• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 222
  • 1
  • Tagged with
  • 226
  • 226
  • 117
  • 109
  • 78
  • 77
  • 74
  • 68
  • 64
  • 63
  • 55
  • 46
  • 44
  • 44
  • 41
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
31

Variabilidade genética do vírus da hepatite C em pacientes em hemodiálise no Brasil central

Amorim, Regina Maria Santos de January 2009 (has links)
Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ciências da Saúde, 2009. / Submitted by Allan Wanick Motta (allan_wanick@hotmail.com) on 2010-04-08T13:43:12Z No. of bitstreams: 1 2009_ReginaMariaSantosdeAmorim.pdf: 3705074 bytes, checksum: d87a34cdba79d4f142548d2e2086dd26 (MD5) / Approved for entry into archive by Lucila Saraiva(lucilasaraiva1@gmail.com) on 2010-05-19T06:47:22Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2009_ReginaMariaSantosdeAmorim.pdf: 3705074 bytes, checksum: d87a34cdba79d4f142548d2e2086dd26 (MD5) / Made available in DSpace on 2010-05-19T06:47:22Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2009_ReginaMariaSantosdeAmorim.pdf: 3705074 bytes, checksum: d87a34cdba79d4f142548d2e2086dd26 (MD5) Previous issue date: 2009 / A infecção pelo vírus da hepatite C (HCV) ocorre com freqüência elevada em pacientes com insuficiência renal crônica (IRC) em hemodiálise. O objetivo deste estudo foi caracterizar a variabilidade genética do HCV circulante em pacientes em hemodiálise no Brasil Central. Na primeira etapa deste estudo, os genótipos e subtipos do HCV foram identificados em pacientes em hemodiálise no Distrito Federal. Para tal as regiões 5’ UTR e NS5B do genoma viral foram amplificadas e sequenciadas. Cinqüenta e uma amostras de soro foram RNA HCV positivas para 5’ UTR e, destas, 42 (82,3%) para NS5B. Pelo seqüenciamento da região 5’ UTR, os genótipos 1 e 3 foram encontrados, sendo o subtipo 1a o mais prevalente (82,3%), seguido dos subtipos 1b (5,9%), 1a/1b (2,0%) e 3a (9,8%). O subtipo 1a também foi o mais freqüente (90,5%) para a região NS5B, seguido do subtipo 3a (9,5%). A concordância da genotipagem para as duas regiões foi de 100% para os genótipos, e de 92,5% para os subtipos. Na segunda etapa deste trabalho, foi comparada a variabilidade genética da região hipervariável (HVR1) do HCV em um grupo de pacientes em hemodiálise anti-HCV negativos, RNA HCV positivos (grupo IRC) e em um grupo de pacientes com hepatite C crônica anti-HCV e RNA HCV positivos, sem tratamento (controle). Para isso, 10 amostras de cada grupo foram amplificadas para a região HVR1, clonadas e seqüenciadas. O grupo controle apresentou uma maior freqüência de sítios variáveis em HVR1 (83,9% x 59,3%, p<0,05), bem como uma maior diversidade entre as amostras e entre as quasispecies (intra-paciente), comparadas ao grupo IRC. Além disso, foi verificada uma maior variabilidade dos aminoácidos nas posições 1(384), 3(386), 8(391), 11(394), 14(397), 15(398), 17(400), 22(405) e 27(410) no grupo controle, em relação ao grupo IRC, que mostrou maior variabilidade somente na posição 5(388) (p<0,05). Por outro lado, não houve diferença estatisticamente significante entre a razão das taxa de substituições não sinônimas e sinônimas dos grupos IRC e controle, sugerindo uma pressão seletiva similar pelo sistema imune sobre as populações virais nestes grupos. O perfil hidropático dos aminoácidos de HVR1 do HCV nos dois grupos analisados revelou-se similar, e as variações nas cargas foram limitadas a sítios específicos. Concluindo, estes dados mostram uma menor variabilidade genética na HVR1 do HCV em pacientes em hemodiálise anti- HCV negativos e RNA positivos (grupo IRC), quando comparados aos indivíduos do grupo controle, que pode estar associada à imunossupressão. ________________________________________________________________________________________ ABSTRACT / Hepatitis C virus (HCV) infection occurs with high frequency in chronic renal failure (IRC) patients on hemodialysis. The aim of this study was to characterize the genetic variability of circulating HCV in hemodialysis patients in Central Brazil. In the first part of this study, HCV genotypes and subtypes were determined in hemodialysis patients in the Federal District. For this, 5' UTR and NS5B regions of viral genome were amplified and sequenced. Fifty-one serum samples were HCV RNA positive for 5 'UTR, and of these, 42 (82,3%) for NS5B. By the sequencing of the 5’ UTR region, genotype 1 and 3 were found, being subtype 1a the most prevalent (82,3%), followed by subtypes 1b (5,9%), 1a/1b (2,0%) and 3a (9,8%). The subtype 1a was also the most frequent (90,5%) for the NS5B region, followed by subtype 3a (9,5%). The concordance of genotyping for the two regions was of 100% for the genotypes, and of 92,5% for the subtypes. In the second part of this study, the genetic variability within hypervariable region 1 (HVR1) of the HCV was compared in a group of hemodialysis patients who were anti-HCV negative and HCV RNA positive (group IRC) and a group of untreated patients with HCV chronic infection who were anti-HCV and HCV RNA positive (control). For this, 10 samples from each group were amplified for the HVR1 region, cloned and sequenced. The control group had a higher frequency of variable sites in HVR1 (83,9% x 59,3%, p<0,05) as well as a greater diversity within (intra - patient) and among the samples, compared to the IRC group. Moreover, it was observed a greater variability of amino acids in positions 1 (384), 3 (386), 8 (391), 11 (394), 14 (397), 15 (398), 17 (400), 22 (405) and 27 (410) in the control group, than in the IRC group, which showed a greater variability only in position 5 (388) (p <0,05). On the other hand, there was no statistically significant difference between the ratio of the rates of non-synonymous and synonymous substitutions of the IRC and control groups, suggesting a similar selective pressure by the immune system on viral populations in the groups. The hydropathic profile of the amino acids in the HVR1 of HCV in the two analyzed groups revealed to be similar, and variations in charges were limited to specific sites. In conclusion, these data show a lower genetic variability within the hypervariable region 1 (HVR1) of HCV in the hemodialysis patients who were anti-HCV negative and HCV RNA positive (group IRC), when compared with individuals in the control group, which may be associated to their immunosuppression.
32

