• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 231
  • 4
  • 2
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • Tagged with
  • 239
  • 114
  • 53
  • 30
  • 30
  • 30
  • 30
  • 29
  • 29
  • 25
  • 24
  • 24
  • 24
  • 22
  • 21
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
11

Comparação dos efeitos hemodinâmicos da efedrina ou da fenilefrina em eqüínos anestesiados com isoflurano / Comparison of hemodynamics effects of ephedrine or phenylephrine in horses anesthetised with isoflurane

Gabriela Gomes Marchioni 11 August 2003 (has links)
A depressão do sistema cardiocirculatório é um fator associado ao uso dos agentes halogenados na anestesia inalatória eqüina. Como conseqüência direta é observada a queda na perfusão tecidual, causadora de complicações como a miopatia pós-anestésica, o íleo paralítico ou a insuficiência renal. O objetivo do presente estudo foi avaliar os efeitos hemodinâmicos de dois fármacos simpatomiméticos, efedrina e fenilefrina, em eqüinos anestesiados com isoflurano que apresentaram episódio de hipotensão durante o procedimento anestésico. Foram utilizados 10 eqüinos sadios, em decúbito lateral, distribuídos aleatoriamente em dois grupos de cinco animais cada. O grupo I recebeu a infusão de efedrina (0.02mg/kg/min), e o grupo II de fenilefrina (0,002mg/kg/min), sendo que o avaliador não conhecia a natureza dos fármacos. Foram analisados os parâmetros hemodinâmicos, de oxigenação e de ventilação. Os dados foram submetidos à comparação estatística que constou de análise de variância seguida dos testes de Tukey Kramer e T de Student. Quando comparou-se os diferentes momentos do mesmo grupo, foi observada melhora ou manutenção dos parâmetros hemodinâmicos avaliados após o uso dos agentes simpatomiméticos, nos dois grupos. Porém, quando os momentos correspondentes dos grupos foram confrontados, o índice cardíaco, o conteúdo de oxigênio venoso misto, o índice de transporte do oxigênio, a pressão de oxigênio venoso misto e a saturação de oxigênio venoso misto foram superiores no grupo I. Foi concluído que os dois agentes proporcionaram os efeitos hemodinâmicos desejáveis, entretanto, a efedrina apresentou melhor resposta cardiovascular e de oxigenação que a fenilefrina. Assim, pode-se pressupor que a infusão com efedrina provavelmente proporciona melhor perfusão sangüínea, sendo portanto mais indicada para o tratamento da hipotensão nos eqüinos submetidos à anestesia geral. / Depression of the cardiovascular system is a feature of the use of halogenated anesthetics in equine anesthesia. A decrease in tissue perfusion is the main result and can be the cause of complications such as post-anesthetic myopathy, ileus and renal insufficiency. The aim of then present study was to evaluate the hemodynamic effects of two sympathomimetic agents, ephedrine and phenylephrine in horses anesthetized with isoflurane, which presented hypotension during the anesthetic procedure. Ten healthy horses, in lateral recumbence, were randomly distributed in two groups of five animals each. Group I received an infusion of ephedrine (0.02mg/kg/min) and group II an infusion of phenylephrine (0.002mg/kg/min) and the surveyor did not know the agent administered. Hemodynamic, oxygenation and ventilation parameters were evaluated and the results submitted to statistical analysis performed by means of analysis of variance followed by the Tukey-Kramer and Student-T test. When the different moments of the same group were compared, an increment or maintenance of the hemodynamic parameters evaluated after the infusion of both agents was noticed. However, when the correspondent moments of each group were compared, the cardiac index, the mixed venous oxygen content, oxygen transport index and both mixed venous oxygen saturation and partial pressure were superior in group I. It was concluded that the two agents promoted the desired hemodynamic effects, although ephedrine caused the best cardiovascular and oxygenation responses. For this reason, we can presume that ephedrine infusion probably promotes superior tissue perfusion, and therefore is more indicated for the treatment of hypotension in horses submitted to general anesthesia.
12

Efeitos da infusão contínua de lidocaína em bezerros anestesiados pelo isofluorano: Marcelo Augusto de Araújo. -

