• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 4742
  • 58
  • 5
  • 2
  • Tagged with
  • 4835
  • 2583
  • 1356
  • 1087
  • 924
  • 766
  • 760
  • 569
  • 567
  • 564
  • 450
  • 408
  • 398
  • 281
  • 271
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Fatores de risco associados à infecção do sítio cirúrgico em pacientes submetidos a cirurgias potencialmente contaminadas: subsídios para a segurança do pacientes

Martins, Tatiana 2015 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Enfermagem, Florianópolis, 2015. Made available in DSpace on 2016-10-19T12:46:38Z (GMT). No. of bitstreams: 1 338832.pdf: 2272829 bytes, checksum: 0d423106b01c3581e3be25e1b3927a1d (MD5) Previous issue date: 2015 Trata-se de um estudo correlacional descritivo, de abordagem quantitativa, que teve como pergunta de pesquisa: Qual a associação das cirurgias potencialmente contaminadas com os fatores de risco para infecção do sítio cirúrgico, em pacientes cirúrgicos de um hospital escola da região Sul do Brasil? Objetivou analisar a associação das cirurgias potencialmente contaminadas com os fatores de risco para infecção do sítio cirúrgico, em pacientes cirúrgicos de um hospital escola da região Sul do Brasil. Participaram da pesquisa 90 pacientes das unidades de internação cirúrgica de um hospital escola do Sul do Brasil. O período de coleta de dados foi de fevereiro a junho de 2015. Os participantes foram entrevistados diariamente durante todo o período perioperatório até a sua alta hospitalar e após sete dias, houve contato telefônico em que o participante respondeu algumas perguntas relacionadas ao processo de cicatrização da incisão cirúrgica e da evolução clínica. Para avaliação dos fatores de risco e da infecção do sítio cirúrgico foram utilizados quatro formulários de entrevistas, compostos por questões fechadas. O primeiro roteiro de entrevista e de observação foi destinado a caracterização da amostra e avaliação da condição clínica do paciente. O segundo roteiro foi aplicado no período intra-operatório sob a forma de observação não participante e incluiu questões relacionadas ao período cirúrgico. Durante o período pós-operatório hospitalar, o terceiro instrumento aplicado englobou perguntas sobre a condição clínica do paciente após o procedimentocirúrgico e a observação do surgimento de infecção do sítio cirúrgico. No pós-operatório domiciliar, foi realizada uma entrevista por telefone no intuito de acompanhar a evolução clínica e detectar a possibilidade de infecção do sítio cirúrgico neste período. Para organização e tabulação dos dados coletados, foi realizada a transcrição dos questionários em base de dados com planilhas individuais e posteriormente exportados e armazenados por cada período perioperatório no sistema de pacote estatístico. Inicialmente, todas as variáveis foram analisadas descritivamente através da frequência simples e porcentagens (variáveis categóricas), medidas de posição e dispersão (variáveis numéricas), as quais foram associadas e verificadas o nível de significância e influência para a ocorrência de infecção do sítio cirúrgico. Os achados revelaram que os principais fatores de risco do período pré-operatório, intra-operatório e pós-operatório hospitalar e domiciliar influenciáveis para o desenvolvimento da infecção do sítio cirúrgico foram: morar sozinho; fazer uso de cateter venoso periférico, de antiemético, de anti-hipertensivo e de cateterismo vesical de demora. Quanto ao surgimento da infecção, a maioria ocorre no período domiciliar. Houve limitação do estudo, já que o tempo de coleta de dados foi reduzido, além da inviabilidade de realização de visitas domiciliares aos participantes. Mesmo com alguns entraves, o estudo contribuirá para a expansão do conhecimento no que se refere aos fatores de risco ao desenvolvimento das ISC. Recomenda-se um acompanhamento e vigilância pós-alta dos pacientes submetidos a cirurgias potencialmente contaminadas, devido ao risco e às chances para a ocorrência de infecções do sítio cirúrgico, além de ampliar as produções no que tange aos fatores associados a este tipo de infecção, promovendo assim a segurança do paciente.
Abstract : The present study is a descriptive correlational research with quantitative approach, which had as investigative question: Which is the association between potentially contaminated surgery and risk factors for infection on surgery wound, on surgical patients in a school hospital in Southern Brazil? It aimed to analyze the association between potentially contaminated surgery and risk factors for infection on a surgery wound, in surgical patients in a school hospital in Southern Brazil. The participants were 90 patients from the surgical inpatient units of a school hospital in Southern Brazil. The data collection period was from February to June 2015. Participants were interviewed daily throughout the preoperative period until their discharge. After seven days, the participant was contacted via telephone and answered a few questions about the surgical incision healing process and his/her clinical evolution. To evaluate the risk factors and wound environment infection, the researcher used four forms of interviews, composed by closed questions. The first interview and observation script intended to characterize the sample and evaluation of the clinical condition of the patient. The second script was applied during the intra-operative period in the form of non-participant observation and included questions about the surgical period. During the hospital postoperative period, the third instrument applied contained questions about the patient?s clinical condition after surgical procedure and the observation of the surgical wound infection appearance. A second telephone interview was made when the patient was home, after surgery, aiming to follow up the clinical course and detect possible surgical wound infection in thisperiod. For organization and tabulation of the collected data, the transcript of the questionnaires was held in the database with individual spreadsheets and subsequently exported and stored for each perioperative period in the statistical package system. Initially, all variables were analyzed descriptively through simple frequency and percentage (categorical variables), position and dispersion measures (numeric variables), which were associated and assessed the level of significance and influence to the occurrence of surgical environment infection. Results revealed that the major risk factors of preoperative, intraoperative and hospital and home postoperative influential to the development of surgical environment infection were: living alone; peripheral venous line usage of antiemetic and anti-hypertensive medications; bladder catheterization delay. It was possible to observe that most infections occurred in the home period. There was a study limitation, as the data collection time was reduced, in addition to the impossibility of visiting participants at home. Despite some obstacles, the study will contribute to the knowledge expansion regarding the ISC development risk factors. It is recommended a post-discharge follow-up and monitoring of patients undergoing potentially contaminated surgeries, due to the risk for the occurrence of surgical wound infections, in addition to expanding the productions related to factors associated to this type of infection, thus promoting patient safety.
2

Ações em saúde para adolescentes nos serviços de atenção básica : o olhar do enfermeiro em um distrito sanitário