Pesquisa de Rickettsia em animais sinantrópicos e domésticos em seus ectoparasitas em duas áreas de baixa endemicidade para febre maculosa brasileira da região leste de Minas Gerais, de 2005-2007

Milagres, Bruno Silva January 2010 (has links)
Submitted by Maurílio Figueiredo (maurilioafigueiredo@yahoo.com.br) on 2013-03-08T19:24:42Z No. of bitstreams: 1 TESE_PesquisaRickettsiaAnimais.PDF: 2788368 bytes, checksum: 2bae56a7ebc11ae8a045b81894ff639f (MD5) / Approved for entry into archive by Neide Nativa (neide@sisbin.ufop.br) on 2013-03-11T17:53:42Z (GMT) No. of bitstreams: 1 TESE_PesquisaRickettsiaAnimais.PDF: 2788368 bytes, checksum: 2bae56a7ebc11ae8a045b81894ff639f (MD5) / Made available in DSpace on 2013-03-11T17:53:42Z (GMT). No. of bitstreams: 1 TESE_PesquisaRickettsiaAnimais.PDF: 2788368 bytes, checksum: 2bae56a7ebc11ae8a045b81894ff639f (MD5) Previous issue date: 2010 / A febre maculosa é uma doença transmitida por carrapatos e tem como agente etiológico bactérias do gênero Rickettsiia, envolvendo no ciclo da Febre Maculosa Brasileira, cães, roedores e marsupiais como reservatórios vertebrados e carrapatos e pulgas como seus vetores invertebrados com os humanos atuando como hospedeiros acidentais, e constituindo elo terminal no ciclo dessas bactérias. A patogenicidade atribuída a estes microorganismos é ainda desconhecida para varias espécies, bem como os fatores de risco, demográficos e sazonais relacionados às respectivas doenças ocasionadas. Para a realização deste estudo, foram selecionados dois municípios do estado de Minas Gerais com prévio histórico de ocorrência destas enfermidade em humanos, sendo dois casos recentes no município de Pingo D'água, localizado na região do Vale do Rio Doce e o município de Santa Cruz do Escalvado, localizado no Vale do Piranga, Zona da Mata Mineira, estado de Minas Gerais foco antigo para riquetsioses, que sofreu alteração recente em sua paisagem natural, devido a construção de uma usina hidrelétrica na localidade de Soberbo no ano de 2004. Assim, com o objetivo de melhor compreender a atual situação epidemiológica das riquetsioses nesses municípios, dentro de uma concepção de ocupação e transformação do espaço geográfico por ação antrópica, buscou-se avaliar o nível de contato destes agentes nas populações de animais domésticos e sinantrópicos, realizaram-se ensaios sorológicos e ferramentas da biologia molecular. Eqüinos, cães, roedores e gambás foram capturados e identificados, tendo sido ainda coletadas amostras de soro bem como ectoparasitas. Dos roedores capturados foram colhidas amostras de tecidos (fígado e baço), e dos gambás amostras de sangue total, sendo realizado ainda nestes animais colheita de material por swab anal. Das amostras de sangue, tecidos, ectoparasitas e swabs anal extraiu-se DNA, que foram amplificadas através de PCR usando oligonucleotídeos iniciadores para amplificação gênero específica do gene da citrato sintase (gltA). Os produtos amplificados obtidos foram visualizados em gel de agarose a 1,5%. Apenas amostras de ectoparasitas das espécies Amblyomma cajennense coletados de cães, eqüinos, gambás-Didelphis aurita e Ctenocefalides canis e Ctenocefalides felis em pulgas de gambás apresentaram resultados positivos à PCR. As amostras de soros de animais silvestres e domésticos foram investigadas quanto à presença de anticorpos reativos à antígenos de Rickettsia rickettsii, Rickettsia parkeri, Rickettsia felis, Rickettsia belli, Ricketssia rhipicephali e Rickettsia amblyommii pela Reação de Imunofluorescência Indireta (RIFI). Amostras que apresentaram títulos iguais ou superiores a 1:64 foram considerados positivas para Rickettsia. No município de Pingo D’ Água das 46 amostras de soros de roedores analisadas, dentre estas 31 da espécie Rattus rattus, 7 Oryzomys subflavus, 7 Nectomys squamipes e 1 Bolomys sp. 26 (83,88%) das amostras de R. rattus, seis (85,72%) das amostras de Oryzomys e Nectomys e a única amostra de soro de Bolomys analisada apresentaram resultados positivos para bacterias do grupo da febre maculosa. No município de Santa Cruz do Escalvado das 62 amostras de soro de roedores analisadas, dentre estas 32 da espécie R. rattus, 2 Oryzomys subflavus, e 23 Nectomys squamipes e 5 Akodon sp. 30 amostras de R. rattus testadas, 30 foram reativas à RIFI para Rickettsia do Grupo das Febres Maculosas, totalizando 93,75% das amostras. Os dados sorológicos obtidos nos municípios de Pingo D’ Água e Santa Cruz do Escalvado, apontam a espécie R. rattus como a mais representativa entre os roedores, o que a credencia para participação no ciclo enzoótico das riquetsioses nas referidas regiões. Levando em consideração o agravante de essa ser a espécie mais sinantrópica em relação às outras estudadas neste projeto, é importante atentar-se para o possível risco de dispersão de organismos do gênero Rickettsia por esses animais no município. Foram analisadas ainda 42 amostras de soros de eqüinos e 24 amostras de soros de cães provenientes de Pingo D’ Água, com reatividade sorológica contra riquétsias do GFM em 16 (38,09%) dentre as amostras de eqüinos e em duas (8,33%) dentre as amostras de cães. Em Santa Cruz do Escalvado foram analisadas 66 amostras de soros de eqüinos e 67 amostras de soros de cães, verificando-se uma sororeatividade contra riquétsias do GFM em dez (15,15%) dentre as amostras de soros de eqüinos e em 14 (20,89%) dentre as amostras de soros de cães. Das 38 amostras de soro de D. aurita coletados no município de Santa Cruz do Escalvado, em 16 verificou-se a presença de Rickettsia, sendo que em 42,1% dos soros foram reativos contra R. rickettsii, 39,5% contra R. parkeri, 18,4% contra de