo universitário / Agora eu fiquei doce: self esteem discurse in sertanejo unversitário songs

Caixeta, Schneider Pereira [UNESP] 07 April 2016 (has links)
Submitted by SCHNEIDER PEREIRA CAIXETA null (spcaixeta@gmail.com) on 2016-05-25T14:14:06Z No. of bitstreams: 1 Dissertação - Schneider Final.pdf: 2611663 bytes, checksum: 9df23211d5e2fa5a8079bcc3c63e3ecf (MD5) / Approved for entry into archive by Juliano Benedito Ferreira (julianoferreira@reitoria.unesp.br) on 2016-05-31T12:55:46Z (GMT) No. of bitstreams: 1 caixeta_sp_me_arafc.pdf: 2611663 bytes, checksum: 9df23211d5e2fa5a8079bcc3c63e3ecf (MD5) / Made available in DSpace on 2016-05-31T12:55:46Z (GMT). No. of bitstreams: 1 caixeta_sp_me_arafc.pdf: 2611663 bytes, checksum: 9df23211d5e2fa5a8079bcc3c63e3ecf (MD5) Previous issue date: 2016-04-07 / Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) / Este trabalho analisa o discurso das canções do sertanejo universitário no que tange à temática da autoestima masculina e feminina como constituição e expressão de identidades sertanejas contemporâneas. Enquanto no sertanejo de raiz as letras abordam temas como os prazeres e as dificuldades da vida no campo, no sertanejo romântico, os temas centrais são o amor não correspondido e a traição. Já os “universitários do sertão” cantam sobre prosperidade, baladas e poligamia, com um evidente enaltecimento à autoestima. Tendo consciência de que nas letras de canções encontramos “concepções de enorme importância para os ouvintes como meio de transmissão de novos ou tradicionais valores em curso” (MEDINA, 1973, p. 22 apud ROCHA; FERNANDES, 2009, p. 1224), é possível afirmar que, ao analisar as canções, podemos entrar em contato com os valores sociais vigentes. E mais: em se tratando de cultura de massa, como é o caso do sertanejo universitário, essa exposição da realidade se dá de forma muito mais ampla. Tendo a Análise Dialógica do Discurso como embasamento teórico, adentra-se o universo do discurso e entende-se o enunciado, o signo ideológico, a cultura e o(s) sujeito(s) expressos nas canções que constituem o corpus de pesquisa, formado por três canções (interpretadas por sujeitos masculinos) e quatro respostas a estas canções (interpretadas por sujeitos femininos), publicadas no site de vídeos youtube. / This thesis analyzes the discourse of the songs from “sertanejo universitário” music genre, which has an abundance of songs in which the theme self-esteem is massively present and represents the contemporary identities of their producers/consumers. While the first phase of this genre, known as “sertanejo de raiz”, normally covers topics such as the pleasures and difficulties of life in the countryside, in its second phase, “sertanejo romântico”, the main topics are unrequited love and betrayal. The new phase of this genre talks about prosperity, parties and polygamy, with an enhancement of self-esteem. Being aware that in lyrics it’s possible to find "extremely important concepts for listeners as a means of transmission of traditional or new values" (MEDINA, 1973, 22 apud ROCHA and FERNANDES, 2009, p 1224), it can be said that, by analyzing the songs, it’s possible to verify current social values. When it comes to mass culture, such as “sertanejo universitário”, this exposure of reality occurs in a much broader way. Having Dialogic Discourse Analysis as a theoretical basis, we enter the universe of discourse and discuss the culture and subjects expressed in the songs that are the corpus of this research: three songs (performed by male singers) and four replies to these songs (sung by female singers), uploaded on the youtube website. / CNPq: 130558/2014-1
10

O mundo do rap: entre as ruas e os holofotes da indústria cultural

Nascimento, Mayk Andreele do 20 March 2014 (has links)
Submitted by Vasti Diniz (vastijpa@hotmail.com) on 2017-12-27T11:54:41Z No. of bitstreams: 1 arquivototal.pdf: 1980329 bytes, checksum: a8e7c1d6708e67f164b513d345c81074 (MD5) / Made available in DSpace on 2017-12-27T11:54:41Z (GMT). No. of bitstreams: 1 arquivototal.pdf: 1980329 bytes, checksum: a8e7c1d6708e67f164b513d345c81074 (MD5) Previous issue date: 2014-03-20 / This study aims to give an overview of the current scenario of the Brazilian rap. From the beginning of the XXI century a significant change in the Brazilian “ rap world”. Increased visibility in the entertainment industry as well as the incorporation of rap to a market logic sets new boundaries in this musical style generally associated with ghettos of large cities.This work aims to reflect two fundamental aspects of the world of Brazilian rap. Seeks to analyze the look that rappers dropped on the city and investigate how the sound emanating from the streets falls in the entertainment industry.The trajectory and the songs of rappers Criolo, Shawlin, Emicida and Marechal will be analyzed. His works help to thematize important changes in the rap music scene. The study of music was developed to understand the meanings attributed to the urban experience and the major dilemmas faced by artists in the current Brazilian cultural scene.The relationship of rap with the media presents as a space of constant negotiation. The national rap presents itself as a space laden with contradictions, especially from the moment they begin to share and reproduce the structures of the cultural industry. When the street culture of commodification shall be subject she enters in the dominant ideology circuits. With that contributes a universe of representations based on pictures fame, power and money. However, we must remember that rap is allowed to bring out elements of a discourse that is somewhat different from the standards established by the society of spectacle. On one hand, the entry in the cultural industry tends to give the rap traces of the goods produced in series, subordinating the language of standardized patterns targeting only the profit, on the other hand one can not forget in this worldview resistance that emerges the songs of rappers. / O presente trabalho traça um panorama do cenário atual do rap brasileiro. A partir do início do século XXI ocorre uma mudança significativa no “mundo do rap” brasileiro. A maior visibilidade na indústria de entretenimento, assim como a incorporação do rapa uma lógica de mercado configura novos contornos a este estilo musical geralmente associado aos guetos das grandes metrópoles. Este trabalho pretende refletir dois aspectos fundamentais do mundo do rap brasileiro. Busca-se analisar o olhar que os rappers lançam sobre a cidade e investigar o modo como o som que emana das ruas se insere na indústria de entretenimento. Serão analisadas a trajetória e as canções dos rappers Criolo, Shawlin, Emicida e Marechal. Suas obras ajudam a tematizar mudanças importantes no cenário musical do rap na contemporaneidade.O estudo das músicas foi desenvolvido no intuito de compreender os sentidos atribuídos à experiência urbana e os principais dilemas enfrentados pelos artistas no atual cenário cultural brasileiro. O relacionamento do rap com a mídia se apresenta como um espaço de negociação constante. O rap nacional se apresenta como um espaço carregado de contradições, principalmente a partir do momento em que começa a fazer parte e reproduzir as estruturas da indústria cultural. Quando a cultura de rua passa a ser objeto de mercantilização ela entra nos circuitos da ideologia dominante. Com isso, contribui com um universo de representações baseados em imagens de fama, poder e dinheiro. No entanto, devemos lembrar que o rap tem permitido trazer à tona elementos de um discurso que representa diferenças em relação aos padrões estabelecidos pela sociedade do espetáculo. Se por um lado, a entrada na indústria cultural tende a conferir ao rap os traços da mercadoria produzida em série, subordinando a linguagem a padrões uniformizados visando apenas o lucro, por outro lado não se pode esquecer a resistência presente na visão de mundo que emerge das canções dos rappers.

Page generated in 0.0985 seconds