Mafra, Melissa dos Reis Pinto 2014 (has links)
Orientadora: Profª Drª Maria Marta Nolasco Chaves Dissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Enfermagem. Defesa: Curitiba, 01/12/2014 Inclui referências Área de concentração : Prática profissional em enfermagem Resumo: MAFRA, MRP. Ações em saúde para adolescentes nos serviços de atenção básica – o olhar do enfermeiro em um distrito sanitário. 104f (Dissertação). Mestrado em enfermagem. Programa de Pós-Graduação em Enfermagem. Universidade Federal do Paraná, 2014. Orientadora: Profª Drª Maria Marta Nolasco Chaves. Trata-se de uma pesquisa exploratória de caráter qualitativo, fundamentada na Teoria da Intervenção Práxica da Enfermagem em Saúde Coletiva – TIPESC que objetivou identificar as ações realizadas nos serviços de atenção básica de um Distrito Sanitário do município de Curitiba para atender os adolescentes em situação de vulnerabilidade. Os dados foram coletados por meio de entrevistas semiestruturadas com dezesseis enfermeiras que atuam na rede de serviços da atenção básica do Distrito Sanitário. Os discursos foram analisados segundo a análise de conteúdo, com apoio do software webQDA. Na análise emergiram quatro categorias e dezesseis subcategorias. Dentre elas se destacam as ações desenvolvidas junto aos adolescentes, por meio de ações educativas junto nas escolas; as consultas realizadas na unidade de saúde por procura espontânea, devido a gravidez e uso de drogas pelos adolescentes. As participantes apontaram que as ações de saúde deveriam ser realizadas para o empoderamento deste segmento populacional nas comunidades, tornando-os protagonistas nas ações de saúde a serem realizadas, nas quais os profissionais da saúde seriam os facilitadores. Para que as ações sejam desenvolvidas foi destacada a importância do apoio da gestão e da parceria com os demais serviços públicos presentes no território. Dentre as subcategorias que emergiram destacou-se as questões de gênero que foram identificadas como processo determinante dos agravos. Para o desempenho das ações de intervenção em saúde junto aos adolescentes foi sugerido a realização de capacitação dos profissionais de saúde e dos demais setores públicos que atuam junto aos adolescentes, assim como a implantação de ações intersetoriais com apoio institucional. Como considerações finais registra-se que o objetivo delimitado foi alcançado e, consequentemente, a finalidade de contribuir para a elaboração de ações do serviço local de saúde para atender aos adolescentes que vivem em situação de vulnerabilidade nos territórios pesquisados. Por fim, se propõem a realização de novos estudos no sentido de ampliar a discussão sobre as questões de gênero relacionadas aos processos de determinação da vulnerabilidade dos adolescentes. Palavras-chave: Adolescente. Vulnerabilidade em saúde. Enfermagem. Atenção primária em saúde. Abstract: MAFRA, MRP. Health actions for adolescents in primary care services - the look of the nurse in a health district.104f. Dissetation [Nursing Master.s degree] . Federal University oh Parana, Curitiba, 2014. Advisor: Prof¨£ Dr¨£ Maria Marta Nolasco Chaves. This is a survey of qualitative character, based on the Theory of Praxic Intervention in Nursing in General Health which aimed at identifying actions taken in basic health services provided in a Sanitary District in the city of Curitiba destined to vulnerable adolescents. Data was collected via semi-structured interviews with sixteen nurses. Their responses were analyzed according to content analysis using the webQDA application. Four categories and sixteen sub-categories were identified as a result of the analysis. Amongst them the actions with adolescents were highlighted, which consisted of educational actions taken at schools, the medical consultations at the health unit and sought spontaneously due to pregnancy and drug use by the adolescents. The participating nurses pointed out that the actions concerning health should be taken aiming at the empowerment of this population segment in the communities, providing them with a role of protagonists in the health actions to be taken, in which health professionals would be the facilitators. In order that actions are developed, the importance was emphasized of both the support from management and the establishment of partnerships with the other public services presente in that area. Among the emerging sub-categories, the stand-out was the gender issues that were identified as a determining process of grievances. In order that the health intervention actions are taken with adolescents, it was suggested that training is conducted for health professionals and other people from the public sectors that work with adolescents, as well as the implementation of cross-sector actions with institutional support. The final considerations state that the proposed goal was achieved and, consequently, the aim of contributing to the elaboration of local health services for vulnerable adolescents in the area surveyed. Finally, new studies are suggested to be conducted in order to enhance the discussion on gender issues related to the processes of determining the adolescents¡¯ vulnerability. Keywords: Adolescent. Vulnerability in health. Nursing. Primary health care.
3

Boas práticas para coleta de sangue de cordão umbilical e placentário : atuação do enfermeiro

Lopes, Lauren Auer 2014 (has links)
Orientadora: Profª Drª Elizabeth Bernardino Co-orientadora: Profª Drª Karla Crozeta Figueiredo Dissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Enfermagem. Defesa: Curitiba, 02/12/2014 Inclui referências Linha de pesquisa: Gerenciamento dos serviços de saúde e de enfermagem Resumo: Objetivos: O objetivo geral deste estudo foi definir as boas práticas para a coleta de sangue de cordão umbilical e placentário (SCUP) em um Banco Público de SCUP (BPSCUP) da Rede BrasilCord, enquanto que os objetivos específicos foram descrever a atuação do enfermeiro em um BPSCUP da Rede BrasilCord; identificar os fatores que influenciam no volume e celularidade de amostras de SCUP em um BPSCUP da Rede BrasilCord; investigar as causas de descartes de amostras de SCUP em um BPSCUP da Rede BrasilCord; estabelecer o padrão de descarte de amostras de SCUP em um BPSUP da Rede BrasilCord. Método: Pesquisa de intervenção de abordagem quantitativa, realizada com 50 doadoras de SCUP e 14 profissionais da equipe de obstetrícia, em uma unidade de coleta externa de um BPSCUP do Sul do Brasil. A coleta de dados ocorreu no período de abril de 2013 a agosto de 2014, pela análise documental, observação não-participante (12 horas e 50 minutos no total) e diário de campo. Os dados foram tabulados em planilha eletrônica do Excell® e pelos softwares estatísticos R® e Statistica®, sofrendo ajustes de normalidade não-paramétrica, considerando 5% como nível de significância. Resultados: Foram identificadas como influências no volume e celularidade do SCUP, os fatores obstétricos peso placentário (rs=0,382923, p=0,006057; rs=0,339155, p=0,015978) e características do cordão umbilical quanto ao calibre (p=0,0051, p= 0,0095) e fluxo sanguíneo (p=0,00001, p=0,00001); os fatores neonatais peso do recém-nato (rs=0,362558, p=0,009667) e os fatores operacionais volume e celularidade (rs=0,873151, p=0,000000), características do cordão umbilical quanto ao aspecto (p=0,0003, p=0,0001), secção inadequada do segmento do cordão umbilical (p=0,00054, p=0,0005), excesso de pressão manual durante a dequitação placentária por tração controlada (p=0,0004, p=0,0004), ruptura ou laceração do segmento do cordão umbilical (p=0,021, p=0,036), desclampeamento do segmento de cordão umbilical por esquecimento do profissional (p=0,0007, p=0,024), desclampeamento do segmento do cordão umbilical para esvaziamento placentário (p=0,024), desclampeamento do segmento do cordão umbilical para coleta de tipagem sanguínea (p=0,006), sequencia de clampeamentos no segmento do cordão umbilical (p=0,036) e tempo entre coleta, transporte e processamento de amostras de SCUP (p=0,0355, p=0,0233). O padrão de descartes das amostras foi estabelecido pelos fatores obstétricos e neonatais identificados. As boas práticas para a coleta de SCUP foram definidas a partir da descrição da atuação do enfermeiro em BPSCUP e das não-conformidades encontradas baseadas nos fatores operacionais de influencia no volume e celularidade de SCUP e foram validadas com profissionais da equipe obstétrica da instituição. Conclusão: As boas práticas para a coleta de SCUP definidas neste estudo surgem como uma importante ferramenta gerencial para o trabalho do enfermeiro de BPSCUP na perspectiva da obtenção de volume e celularidade adequadas para o suprimento de amostras de alta qualidade celular para o BPSCUP. Desta forma, a atuação do enfermeiro em um serviço de ponta, de alta complexidade, visa atender às necessidades da demanda dos TCTH advindos do SCUP à inúmeros candidatos, principalmente crianças, contribuindo para a melhoria da qualidade do SCUP armazenado nos BPSCUP. Descritores: Enfermagem. Gerenciamento da Prática Profissional. Bancos de Sangue. Células-tronco. Sangue Fetal Abstract: Objectives: This study aims to define the best practices for umbilical cord and placental blood (UCPB) collecting in a umbilical cord blood and placental public bank (UCPPBB) of BrasilCord network, while the specific objectives were to describe the nurse’s role in a UCPPBB of BrasilCord network; identify the factors that influence the volume and cellularity of samples UCPB in a UCPPBB of BrasilCord network; investigate the causes of discharges of samples UCPB in a UCPPBB BrasilCord network; setting standards for disposal of samples UCPB in a UCPPBB BrasilCord Network. Method: Intervention quantitative research, performed with 50 donors and 14 UCPB professional obstetrics team in an external unity collection of a UCPPBB in the South of Brazil. Data collection realized between April 2013 and August 2014, by documentary analysis, non-participant observation (12 hours and 50 minutes in total) and a field journal. The data were tabulated in a spreadsheet and the Excell® and the statistical software R® and the Statistica®, suffering adjustments nonparametric normality, considering 5% level of significance. Results: We identified the influence on the volume and cellularity of the UCPB linked obstetric factors like a placental weight (rs=0.382923, p=0.006057; rs=0.339155, p=0.015978) and characteristics of the umbilical cord as size (p=0.0051, p=0.0095) and blood flow (p=0.00001, p=0.00001); neonatal factors newborn weight (rs=0.362558, p=0.009667) and operational factors volume and cellularity (rs=0.873151, p=0.000000), characteristics of the umbilical cord in appearance (p=0,0003, p=0.0001), inadequate section of the umbilical cord (p=0.00054, p=0.0005) manual excess pressure for blood placental expulsion by a controlled traction (p=0.0004, p=0.0004), rupturing or lacerating the umbilical cord (p=0.021, p=0.036) segment unclamping the umbilical cord segment through forgetfulness professional (p=0.0007, p=0.024), unclamping the umbilical cord segment for placental deflating (p=0.024), unclamping the umbilical cord segment for collecting blood type (p=0.006), the sequence of clamping umbilical cord (p=0.036) and related time for collection, transportation and processing of samples UCPB (p=0.0355, p=0.0233). The discharges pattern of the samples were established by identified obstetric and neonatal factors. Best practices for UCPB collecting were defined from description of the nurse works in UCPPBB and non-conformities found based on operational factors influencing the volume and cellularity of UCPB and were validated by a professional obstetric staff. Conclusion: The best practices of UCPB collecting, defined in this study, emerged as an important management tool for the job of UCPB nurse, prospect of obtaining volume and suitable for the supply of high quality samples for UCPPBB cell cellularity. Thus, the nurses work in a rush service with a high complexity, which aims to meet the needs of the demand arising from UCPB HSCT for many candidates, especially children, contributing to improve the quality of UCPB stored in UCPPBB. Keywords: Nursing. Professional Practice of Management. Blood Banks. Stem cells. Fetal blood
4

