• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 17
  • Tagged with
  • 17
  • 17
  • 17
  • 7
  • 7
  • 4
  • 4
  • 4
  • 4
  • 3
  • 3
  • 3
  • 3
  • 2
  • 2
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Caracterização eletroquimica e metalografica de aços sinterizados e nitretados

Sobral, Ana Vladia Cabral January 1996 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciencias Fisicas e Matematicas / Made available in DSpace on 2012-10-16T09:59:57Z (GMT). No. of bitstreams: 0Bitstream added on 2016-01-08T20:33:38Z : No. of bitstreams: 1 104712.pdf: 9837598 bytes, checksum: ffb773944eadb4a9a6ccb54515283ac5 (MD5) / Análise da resistência à corrosão de produtos fabricados via metalurgia do pó empregando a sinterização e a nitretação por plasma. As ligas sinterizadas sinterizadas/nitretadas foram submetidas a ensaios de corrosão eletroquímica em solução KNO3 1.25M e NaCl 3% com o objetivo de avaliar o comportamento das mesmas frente à corrosão. Os ensaios eletroquímicos empregados foram: ECORR vs.
2

Novos materiais para uso como diafragma em eletrolisadores de agua

Rosa, Valeria Maria 12 August 1994 (has links)
Orientador: Margarita B. F. Santos / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Engenharia Mecanica / Made available in DSpace on 2018-07-20T02:24:32Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Rosa_ValeriaMaria_M.pdf: 13153886 bytes, checksum: a70a48903cdf4a962f7b81ea6e6609f4 (MD5) Previous issue date: 1994 / Resumo: Na produção de hidrogênio por eletrólise de água, o amianto é comumente utilizado como diaftagma para se separar os gases produzidos nos eletrodos. O amianto, entretanto, apresenta problemas de corrosão, custo e toxidade. Materiais poliméricos alternativos foram avaliados com o objetivo de substituir o amianto. Esses materiais devem ser resistentes ao meio alcalino, à temperatura acima de 100 °C e ao oxigênio nascente. Também devem ser porosos de modo a não interferir demasiadamente na condutividade da solução e ter resistência mecânica. Para a avaliação das características citadas, os polímeros selecionados foram submetidos a quatro ensaios: tempo de vida, condutividade, resistência à oxidação e tração. Foram analisadas as variações mássica e dimensional, o aumento de resistência iônica da solução na presença do polímero e a perda de resistência mecânica. Os materiais ensaiados, além do amianto foram: poli(sulfeto de fenileno) (PPS), poli(tetra fluoretileno) (pTFE), polissulfona,Nafion e amianto recoberto com polissulfona. Todos esses materiais tiveram melhor desempenho que o amianto, sendo que PPS e PTFE foram os melhores. Como a polissulfonaaumentou demasiadamente a resistividade do eletrólito, foi produzida uma blenda com o fim de se aumentar a porosidade / Abstract: Altemative polymeric materiaIs were evaluated to substitute asbestos tissues, which are used as diaphragm in water electrolysis. These materiaIs must be resistant to alkaline medium, temperature above 100°C and oxygen in molecular formo. They must also be porous, in a way to not decrease the conductivity of the electrolyte toa much and they must have mechanical resistance. Selected polymers were submitted to four tests to evaluate their characteristics: lifetime, conductivity, resistance to oxidation and tensile strength. Weight and area variations were analyzed, as well as the increase of the ionic resistance of solution in presence of the polymers and the changes in their mechanical resistance. Tested materials were: poly(phenylene sulfide) (PPS), poly (tetrafluorethylene) (pTFE), Nafion, polysulfone and asbestos coated with polysulfone. AlI these materiaIs had best performance than asbestos, specially PPS and PTFE. Polysulfone increased ionic resistance of the electrolyte, so, a blend was produced to increase the porosity / Mestrado / Materiais e Processos de Fabricação / Mestre em Engenharia Mecânica
3

Inibidores naturais de corrosão extraidos em vegetais tropicais

Gomes, Antonio Wilson Moura 31 July 2018 (has links)
Orientador : Renato Atilio Jorge / Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Quimica / Made available in DSpace on 2018-07-31T22:24:58Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Gomes_AntonioWilsonMoura_D.pdf: 5015549 bytes, checksum: 52034025e9f9a05faf3030954da65062 (MD5) Previous issue date: 1999 / Doutorado
4

Comportamento eletroquimico e caracterização microestrutural dos aços sinterizados e nitretados por plasma contendo MO e Ni