Araújo, Marcelo Augusto de [UNESP] 18 March 2011 (has links) (PDF)
Made available in DSpace on 2014-06-11T19:27:18Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2011-03-18Bitstream added on 2014-06-13T19:55:45Z : No. of bitstreams: 1 araujo_ma_me_araca.pdf: 707645 bytes, checksum: fce723ba876ab19ebb750f9f92ee7b46 (MD5) / Foram analisados os efeitos cardiorrespiratórios e as variações do índice biespectral após a administração da infusão contínua de lidocaína em bezerros anestesiados com isofluorano sob ventilação controlada. Oito bezerros receberam infusão contínua de lidocaína (GL) ou salina 0,9% (GC). Após MPA com xilazina 0,05 mg/kg/IV e indução anestésica com quetamina 2mg/kg associada com midazolam o,1mg/kg, com os bezerros em decúbito lateral procedeu-se a intubação e administrou-se isofluorano 1,3%. Subsequentemente institui-se a VPPI com PPI de 15 cmH2O e fR de 6mpm. Decorridos 40 minutos sob anestesia com isofluorano com ventilação mecânica, aplicou-se lidocaína 2mg/kg e iniciou-se infusão contínua na taxa de 100 µg/kg/minuto (GL). Anotaram-se as variações da FC, PA, fR, SpO2, BIS e TR antes da MPA (MB) e 15 minutos após a MBA (MX) antes da administração da lidocaína (M0) e em intervalos de 20 minutos após o início da infusão dos fármacos (M20, M40, M60 e M80). As demais variáveis foram mensuradas a partir de M0. Após o final da infusão e desconexão, foram avaliados o período de tempo para a adoção de decúbito esternal e posição quadrupedal. Também foi mensurada a concentração sérica da lidocaína. A infusão continua de lidocaína não alterou as variáveis ventilométricas, hemogasométricas, índice biespectral e recuperação, porém diminuiu FC e IC. Conclui-se que apesar de ter causado redução da atividade cardíaca, a infusão contínua de lidocaína pode ser empregada como técnica anestésica em bezerros / Cardiorespiratory effects and bispectral index were analised after continuous rate infusion of lidocaine in calves isoflurane-anesthetized under controlled ventilation. Eight calves received continuous rate infusion of lidocaine (LG) or saline 0.9% (CG). After premedication with xylazine 0.05 mg kg -1 IV and induction of anesthesia with ketamine 2 mg kg -1 associated with the midazolam, 1 mg kg -1 , with the calves in lateral recumbence preceded the intubation and was administered isoflurane 1.3%. IPPV was instituted with PIP of 15 cmH2O and RR of 6 beats min -1 . After 40 minutes with isoflurane anesthesia and mechanical ventilation was applied lidocaine 2 mg kg -1 and continuous rate infusion was started at a rate of 100 mg kg -1 min -1 (LG). Were recorded variations in HR, AP, fR, SPO2, BIS and RT before administration of premedication (MB) and 15 minutes after administration (MX) before administering lidocaine (M0) and every twenty minutes after the start of the infusion of drugs (M20, M40 M60 and M80).The other variables were measured from M0. After the end of infusion and disconnection, were evaluated the time to adopt sternal recumbency and standing position. Also measured the serum concentration of lidocaine. Continuous rate infusion of lidocaine did not change the ventilometry, blood gas, bispectral index and recovery, but decreased HR and CI. We conclude that although there was a reduction in cardiac activity, the continuous infusion of lidocaine may be used as anesthesia in calves
13

Diferentes modalidades ventilatórias durante anestesia prolongada, em coelhos submetidos ao decúbito lateral /