Síndrome da fragilidade física e fatores clínicos associados em idosos longevos usuários da atenção básica de saúde

Sousa, Jacy Aurelia Vieira de 2015 (has links)
Orientadora: Profª Drª Maria Helena Lenardt Tese (doutorado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Enfermagem. Defesa: Curitiba, 25/09/2015 Inclui referências Área de concentração: Prática profissional de enfermagem Resumo: Trata-se de estudo do tipo quantitativo de corte transversal, cujo objetivo foi investigar a associação entre a síndrome da fragilidade física e as variáveis clínicas de idosos longevos usuários da atenção básica de saúde. A pesquisa ocorreu de janeiro de 2013 a setembro de 2014 em domicílios que se encontram na área de abrangência de três (3) Unidades Básicas de Saúde (UBS), na cidade de Curitiba, Paraná. Adotou-se a amostragem do tipo estratificada proporcional que resultou em 243 longevos. Foram convidados a participar idosos com idade igual ou superior a 80 anos, cadastrados nas UBS de realização da pesquisa, que residissem no domicílio cadastrado nas UBS e que apresentassem capacidade cognitiva para participar do estudo, avaliados por meio do Mini Exame do Estado Mental (MEEM). Para os idosos que não atingiram os pontos de corte do MEEM foi convidado a participar o cuidador familiar com idade igual ou superior a 18 anos e que residisse com o idoso há, pelo menos, três meses. Os dados foram coletados por meio de formulário estruturado, aplicação de escalas e realização de testes físicos, que compõem a avaliação da fragilidade física. Para análise dos dados, foi empregada estatística descritiva, por meio da distribuição de frequência absoluta e percentual, média e desvio padrão, e medidas de tendência central. Realizou-se análise univariada por meio do teste de qui-quadrado, com nível de significância estatístico considerado de p<0,05, e multivariada por regressão logística, com método forward stepwise, que resultou em modelos preditores de fragilidade física em longevos usuários da atenção básica em saúde. Foram calculadas as respectivas odds ratio (OR), com intervalo de confiança de 95% das variáveis inseridas em cada modelo. Cada modelo foi avaliado pela análise de deviance, valor preditivo, especificidade e sensibilidade, sendo considerado elegível o modelo mais parcimonioso. Os resultados mostraram que dos 243 longevos do estudo, 36 (14,81%) eram frágeis, 155 (63,79%) pré-frágeis e 52 (21,40%) não frágeis. Houve associação significativa entre a fragilidade física e as variáveis hospitalização nos últimos 12 meses (p=0,045) e medicamentos antidiabéticos (p=0,024). Entre os marcadores associaram-se: fadiga/exaustão ao número de doenças (p=0,056), fadiga/exaustão às quedas nos últimos 12 meses (p=0,038), velocidade da marcha às quedas nos últimos 12 meses (p=0,023), força de preensão manual à hospitalização nos últimos 12 meses (p=0,023). O modelo preditor da fragilidade eleito para este estudo foi composto pelas variáveis: doenças cardiovasculares, doenças metabólicas, doenças osteomusculares, dislipidemias, doenças auditivas, outras doenças, hospitalização nos últimos 12 meses, queda nos últimos 12 meses, uso de medicamentos e número de medicamentos. Infere-se que variáveis clínicas interferem no desenvolvimento da síndrome da fragilidade física em idosos longevos usuários da atenção básica de saúde. Tais variáveis constituem-se como possíveis fatores de intervenção presentes no cuidado de enfermagem gerontológico, além do consumo de vitamina D, atividade física, suporte calórico e proteico e redução da polifarmácia. A escolha de um modelo preditivo de fragilidade física em longevos pode favorecer a tomada de decisões do enfermeiro inserido em uma equipe multiprofissional, com base em raciocínio clínico voltado à prevenção de agravos à saúde de longevos. Os cuidados de enfermagem gerontológicos devem permear a gestão da fragilidade física, com foco no rastreio da síndrome e elaboração de medidas interventivas para recuperação de idosos em condição de fragilidade. Palavras-chave: Idoso de 80 anos ou mais; Idoso fragilizado; Enfermagem geriátrica; Patologia. Abstract: It is a study of the quantitative type of cross section, whose objective was to investigate the association between the syndrome of physical frailty and clinical variables of the oldest old users of basic health care. The survey took place from January 2013 to September 2014 in households that are in the coverage area of three Basic Health Units (UBS) in the city of Curitiba, State of Parana. Adopted the proportional stratified sampling the kind that resulted in 243 long-lived. They were invited to attend the elderly aged over 80 years who were registered in UBS conducting the survey, which resided in registered in UBS domicile and to provide cognitive ability to participate in the study, assessed using the Mini Mental State Examination (MMSE). For seniors who have not reached the MMSE cutoff points was invited to join the family caregiver aged over 18 years and resided with the elderly for at least three months. Data were collected through a structured form, application ranges and conducting physical tests, which make up the assessment of physical frailty. For data analysis, descriptive statistics was used, through the distribution of absolute frequency and percentage, mean and standard deviation, and measures of central tendency. We conducted univariate analysis using the chi-square test, with statistical significance level of p<0,05 and multivariate logistic regression with forward stepwise method, resulting in prediction models of physical frailty in the oldest users primary health care. They calculated their odds ratio with 95% confidence intervals of the variables inserted in each model. Each model was evaluated by the deviance analysis, predictive value, specificity and sensitivity, is considered eligible as parsimonious model. The results showed that of the 243 oldest age of 36(14,81%) were fragile, 155(63,79%) pre-fragile and 52(21,40%) non-fragile. There was a significant association between physical frailty and variables hospitalization in the last 12 months (p=0,045) and antidiabetic drugs (p=0,024). Among the markers were associated fatigue/exhaustion the number of diseases (p=0,056), fatigue/exhaustion to the falls in the last 12 months (p=0,038), gait speed to falls in the last 12 months (p=0,023) handgrip strength to hospitalization in the last 12 months (p=0,023). The model fragility of predictor chosen for this study was composed of the variables: cardiovascular diseases, metabolic diseases, musculoskeletal diseases, dyslipidemia, ear diseases, other diseases, hospitalization in the last 12 months, falling over the last 12 months, medication use and number of drugs. It is inferred that clinical variables interfere in the development of physical frailty syndrome in the oldest old users of basic health care. Such variables are as-possible intervention factors in geriatric nursing care, and the consumption of vitamin D, physical activity, caloric and protein support and reducing polypharmacy. The choice of a predictive model of physical frailty in the oldest may favor making nursing decisions inserted in a multidisciplinary team based on clinical reasoning aimed at preventing health problems of long-lived. Gerontological nursing care should permeate the management of physical frailty, focusing on the screening of the syndrome and elaborate interventional measures for the recovery of seniors in fragile condition. Keywords: Aged, 80 and over; Frail elderly; Geriatric nursing; Pathology.
5

