• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 75
  • 2
  • 1
  • Tagged with
  • 80
  • 58
  • 16
  • 14
  • 14
  • 10
  • 10
  • 9
  • 9
  • 9
  • 9
  • 9
  • 9
  • 7
  • 7
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
11

Biologia reprodutiva da cobra coral verdadeira Micrurus lemniscatus (Linnaeus, 1758) (SQUAMATA: ELAPIDAE) / Reproductive biology of the coral snake Micrurus lemniscatus (Linnaeus, 1758) (SQUAMATA: ELAPIDAE)

Coeti, Rafaela Zani 05 August 2016 (has links)
Recentes estudos do gênero Micrurus, o qual é popularmente conhecido como o das “cobras-corais verdadeiras”, dividem este táxon em dois grupos morfologicamente distintos, o grupo das cobras corais com anéis negros em mônades (BRM) e o grupo das cobras corais com anéis negros em tríades (BRT) e, com base na morfologia macroscópica, supõe-se que esses grupos possuam estratégias reprodutivas diferenciadas. Assim, este estudo analisa e descreve a biologia reprodutiva de machos e fêmeas da espécie de serpente de tríades Micrurus lemniscatus de algumas regiões do Brasil. Micrurus lemniscatus é um complexo, com evidências polifiléticas, sendo composto por quatro subespécies: Micrurus l. carvalhoi, Micrurus l. helleri, Micrurus l. diutius e M. l. lemniscatus que habitam Mata atlântica, Cerrado e Floresta Amazônica brasileiros. Para isto foram utilizados animais preservados em coleções herpetológicas, dos quais obteveram-se dados biométricos e merísticos. Além disso, estes espécimes foram dissecados e suas gônadas medidas e coletadas para análises morfológicas e histológicas. Outras características, relacionadas à biologia reprodutiva, como presença de dimorfismo sexual, morfologia macro e microscópica, diferenciação das gônadas durante as estações e estocagem de espermatozoides também foram estudadas. O ciclo reprodutivo de Micrurus lemniscatus carvalhoi da Mata Atlântica e Cerrado foi estudado separadamente do ciclo reprodutivo de Micrurus lemniscatus lemniscatus da Amazônia e a comparação entre eles evidencia diferenças consideráveis, assim, é provável que o habitat esteja influenciando o ciclo dessas subespécies, o que pode gerar uma barreira reprodutiva e futura especiação entre elas / Recent studies about the genus Micrurus, popularly known as “true coral snakes”, divide this taxon in two morphologically distinct groups: the group which has black rings arranged in monads (BRM) and the group which has black rings in triads (BRT) and, based on macroscopic morphology, it is assumed that these groups have different reproductive strategies. Therefore, this research analyzes and describes male and female Micrurus lemniscatus reproductive biology of some regions in Brazil. M. lemniscatus is a species complex with polyphyletic evidence, consisting of four subspecies: Micrurus l. carvalhoi, Micrurus l. helleri, Micrurus l. diutius and M. l. lemniscatus, which inhabit the Atlantic rainforest, Cerrado and Amazon rainforest. For such, animals of herpetological collections were used to obtain biometric and meristic data. In addition, these specimens were dissected and their gonads measured and collected for morphological and histological analyzes. Other features related to reproductive biology were examined, such as the presence of sexual dimorphism, macroscopic and microscopic morphology, gonadal differentiation during the seasons, and sperm storage. The reproductive cycle of Micrurus lemniscatus carvalhoi from Atlantic forest and Cerrado was studied separately from the reproductive cycle of Micrurus lemniscatus lemniscatus from the Amazon forest and the comparison between them shows considerably differences, so it is likely that the habitat is influencing the cycle of these subspecies, which can generate a reproductive barrier and future speciation between them
12

Densidade de estocagem de lambari (Astyanax altiparanae) em tanques-rede / Density of storage (astyanax altiparanae) in cages