Parente, Ana Cristina Boblitz January 1997 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciencias Fisicas e Matematicas / Made available in DSpace on 2012-10-17T02:44:27Z (GMT). No. of bitstreams: 0Bitstream added on 2016-01-08T22:38:23Z : No. of bitstreams: 1 109017.pdf: 12063864 bytes, checksum: 77f0ab2e2b02f8e699ae9050616a9342 (MD5) / A fabricação de produtos via metalurgia do pó (M/P) é amplamente empregada na indústria, porém em aços sinterizados a presença de poros residuais decorrentes do processso de fabricação afeta o seu desempenho face à corrosão eletroquímica. Aplicou-se um tratamento superficial nas ligas, nitretação por plasma, visando melhorar a resistência à corrosão. Neste trabalho foram produzidas ligas na forma binária por M/P, Fe-5% Mo e Fe-10% Ni as quais foram sinterizadas a uma temperatura de 1250°C durante 2h e posteriormente nitretadas por plasma a uma temperatura de 540°C em uma mistura de 75%N2/25%H2 por 2h. O objetivo deste trabalho é avaliar o comportamento destas ligas sinterizadas, sinterizadas/nitretadas, frente à corrosão. Os ensaios eletroquímicos empregados para avaliar o comportamento das mesmas foram: Ecorr vs tempo, potenciodinâmico, potenciostático, realizados em uma solução de KNO3 1,25M, de onde derivaram os valores para os cálculos da taxa de corrosão. A Microestrutura das ligas sinterizadas e camada nitretada, foram analisadas por Microscopia Eletrônica de Varredura (MEV) e análise de energia dispersíva (EDAX). Entre as amostras de Fe-10%Ni sinterizadas e sinterizadas/nitretadas, não ocorreu diferença significativa nos ensaios potenciodinâmicos. O ensaio potenciostático revelou uma densa camada de óxido formada na liga sinterizada Fe-5%Mo, indicando a sua passivação. Em ambos os casos as amostras nitretadas não exibem uma melhora na resistência à corrosão.
5

Avaliação do efeito inibidor do L-ácido ascórbico sobre a corrosão do aço-carbono /

Ferreira, Edilson da Silva January 1998 (has links)
Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências Físicas e Matemáticas. / Made available in DSpace on 2012-10-17T05:08:41Z (GMT). No. of bitstreams: 0Bitstream added on 2016-01-09T00:52:40Z : No. of bitstreams: 1 147511.pdf: 17268276 bytes, checksum: 65debb5f710d27789f5c3a3e1c3f53e7 (MD5)
6

Avaliação da resistência à corrosão de revestimentos da liga UNS N06625 depositados pelo processo PTA-P

Santos, Ana Claudia dos 30 September 2015 (has links)
Submitted by Maykon Nascimento (maykon.albani@hotmail.com) on 2015-12-15T18:33:05Z No. of bitstreams: 2 license_rdf: 0 bytes, checksum: d41d8cd98f00b204e9800998ecf8427e (MD5) Avaliacao da resistencia a corrosao de revestimentos da liga UNS N06625 depositados pelo processo PTA P.pdf: 6159981 bytes, checksum: 50da99c404daae3acef07ae743845d6a (MD5) / Approved for entry into archive by Morgana Andrade (morgana.andrade@ufes.br) on 2015-12-30T15:51:09Z (GMT) No. of bitstreams: 2 license_rdf: 0 bytes, checksum: d41d8cd98f00b204e9800998ecf8427e (MD5) Avaliacao da resistencia a corrosao de revestimentos da liga UNS N06625 depositados pelo processo PTA P.pdf: 6159981 bytes, checksum: 50da99c404daae3acef07ae743845d6a (MD5) / Made available in DSpace on 2015-12-30T15:51:09Z (GMT). No. of bitstreams: 2 license_rdf: 0 bytes, checksum: d41d8cd98f00b204e9800998ecf8427e (MD5) Avaliacao da resistencia a corrosao de revestimentos da liga UNS N06625 depositados pelo processo PTA P.pdf: 6159981 bytes, checksum: 50da99c404daae3acef07ae743845d6a (MD5) Previous issue date: 2015 / A busca por materiais versáteis que associem elevada resistência à corrosão em ambientes severos e propriedades mecânicas, a fim de atender as mais exigentes condições de serviço tornou-se um desafio para a indústria petroquímica, termoelétrica, naval, dentre outras. Neste contexto, a soldagem de revestimento com ligas à base de níquel se torna uma interessante opção para a construção e o reparo de equipamentos para aplicações em ambiente de corrosão severa, permitindo alcançar as características desejadas, com significativa redução de custos. Em determinadas aplicações a alta diluição dos revestimentos deve ser controlada devido aos altos teores de ferro alcançados. O objetivo deste trabalho foi avaliar a corrosão intergranular e corrosão por pite de revestimentos da liga UNS N06625, com diferentes teores de diluições, depositados pela técnica Plasma com Arco Transferido Alimentado com Pó (PTA-P) sobre um substrato de aço carbono ASTM A36. Com a avaliação e caracterização do Inconel 625 buscou-se compreender o impacto da diluição na microestrutura, propriedades e no revestimento produzido. Foram realizadas análises das propriedades mecânicas dos revestimentos por meio de ensaios de microdureza. A caracterização microestrutural consistiu de análises de microscopia ótica, Microscopia Eletrônica de Varredura (MEV) e análise de composição química por EDS. Ensaios de reativação eletroquímica potenciodinâmica de duplo ciclo (DL-EPR) e polarização potenciodinâmica cíclica foram realizados para avaliar a resistência à corrosão intergranular e por pite, respectivamente. Através deste trabalho foi possível observar que a diferença de diluição influencia de forma suave na microdureza do revestimento. As microestruturas dos revestimentos apresentaram matriz γ com fases secundárias interdendríticas. Os revestimentos não apresentaram corrosão intergranular nas condições ensaiadas e a susceptibilidade da corrosão por pite somente pôde ser avaliada através da histerese apresentada pelas curvas de polarização. / The search for versatile materials that associate high corrosion resistance and high mechanical properties in severe environments, in order to meet the more demanding operational conditions has become a challenge for the petrochemical, thermoelectric, naval and other industries. In this context, weld overlay with nickel-based alloys becomes an interesting option for construction and repair of equipments for applications in severe corrosion environments, allowing to achieve the desired characteristics with significant cost reduction. In specific applications the high overlay dilution must be controlled due to high iron content encountered. The objective of this work is to evaluate the intergranular and pitting corrosion of the alloy UNS N06625, with different dilution values, deposited through Plasma Transferred Arc with Powder (PTA-P) welding technique on an ASTM A36 carbon steel substrate. With the evaluation and characterization of the alloy UNS N06625 aimed the comprehension of the dilution effect on the coating microstructure and properties. The mechanical properties tests were analyzed through microhardness tests. The microstructural characterization consisted of analyses with the optical microscope, with the Scanning Electron Microscope (SEM) and chemical composition with the EDS module. Double-Loop Electrochemical Potentiokinetic Reactivation Test (DL-EPR) and Cyclic Potentiodynamic Polarization tests were done to evaluate intergranular and pitting corrosion resistance, respectively. With this work it was possible to observe that the dilution difference influences in a smooth way in the coating microhardness. The microstructures presented aγ matrix with secondary interdendritic phases. The coatings did not present intergranular corrosion in the test conditions and the pitting corrosion susceptibility was able to be evaluated only through the hysteresis presented in the polarization curves.
7