Gerenciamento de enfermagem na linha de cuidado : em busca do cuidado integral

Sousa, Solange Meira de 2014 (has links)
Orientadora: Profª Drª Elizabeth Bernardino Dissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Enfermagem. Defesa: Curitiba, 27/11/2014 Inclui referências Área de concentração : Prática profissional de enfermagem Resumo: SOUSA, S. M. Gerenciamento de enfermagem na linha de cuidado: em busca do cuidado integral. 119fls. (Dissertação) Mestrado em Enfermagem. Programa de Pós-Graduação em Enfermagem. Universidade Federal do Paraná, 2014. Para adequar-se ao modelo de assistência à saúde no Brasil proposto pelo SUS, o Hospital de Clínicas/ UFPR adotou um modelo gerencial baseado em linhas de cuidado, organizado em Unidades Gerenciais, no qual cada unidade é composta por serviços afins, com atendimento centrado nas necessidades de saúde. Nessa perspectiva, a integralidade da atenção perpassa toda a lógica da organização profissional, das linhas de cuidado aos serviços que compõem a rede em busca do cuidado integral. Trata-se de um estudo de caso único integrado de múltiplas unidades de análise, desenvolvido na unidade gerencial Cardiovascular e Pneumologia (UCP), que objetivou: apreender como o cuidado integral é compreendido pelos enfermeiros; descrever o gerenciamento de enfermagem da UCP; e compreender a integração existente entre a equipe de enfermagem, a equipe multiprofissional e os serviços que compõem a UCP com vistas ao cuidado integral. Os participantes foram 13 enfermeiros da UCP. A coleta de dados ocorreu de fevereiro a maio de 2014, período no qual foram realizadas entrevistas, 103 horas de observação não participante e verificação de documentos. A análise dos dados foi mediada pelas proposições do estudo de caso e pelos objetivos que correspondem às categorias analíticas. A amostra foi predominantemente feminina (84,6%); médias de 46,6 anos de idade, 6,2 anos no serviço em questão e 16,5 anos de formação. Os resultados indicam um gerenciamento voltado para a resolução dos problemas, com vistas ao atendimento das necessidades de saúde, enfatizando a coordenação do cuidado e a formação generalista como aspectos favoráveis, subsidiados pelo uso de ferramentas gerenciais. Quanto à compreensão do cuidado integral, o mesmo é entendido a partir de dois aspectos: os cuidados realizados pela enfermagem integralmente a partir das necessidades dos usuários, tendo em vista os recursos humanos e a competência técnica necessários à prática profissional, e os cuidados prestados pela equipe multiprofissional, que levam em conta a especificidade de cada profissional. A integração entre a equipe de enfermagem subentende uma interdependência entre os membros, pautada pela comunicação e pela articulação do enfermeiro; já a integração da equipe multiprofissional é visualizada principalmente entre a enfermagem e a medicina; por fim, a integração entre os serviços é determinada pelo fluxo. Apreende-se, a partir do estudo, o gerenciamento de enfermagem voltado às necessidades de saúde, configurado em uma lógica clínica, na qual as ações realizadas pela equipe de enfermagem e multiprofissional seguem a organização da linha de cuidado da UCP, sendo estabelecida por meio dos processos de trabalho que garantem a assistência necessária à resolução dos problemas de saúde da população. É possível, a partir dos subsídios deste estudo, ressignificar o cuidado e o gerenciamento de enfermagem na UCP, na tentativa de que sejam reconhecidos também como elementos para o cuidado integral, podendo, por analogia, contribuir para a operacionalização da tão almejada integralidade da atenção no HC/UFPR. Descritores: Sistema Único de Saúde. Integralidade em Saúde. Hospitais de ensino. Enfermagem. Gerência. SOUSA, S. M. Nursing care management: searching for integrated care. 123 p. (Dissertation) Nursing Master’s Degree. Nursing Postgraduation Program. Federal University of Paraná, 2014. In order to adapt to the health care model in Brazil, proposed by SUS, Hospital de Clínicas/UFPR adopted a management model based on lines of care, organized in Management Units, where each unit entails related services, and caring is centered on health needs. In this perspective, integrated care as a SUS guideline, pervades all professional organization logistics, from the lines of care to services which comprise the network, searching for integrated care. It is a unique integrated case study of multiple analytical units, developed at Cardiovascular and Pneumology Management Unit (CPU), which objectified to apprehend how integrated care is understood by nurses; to describe nursing management at the CPU and to understand the existing integration between the nursing team, the multiprofessional team and the services which comprise the Cardiovascular and Pneumology Management Unit (CPU), aiming at integrated care. The participants were 13 nurses from the CPU. Data collection was held from February to May, 2014, when the interviews were carried out, 103 hours of non-participant interviews and document checking. Data analysis was mediated by the case study propositions as well as the corresponding objectives to the analytical categories. The sample was predominantly female (84.6%), average age of 46.6 years, 6.2 years working at the unit and 16.5 years of education. Results point out problem-solving centered management, aiming to meet health needs, stressing care coordination and general education as favorable aspects, founded on the use of management tools. As for the understanding of integrated care, it is understood from two aspects: integrated nursing care viewing users’ needs, keeping in mind human resources and technical competency required by professional practice, and care rendered by the multiprofessional team, taking into account each professional’s specificity. The integration between the nursing team implies interdependence among its members, based on nurses’ communication and articulation, while the integration of the multiprofessional team is ultimately viewed between nursing and medicine. Finally, service integration is determined by its flow. It is apprehended, from the study, nursing management centered on health needs, configured in a clinical logic, where the actions carried out by the nursing and multiprofessional teams follow the organization of the CPU line of care, being established by means of work processes, which enable the necessary care to solve population’s health problems. Underpinned by this study, it is possible to provide nursing care and management at the CPU with a re-meaning, in the attempt to recognize them as elements for integrated care as well, and by analogy, they may contribute to the operationalization of the desired integrated care in the current health system in the Hospital de Clínicas/UFPR. Descriptors: Unified Health System. Integrality in Health. Hospitals, Teaching. Nursing. Management
6