R. amblyommi e 2,6% contra R. felis. Os achados sorológicos e de biologia molecular obtidos neste trabalho recomendam a manutenção de uma vigilância epidemiológica permanente nos municípios estudados, bem como em seu entorno, buscando-se desta maneira evitar a ocorrência de novos casos humanos causada pela invasão destes focos naturais pelo homem ou pela dispersão de potenciais reservatórios e vetores de agentes riquetsiais para novas áreas do estado ___________________________________________________________________________________________________________________________________________________ / Spotted fever is a disease transmitted by ticks presenting as his etiological agent bacteria of the genus Rickettsia. Involved in her natural cycle, dogs, rodents, and marsupials actuated as vertebrate reservoirs, been ticks, and fleas the invertebrates vectors. Humans actuating as accidental hosts are becoming the final link in the cycle of these bacteria. The pathogenicity attributed to these microorganisms is still unknown for several of the Rickettsia species, including the involved factors of risk and the demographic and seasonal factors related. For this study, we selected two counties in the state of Minas Gerais, Brazil, that have prior history of occurrence of this disease in humans: Pingo D'Água, located in Vale do Rio Doce, with two recent cases reported, and Santa Cruz do Escalvado, located in Vale do Piranga, Zona da Mata Mineira, a former focus for rickettsial diseases, which has suffered recent change in their natural landscape due to the construction of a hydroelectric plant in the town of Superb in 2004. Thus, in order to better understand the current epidemiological situation of the rickettsial diseases in these municipalities, under a conception of occupation and transformation of geographic space by anthropic actions, we sought to evaluate the level of transmission of these agents in populations of domestic and synanthropic animals, realizing serological and molecular biology assays. Horses, dogs, rodents and opossums were captured and identified, from whom were collected serum samples and ectoparasites. From rodents captured were collected samples of tissues (liver and spleen). From opossums were collected samples of whole blood and anal swab. From blood, tissues, ectoparasites, and anal swabs were extracted DNA samples, which were subsequently amplified by PCR using primers for amplification of Rickettsia genus-specific citrate synthase gene (gltA). The amplified products obtained were visualized in agarose gel 1.5%. Only samples of parasites of the species Amblyomma cajennense collected from dogs, horses, and opossums, and fleas (Ctenocefalides canis and Ctenocefalides felis) collected from opossums tested positive by PCR. Serum samples from wild and domestic animals were investigated by Immunofluorescence Assay (IFA) for the presence of antibodies reactive to antigens of Rickettsia rickettsii, Rickettsia parkeri, Rickettsia felis, Rickettsia belli, Rickettsia rhipicephali and Rickettsia amblyommii. Samples that had titers equal or greater than 1:64 in the IFA were considered positive for Rickettsia. In the municipality of Pingo D’Água, from 46 serum samples rodents tested, among these 31 species of Rattus rattus, seven Oryzomys subflavus, seven Nectomys squamipes, and one Bolomys sp., 26 (83.88%) samples of R. rattus, six (85.72%) samples of Oryzomys and Nectomys, and the single serum sample of Bolomys examined were positive for bacteria of the spotted fever group (SFG). In Santa Cruz do Escalvado, serum samples from 62 rodents tested, among these 32 species of R. rattus, two Oryzomys subflavus and five Nectomys squamipes, and 23 Akodon sp., 30 samples of R.rattus were reactive by IFA for Rickettsia agents from the SFG, totaling 93.75% of the samples. The serological data obtained in the municipalities of Pingo D'Água and Santa Cruz do Escalvado, indicated that the species R. rattus is the most representative among the rodents, which accredits to participate in the enzootic cycle of rickettsial diseases in these regions. Taking into account the aggravating factor that is the most synanthropic species over all others studied in this project, it is important to pay attention to the possible risk of dispersal of the genus Rickettsia by these animals in the municipalities. We also analyzed serum samples of 42 horses and 24 serum samples of dogs from Pingo D'Água, which showed serological reactivity against rickettsiae from SFG. Sixteen (38.09%) among the samples from horses and two (8, 33%) among the samples of dogs tested showed positive results. In Santa Cruz do Escalvado were we analyzed 66 serum samples from horses and 67 serum samples from dogs, were found a seroreactivity against rickettsiae organisms of SFG in ten (15.15%) among the serum samples of horses and in 14 (20 89%) among the serum samples of dogs tested. Of 38 serum samples from D. aurita collected in Santa Cruz do Escalvado, in 16 were verified the response against Rickettsia, been 42.1% of sera reactive against R. rickettsii, 39.5% against R. parkeri, 18.4% against R. amblyomma and 2.6% against R. felis. The findings of serological and molecular biology in this work recommend the maintenance of effective epidemiological surveillance in the municipalities studied, as well as its surroundings, searching in this way avoid the occurrence of new human cases of outbreaks caused by invasion by man or by natural dispersal of potential reservoirs and vectors for Rickettsia to new areas of the state.
33

Atividade in vitro de plantas da medicina tradicional do Cerrado em dermatófitos e leveduras