Costa, Beatriz Braun 13 December 2011 (has links)
Made available in DSpace on 2016-08-17T18:39:44Z (GMT). No. of bitstreams: 1 4573.pdf: 2386349 bytes, checksum: 7ed71a71bbb8a21974731217325807a0 (MD5) Previous issue date: 2011-12-13 / Financiadora de Estudos e Projetos / With the increased interest in growing native fish species the tetra has been highlighted nationally in the marketing of fish facing the two niche markets: as a snack in bars and restaurants and other natural bait for sport fishing. Therefore, studies on the stocking density are needed for better understanding in response to performance than can affect the growth, nutrition and animal behavior. This study aimed to evaluate the economic viability and growth performance of the tetra (Astyanax altiparanae) in cages, subjected to different stocking rates. The experiment was conducted on the premises of the UPD Pirassununga, APTA Pole Central East, in cages of 1m3, villages in densities: 250,450 and 600 fish per tank with 4 repetitions. The temperature, water clarity, dissolved oxygen an pH were daily measured. The tetra were fed extruded commercial diet containing 36%of protein. The experiment lasted 57 days and monthly samples were collected to evaluate the development and adjust amount of feed. To verify the significance between treatment means was used Tukey s test at 5% probability. The results showed increasing linear effect for variable total biomass (p<0,05) as opposed to the linear effect (p<0,05) for average consumption of feed as well as weight gain, average final length and final weight medium according to the increase of stocking density. The physic-chemical parameters remained at adequate levels. It is concluded that stocking density affects the development of juveniles of tetra and the density of persons over fishes/m³. Can still be used in the cultivation of 600 fishes/m³ tetra juveniles in cages, resulting in higher total biomass, although they result in smaller populations. / Com o aumento do interesse no cultivo de espécies de peixes nativos, o lambari tem se destacado nacionalmente na comercialização de pescado frente à dois nichos de mercado: um como petiscos em bares e restaurantes e outro como isca natural para a pesca esportiva. Sendo assim, estudos referentes à densidade de estocagem se fazem necessários para um melhor entendimento frente ao desempenho produtivo que pode afetar o crescimento, a alimentação e o comportamento dos animais. Neste estudo, objetivou-se avaliar a viabilidade econômica e o desempenho produtivo do lambari (Astianax altiparanae) em tanquesrede, submetidos à diferentes densidades de estocagem. O experimento foi conduzido nas instalações da UPD de Pirassununga, Pólo APTA Centro-Leste, em tanques-redes de 1m3, povoados nas densidades de: 250, 400 e 600 peixes por tanque com 4 repetições. A temperatura, transparência da água, oxigênio dissolvido e o pH foram aferidos diariamente.Os lambaris foram alimentados com ração comercial extrusada contendo 36% de proteína bruta. O experimento durou 57 dias e mensalmente foram realizadas biometrias para avaliar o desenvolvimento e o ajuste da quantidade de ração. Para verificar a significância entre as médias dos tratamentos foi utilizado o teste de Tukey, ao nível de 5% de probabilidade. Os resultados mostraram efeito linear crescente para variável de biomassa total (p<0,05) em oposição ao efeito linear decrescente (p<0,05) para consumo médio de ração, assim como ganho de peso médio, comprimento final médio e peso final médio conforme aumento da densidade de estocagem. Os parâmetros físicoquímicos permaneceram em níveis adequados. Conclui-se que a densidade de estocagem afeta o desenvolvimento dos juvenis de lambari e que a densidade de 300 peixes/m3proporciona indivíduos maiores. Ainda pode-se utilizar 600 peixes/m3 no cultivo de juvenis de lambari em tanque-rede, resultando em maior biomassa total, apesar de resultarem em populações menores.
13

Estocagem por estratificação térmica de líquido em reservatório

Padilha, Alcides 01 1900 (has links)
Submitted by maria angelica Varella (angelica@sibi.ufrj.br) on 2018-02-21T13:42:32Z No. of bitstreams: 1 157900.pdf: 1900108 bytes, checksum: 649f2c233524cb146f7de8d0f907cae9 (MD5) / Made available in DSpace on 2018-02-21T13:42:32Z (GMT). No. of bitstreams: 1 157900.pdf: 1900108 bytes, checksum: 649f2c233524cb146f7de8d0f907cae9 (MD5) Previous issue date: 1983-01 / CAPES - PICDT / A estocagem de energia via estratificação térmica de um líquido em um tanque, é um tema atual de pesquisa e desenvolvimento, visto sua grande aplicabilidade. Considerando um balanço de energia para o sistema de estocagem e proposto um modelo semi-empírico unidimensional e transiente descrevendo a história dos perfis de temperatura do líquido e da parede do vaso durante os períodos de operação e repouso. Os resultados teóricos são comparados com dados experimentais existentes, e estudado também a influência da relação altura/diâmetro do tanque sobre a eficiência da exergia. / Storage of energy using the thermal stratification of a liquid in a tank, is a present theme of research and deve lopment, because i ts enormous applicability; Considering the energy conservation equations, it is proposed a transient one-dimensional semi-empirical model to the storage system, describing the temperature profile history of.the liquid and the vessel wall, during the normal operating conditions (charging, discharging and static node). The theoretical results are compared to the existing experimental data. Also, the influence of the height to diameter ratio (H/D) of the vessel on the exergy efficiency is studied.
14

Densidade de estocagem em camar?es da esp?cie Macrobrachium rosenbergii (De Man, 1879) na fase juvenil