Uso da bota de unna como tecnologia no cuidado de enfermagem em úlcera venosa

Liedke, Deise Cristina Furtado 2014 (has links)
Orientadora: Profª Drª Mitzy Tannia Reichembach Danski Dissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Enfermagem. Defesa: Curitiba, 13/11/2014 Inclui referências Resumo: Introdução: Situações de doença aguda podem tornar-se crônicas, a exemplo das feridas, especialmente as úlceras venosas. Estas são definidas por lesões em membros inferiores relacionadas à insuficiência venosa e acometem os aspectos familiares, sociais e laborais. A Bota de Unna é uma tecnologia utilizada para o tratamento das úlceras venosas que constituem importante problema de saúde pública pela elevada incidência, prevalência, impacto socioeconômico, cronicidade e frequência das recidivas. Objetivos: Analisar a efetividade da tecnologia Bota de Unna no tratamento da úlcera venosa; caracterizar o perfil sócio demográfico e clínico dos pacientes com feridas crônicas; e mensurar a recidiva das úlceras venosas após tratamento com a tecnologia Bota de Unna. Método:Pesquisa retrospectiva documental realizada no Ambulatório de Tratamento de Feridas de um hospital de ensino de Curitiba-Paraná, no período de dois anos (2013-14), coleta de dados abrangeu o intervalo de tempo compreendido entre janeiro de 2007 a dezembro de 2012. Foi dividida em duas etapas, a saber: Etapa I referente a pacientes portadores de feridas crônicas de diversas etiologias e Etapa II exclusivamente a pacientes com úlceras venosas e que fizeram uso da tecnologia Bota de Unna como tratamento principal. Resultados: A Etapa I totalizou 142 pacientes, média de idade de 55 anos, (51,4%) sexo feminino; (57%) estado civil casado; 252 feridas crônicas de diversas etiologias; predominaram as de origem venosa (44,4%) e (47,1%) dos pacientes apresentaram hipertensão arterial sistêmica como fator de risco. A Etapa II totalizou 49 pacientes e 80 úlceras venosas. Predominou o sexo masculino (57,1%), estado civil casado (61,2%); média de 57 anos de idade, (51%), hipertensão arterial sistêmica como fator de risco. Houve significância estatística para deambulação sem auxílio (p-valor= 0,0986), exsudato de aspecto purulento (p-valor=0,0629) e volume intenso (p-valor=0,0193), variáveis que interferiram negativamente na cicatrização. O tempo médio de cicatrização foi de 128 dias, 40% cicatrizaram em até 12 semanas (p-valor < 0,0001). Oito (20%) apresentaram recidiva e destes, seis (75%) não usaram meias elásticas, bem como não fizeram repouso adequado e cinco (62,5%) não usaram hidratante. Evidenciou-se que o tamanho da úlcera venosa interfere na cicatrização, pois houve significância estatística (p-valor < 0,0001) para a cicatrização. Em relação a tamanho das úlceras venosas, observou-se que existe diminuição, ao longo de todo o tratamento, e significativa redução da área da úlcera em até 12 semanas.Conclusão: A Bota de Unna foi efetiva na cicatrização das úlceras venosas. As variáveis tamanho de úlcera, exsudato purulento, volume intenso, odor intenso e deambulação sem auxilio interferem na cicatrização. As recidivas ocorreram em pacientes que não utilizaram meias elásticas, não fizeram repouso adequado e não usaram hidratante rotineiramente. O uso da tecnologia Bota de Unna após a cicatrização por 4 semanas evita recidiva. Descritores: Úlcera Varicosa, Cicatrização, Recidiva Abstract: Introduction: Situations of acute illness can become chronic, as in the example of wounds, in particular, venous ulcers. These are defined as lower limb lesions related to venous insufficiency, and affect family, social and work aspects. An Unna Boot is a technology used for treating venous ulcers, which constitute an important public health problem due to their high incidence, prevalence, socioeconomic impact, chronicity and frequency of recurrence. Objectives: To analyze the effectiveness of the Unna Boot technology in the treatment of venous ulcers; to characterize the sociodemographic and clinical profile of the patients with chronic wounds; and to measure the recurrence of the venous ulcers following treatment with the Unna Boot technology. Method: A retrospective documental study undertaken in the Wound Treatment Outpatient Center of a teaching hospital in Curitiba, Paraná, over two years (2013-14). Data collection covered the period between January 2007 and December 2012. It was divided into stages, namely: Stage I, referent to patients with chronic wounds of various etiologies, and Stage II, referent exclusively to patients with venous ulcers and who made use of the Unna Boot technology as the main treatment. Results: Stage I had a total of 142 patients, with a mean age of 55 years old, (51.4%) female; (57%) married; 252 chronic wounds of various etiologies; those of venous origin predominated (44.4%) and (47.1%) of the patients presented systemic arterial hypertension as a risk factor. Stage II had a total of 49 patients and 80 venous ulcers. There was a predominance of males (57.1%), married persons (61.2%); a mean age of 57 years old (51%), and systemic arterial hypertension as a risk factor. There was statistical significance for walking without assistance (p-value = 0.0986), purulent exudate (p-value=0.0629) and intense volume (p-value =0.0193); variables which negatively influence healing. Mean healing time was 128 days, 40% healed in up to 12 weeks (p-value < 0.0001). Eight (20%) presented recurrence, and of these, six (75%) did not use compression stockings, and did not take adequate rest; five (62.5%) did not use moisturizer. It was evidenced that the size of the venous ulcer interferes with healing, as there was statistical significance (p-value < 0.0001) for healing. In relation to the size of the venous ulcers, it was observed that there is reduction over the entire course of the treatment, and significant reduction of the ulcer’s area in up to 12 weeks. Conclusion: The Unna Boot was effective in the healing of the venous ulcers. The variables of ulcer size, purulent exudate, intense volume and walking without assistance influence healing. The recurrences occurred in patients who did not use compression stockings, who did not take adequate rest, and who did not routinely use moisturizer. The use of the Unna Boot technology following healing, for four weeks, avoids recurrence. Descriptors: Venous Ulcer, Healing, Recurrence.
7