Theodoro, Phellipe Norato Estrela Terra 13 July 2009 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ciências da Saúde, 2009. / Submitted by Larissa Ferreira dos Angelos (ferreirangelos@gmail.com) on 2010-04-19T17:29:46Z No. of bitstreams: 1 2009_PhellipeNoratoEstrelaTerraTheodoro.pdf: 4343093 bytes, checksum: c5e7ad511d6eb98d4cba14794babdf54 (MD5) / Approved for entry into archive by Lucila Saraiva(lucilasaraiva1@gmail.com) on 2010-04-30T22:37:00Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2009_PhellipeNoratoEstrelaTerraTheodoro.pdf: 4343093 bytes, checksum: c5e7ad511d6eb98d4cba14794babdf54 (MD5) / Made available in DSpace on 2010-04-30T22:37:00Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2009_PhellipeNoratoEstrelaTerraTheodoro.pdf: 4343093 bytes, checksum: c5e7ad511d6eb98d4cba14794babdf54 (MD5) Previous issue date: 2009-07-13 / O panorama mundial das infecções fúngicas é preocupante, uma vez que tem sido observado um aumento do número de infecções, o surgimento de cepas resistentes aos medicamentos disponíveis e a toxicidade intrínseca desses medicamentos. Diante desse quadro faz-se necessário a busca de novos agentes terapêuticos. O estudo de plantas da medicina tradicional do Cerrado representa uma fonte importante de moléculas inovadoras para o tratamento de diversas doenças, incluindo as infecções fúngicas. Desse modo, o presente trabalho, à partir da etnomedicina avaliou o potencial antifúngico de extratos de plantas do Cerrado. Em uma triagem inicial foram testados 81 extratos de 14 espécies de plantas sobre os isolados clínicos de fungos dermatófitos Trichophyton rubrum, Trichophyton mentagrophytes, Microsporum gypseum, Microsporum canis e sobre as leveduras Candida albicans ATCC 10231 e Candida parapsilosis ATCC 22019, sendo encontrados 27 extratos ativos. Foram selecionados 8 extratos com halos de inibição ≥ 28 mm de diämetro para a determinação da concentração inibitória mínima (CIM) sobre 10 fungos filamentosos e 8 leveduras. Sendo encontrada potente atividade antifúngica, com valores de CIM entre 125 e 0,24 μg/mL. Os extratos mais ativos foram etanólico e acetato de etila da casca do caule, e etanólico da madeira do caule e folha de Terminalia fagifolia; etanólico da madeira do caule e da madeira da raiz de Zanthoxylum rhoifolium; acetato de etila da madeira da raiz de Diospyrus hispida e acetato de etila da casca do caule de Vismia decipiens. O fracionamento cromatográfico biomonitorado desses extratos ativos poderá permitir o isolamento de potentes compostos antifúngicos. Esse estudo mostra à importância da pesquisa de extratos de plantas do Cerrado aliado à de sua preservação. _____________________________________________________________________________________ ABSTRACT / The worldwide distribution of fungal infections is related to an increasing number of cases, development of drug resistance, and intrinsic drug toxicity. In view of these problems, the search for new therapeutic agents is an urgent need. Cerrado plants used in traditional medicine are important sources of novel molecules for several diseases, including fungal infections. This study evaluated the antifungal potential of Cerrado plant extracts obtained from local ethno-medicine. 81 extracts from 14 plant species were screened for antifungal activity against isolated clinical strains of Trichophyton rubrum, Trichophyton mentagrophytes, Microsporum gypseum, Microsporum canis, Candida albicans ATCC 10231 and Candida parapsilosis ATCC 22019. 8 extracts demonstrated inhibition zones ≥ 28 mm and minimal inhibition concentrations between 125 and 0,24 μg/mL. The extracts which demonstrated the most antifungal activity were: ethanolic and ethyl acetate extracts from stem bark, ethanolic extract from the wood and leaves of Terminalia fagifolia; ethanolic extract from the stem bark and root wood of Zanthoxylum rhoifolium; ethyl acetate extract from the root wood of Diospyrus hispida; and acetate extract from the stem bark of Vismia decipiens. Bioguided chromatographic fractionation of these extracts will enable the isolation of antifungal compounds. This work shows the research importance of Cerrado molecules to treat antifungal diseases and the need to preserve this biome.
34

Atenção domiciliar da Regional de Saúde de Sobradinho/DF : perfil clínico-epidemiológico de pacientes, análise de sobrevivência e fatores associados com doenças infecciosas e óbito, no período de 2003 a 2010