Costa, Jamilly de Souza 30 April 2014 (has links)
Submitted by Automa??o e Estat?stica (sst@bczm.ufrn.br) on 2015-12-03T23:08:55Z No. of bitstreams: 1 JamillyDeSouzaCosta_DISSERT.pdf: 1873377 bytes, checksum: 1b4c6d02d280989d1909ffd15251b0ba (MD5) / Approved for entry into archive by Arlan Eloi Leite Silva (eloihistoriador@yahoo.com.br) on 2015-12-09T22:15:12Z (GMT) No. of bitstreams: 1 JamillyDeSouzaCosta_DISSERT.pdf: 1873377 bytes, checksum: 1b4c6d02d280989d1909ffd15251b0ba (MD5) / Made available in DSpace on 2015-12-09T22:15:12Z (GMT). No. of bitstreams: 1 JamillyDeSouzaCosta_DISSERT.pdf: 1873377 bytes, checksum: 1b4c6d02d280989d1909ffd15251b0ba (MD5) Previous issue date: 2014-04-30 / Entre as diversas atividades aqu?colas, a carcinicultura sobressai-se devido ao alto valor comercial que os crust?ceos atingiram no mercado. Dentre as esp?cies de ?gua doce cultivadas, uma das que mais t?m se destacado ? Macrobrachium rosenbergii. O conhecimento sobre o comportamento da esp?cie e a influ?ncia das caracter?sticas do ambiente em seu desenvolvimento pode otimizar o manejo e minimizar prov?veis impactos ao meio ambiente e ao pr?prio animal. Assim, nosso objetivo geral foi caracterizar as atividades comportamentais dessa esp?cie nos est?gios iniciais do desenvolvimento em diferentes densidades de estocagem, nas fases do ciclo de luz. P?s-larvas com 30 dias de vida foram trazidas da Escola Agr?cola de Jundia? (EAJ), Maca?ba/RN e, em seguida, transferidas para o laborat?rio de Estudos do Comportamento do Camar?o (LECC), da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), onde foram medidas e pesadas. Para cada experimento, foram utilizados oito aqu?rios de 60 L (40 cm x 30 cm x 50 cm), com temperatura e aera??o constantes e filtra??o cont?nua atrav?s de m?dias filtrantes biol?gicas em mini-tubos, areia, l? de vidro e carv?o vegetal, contendo tr?s cent?metros de areia de filtro de piscina (granulometria m?dia) como substrato e submetidos ao ciclo de 12h/12h, tendo 30% da ?gua trocada uma vez por semana. Os abrigos utilizados foram peda?os de tijolos, sendo 2 em cada aqu?rio. A qualidade da ?gua foi monitorada semanalmente. Para observa??o do comportamento dos animais, utilizamos duas densidades: 25 animais m-? e 40 animais m-?. Os comportamentos foram observados atrav?s dos seguintes m?todos de registro: amostragem comportamental - entrada e sa?da do abrigo, coleta de alimento no substrato e na coluna d??gua, afastamento, ataque, persegui??o e canibalismo; scan - inatividade, alimenta??o, explora??o, cava??o, nata??o, limpeza e perman?ncia no abrigo. As observa??es ocorreram em janelas de 15 minutos/aqu?rio, 4 vezes ao dia, por 4 dias na semana, ao longo de 4 semanas. O alimento foi ofertado 2 vezes ao dia, imediatamente antes de 2? e da 4? janela de observa??o de cada aqu?rio. Nossos resultados demonstraram que na alta densidade, na fase de claro, os animais apresentaram maior frequ?ncia de atividades comportamentais que possivelmente promoveram menor exposi??o, e tamb?m evita??o de atos agon?sticos. Nessa densidade, na fase de escuro, a maior frequ?ncia foi de comportamentos que pareceram gerar maior exposi??o a riscos. Para a baixa densidade, encontramos um padr?o que pode ser importante para o manejo ao gerar mais conforto aos animais no ambiente de cultivo. Concluiu-se que a densidade de estocagem exerceu influ?ncia na express?o das atividades comportamentais de M. rosenbergii nos est?gios iniciais do desenvolvimento, com modifica??es no comportamento que indicam bem-estar pobre ao animal em condi??es de alta densidade de estocagem. / Among the species of freshwater shrimp being cultivated, Macrobrachium rosenbergii stands out. Knowledge about the behavior of this species and the influence of certain factors on its development can help optimize management practices and minimize the likely impacts shrimp farming has on the environment and the animals themselves. The objective of this study was to characterize the species' behavior during early stages of development under different stocking densities over a 24-hour cycle. Ten day old postlarvae were transferred from the Jundia? School of Agriculture (EAJ - Escola Agr?cola de Jundia?) in Maca?ba (RN), Brazil to the Shrimp Behavior Laboratory (LSPR - Laborat?rio de Estudos do Comportamento do Camar?o) at the Federal University of Rio Grande do Norte (UFRN), where they were weighed and measured. Eight aquaria with constant temperature, aeration and filtration, and subjected to a12 h light/12 h dark cycle were used for each experiment. Each aquarium also contained two shelters made of bricks and the water quality was monitored weekly. Behavioral observations were made at two densities: 25 individuals/m-? and 40 individuals/m-?. The methods for recording behaviors were: behavioral sampling ? enter and leave the shelter, exploring on the substrate, exploring in the water column, move away, attack, pursuit and cannibalism; scan sampling - inactivity, feeding, exploration, digging, swimming, cleaning and staying in the shelter. Observations were made during a 15 minute period/per aquarium at a frequency of 4 times daily, for 4 days/week, and over 4 weeks. Food was provided 2 times/day for each aquarium population, immediately before the 1st and 3rd observation periods. Our results demonstrate that at high density, there is an increased frequency of agonistic behavior; during the light phase, there is a greater frequency of behaviors that result in less exposure (inactivity, cleaning and staying in the shelter); during the dark phase, there is an increased frequency of behaviors that result in greater exposure (feeding, exploration, swimming and digging); at times of feed offer, there is an increased frequency of leaving the shelter, moving away, pursuit, feeding, exploration and swimming. At low density, the animals showed a lower frequency of agonistic behaviors, greater weight gain and higher growth rates, which indicates that this is a more favorable growing environment for cultivation and when applied, can generate better living conditions, favor survival rates and increase management success
15