Mapeamento de competências de enfermeiros gerentes de um Hospital de Ensino

Souza, Pollyanna Bahls de 2014 (has links)
Orientadora: Profª Drª Aida Maris Peres Dissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Enfermagem. Defesa: Curitiba, 18/12/2014 Inclui referências Resumo: SOUZA, P.B. Mapeamento de competências de enfermeiros gerentes de um hospital de ensino. 2014. 141 f. Dissertação (Mestrado em Enfermagem). Programa de Pós-Graduação em Enfermagem, Universidade Federal do Paraná, Curitiba, 2014. Para a consecução dos objetivos das organizações, é necessário o desenvolvimento de competências nos níveis individual e organizacional. Nesse sentido, o estudo teve como objetivos identificar as competências necessárias ao trabalho do enfermeiro gerente na perspectiva institucional, apreender as competências desenvolvidas por enfermeiros gerentes no seu processo de trabalho, e caracterizar o gap entre as competências existentes no trabalho de enfermeiros gerentes e aquelas apreendidas como necessárias. Trata-se de um estudo de abordagem qualiquantitativa, do tipo exploratório descritivo com coleta de dados por documentos institucionais e entrevistas com onze enfermeiros que ocupavam cargo de gerência em um hospital de ensino no Sul do Brasil. Utilizou-se o referencial metodológico de Brandão (2012) para realizar o mapeamento de competências. A primeira etapa buscou identificar as competências necessárias para o desenvolvimento do papel gerencial do enfermeiro. Para isso, foram utilizados documentos institucionais com a descrição de atribuições de coordenadores de área e supervisores noturnos e fichas de avaliação de desempenho desses profissionais. As competências analisadas foram pré-estabelecidas considerando os resultados de um estudo do Conselho Regional de Enfermagem de São Paulo (2008). Na segunda etapa, foram realizadas entrevistas com os enfermeiros gerentes, com o objetivo de identificar as competências existentes em seu trabalho. O processamento e análise de dados das entrevistas foram apoiados pelo software IRAMUTEQ, que realiza análise lexical. Esse processo resultou em seis classes, denominadas rotina gerencial, percepção frente às competências gerenciais, atitude gerencial, presença gerencial na unidade, habilidade gerencial, e conhecimento gerencial. A leitura das palavras de cada classe também permitiu identificar as onze competências pré-estabelecidas. A terceira etapa constituiu-se do mapeamento de competências. Para tanto, foram utilizados os percentuais das competências descritas como necessárias pelos documentos institucionais e os das competências existentes, relatadas pelos entrevistados. Identificaram-se dois tipos de gaps entre as competências: os positivos - definidos quando os enfermeiros desenvolvem competências além do que lhes são solicitadas institucionalmente - e os negativos - caracterizado quando os entrevistados relataram desenvolver menos competências do que esperado pela instituição. As competências de comunicação, relacionamento interpessoal, flexibilidade, empreendedorismo, criatividade e visão sistêmica apresentaram gap positivo. Já liderança, tomada de decisão, negociação, trabalho em equipe e planejamento e organização demonstraram um gap negativo. A identificação dos gaps após o mapeamento de competências permite o planejamento de estratégias a fim de reduzir as discrepâncias entre as competências necessárias à consecução dos objetivos organizacionais e aquelas disponíveis na organização. Palavras-chave: Enfermagem; Competência profissional; Gerenciamento da prática profissional; Pesquisa em administração em enfermagem. Abstract: SOUZA, P.B. Mapping the competences of manager nurses of a teaching hospital. 2014. 141 f. Dissertation (Master„s degree in Nursing) Postgraduate Program in Nursing, Federal University of Paraná, Curitiba, 2014. To aim the achievement of organization.s goals, it is necessary to develop competences in different levels, individual and organizational. In this way, the aim of this study had as goals to identify skills needed by the manager nurse on an institutional perspective, to seize the skills developed by manager nurses on their work procedure; and to describe the gap between the present skills in the job of manager nurses and those seized as necessary. This study attended to a qualiquantitative approach, a kind of exploratory-descriptive study, and used as data collection institutional documents and interviews with eleven nurses who developed managerial position in a hospital institution in the south of Brazil. It was used Brandão (2012) as a methodological referential to accomplishthe map of competences.The first stage was to identify the necessary competences to develop the managerial role of the nurse, for this purpose, it was used institutional documents of tasks of area coordinator and night-time supervisors and the evaluation form development of these professionals. The competences analysed were pre-arranged, considering a research.s resultsdescribed by Nursing Regional Council of São Paulo (2008). In the second stage, manager nurses were interviewed , aiming to identify the existence competences in their function. The procedure and data analysis were supported by software IRAMUTEC, which carries out the lexical analysis. This procedure came out on six classes, which are managerial routine, insight on managerial competences, management attitudes, managerial attendance at the health unit, managerial ability and management knowledge. Reading the words in each part also allowed the identification of eleven pre-established competences. The third stage made up the mapping of competences. For that, it was used the value of competences described as necessary by institutional documents and the values of the existence competences, reported by the interviewee. Two kinds of gaps were identified among the competences: the positive one - defined when the nurses develop competences beyond what is requested by the institution; and the negative - characterized when the interviewee reported the development of less competences than what is expected by the institution. The communication competences, interpersonal relationship, flexibility, entrepreneurship, creativity and systemic view showed positive gap. Nevertheless, leadership and decision making showed negative gap. The gap.s identification after mapping competences allows the planning of strategies in order to reduce the discrepancy between the necessary competences to the organizational goals achievement and those that are already available in the organization. Keywords: Nursing; Professional Competence; Management of the professional practice; Research on nursing administration.
8

Cirurgia segura : validação de checklist pré e pós-operatório

Alpendre, Francine Taporosky 2014 (has links)
Orientadora: Profª Drª Elaine Drehmer de Almeida Cruz Co-orientadora: Profª Drª Ana Maria Dyniewicz Dissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Enfermagem. Defesa: Curitiba, 24/11/2014 Inclui referências Resumo: A seguranca do paciente cirurgico e considerada componente critico da qualidade do cuidado em saude e constitui o Segundo Desafio Global para a Seguranca da Organizacao Mundial da Saude. Para atender a este desafio, o Programa Cirurgias Seguras Salvam Vidas (PCSSV), lancado no bienio 2007 e 2008, tem como objetivo diminuir a morbimortalidade e elevar os padroes de qualidade em servicos de assistencia a saude. Considerando que as acoes de seguranca incluem a assistencia de enfermagem perioperatoria, esta pesquisa teve por objetivo elaborar, avaliar e validar checklist de seguranca cirurgica para os periodos pre e pos-operatorio. A pesquisa do tipo metodologica com abordagem quantitativa foi realizada entre marco de 2013 a outubro de 2014, em um hospital universitario do estado do Parana e aprovada em Comite de Etica. A trajetoria ocorreu por meio do Ciclo PDCA e seguiu diretrizes e principios do PCSSV. Inicialmente foi elaborada uma versao preliminar de checklist, submetida a apreciacao de 14 enfermeiros de unidades cirurgicas, para ajustes e complementacoes. A seguir, o instrumento foi submetido a teste piloto em oito unidades cirurgicas, cuja versao sofreu adaptacoes, a partir de reunioes e oficinas com as enfermeiras daquelas unidades. Depois desta fase houve a validacao do checkist, por meio da Tecnica Delphi com Escala Likert por oito especialistas. Foram enviados aos especialistas um formulario de avaliacao com tres blocos de respostas, acompanhado do checklist organizado em seis categorias de avaliacao, o qual foi submetido a teste de confiabilidade pelo coeficiente Alfa de Cronbach. As respostas dos especialistas foram submetidas a mensuracao quantitativa, pelo calculo do escore do Ranking Medio e apresentaram escores de Likert .1 e grau de concordancia . 75%, atingindo-se o consenso nos atributos objetividade, clareza de redacao, pertinencia, credibilidade, validade de aplicacao, validade de instrumento, informacoes claras e concisas, organizacao logica do conteudo e interface entre o profissional e o paciente cirurgico. O checklist construido, avaliado e validado contempla 97 indicadores de seguranca em seis categorias: Identificacao (9 indicadores), Pre-operatorio (13 indicadores), Pos-operatorio Imediato (13 indicadores), Pos Operatorio Mediato (28 indicadores), Outras Complicacoes Cirurgicas (20 indicadores) e Alta Hospitalar (14 indicadores). Concluiu-se que o conteudo do Checklist de Seguranca Cirurgica Pre e Pos-operatorio e efetivo e eficaz para direcionar as acoes de enfermagem ao paciente nos periodos pre e pos operatorio; contribui para a seguranca do paciente, por meio da monitorizacao de sinais e sintomas de alerta, producao de indicadores e pode ser utilizado e adaptado para outros servicos de saude. Descritores: Seguranca do Paciente; Assistencia Perioperatoria; Lista de Checagem; Ciclo PDCA; Validacao. Abstract: The safety of surgical patients is considered a critical health care component of quality and for the World Health Organization it is the Second Global Safety Challenge. To meet this challenge, the Safe Surgery Saves Lives Program (PCSSV), launched during the years 2007 and 2008 aims to reduce morbidity and mortality and to raise the standards of quality in healthcare services. Whereas safety initiatives include the assistance of perioperative nursing, this study aimed to develop, evaluate and validate surgical safety checklist of the pre and postoperative. The research methodology using the quantitative approach was conducted from March 2013 to October 2014 in a university hospital of Parana state and it was approved by the Ethics Committee. The trajectory was through the PDCA cycle and followed the guidelines and PCSSV principles. Initially it was developed a draft checklist, submitted for consideration of 14 nurses in surgical units with ends of adjustments and additions. Next, the instrument was piloted in eight surgical units whose version was adapted from meetings and workshops with nurses from those units. After this phase there was the checklist validation by eight experts using the Delphi Likert Scale Technique. The experts were sent an evaluation form with three blocks of responses, accompanied by the checklist organized into six categories of evaluation, which was subjected to reliability test by Cronbach's alpha coefficient. The responses of the experts were subjected to quantitative measurement by calculating the Average Ranking score and presented scores of Likert .1 and degree of agreement . 75%, reaching the consensus on the attributes of objectivity, clarity of writing, relevance, credibility, validity of application, validity of the instrument, clear and concise information, logical organization of content and interface between the professional and the surgical patient. The built, evaluated and validated checklist includes 97 safety indicators in six categories: Identification (9 indicators), Preoperative (13 indicators), Immediate Postoperative (13 indicators), Mediate Postoperative (28 indicators), Other Surgical Complications (20 indicators) and Hospital Discharge (14 indicators). It was concluded that the content of the Surgical Safety Checklist Pre and Post-operative proved to be effective and efficient to direct the actions of nurses to patients pre- and postoperative. It contributes with patient's safety through the monitoring of signs and warning symptoms, through the development of indicators and it can be used and adapted for other health services. Keywords: Patient Safety; Perioperative Care; Checklist; PDCA Cycle; Validation.
9