Barros, Leny Nunes de 08 March 2012 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Medicina, Núcleo de Medicina Tropical, 2012. / Submitted by Elna Araújo (elna@bce.unb.br) on 2012-07-11T19:12:31Z No. of bitstreams: 1 2012_LenyNunesdeBarros.pdf: 2026675 bytes, checksum: 41741323da1c0310a969dc478fca8fe0 (MD5) / Approved for entry into archive by Jaqueline Ferreira de Souza(jaquefs.braz@gmail.com) on 2012-07-16T12:29:19Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2012_LenyNunesdeBarros.pdf: 2026675 bytes, checksum: 41741323da1c0310a969dc478fca8fe0 (MD5) / Made available in DSpace on 2012-07-16T12:29:19Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2012_LenyNunesdeBarros.pdf: 2026675 bytes, checksum: 41741323da1c0310a969dc478fca8fe0 (MD5) / O Programa de Atenção Domiciliar da Regional de Saúde de Sobradinho do Distrito Federal foi criado em 1994 e atende a uma população adstrita da Região Administrativa V. A clientela é composta por pacientes com diagnóstico firmado e portadores de doenças crônicas. O estudo teve o objetivo de caracterizar clínico-epidemiologicamente os pacientes atendidos pelo Programa e estimar a probabilidade de sobrevivência acumulada e a frequência de doenças infecciosas e de óbito e fatores associados, no período de junho de 2003 a junho de 2010. Foi realizado um estudo epidemiológico com três componentes - estudo descritivo do tipo coorte clínica; análise de sobrevivência tendo como desfecho o óbito; e estudo analítico transversal de fatores associados a dois desfechos - doenças infecciosas e óbito. As fontes dos dados foram os prontuários médicos dos pacientes e os registros estatísticos do Programa; os pacientes admitidos no Núcleo Regional de Atenção Domiciliar de 01 de junho de 2003 a 30 de junho de 2010 foram a população de estudo. Foram coletadas e estimadas as frequências das variáveis - sexo, idade, diagnóstico, tipo de cuidador, grau de incapacidade funcional para as atividades de vida diária, tempo de acompanhamento, escolaridade, status no programa, tratamento de água, destino do lixo e esgoto, presença de animais domésticos no domicílio e tipo de acomodação do paciente. Também foi estimada a frequência de infecção do trato urinário, pneumonia e ferida infectada. Para a análise de sobrevivência foram utilizados os métodos de tábua de vida e o de Kaplan-Meier. Foi realizada análise bivariada para os seguintes desfechos - doença infecciosa, pneumonia, ferida infectada, infecção do trato urinário e óbito; e análise multivariada, por meio de regressão logística binária. A medida de associação foi a Odds Ratio e foram construídos intervalos de confiança a 95%. Os dados foram analisados pelo SPSS® 17.0. Na casuística, 77% eram idosos, sendo a mediana das idades 74 anos, e 57% do sexo feminino. Os Acidentes Vasculares Encefálicos e as neoplasias representaram quase a metade dos diagnósticos (47,48%) de entrada e 44% dos pacientes evoluíram a óbito. As doenças infecciosas secundárias mais frequentes foram - infecções do trato urinário (50,25%), pneumonias (24,37%) e feridas infectadas (14,97%). A probabilidade de sobrevivência foi de 38,68% aos cinco anos de acompanhamento e o tempo mediano de sobrevivência foi de 35 meses. No modelo final de análise multivariada mantiveram-se associadas e estatisticamente significativas para o desfecho de pneumonia - idades acima de 80 anos, acomodação em quarto coletivo e sexo feminino, como fator protetor; para o desfecho de ferida infectada - a presença de animais em domicílio e maior grau de dependência, como fator protetor; para o desfecho de infecção do trato urinário - idades acima de 81 anos, sexo feminino, acomodação em quarto coletivo e presença de animais em domicílio; e para o óbito - idades acima de 30 anos e maior grau de dependência. Trata-se do primeiro estudo da casuística do Programa, que trará informações relevantes para o planejamento, além de abrir campo para futuras análises. _________________________________________________________________________________ ABSTRACT / The Home Care Program was created in 1994 by the Sobradinho Regional Health Division and it serves the population of the Administrative Region V of Distrito Federal, Brazil. The group assisted by this program consists of patients with confirmed diagnosis and chronic diseases. The objective of this study was to characterize patients served by the Program to clinical and epidemiological level as well as to estimate cumulative survival probability, the frequency of infectious diseases, death and associated factors in the period from June 2003 to June 2010. An epidemiological study was carried out with three components - a descriptive study of the clinical cohort, survival analysis seeing death as the outcome and an analytical cross-sectional study of factors associated with two outcomes - infectious diseases and death. Medical records of patients and statistical records of the Program were used as data sources in this paper. The target population consisted of patients admitted to the Regional Center for Home Care from June 1, 2003 to June 30, 2010. The frequency of the following variables were collected and estimated - gender, age, diagnosis, type of carer, degree for daily activities, follow-up time, education, status in the program, water treatment, destination of the waste (garbage and sewage), presence of pets at home and type of accommodation of the patient. It was also estimated the frequency of urinary tract infection, pneumonia and infected wound. Two methods were used for survival analysis - life table and Kaplan-Meier. Bivariate analysis was performed for the following outcomes - infectious disease, pneumonia, infected wound, urinary tract infection and death; and multivariate analysis was determined through binary logistic regression. The measure of association determined was Odds Ratio (OR) and 95% confidence intervals were built. Data were analyzed by SPSS® 17.0 system. In this study 77% were elderly, being the average age of 74 years old and 57% of the group consisted of females. Cerebral Vascular Accidents and Cancer represented almost half of the diagnoses (47.48%) and 44% of patients evolved to death. Most frequent secondary infectious diseases were - urinary tract infections (50.25%), pneumonia (24.37%) and infected wounds (14.97%). The probability of survival was 38.68% at the first five years of monitoring and the average survival time was 35 months. In the final model of multivariate analysis the following remained associated and statistically significant for the pneumonia outcome - patients over 80 years old, accommodation in dormitory and females, as protective factor; for the infectious wound outcome - presence of pets at home and greater degree of dependence, as protective factor; for urinary tract infection outcome - patients over 81 years old, females, accommodation in dormitory and presence of pets; and for death outcomes - patients over 30 years old and greater degree of dependence. This is the first case study of the Program which aims at providing relevant information to planning and open discussion for future analysis.
35

Invisibilidade de situações de risco biológico no campo da Saúde Pública desafios de biossegurança e biosseguridade / Invisibility of biohazard situations in the field of Public Health: Challenges for biosafety and biosecurity

Rocha, Sheila Sotelino da January 2011 (has links)
Made available in DSpace on 2015-06-08T13:58:09Z (GMT). No. of bitstreams: 2 477.pdf: 3038477 bytes, checksum: bfde8364acf112987f4aea81c8a78dc9 (MD5) license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) Previous issue date: 2011 / Fundação Oswaldo Cruz. Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães. Recife, PE, Brasil / Esta Tese aborda a problemática da invisibilidade de situações de risco biológico refletida no âmbito individual, institucional e da sociedade. Os resultados são apresentados em quatro publicações científicas que respondem a seus objetivos. A primeira é um artigo que descreve a trajetória da construção do campo da biossegurança destacando sua aplicação como ferramenta de controle à emergência e reemergência de doenças, resultantes de interferências humanas sobre a natureza, estando a invisibilidade de situações de risco biológico, em nível da sociedade, associada a estas interferências. A segunda é um informe técnico que analisa evento realizado em instituição de pesquisa guardiã de acervo de coleções de agentes biológicos. A análise, que abrange as narrativas dos pesquisadores curadores dos acervos e a observação in loco das condições de biossegurança (indicadores de qualidade) e biosseguridade (aspectos de segurança), apontou inadequações que configuram invisibilidade de situações de risco biológico em nível institucional. A terceira publicação analisa características associadas à não adesão de estudantes de cursos da área de saúde ao teste tuberculínico, em cidade com alta endemicidade da doença. Status socioeconômico, gênero e escolha de carreira foram aspectos associados aos grupos de não adesão ao teste, que está inserido em programas de biossegurança e é recomendado para o controle da tuberculose. Este descuido com a própria saúde configura invisibilidade de situações de risco biológico em nível individual. A quarta publicação, artigo submetido a avaliação, faz uma discussão síntese das publicações anteriores, chamando a atenção para a importância em perceber a inobservância dos preceitos de biossegurança e biosseguridade para possibilitar à tomada de decisão, evitando danos à saúde humana e ao ambiente. Conclui-se que debates são necessários para ampliar a percepção desta questão pelas redes sócio-técnicas, pelas sócioinstitucionais e sócio-humanas
36