Estoque domiciliar de medicamentos na comunidade ibiaense acompanhada pelo Programa Saúde da Família

Ribeiro, Maria Ângela January 2005 (has links)
É grande o uso e a disponibilidade de medicamentos no meio doméstico. Um estoque domiciliar de medicamentos pode influenciar nos hábitos de consumo dos moradores, favorecendo a automedicação e a reutilização de prescrições. Este estudo objetivou estudar o estoque de medicamentos na comunidade Ibiaense acompanhada pelo Programa Saúde da Família (PSF). Buscou-se descrever as características dos usuários, as condições de armazenamento, as classes terapêuticas e formas farmacêuticas, a procedência dos medicamentos e o custo dos medicamentos provenientes do Sistema Público de Saúde. Foram visitados 285 domicílios, no período de julho a setembro de 2004. Verificou-se que a média de medicamentos por domicílio foi de 8,4 e que 93,5% das famílias entrevistadas apresentaram pelo menos um medicamento em estoque. Os medicamentos estocados em maior número foram: analgésicos (11,15%), seguidos dos diuréticos (6,42%), antibacterianos para uso sistêmico (5,82%), antiinflamatórios (5,08%) e os antiácidos (4,10%). Embora seja considerável o número de medicamentos estocados nos domicílios, foi pequeno o número de medicamentos sem prescrição médica procedentes do Sistema Público de Saúde , sendo este um reflexo favorável dos serviços de Assistência Farmacêutica do Município. Por outro lado, foi verificado um elevado percentual de medicamentos adquiridos em farmácias sem a devida prescrição médica, 41,6%. Este percentual sugere uma inserção de medicamentos adquiridos por automedicação. Foi encontrado um percentual de 18,5% de medicamentos vencidos. O estoque domiciliar resulta de prescrições com quantidades superiores ao necessário para o tratamento (20%) , não cumprimento do tratamento prescrito (17%), aquisição por conta própria (9%) no Sistema Público de Saúde. O estudo sugere a necessidade de orientação dos usuários em relação a utilização e armazenamento dos medicamentos, de sistematização dos registros de dados com perspectiva de auxílio na gestão dos recursos, além de oferecer subsídios para adoção de decisões vinculadas ao processo de planejamento e execução das ações na Assistência Farmacêutica.
16

Mel de abelha jandaíra (Melipona subnitida) do Estado do Rio Grande do Norte / Honey bee jandaíra (Melipona subnitida) of Rio Grande do Norte