Algoritmos de cuidado de enfermagem fundamentados no método canguru : uma construção participativa

Stelmak, Alessandra Patricia 2014 (has links)
Orientadora: Profª Drª Márcia Helena de Souza Freire Dissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Enfermagem. Defesa: Curitiba, 17/11/2014 Inclui referências Resumo: STELMAK, A. P. Algoritmos de Cuidado de Enfermagem Fundamentados no Método Canguru: uma construção participativa. 2014. 206 f. Dissertação [Mestrado Profissional em Enfermagem] – Universidade Federal do Paraná, Curitiba. Orientadora: Prof.ª Dra. Márcia Helena de Souza Freire. Esta pesquisa cujo referencial teórico é sustentado na Política Pública de Humanização do Cuidado ao Recém-nascido Prematuro e/ou Baixo-peso – o Método Canguru (MC) teve como objetivo geral construir algoritmos de cuidado de Enfermagem fundamentados no Método Canguru. Desenvolvida em duas fases distintas, a primeira com objetivo específico identificar a percepção da equipe de enfermagem sobre as ações preconizadas pelo MC – Fase I; e a segunda, adequar na unidade de estudo, em parceria com a equipe de tutores, as diretrizes de cuidados propostas pelo Ministério da Saúde – Fase II. O cenário foi a Unidade de Terapia Intensiva Neonatal (UTIN), do hospital de ensino, localizado na capital do estado do Paraná, que é referência estadual no Método Canguru e para Iniciativa Hospital Amigo da Criança - IHAC. Participaram da Fase I, 37 profissionais de enfermagem de nível médio, capacitados com o curso de 30 horas do MC; da Fase II participaram, em média, 9 profissionais. Valeu-se de abordagens metodológicas diferentes em cada Fase. Assim, na Fase I, produziu-se pesquisa descritiva, de abordagem quali-quantitativa, cujo método de análise do substrato discursivo foi o Discurso do Sujeito Coletivo, com a utilização do software Qualiquantisoft®. A coleta de dados ocorreu no período de fevereiro a abril de 2014, com entrevistas e semiestruturadas contendo uma pergunta estruturada; e na Fase II, foram três oficinas de práticas educativas, junto aos tutores do MC e demais enfermeiros da UTIN, realizadas em agosto de 2014, e apresentados nas oficinas de práticas educativas. A partir da socialização, discussão e construção de um novo ‘agir’, com a participação dos presentes, foram definidos 7 algoritmos de cuidado específicos e correlatos aos pilares do MC. Os mesmos apresentados para aprovação da médica tutora e chefe do serviço para parecer. Esta pesquisa evidenciou que a equipe de enfermagem da UTIN apresenta significativo conhecimento sobre ações humanizadas de cuidado, e da complexidade do MC; que apreendeu a importância do cuidado ao RNPT/BP para o desenvolvimento infantil; no entanto, expressam fragilidades no processo de e implementação das ações preconizadas pelo MC, no cenário de estudo, e necessidade de um processo de educação continuada, que se dará a partir dos s construídos. Palavras-chave: Método canguru; Humanização da assistência; Pré-termo; Enfermagem em Saúde Pública; Política de saúde.apoiadas pelo Arco de Maguerez, utilizando-se dos substratos discursivos da Fase I. A partir dos resultados da Fase II foram construídos participativamente os algoritmos de cuidados fundamentados no MC. A pesquisa descritiva contou com 4 perguntas semiestruturadas e uma pergunta estruturadas com abordagens apresentadas a seguir, juntamente com as categorias eleitas, e suas forças de expressão mais significativas, após processamento das respostas de todos os depoentes: 1)Conhecimento sobre o MC: controle ambiental (21,9%); o acolhimento RN/família (20,9%); promoção do contato pele-a-pele (20,1%); respeito na individualização dos cuidados (19,4%); 2) Execução das ações do MC: o acolhimento, o incentivo ao toque, o aleitamento materno e o controle ambiental são as ações mais executadas pela equipe, apresentando cada uma 97% de aplicabilidade prática, e como ações menos executadas, encontraram-se a troca de fralda em decúbito lateral (83%), e o banho envolto em cueiros (58%); 3) Significância das ações do MC para o RNPT e/ou BP: favorece o crescimento e desenvolvimento do RN (33,8%); favorece o vínculo RN/família (22%); 4) Dificuldades em trabalhar com o MC: sem dificuldade (36%); dificuldades relacionais (18%); técnica (16,4%); protocolar (16,4%); 5) Sugestão para facilitar as práticas do MC: promover melhorias organizacional/estrutural (30,9%); promover educação em saúde (23,7%); intensificar a supervisão dos cuidados (21,8%); melhorar orientação e incentivo dos pais nos cuidados (18,2). Esses resultados foram problematizados em formato de planilha (problema – ações atuais – questionamentos – novas ações) Abstract: Stelmak, AP Algorithm Based Nursing Care in Kangaroo Care: a participatory construction. 2014. 206 f. Dissertation [Professional Master in Nursing] - Federal University of Paraná, Curitiba. Advisor: Prof. Dr. Marcia Helena de Souza Freire. This research whose theoretical framework is sustained in Public Policy for Humanization of Care of the Newborn Preterm and / or Low-weight - the Kangaroo Method (MC) had to build a general purpose algorithm nursing care based on the MC. Developed in two phases, first with the specific aim to identify the perception of the nursing staff on the actions recommended by the MC - Phase I; and the second match in a unit of study in partnership with a team of tutors, the care guidelines proposed by the Ministry of Health - Phase II. The scenario was the neonatal intensive care unit (NICU), the teaching hospital, located in the capital of the state of Paraná, which is state reference in MC and the Baby Friendly Hospital Initiative - BFHI. Participated in Phase I, 37 professional nursing assistants, trained with the course of 30 hours of MC; Phase II involved an average 9 professionals. Drew on different methodological approaches in each phase. Thus, in Phase I, produced by descriptive research, qualitative and quantitative approach, whose method of analysis of the discursive substrate was the Collective Subject, using the Qualiquantisoft® software, data collection occurred from February to April 2014, with semi-structured interviews containing a Structured Query; and in Phase II, three workshops were educational practices along the MC tutors and other NICU nurses, conducted in August 2014, supported by Arch Maguerez, using the discursive substrates Phase I. From the results of phase II were participatory constructed algorithms based care in MC. The descriptive research was 4 semi-structured questions and a structured question with approaches presented below, along with elected categories, and their most significant forces of expression, after processing the responses of all respondents: 1) Knowledge about MC: environmental control (21.9% ); the host RN / family (20.9%); promotion of skin-to-skin (20.1%); regarding the individualization of care (19.4%); 2) Implementation of actions MC: welcoming, encouraging the touch, breastfeeding and environmental control are the actions performed by the team, each having 97% of practical applicability, and less as the actions taken, met the diaper change in the lateral position (83%), and the bathroom wrapped in swaddling clothes (58%); 3) Significance of the shares of MC for the PN and / or BP: favors the growth and development of infants (33.8%); favors the bond RN / family (22%); 4) Difficulties in working with MC: without difficulty (36%); relational problems (18%); technical (16.4%); protocol (16.4%); 5) Suggested practices to facilitate MC: promoting organizational / structural improvements (30.9%); promote health education (23.7%); strengthen supervision of care (21.8%); improve guidance and encouragement of parents in care (18.2). These results were schemed in spreadsheet format (problem - current actions - questions - new shares) and presented in the workshops of educational practices. From socializing, discussion and construction of a new 'act' with the participation of those present 7 specific and related to the pillars of the MC algorithms were carefully defined. The same for approval of medical tutor and head of the department for an opinion. This research showed that the nursing staff of the NICU has significant knowledge about humane care actions, and the complexity of the MC; who seized the importance of caution when PN / BP for child development; however, express and weaknesses in the implementation of the actions recommended by the MC, the study setting, and the need for a process of continuing education, which will take place from algorithms built process. Keywords: Kangaroo Method; Humanization of assistance; Preterm; Public Health Nursing; Health policy.
10