Aidar, Eveline Simões Azenha. January 2017 (has links)
Orientador: Newton Nunes / Coorientação: Ana Paula Gering / Banca: Patrícia Cristina Ferro lopes / Banca; Paula Ferreira da Costa / Resumo: A manutenção da função respiratória adequada é essencial para realização de anestesia segura e eficiente. Sendo assim, são necessários estudos que avaliam métodos ventilatórios e seus empregos na rotina clínica. Neste estudo, foram comparadas a ventilação espontânea (VE), ventilação pressão controlada, ventilação pressão controlada associada à pressão positiva expiratória final e ventilação mandatória intermitente sincronizada (SIMV). As modalidades foram comparadas em quatro grupos de oito animais cada. Os coelhos foram anestesiados com isofluorano durante duas horas e posicionados em decúbito lateral direito, totalizando 32 animais. Variáveis cardiovasculares, ventilatórias e hemogasométricas foram registradas em cinco diferentes momentos, com intervalo de 30 minutos. Após, os resultados foram avaliados estatisticamente pelo método dos quadrados mínimos, seguido pelo teste Tukey - Kramer (p≤0,05). Com relação às variáveis cardiovasculares, as médias de pressão arterial média (PAM) e pressão arterial sistólica (PAS) permaneceram discretamente abaixo dos valores de normalidade em todos os grupos. Houve diminuição significativa da PAM e PAS no grupo ventilação ciclada à pressão associada à pressão positiva no final da expiração (GPP) ao longo do tempo anestésico. Quanto aos gases sanguíneos, a pressão parcial de dióxido de carbono arterial (PaCO2) foi maior no GPP quando comparado aos outros grupos, gerando acidemia respiratória após uma hora de procedimento. As médias altas d... (Resumo completo, clicar acesso eletrônico abaixo) / Abstract: Maintaining adequate respiratory function is essential for safe and efficient anesthesia. Therefore, studies evaluating ventilatory methods and their use in the clinical routine are necessary. In this study, spontaneous ventilation, pressurecontrolled ventilation, pressure-controlled ventilation associated with positive endexpiratory pressure, and synchronized intermittent mandatory ventilation were compared. The modalities were compared in four groups of eight rabbits each. The rabbits were anesthetized with isofluorane for two hours and placed in the right lateral recumbency, totaling 32 animals. Cardiovascular, ventilatory and hemogasometric variables were recorded at five different moments, with an interval of 30 minutes each. Afterwards, the results were statistically evaluated by the least squares method, followed by the Tukey - Kramer test (p≤0.05). Regarding the cardiovascular variables, mean values of mean arterial pressure (MAP) and systolic blood pressure (SBP) remained slightly below normal values in all groups. There was a significant decrease in MAP and PAS in the group under pressure controlled ventilation associated with positive end-expiratory pressure (GPP) throughout the anesthetic time. As for blood gases, the partial pressure of arterial carbon dioxide was higher in GPP when compared to other groups, generating respiratory acidosis after one hour of procedure. High partial pressure of venous oxygen means suggest a higher supply associated with lower O2 co... (Complete abstract click electronic access below) / Mestre
14

Efeitos do sevofluorano e do desfluorano sobre variáveis intracranianas e hemodinâmicas em cães /