Pinheiro, Carolina de Gouveia Mendes da Escóssia 22 July 2016 (has links)
Submitted by Socorro Pontes (socorrop@ufersa.edu.br) on 2017-04-04T14:56:57Z No. of bitstreams: 1 CarolinaGMEP_TESE.pdf: 3479072 bytes, checksum: e4bafc0b62cb21500cc5eaedb78e8ee1 (MD5) / Approved for entry into archive by Vanessa Christiane (referencia@ufersa.edu.br) on 2017-04-13T15:00:46Z (GMT) No. of bitstreams: 1 CarolinaGMEP_TESE.pdf: 3479072 bytes, checksum: e4bafc0b62cb21500cc5eaedb78e8ee1 (MD5) / Approved for entry into archive by Vanessa Christiane (referencia@ufersa.edu.br) on 2017-04-13T15:04:28Z (GMT) No. of bitstreams: 1 CarolinaGMEP_TESE.pdf: 3479072 bytes, checksum: e4bafc0b62cb21500cc5eaedb78e8ee1 (MD5) / Made available in DSpace on 2017-04-13T15:04:54Z (GMT). No. of bitstreams: 1 CarolinaGMEP_TESE.pdf: 3479072 bytes, checksum: e4bafc0b62cb21500cc5eaedb78e8ee1 (MD5) Previous issue date: 2016-07-22 / Jandaira bee (M. subnitida Ducke) is found in Brazilian northeastern. Your honey is characterized by the large amount of water (moisture) and clear color predominant. The honey characteristics can be influenced by several factors such as species, flowering, temperature, harvesting and storage. In addition, its qualityis marked by the presence of microorganisms, pesticides and others. This study aimed to characterize the Jandaira honey produced in the semiarid region of Rio Grande do Norte. In order to do this, we evaluated 35 samples from three mesoregion state of 12 cities, which were collected directly from meliponary. The honey composition (moisture, Aw, pH, HMF, acidity, sucrose, reducing sugars, insoluble solids, ash and color) and the influence of flowering were evaluted; qualitative and quantitative analysis of the pollen (melissopalynology) was conducted; the effect of storage period (M0, M12, M18) on their characteristics was observed; and the presence of microorganisms and pesticides in honey was researched. Samples of Jandaira honey presented high moisture, an average of 24.4%. Staining was a predominantly clear (white and extra white). There was a predominance of pollen from native plants of the Caatinga biome, such as Mimosa tenuiflora and M. arenosa, among others and the predominance of unifloral honey. During the storage it was found that moisture and pH reduced, while the HMF, the acidity, and the color increased at the end of the storage period. Regarding to the investigated microorganisms there was contamination by fungi and yeasts, Clostridium perfringens, C. botulinum type C and different species of Bacillus. Contamination was observed by pesticides in 25 honey samples, all in the organophosphates class. The Jandaira honey produced in the semiarid region of Rio Grande do Norte State presented parameters that cannot be compared with existing legislation, and contamination by microorganisms and pesticides. Therefore, we suggest the creation of a normative instruction that addresses the identity and quality of Jandaira honey, which also contemplates the product validity period, acceptable limits of microorganisms and pesticides so that the product offered to the population would have a good quality. In addition to maintaining native flowering and consequent preservation of Jandaira bee, the constant monitoring is necessary to avoid the use of pesticides and deforestation in the areas of Caatinga / A abelha jandaíra (M. subnitida Ducke) é encontrada no Nordeste brasileiro. O seu mel é caracterizado pela grande quantidade de água (umidade) e coloração predominante clara. As características do mel podem ser influenciadas por diversos fatores, como: espécie, florada, temperatura, colheita e estocagem. E sua qualidade pela presença de microrganismos, pesticidas e outros. Objetivou-se caracterizar o mel de abelha jandaíra produzido no semiárido do Estado do Rio Grande do Norte. Para isso, avaliou-se 35 amostras provenientes de três mesorregiões do estado, de 12 municípios, as quais foram coletadas diretamente dos meliponários. Sendo avaliada a composição do mel (umidade, Aa, pH, HMF, acidez livre, sacarose, açúcares redutores, sólidos insolúveis, cinzas e cor) e a influência da florada; realizou-se análise qualitativa e quantitativa do pólen (melissopalinologia); verificou-se o efeito do período de estocagem (M0, M12, M18) sobre suas características; e pesquisou-se a presença de microrganismos e pesticidas no mel. As amostras do mel de abelha jandaíra apresentaram umidade elevada, média de 24,4%. A coloração foi predominante clara (branco d´água e extra branco). Houve predominância de pólen de plantas nativas do bioma Caatinga, como a Mimosa tenuiflora e M. arenosa, entre outras e predomínio de mel unifloral. Durante a estocagem verificou-se que a umidade e pH reduziram, já o HMF, acidez livre e a cor aumentaram no fim do período de estocagem. Com relação aos microrganismos pesquisados verificou-se contaminação por fungos e leveduras, Clostridium perfringens, C. botulinum Tipo C e diferentes espécies de Bacillus. Observou-se contaminação por pesticidas em 25 amostras de mel, sendo todos da classe dos organofosforados. O mel de abelha jandaíra produzido no semiárido do Estado do Rio Grande do Norte apresentou parâmetros que não podem ser comparados com as legislações existentes, além de contaminação por microrganismos e pesticidas. Portanto, sugere-se a criação de uma instrução normativa que aborde a identidade e qualidade do mel de abelha jandaíra, a qual contemple também o período de validade do produto, limites aceitáveis de microrganismos e pesticidas, para que o produto oferecido à população seja de qualidade. Além disso, para a manutenção da florada nativa e consequente preservação da abelha jandaíra, se faz necessária a fiscalização constante para evitar o uso de pesticidas e o desmatamento nas áreas de bioma Caatinga / 2017-04-04
17

Qualidade da água em canais de abastecimento com cultivo de Colossoma macropomum (Cuvier, 1816) / Water quality in supply channels with cultured Colossoma macropomum (Cuvier, 1816)