Avaliação da atenção perinatal em maternidades de risco habitual em município do Sul do Brasil

Oliveira, Fabio André Miranda de 2015 (has links)
Orientadora: Profª Drª Lilian Daisy Gonçalves Wolff Co-orientadora: Profª Drª Luciana Schleder Gonçalves Dissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Enfermagem. Defesa: Curitiba, 25/02/2014 Inclui referências Área de concentração: Prática profissional de enfermagem Resumo: A qualificação do atendimento perinatal figura como meta nacional no Brasil. Realizou-se pesquisa de avaliação normativa, transversal, retrospectiva e de abordagem quantitativa com objetivo de avaliar a Atenção Perinatal em maternidades de risco habitual em um município do Sul do País, à luz das Boas Práticas de Atenção ao Parto e Nascimento. Utilizou-se o Escore de Bologna, que congrega cinco práticas já recomendadas pela OMS, pontuando 1 se presente e 0 se ausente, sendo a somatória dessas cinco notas a qualidade da assistência. Dados de identificação da mulher, clínicos/obstétricos e da assistência realizada durante o período perinatal foram coletados em prontuários de puérperas atendidas em três maternidades de Curitba-PR no ano de 2013. Aplicou-se técnica de auditoria em 406 prontuários. Os dados foram tabulados em planilhas eletrônicas e submetidos à análise descritiva univariada e de frequências. Constatou-se ausência de determinados registros. Apenas práticas como monitoramento fetal intermitente (98,8%), uso do partograma (97%) e uso de uterotônico no pós-parto imediato (62,1%) convergiram com as recomendações da OMS. Práticas prejudiciais que devem ser eliminadas foram frequentes, como o uso de enema (46,6%), tricotomia (46,8%), infusão de ocitocina de rotina (55,2%) no trabalho de parto, do uso liberal de episiotomia (58,6%; n=266) e o do uso rotineiro de ergometrina (68,7%; n=252) no terceiro estágio do trabalho de parto. Nas práticas frequentemente realizadas de modo inadequado, destacam-se a restrição hídrica e alimentar (86,3%; n=182), exames vaginais repetidos em até duas horas (65%) e adesão rígida de período de tempo de até uma hora para o segundo estágio do trabalho de parto (93,4%; n=228). O controle da dor por analgesia (7,9%) e o monitoramento fetal contínuo (11,1%) foram pouco registrados, corroborando com o recomendado. Na aplicação do Escore de Bologna, os resultados encontrados (notas 3 e 4 com frequências de 12,1% e 2,5%, respectivamente) demonstram o déficit na assistência. Com relação à conduta realizada nos serviços de assistência ao parto, a alta frequência da utilização de procedimentos invasivos, como ruptura de membranas (58%; n=176) e a ausência de registro de avaliações importantes, como dinâmica uterina (36,5%) e plano de DeLee (69%), sugerem a não utilização das recomendações. A pesquisa alcançou o objetivo almejado. Foram descritas limitações da Atenção Perinatal praticada nas maternidades e potencialidades para obtenção da qualidade da assistência e, consequentemente melhores indicadores de mortalidade materno-infantis. O uso do Escore de Bologna pelos serviços deve ser encorajado, a fim de estimar de forma simples e prática a qualidade do processo de assistência ao parto. Os resultados apontam que as três maternidades necessitam envidar esforços para alcançar padrões de qualidade segundo o modelo de atenção preconizado pela Rede Cegonha e Organização Mundial da Saúde. A adoção de medidas intersetoriais, ações em rede e inserção do Enfermeiro Obstetra no atendimento ao parto são possibilidades viáveis neste sentido. Palavras-chave: Avaliação em Saúde. Assistência ao Parto. Parto Humanizado. Mortalidade Perinatal. Abstract: The qualification of perinatal care is a national goal in Brazil. A normative-evaluation and cross-sectional research, of retrospective in a city in the south of the country, by the light of the Attention to Labor and Delivery Good and quantitative approach was developed in order to evaluate the Perinatal Care in usual risk maternities Practices. The Score of Bologna was used, which comprises five practices already recommended by WHO - scoring 1 if present and 0 if absent, being the result of the sum of these five notes related to the quality of care. Woman identification data, clinical / obstetric and assistance provided during the perinatal period were collected from medical records of mothers attended in three hospitals in the year 2013. The audit technique was applied in 406 records. Data were tabulated in spreadsheets and submitted to univariate descriptive analysis and frequency. It was found absence of certain records. Only practices as intermittent fetal monitoring (98.8%), use of the partographs (97%) and use of uterotonics in the immediate postpartum period (62.1%) converged with the WHO recommendations. Harmful practices to be eliminated were common, as the use of enema (46.6%), shaving (46.8%), routine oxytocin infusion (55.2%) in labor, the liberal use of episiotomy (58.6%; n = 266) and the routine use of ergometrine (68.7%; n = 252) in the third stage of labor. Practices often done improperly included dietary restriction and water (86.3%, n = 182), vaginal examinations repeated within two hours (65%), rigid adherence to one hour time period for the second stage of labor (93.4%, n = 228). The control of analgesia for pain (7.9%) and continuous fetal monitoring (11.1%) were poorly recorded, confirming the recommended. In applying the Score of Bologna, the results (notes 3 and 4 with frequencies of 12.1% and 2.5%, respectively) show the deficit on the process. Regarding the conduct performed in delivery care services, the high frequency of invasive procedures such as rupture of membranes (58%; n = 176) and the absence of record of important data as uterine activity (36.5% ) and DeLee plan (69%), suggest the hospitals are not using the recommendations. The research achieved the main objective. Limitations of Perinatal Care practices in hospitals and potentials have been described for obtaining the quality of care and therefore better maternal and child mortality indicators. Using the Score of Bologna for the services should be encouraged in order to estimate a simple and practical way the quality of delivery care process. The results show that the three hospitals require efforts to achieve quality standards according to the model advocated by the Rede Cegonha, in Brazil, and World Health Organization. The adoption of intersectoral measures, network shares and insertion of the Nurse Midwife in delivery care are possibilities viable in this regard. Keywords: Health Evaluation. Delivery Assistance. Humanized Birth. Perinatal mortality.

Page generated in 0.0614 seconds