Análise da construção da competência do Brasil em direção ao laboratório de contenção máxima: realidades e perspectivas / Analysis of the construction of the power of Brazil toward the maximum containment laboratory: realities and prospects

Cardoso, Telma Abdalla de Oliveira January 2008 (has links)
Made available in DSpace on 2012-09-05T18:23:46Z (GMT). No. of bitstreams: 2 license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) 335.pdf: 1561167 bytes, checksum: 3c3770abb71de1bc033d59ef621aa71b (MD5) Previous issue date: 2008 / Este estudo apresenta uma análise sobre a necessidade de instalação de umlaboratório de contenção máxima (NB-4) no Brasil, a fim de atender as necessidades de pesquisa e diagnóstico de agentes patogênicos, de relevância epidemiológica e risco de disseminação ou causador de doença emergente que se torne epidemiologicamente importante ou cujo mecanismo de transmissão seja desconhecido.Discute, através de uma revisão bibliográfica, a emergência e reemergência de doenças infecciosas mostrando situações críticas enfrentadas no âmbito mundial.Destaca a susceptibilidade do Brasil, considerando a sua complexidade, representada especialmente, pela sua biodiversidade e pelos problemas sócio-econômicos, que afetam diretamente a saúde pública. Sublinha a questão dos investimentos no setor da saúde, voltados à vigilância, ao fortalecimento de bases epidemiológicas, laboratorial e clínica, centradas em medidas de prevenção e de controle nas áreas de vigilância, onde se inclui a perspectiva da Biossegurança. Aborda aspectos do monitoramento de risco, enfatizando as intercessões entre a Biossegurança e a Biosseguridade, como campos integrados e voltados para controlar aspossibilidades de risco relacionado com as questões de saúde pública , tais como o bioterrorismo, considerando a importância da construção de políticas institucionais voltadas para atender as demandas dos laboratórios e das situações de risco de saúde pública, em especial, através de eventos de grande impacto provocados pela circulaçãode agentes biológicos de alta letalidade.Em termos metodológicos, utiliza os dados do Centro de InformaçõesEstratégicas em Vigilância em Saúde, da Secretaria de Vigilância em Saúde, doMinistério da Saúde para construção do estudo de caso. / Conclui, a partir da análise da relevância epidemiológica dos eventos notificados e sua relação com o potencial de risco manifesto ou latente, a pertinência de investimentos em Biossegurança em termos da construção de uma infra-estrutura laboratorial e a conseqüente capacitação de profissionais, indicando a importância do debate sobre a localização desta unidade, a partir do contexto epidemiológico traduzido pelo sistema de notificação.
37

Avaliação do processo de implantação da programação pactuada e integrada de epidemiologia e controle de doenças: ações de imunização como condição traçadora, Rio de Janeiro, 2006 / Valuation of the eslishment process of integrated epidemiology programs and control of diseases: actions of immunization as condition outlined, Rio de Janeiro, 2006

Nazareno, Claudia Ferro January 2006 (has links)
Made available in DSpace on 2012-09-06T01:12:07Z (GMT). No. of bitstreams: 2 license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) 893.pdf: 392611 bytes, checksum: bf5a79f05f718d4db3bb442a96d192ed (MD5) Previous issue date: 2006 / O trabalho teve como objetivo realizar uma avaliação do processo de implantação da Programação Pactuada e Integrada de Epidemiologia e Controle de Doenças (PPI ECD) no estado do Rio de Janeiro, tendo como condição traçadora as ações de Imunizações, relativas aos imunizantes do calendário vacinal infantil. Para esta avaliação, foi utilizado o REM (Método Rápido de Avaliação). Para operacionalizar o REM foi utilizado um estudo de casos múltiplos em 2 municípios, Casos 1 e 2 , com unidades de análise incorporadas , realizado no estado do Rio de Janeiro. Os dados foram coletados de várias fontes, de sistemas de informação do Programa de Imunizações e de dados primários, coletados nas unidades de saúde dos municípios estudados e através de entrevistas a informantes-chaves e usuários. Como principais resultados tem-se que a PPI ECD encontra-se implantada, no que concerne à ação traçadora, ainda que de forma diferenciada nos dois (2) municípios analisados, situados em macro regiões geográficas próximas, de características sociais semelhantes. O modelo revelou-se adequado para avaliar a implantação das ações, e foi também eficaz para avaliar o grau de satisfação dos usuários. (...) A rede de frio é insuficiente para atender a demanda, e nem todas as Unidades de Saúde realizam atividades de vacinação. A cobertura do PSF é pequena, e a integração com o Programa de Imunizações é tênue, não havendo resgate de faltosos. O BCG não é feito na única maternidade pública do município, por falta de geladeira e de profissionais treinados. O grau de satisfação dos usuários é razoável, mas não existe acolhimento, apesar de relatarem um bom trabalho dos vacinadores.
38