Rezende, Márlis Langenegger de. January 2004 (has links)
Orientador: Newton Nunes / Banca: Wagner Luís Ferreira / Banca: Rosangela de Oliveira Alves / Banca: Antônio José de Araújo Aguiar / Banca: Valéia Nobre Leal de Souza Oliva / Resumo: Avaliaram-se, comparativamente, os efeitos do sevofluorano e do desfluorano sobre variáveis intracranianas e hemodinâmicas em cães mantidos sob ventilação controlada. Foram utilizados 18 animais adultos, distribuidos aleatoreamente em dois grupos de igual número (GSEVO e GDES). Em todos os animais, induziu-se a anestesia geral com propofol (7,8l1,3 mg/kg/IV). Os cães foram intubados e a sonda orotraqueal foi acoplada a aparelho de anestesia inalatória. Em seguida, administrou-se a dose inicial de rocurônio (0,6 mg/kg/IV) e ato contínuo, iniciou-se a infusão contínua do miorrelaxante (0,6 mg/kg/h), a qual foi mantida durante todo o período experimental. Procedeu-se a ventilação controlada, com amplitude e freqüência suficientes para manter a capnometria constante em 35mmHg. Aos animais do GSEVO foi fornecido sevofluorano e aos animais do GDES, desfluorano, diluídos em O2. A anestesia inalatória foi mantida em 1,5 CAM (concentração alveolar mínima) para ambos os agentes voláteis. A administração do anestésico inalatório teve início imediatamente após a introdução da sonda orotraqueal. Foram estudadas as seguintes variáveis: pressão intracraniana (PIC), pressão de perfusão cerebral (PPC), temperatura intracraniana (TIC), freqüência cardíaca (FC), pressões arteriais sistólica (PAS), diastólica (PAD) e média (PAM), débito cardíaco (DC), índice cardíaco (IC), volume sistólico (VS), índice sistólico (IS), pressão venosa central (PVC), resistência vascular sistêmica (RVS), índice de resistência vascular sistêmica (IRVS) e temperatura corpórea (TC). As mensurações tiveram início após 30 minutos da implantação do cateter de PIC (M1) e se repetiram a cada 20 minutos (M2, M3 e M4). A avaliação estatística das variáveis foi efetuada pela Análise de Perfil (p<0,05)... (Resumo completo, clicar acesso eletrônico abaixo) / Abstract: The aim of this study was to compare the effects of sevoflurane and desflurane upon intracranial and hemodynamic variables in dogs under controlled ventilation. Eighteen adult mongrel dogs were used. The animals were randomly allocated into 2 groups of equal number (GSEVO and GDES). All dogs were induced with propofol (7.8l1.3 mg/kg/IV), intubated, and the tracheal tube was connected to the inhalant anesthesia circuit. The neuromuscular blockade was acomplished by a bolus dose of rocuronium (0.6 mg/kg/IV) followed by continuous infusion of the agent (0.6 mg/kg/h) throughout the experimental period. Controlled ventilation was immediately started, with adequate amplitude and frequency to maintain end-tidal CO2 (ETCO2) constant at 35 mmHg. The animals of GSEVO received 1.5 MAC of sevoflurane and the ones in the GDES,1.5 MAC of desflurane, both agents diluted in O2. The administration of the inhalant agents started immediately after the placement of the tracheal tube.The following variables were studied: intracranial pressure (ICP), cerebral perfusion pressure (CPP), intracranial temperature (ICT), heart rate (HR), systolic (SAP), diastolic (DAP) and mean arterial pressures (MAP), cardiac output (CO), cardiac index (CI), stroke volume (SV), stroke index (SI), central venous pressure (CVP), systemic vascular resistance (SVR), systemic vascular resistance index (SVRI) and body temperature (BT). The measurements started 30 minutes after the placement of the ICP catheter (T1) and were repeated at 20 minutes intervals (T2, T3 and T4). The numerical data was submmited to Profile Analysis (p<0.05). ICP and CPP did not differ between GSEVO and GDES, while TIC and BT decreased slowly during the experimental period in both groups... (Complete abstract, access undermentioned eletronic address) / Doutor
15

Efeitos do sevofluorano e do desfluorano sobre variáveis intracranianas e hemodinâmicas em cães