Silva, Alinne Dué Ramos da 29 March 2011 (has links)
The activity of creation of aquatic organisms in the country is hopeful and caring for the environment provide the best quality production. The objective this study was to evaluate water quality in supply channels with cultured tambaqui (Colossoma macropomum). We used a supply channel 35 meters long, which has a trapezoidal shape, cut with wire mesh and PVC coated zinc. Two studies, the initial experiment determined the rates of stocking density on tambaqui culture system (duration of 40 days), then the characterization of the effluent arising from the cultivation of tambaqui in channels using biofilters containing E. crassipes lasting 60 days. In both experiments, were monitored physico-chemical water. In the first experiment, the analysis performed by an ANOVA and Tukey test (p <0.05) showed that water quality in the supply channels were not influenced by planting densities, so little tangible changes have occurred in the parameters of fish in different treatments of the study. While the second experiment fori significant differences (p <0.05) between ammonia, alkalinity and hardness of the effluent treatment systems of the two, however it was proven the efficiency of water hyacinth in the removal of nutrients such as phosphorus, which recommended the its use in farming systems. / Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado de Alagoas / A atividade de criação de organismos aquáticos é bastante promissora e necessita de certos cuidados a fim de produzir alimento de melhor qualidade, com menor custo e em áreas onde se emprega as boas práticas de manejo. Com o intuito de diminuir as lacunas existentes entre o setor produtivo do pescado em relação ao meio de cultivo ambientalmente sustentável, o presente trabalho tratou de avaliar e proporcionar uma melhor qualidade de água em canais de abastecimento com cultivo de tambaqui (Colossoma macropomum). Inicialmente foi utilizado um canal com 35 metros de extensão, que apresenta um formato trapezoidal, seccionado com telas de arame revestido por zinco e PVC. Os estudos foram conduzidos em duas etapas; o experimento inicial determinou as taxas de densidade de estocagem do tambaqui com duração de 40 dias. Em etapa posterior, foi testada a inclusão de biofiltros contendo E. crassipes com intuito de caracterizar o efluente decorrente do cultivo, este último com duração de 60 dias. Em ambos experimentos, foram monitoradas as variáveis físico-química da água. No primeiro experimento as análises realizadas por meio de uma ANOVA e teste de Tukey (p<0,05) comprovaram que a qualidade de água nos canais de abastecimento não foram influenciadas pelas densidades de cultivo, tão pouco ocorreram mudanças nos parâmetros corpóreos dos peixes nos diferentes tratamentos do estudo. Enquanto que o segundo experimento foi constatadas diferenças significativas (p<0,05) entre a amônia, alcalinidade e dureza do efluente dos dois sistemas de tratamento, contudo foi comprovado a eficiência do aguapé na remoção de nutrientes como o fósforo, sendo recomendado, o seu uso em sistemas de criação.
18

Estoque domiciliar de medicamentos na comunidade ibiaense acompanhada pelo Programa Saúde da Família

Ribeiro, Maria Ângela January 2005 (has links)
É grande o uso e a disponibilidade de medicamentos no meio doméstico. Um estoque domiciliar de medicamentos pode influenciar nos hábitos de consumo dos moradores, favorecendo a automedicação e a reutilização de prescrições. Este estudo objetivou estudar o estoque de medicamentos na comunidade Ibiaense acompanhada pelo Programa Saúde da Família (PSF). Buscou-se descrever as características dos usuários, as condições de armazenamento, as classes terapêuticas e formas farmacêuticas, a procedência dos medicamentos e o custo dos medicamentos provenientes do Sistema Público de Saúde. Foram visitados 285 domicílios, no período de julho a setembro de 2004. Verificou-se que a média de medicamentos por domicílio foi de 8,4 e que 93,5% das famílias entrevistadas apresentaram pelo menos um medicamento em estoque. Os medicamentos estocados em maior número foram: analgésicos (11,15%), seguidos dos diuréticos (6,42%), antibacterianos para uso sistêmico (5,82%), antiinflamatórios (5,08%) e os antiácidos (4,10%). Embora seja considerável o número de medicamentos estocados nos domicílios, foi pequeno o número de medicamentos sem prescrição médica procedentes do Sistema Público de Saúde , sendo este um reflexo favorável dos serviços de Assistência Farmacêutica do Município. Por outro lado, foi verificado um elevado percentual de medicamentos adquiridos em farmácias sem a devida prescrição médica, 41,6%. Este percentual sugere uma inserção de medicamentos adquiridos por automedicação. Foi encontrado um percentual de 18,5% de medicamentos vencidos. O estoque domiciliar resulta de prescrições com quantidades superiores ao necessário para o tratamento (20%) , não cumprimento do tratamento prescrito (17%), aquisição por conta própria (9%) no Sistema Público de Saúde. O estudo sugere a necessidade de orientação dos usuários em relação a utilização e armazenamento dos medicamentos, de sistematização dos registros de dados com perspectiva de auxílio na gestão dos recursos, além de oferecer subsídios para adoção de decisões vinculadas ao processo de planejamento e execução das ações na Assistência Farmacêutica.
19