Causas e fatores associados ao obito fetal

Aquino, Marcia Maria Auxiliadora de 22 July 2018 (has links)
Orientador: Jose Guilherme Cecatti / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciências Médicas / Made available in DSpace on 2018-07-22T19:03:56Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Aquino_MarciaMariaAuxiliadorade_M.pdf: 1868155 bytes, checksum: 7db4f308c3efe9252d478db4a96dd1d7 (MD5) Previous issue date: 1997 / Resumo: A morte fetal, a despeito de todo avanço tecnológico existente, não é uma entidade rara e, em países em desenvolvimento, suas causas mais prevalentes continuam sendo passíveis de controle elou tratamento. O objetivo deste estudo foi investigar causas e fatores associados à morte fetal em uma população brasileira. Foi um estudo descritivo em sua primeira parte e caso-controle na segunda, realizado no Hospital Maternidade Leonor Mendes de Barros, em São Paulo. Estudaram-se 122 gestantes com diagnóstico de óbito fetal e idade gestacional de vinte semanas ou mais e 244 controles constituídos por mulheres gestantes que deram à luz a recém¬nascido vivo e que se submeteram a uma série de exames laboratoriais, incluindo nos casos com óbito fetal necrópsia dos recém-nascidos e exame histológico das placentas para identificação da causa do óbito. Os procedimentos estatísticos utilizados foram o cálculo de média e desvio padrão para as variáveis numéricas contínuas, x2 para tendência para as numéricas ordenadas, o Odds Ratio e seu correspondente IC95% para identificação dos fatores associados à morte fetal, e análise multivariada por regressão logística. As principais causas identificadas de morte for.am hipertensão arterial e infecções e em um quarto dos casos a causa não foi determinada. Os fatores de risco identificados foram: presença de descolamento prematuro de placenta (OR=21,7 IC95%=3-945,31), sífilis (OR=10,38 IC95%=1, 14¬ 493,12), pequeno número de consultas de pré-natal (OR=4,73 IC95%=1,98-3,61 )" antecedente de um ou mais natimortos (OR=4,53 IC95%=1 ,85-11 ,24), internação hospitalar durante a gestação (OR=3,41 IC95%=1,38-8,50), diabetes na internação (OR=2,49 IC95%=1,08-5,79), idade igualou superior a 25 anos (OR=2,28 IC95%=1,29-4,07), hipertensão na gestação (OR=2,13 IC95%=1,20-3,78), anemia (OR=2,12 IC95%=1,16-3,9) e idade abaixo de 20 anos (OR=2,07 IC95%=1,01¬4,23). Concluiu-se que uma proporção importante de óbitos eram preveníveis e que houve taxa significativa de causas não identificadas. Os resultados deste estudo poderão ser úteis para orientação de programas de prevenção primária, principalmente quanto à assistência pré-natal / Abstract: The fetal death, in spite of all technological development current available may not be considered an unusual event and, in developing countries, the most prevalent causes could be possibly controlled and/or treated. The purpose of this study was to investigate causes and factors associated to fetal death in a Brazilian population. This was a descriptive study in its first part and a case control in its second part, performed at the Hospital Maternidade Leonor Mendes de Barros in São Paulo. . The study subjects were 122 pregnant women with diagnosis of fetal death and gestation age of 20 or more weeks and 244 controls of pregnant women who delivered liveborns. They were submitted to some laboratory exams including, for cases with fetal death, necropsy of newborns and hystologic exam of placenta .to identify the cause of death. The statistical procedures used were means and standard deviation for continuous variables, X2trend for ordered categorical variables, Odds Ratio with its 95% Confidence Interval for possible risk factors associated to fetal death and a multivariate analysis. The main fetal death causes were hypertensive disorders and infections and, for a quarter of cases, they were not identified at alI. The risk factors associated to fetal death were abruptio.placentae, syphilis, a few number of prenatal care visits, one or more previous stillbirths, hospitalization during pregnancy, diabetes, age above or equal to 25, hypertension, anemia and age below 20. It is concluded that an important percentage of fetal death would have been prevented and that there was a significant proportion of unidentified causes. Results of the current study might be useful to orientate a primary prevention health program, specially those concerning antenatal care / Mestrado / Tocoginecologia / Mestre em Medicina
39

Prevalência de colonização por Streptococcus do grupo B entre gestantes ou parturientes atendidas no Hospital de Base de São José do Rio Preto/SP

Jorge, Luciana Souza 04 July 2005 (has links)
Submitted by Natalia Vieira (natalia.vieira@famerp.br) on 2016-05-30T21:52:31Z No. of bitstreams: 1 lucianasouzajorge_dissert.pdf: 1193713 bytes, checksum: 87fe8f7c70497cf298249a806a3219b4 (MD5) / Made available in DSpace on 2016-05-30T21:52:31Z (GMT). No. of bitstreams: 1 lucianasouzajorge_dissert.pdf: 1193713 bytes, checksum: 87fe8f7c70497cf298249a806a3219b4 (MD5) Previous issue date: 2005-07-04 / Since the 1970´s Group B Streptococcus (GBS) or Streptococcus agalactiae has been considered the leading cause of early-onset neonatal disease. Even after the adoption of strategies for intrapartum antimicrobial prophylaxis (IAP) in the 1990´s, it has been observed GBS to be responsible for approximately 70% of neonatal mortality. The objective of this study was to establish prevalence of GBS colonization among pregnant women and parturients treated at Hospital de Base de Sao Jose do Rio Preto and the perinatal factors of risk related to maternal colonization. A descriptive and retrospective study was carried out. One hundred and twenty-two patients (pregnant women and parturients) selected for risk factors were submitted to collection of vaginal and rectal swabs which were then inoculated to specific Todd-Hewitt broth used to GBS identification. Statistical analysis of data was performed using logistic regression and Pearson 2 test or Fisher´s test, as appropriated. Prevalence of GBS maternal colonization was 24.6%, revealing statistically significant evidence among women with school education between 8 and 11 years (p=0.029) and those referring having had previous infant born with neonatal disease (p=0.025). The prevalence of GBS colonization of patients admitted at the studied Hospital Obstetrics Department points out the necessity for the institution to have an IAP protocol in order to avoid indiscriminate use of antimicrobial therapy for newborns admitted at the Neonatal Intensive Therapy Unit (NITU) and reduce the rate of neonatal morbidity and mortality. / Desde a década de 70, o Streptococcus do Grupo B (SGB) ou Streptococcus agalactiae é considerado a principal causa de doença neonatal precoce. Mesmo com a padronização de estratégias de profilaxia antimicrobiana intraparto (PAI) nos anos 90, tem sido verificado que o SGB é responsável por aproximadamente 70% de mortalidade neonatal. O objetivo deste estudo foi conhecer a prevalência da colonização por SGB entre gestantes e parturientes atendidas no Hospital de Base de São José do Rio Preto e os fatores de risco perinatais envolvidos na colonização materna. Foi realizado um estudo descritivo e retrospectivo em 122 gestantes ou parturientes incluídas por fatores de risco, as quais foram submetidas à coleta de material vaginal e anal, inseridos posteriormente ao caldo de crescimento específico Todd-Hewitt, que é utilizado para identificação dos SGB. A análise estatística dos dados foi realizada por regressão logística e pelo teste de quiquadrado Pearson ou teste de Fisher, quando recomendado. A prevalência de colonização materna por SGB foi de 24,6%, mostrando evidência estatisticamente significante entre mulheres com grau de escolaridade entre 8 a 11 anos (p=0,029) e que referiram história de filho anterior com doença neonatal (p=0,025). A prevalência da colonização por SGB entre gestantes e parturientes atendidas no serviço de obstetrícia no hospital estudado mostra a necessidade da instituição de um protocolo de PAI, a fim de evitar a utilização indiscriminada de antimicrobianos para recém nascidos admitidos na Unidade de Terapia Intensiva Neonatal (UTIN) e reduzir as taxas de morbidade e mortalidade neonatal.
40