Rezende, Márlis Langenegger de [UNESP] 21 May 2004 (has links) (PDF)
Made available in DSpace on 2014-06-11T19:31:08Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2004-05-21Bitstream added on 2014-06-13T18:41:46Z : No. of bitstreams: 1 rezende_ml_dr_jabo.pdf: 470768 bytes, checksum: 9143230843ee524ed17c17b31839eef4 (MD5) / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) / Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP) / Avaliaram-se, comparativamente, os efeitos do sevofluorano e do desfluorano sobre variáveis intracranianas e hemodinâmicas em cães mantidos sob ventilação controlada. Foram utilizados 18 animais adultos, distribuidos aleatoreamente em dois grupos de igual número (GSEVO e GDES). Em todos os animais, induziu-se a anestesia geral com propofol (7,8l1,3 mg/kg/IV). Os cães foram intubados e a sonda orotraqueal foi acoplada a aparelho de anestesia inalatória. Em seguida, administrou-se a dose inicial de rocurônio (0,6 mg/kg/IV) e ato contínuo, iniciou-se a infusão contínua do miorrelaxante (0,6 mg/kg/h), a qual foi mantida durante todo o período experimental. Procedeu-se a ventilação controlada, com amplitude e freqüência suficientes para manter a capnometria constante em 35mmHg. Aos animais do GSEVO foi fornecido sevofluorano e aos animais do GDES, desfluorano, diluídos em O2. A anestesia inalatória foi mantida em 1,5 CAM (concentração alveolar mínima) para ambos os agentes voláteis. A administração do anestésico inalatório teve início imediatamente após a introdução da sonda orotraqueal. Foram estudadas as seguintes variáveis: pressão intracraniana (PIC), pressão de perfusão cerebral (PPC), temperatura intracraniana (TIC), freqüência cardíaca (FC), pressões arteriais sistólica (PAS), diastólica (PAD) e média (PAM), débito cardíaco (DC), índice cardíaco (IC), volume sistólico (VS), índice sistólico (IS), pressão venosa central (PVC), resistência vascular sistêmica (RVS), índice de resistência vascular sistêmica (IRVS) e temperatura corpórea (TC). As mensurações tiveram início após 30 minutos da implantação do cateter de PIC (M1) e se repetiram a cada 20 minutos (M2, M3 e M4). A avaliação estatística das variáveis foi efetuada pela Análise de Perfil (p<0,05)... / The aim of this study was to compare the effects of sevoflurane and desflurane upon intracranial and hemodynamic variables in dogs under controlled ventilation. Eighteen adult mongrel dogs were used. The animals were randomly allocated into 2 groups of equal number (GSEVO and GDES). All dogs were induced with propofol (7.8l1.3 mg/kg/IV), intubated, and the tracheal tube was connected to the inhalant anesthesia circuit. The neuromuscular blockade was acomplished by a bolus dose of rocuronium (0.6 mg/kg/IV) followed by continuous infusion of the agent (0.6 mg/kg/h) throughout the experimental period. Controlled ventilation was immediately started, with adequate amplitude and frequency to maintain end-tidal CO2 (ETCO2) constant at 35 mmHg. The animals of GSEVO received 1.5 MAC of sevoflurane and the ones in the GDES,1.5 MAC of desflurane, both agents diluted in O2. The administration of the inhalant agents started immediately after the placement of the tracheal tube.The following variables were studied: intracranial pressure (ICP), cerebral perfusion pressure (CPP), intracranial temperature (ICT), heart rate (HR), systolic (SAP), diastolic (DAP) and mean arterial pressures (MAP), cardiac output (CO), cardiac index (CI), stroke volume (SV), stroke index (SI), central venous pressure (CVP), systemic vascular resistance (SVR), systemic vascular resistance index (SVRI) and body temperature (BT). The measurements started 30 minutes after the placement of the ICP catheter (T1) and were repeated at 20 minutes intervals (T2, T3 and T4). The numerical data was submmited to Profile Analysis (p<0.05). ICP and CPP did not differ between GSEVO and GDES, while TIC and BT decreased slowly during the experimental period in both groups... (Complete abstract, access undermentioned eletronic address)
16

Comparação entre a ventilação com pressão positiva intermitente ou pressão controlada em equinos anestesiados com isofluorano