Estabilidade da carne de cordeiro em diferentes condições de armazenamento / Stability of lamb meat at different storage conditions

Rafaella de Paula Paseto Fernandes 15 April 2011 (has links)
Atualmente no Brasil a carne ovina é comercializada quase exclusivamente congelada. No entanto, praticamente não existem estudos no país sobre alterações na qualidade desta carne durante seu armazenamento. Com a crescente demanda do consumidor por produtos de maior conveniência, surge a necessidade de maiores estudos em relação à estabilidade de cortes cárneos ovinos estocados sob refrigeração, principalmente em decorrência de sua curta vida útil. Os objetivos deste trabalho foram avaliar a estabilidade da carne ovina quando estocada sob refrigeração e congelamento e se diferentes sistemas de acondicionamento em atmosfera modificada poderiam aumentar a estabilidade desta carne quando armazenada sob refrigeração. Foram realizados dois experimentos. No primeiro, lombos ovinos foram embalados a vácuo e armazenados sob refrigeração (4±1ºC) por 28 dias e congelamento (-18±1ºC) por 12 meses. No segundo, os cortes foram acondicionados individualmente em 3 diferentes sistemas de embalagem com atmosfera modificada: 1) Á vácuo (sistema tradicional); 2) Com injeção de gases na proporção 75% O2 e 25% CO2 e 3) Com injeção de 100% de CO2). Neste segundo experimento as carnes foram armazenadas sob refrigeração (1±1ºC) por um período de 28 dias. A estabilidade dos cortes foi avaliada por meio de análises físicas, químicas, microbiológicas e sensoriais, sendo que no segundo estudo, além destas análises também foi acompanhada a composição gasosa no espaço-livre. Foram realizadas três repetições de cada um dos estudos. A carne de cordeiro, nas diferentes temperaturas de estocagem e nos três sistemas de embalagens, apresentou-se estável ou com índices aceitáveis em relação à maioria dos parâmetros físicos e químicos avaliados e dentro dos padrões estabelecidos pela legislação brasileira para microrganismos patogênicos durante todo o período. No primeiro estudo, mesmo com uma redução significativa da maciez (de 3 para 8 Kg), a carne congelada continuou sensorialmente aceitável, com todos os atributos, inclusive a textura, recebendo notas em torno de 7 (\"gostei moderamente\"). Portanto, é possível afirmar que a carne de cordeiro apresenta vida de prateleira de no mínimo 12 meses quando armazenada à -18ºC. Em relação à avaliação da estabilidade do lombo ovino refrigerado, detectou-se um aumento elevado das contagens de psicrotróficos anaeróbios, atingindo valores da ordem de 107 UFC/g amostra já aos 14 dias. Esta carne foi avaliada sensorialmente apenas em relação aos atributos cor, aparência geral e aroma. Mesmo considerando as elevadas contagens de microrganismos psicrotróficos, os consumidores não detectaram alterações significativas nos atributos avaliados durante os 28 dias de armazenamento refrigerado. No segundo trabalho, os sistemas de embalagem com injeção de gases foram eficientes em reduzir a proliferação de microrganismos deterioradores quando comparados com o sistema tradicional de embalagem à vácuo. Em relação às diferentes composições gasosas, o sistema com 100% de CO2 apresentou menores contagens microbiológicas do que aquele com 75% O2 e 25% CO2, sendo possível concluir que o sistema de embalagem contendo 100% CO2 garantiu uma maior estabilidade durante 28 dias de armazenamento. No entanto, o lombo de cordeiro acondicionado nesta condição apresentou uma menor preferência sensorial da aparência em relação aos demais tratamentos durante todo o período avaliado. / Nowadays, in Brazil, sheep meat is mainly commercialized as frozen meat. However, in the country studies on possible quality meat changes during frozen storage are scarce. In addition, the increasing consumer demand for higher convenience products supports the need of more studies on of sheep meat cuts stability stored under refrigeration, mainly due to its short shelf life. The objectives of this work were to evaluate the stability of sheep meat when stored under refrigeration and freezing as well as to evaluate different packaging systems under modified atmosphere and the effect of this technology on the meat stability when stored under refrigeration. In order to achieve these objectives, two experiments were performed. In the first study, sheep loins were vacuum packaged and stored under refrigeration (4±1ºC) for 28 days and freezing (-18±1ºC) for 12 months. For the second study, cuts were individually packed in three different atmospheres: 1) vacuum (traditional system), 2) With 75% O2 and 25% CO2 and 3) With 100% CO2. For second experiment, meat was stored under refrigeration (1±1ºC) for a period of 28 days. Stability of the cuts was evaluated by means of physical, chemical, microbiological and sensory analysis, while for the second study, there were also performed headspace gas composition along the storage. Three replications of each study were carried out. The lamb meat at different storage temperatures and the three packaging systems, presented good stability or acceptable indexes in relation to most physical and chemical parameters evaluated. Samples showed good microbiological stability according to standards established by Brazilian legislation for pathogenic microorganisms throughout the storage period. In the first study, there was a significant reduction in tenderness (3 to 8 kg), nevertheless, the frozen meat continued sensory acceptable, showing texture scores around 7 (like moderately). Therefore, it is clear that the lamb meat has a shelf life of at least 12 months when stored at -18ºC. In relation to evaluation of the stability of chilled lamb loin, it was detect a high increase counts of anaerobic psychrotrophic, reaching around 107 CFU/g at 14 days storage. For thies reason, this meat was sensory evaluated only in relation to attributes color, overall appearance and flavor. Even considering the high counts of psychrotrophic, the consumers did not detect significant changes in the attributes evaluated during the 28 days of refrigerated storage. For he second work, it was verified that the gas compositions applied were more effective in reducing the proliferation of deteriorative microorganisms when compared with the traditional vacuum packaging. The system with 100% CO2 presented lower microbiological counts than that with 75% O2 and 25% CO2. Thus the packaging system containing 100% CO2 assured greater stability during 28 days storage. However, the lamb loin packed in this condition presented a lower preference sensory appearance compared to other treatments during the evaluated period.
20