Prevalência de infecções por enteroparasitos em uma população de idosos da cidade de Porto Alegre

Ely, Luísa Scheer January 2010 (has links)
Made available in DSpace on 2013-08-07T18:56:20Z (GMT). No. of bitstreams: 1 000427980-Texto+Completo-0.pdf: 2801558 bytes, checksum: f6fe391e1153d5112470a5a7593e804d (MD5) Previous issue date: 2010 / Introduction: Infectious and parasitic diseases still constitute a major public health problem. The enteroparasites can cause intestinal obstruction, malnutrition, anemia, diarrhea and bad absorption. There are few studies about the occurrence of intestinal parasites in the elderly. Objectives: To evaluate the prevalence of intestinal parasites in elderly patients from a geriatric ambulatory in Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brazil, and in elderly residents of two long-stay institutions in the same city, as well as to evaluate the presence of enteroparasites in the elderly’s pets. Methods: Stool samples from the elderly and the pets were analyzed through fecal parasitological examination. From each individual and pet was made one fecal parasitological examination. Socioeconomic conditions and hygiene habits were evaluated by a questionnaire to each group (geriatric ambulatory and long-stay institutions), and for the elderly that had pets a questionnaire about their way of life was applied. Each participant signed a consent form approved by the Committee on Ethics of PUCRS. Results: 310 elderly were studied with mean age of 78,6±8,4 years old, 77,1% were women and 22,9% were man. The prevalence of intestinal parasites was 12,9% for the elderly from the geriatric ambulatory and 12,9% for the institutionalized elderly. The results showed no association between enteroparasitoses from pets and their owner, because no elder who had a pet with parasitic disease presented positive result in fecal examination. Conclusions: The prevalence of enteroparasitoses in the elderly from Porto Alegre was lower than in other studies. These results showed that each geographic area have its socioeconomic, environmental, and educational peculiarities. The studies should be continued in the elderly from different areas of Rio Grande do Sul and Brazil to identify particular situations. Sanitary measures and education can be proposed based on such studies to improve population health. / Introdução: As doenças infecciosas e parasitárias ainda constituem um dos principais problemas de saúde pública. Os danos que os enteroparasitos podem causar a seus portadores incluem obstrução intestinal, desnutrição, anemia ferropriva, diarreia e má absorção. Estudos sobre a ocorrência de parasitos intestinais na população idosa são poucos, mas existem dados no Brasil e na América Latina relatando doenças parasitárias. Objetivos: Avaliar a prevalência de parasitos intestinais em idosos que consultam um Ambulatório Geriátrico de Porto Alegre, no Rio Grande do Sul (RS), e moradores de duas Instituições de Longa Permanência (ILPs) do mesmo município, bem como, analisar a presença de enteroparasitos nos animais de estimação desses idosos. Metodologia: O exame parasitológico das fezes (EPF) foi feito para diagnosticar a presença de parasitos nas fezes dos idosos e dos animais de estimação. Para cada idoso e animal de estimação foi realizado um EPF. As condições socioeconômicas e higiênicas dos pacientes foram avaliadas através da aplicação de questionário a cada um dos grupos de idosos (ambulatório geriátrico e ILPs) e, para aqueles que possuíam animal de estimação, foi aplicado um inquérito com os hábitos de higiene dos animais domésticos. Todos os pacientes assinaram o Termo de Consentimento Livre e Esclarecido (TCLE). O estudo foi aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa da PUCRS. Resultados: Trezentos e dez idosos foram estudados, com média de idade de 78,6±8,4 anos; 77,1% eram mulheres e 22,9% eram homens. A prevalência de enteroparasitoses encontrada foi de 12,9% para os idosos que frequentavam o ambulatório geriátrico e 12,9% para os institucionalizados. Os resultados mostraram que não houve associação entre o animal parasitado e o seu dono, pois nenhum idoso que possuía animal de estimação parasitado apresentou positividade pelo EPF. Conclusão: A prevalência de enteroparasitoses encontrada nos idosos estudados em Porto Alegre foi mais baixa em relação aos dados existentes. Esses resultados mostram que cada região geográfica tem suas peculiaridades socioeconômicas, ambientais e educacionais. Os inquéritos 9 coproparasitológicos devem continuar sendo realizados nos idosos das diferentes regiões do RS e do Brasil para identificar situações particulares, com o objetivo de propor medidas sanitárias e educativas para melhorar o estado de saúde das populações idosas.

Page generated in 0.1225 seconds