Bechara, Juliana Noda [UNESP] 14 February 2003 (has links) (PDF)
Made available in DSpace on 2014-06-11T19:31:09Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2003-02-14Bitstream added on 2014-06-13T21:02:17Z : No. of bitstreams: 1 bechara_jn_dr_jabo.pdf: 522049 bytes, checksum: 69aeded0d4620c6c2721ab82f9614fd2 (MD5) / Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP) / Os principais fatores a serem considerados durante a anestesia em eqüinos são a depressão cardiovascular e ventilatória e suas implicações hemodinâmicas. O objetivo do presente estudo foi o de avaliar duas modalidades ventilatórias na espécie eqüina e as repercussões destes modos de ventilação nos parâmetros ventilatórios, hemodinâmicos e mecânica respiratória. Foram utilizados 19 eqüinos clinicamente sadios, em decúbito lateral, aleatoriamente divididos em dois grupos, sendo que no Grupo I foi realizada a ventilação com pressão positiva intermitente e, no Grupo II com pressão controlada. O experimento foi dividido em duas fases, sendo que na primeira foram avaliados os parâmetros ventilatórios e de mecânica respiratória e, na segunda fase, além desses, também foram avaliados os parâmetros hemodinâmicos. Observou-se melhora dos parâmetros de ventilação em relação aos momentos de ventilação espontânea, quando empregou-se a ventilação controlada. Não foram observadas alterações hemodinâmicas e de oxigenação quando comparados os diferentes momentos num mesmo grupo, porém os valores da pressão venosa central e da pressão da artéria pulmonar foram superiores no grupo da ventilação com pressão positiva intermitente. Concluiu-se que não há diferença entre a ventilação com pressão positiva intermitente e a ventilação com pressão controlada em eqüinos clinicamente saudáveis. / The most important factors to be considered in equine anesthesia are the cardiovascular and ventilatory depressions and further hemodynamic failure. The purpose of the present study was to evaluate two modes of mechanical ventilation in horses and their repercussion on ventilatory and hemodynamic parameters and respiratory mechanics also. Nineteen healthy horses in lateral recumbency, were randomly assigned into two groups. In Group I, intermittent positive pressure ventilation was used and, in Group II, pressure controlled ventilation. The experiment was divided into two phases, in the first ventilatory parameters and respiratory mechanics were evaluated and in the second phase, hemodynamic parameters were also measured. A significant improvement was observed in ventilatory parameters when compared controlled to spontaneous ventilation. No changes in hemodynamic and oxygenation parameters were observed, but central venous pressure and pulmonary arterial pressure were higher with intermittent positive pressure ventilation. In conclusion, there is no difference between intermittent positive pressure ventilation and pressure controlled ventilation in healthy horses.
17

Análise in silico do escoamento hemodinâmico em aneurismas cerebrais do tipo basilar /

Vieira, Edson Rodrigo Del Rio Vieira January 2016 (has links)
Orientador: José Luiz Gasche / Resumo: Segundo a Sociedade de Cirurgia Vascular da América do Norte e Sociedade Internacional de Cirurgia Cardiovascular, aneurismas são dilatações superiores ou iguais a 1,5 vezes o diâmetro original da artéria. Estima-se que aproximadamente 2% a 5% da população adulta tem algum tipo de aneurisma cerebral. Grande parte dos casos não chegam a causar sintomas ou gerar problemas graves, entretanto o risco de sua ruptura gera consequências clínicas desafiadoras, visto que tem grande taxa de morbimortalidade, tornando difícil a tarefa de tomar a decisão de intervenção ou não no tratamento do aneurisma. Neste trabalho, propõe-se o estudo numérico do escoamento em aneurismas do tipo basilar empregando-se a técnica da dinâmica de fluidos computacional. Comparando diferentes casos de aneurismas rompidos e não rompidos, identificamos características no escoamento para auxiliar a tomada de decisões no tratamento de pacientes. Os casos de aneurismas são oriundos de tomografias computadorizadas de pacientes reais, os quais foram utilizados para a criação dos modelos digitais. As simulações computacionais foram realizadas com oprogramaopen sourceOpenFOAM® . Outros programasopen source também foram utilizados na criação dos modelos, assim como para o tratamento dos resultados. Identificamos uma correlação entre os dados de tensão cisalhante na parede e a probabilidade de ruptura. Para os oito casos estudados, os resultados de previsão de ruptura e não ruptura apresentaram grand... (Resumo completo, clicar acesso eletrônico abaixo) / Mestre
18

Estratégia hemodinâmica guiada por ecocardiografia para o manejo de pacientes ambulatoriais com insuficiência cardíaca congestiva

Palombini, Dora Veronesi January 2004 (has links)
Resumo não disponível
19

Metabolismo da matriz extracelular e função diastólica em indivíduos com síndrome metabólica

Santos, Ângela Barreto Santiago January 2010 (has links)
Resumo não disponível
20

Metabolismo da matriz extracelular e função diastólica em indivíduos com síndrome metabólica

Santos, Ângela Barreto Santiago January 2010 (has links)
Resumo não disponível

Page generated in 0.0628 seconds