Efeitos do congelamento e descongelamento sucessivos nas propriedades mecânicas em ossos corticais / Effects of sucessive freezing and thawing on the mechanical properties of cortical bone

Vera Thereza Bueno Barros Penha 12 May 2004 (has links)
Este estudo investiga o Módulo de Young (Módulo de Elasticidade) em amostras de osso cortical oriundas de uma mesma região da tíbia bovina depois de submetidas a congelamentos e descongelamentos sucessivos. As amostras foram coletadas da face caudal do terço médio da diáfise de tíbias bovinas e depois submetidas a testes de flexão em três pontos e ensaios de ruptura, obedecendo à norma ASTMD790M86&#949;1. Nesse experimento, 20 pares de amostras de ossos corticais foram retirados de 20 tíbias bovinas, cada amostra medindo 2 mm x 4 mm x 40 mm, aproximadamente. Todos os testes foram realizados à temperatura controlada (21 graus Celsius), e as condições de ensaio foram as mesmas durante os testes. As amostras foram identificadas e divididas em dois grupos experimentais: Grupo A: as amostras foram conservadas (em sacos plásticos) a - 20 graus Celsius (submetidos a congelamentos e descongelamentos sucessivos por 50 vezes: uma vez ao dia durante 50 dias). Esses descongelamentos produziram 15 ensaios de flexão, sendo que o primeiro foi realizado com as amostras ainda frescas mantidas em geladeira a 4 graus Celsius. Após os 50 descongelamentos foram levados até a ruptura. Grupo B: as amostras foram conservadas frescas (em sacos plásticos) a 4 graus Celsius em geladeira aguardando o tempo para que os ensaios do grupo A fossem concluídos e, posteriormente fez-se o teste de ruptura. Importantes cuidados foram tomados. Depois de cada descongelamento, as amostras foram analisadas e comparadas com as amostras frescas tanto para os ensaios de flexão em três pontos como para os ensaios de ruptura. Observamos que o congelamento não alterou de modo significativo as propriedades mecânicas destes ossos, pois não foi encontrada nenhuma diferença significativa entre o comportamento dos dois grupos testados. Isso implica que, congelando e estocando mesmo por longos períodos, as propriedades mecânicas não se alteram tanto nos ensaios de flexão em três pontos como nos ensaios de ruptura. Com respeito às diferenças observadas no dia a dia, as alterações do primeiro dia até o último dia não foram significativas / The present study was conducted to investigate the Young Module (Elasticity Module) in cortical bone samples submitted to successive freezing and thawing and then assayed in flexion tests at three points and in rupture tests according to the norms of ASTMD790M86&#949;1. Twenty pairs of cortical bone samples, each measuring approximately 2 x 4 x 40 mm, were collected from the same region of the caudal surface of the middle third of the diaphysis of 20 bovine tibiae and divided into two experimental groups: Group A: consisting of 20 cortical bone samples stored at – 20 Celsius degrees in plastic bags and submitted to successive freezing and thawing 50 times once a day for 50 days. These thawing episodes produced 15 flexion assays. After the 50 thawing episodes, the samples were tested until rupture. Group B: consisting of 20 cortical bone samples stored at 4 Celsius degrees in plastic bags in a refrigerator until the time when the assays of group A were concluded and then submitted to the rupture test. No statistically significant variation in the Young Module was observed after the flexion test at three points performed for Group A. The values of rupture tension also did not differ significantly between groups A and B. We observed that freezing did not cause a significant change in the mechanical properties of these bones, indicating that freezing and storage of these bones even for long periods of time does not alter their mechanical properties in flexion tests at three points or in rupture assays

Page generated in 0.1127 seconds