Estudo da influencia do tratamento termico sobre a resistencia a corrosão do revestimento de liga 55Al-Zn em agua do mar sintetica

Lumpp, Sheila Natália 27 July 2018 (has links)
Orientadores: Celia Marina de Alvarenga Freire, Margarita Ballester / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Engenharia Mecanica / Made available in DSpace on 2018-07-27T12:17:52Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Lumpp_SheilaNatalia_M.pdf: 2056297 bytes, checksum: 9481d300ae49e94fb8820dd178c94b2a (MD5) Previous issue date: 2000 / Resumo: O revestimento de liga 55Al-Zn é produzido pelo processo de imersão à quente, de uma forma muito semelhante à produção do revestimento galvanizado. O produto final combina a resistência à corrosão atmosférica do. alumínio com a proteção galvânica do zinco, oferecendo excelente resistência à corrosão quando-comparado à outros revestimentos semelhantes. De acordo com a velocidade de resfriamento do revestimento, o mesmo pode sofrer, um envelhecimento logo após ser produzido, tornando necessário: então um procedimento adequado para melhorar suas propriedades mecânicas ao final do processo. Um tratamento térmico, por exemplo, pode melhorar a ductilidade do material, modificando-o microestruturalmente. Os objetivos deste trabalha são realizar um estudo sobre a resistência à corrosão de chapas de aço revestidas com,a liga S5A1-Zn (Galvalume®), em água do mar sintética por métodos eletroquímicos, à partir do levantamento dercurvas de Polarização e de impedância eletroquímica e teste de imersão onde as chapas recobertas de Galvalume® foram imersas em água do mar sintética durante o período de 18 meses. Para a avaliação microestrutural, foi utilizada a análise de microscopia eletrônica de varredura que tornou possível a investigação das mudanças microestruturais ocorridas no Galvalume® submetido a tratamentos térmicos. Tais mudanças implicaram em variações nas propriedade de resistência à corrosão do material, Foram utilízadas como amostras, chapas de aço revestidas de Galvalume® cromatizadas, sem tratamento térmico, tratadas termicamente à 200°C e 360°C, durante um período de 16 horas. Observou-se pelas curvas de polarização que amostras tratadas à 360°C são menos resistentes à corrosão, o que é confirmado pela análise dos diagramas de Bode de Impedância Eletroquímica. Os resultados obtidos a partir do ensaio de imersão em água do mar sintética comprovaram que a resistência do Galvalume® sem tratamento térmico é maior que quando tratado à 200°C e 360°C / Abstract: The 55Al-Zn coating, known as Galvalume®, is produced by a hot dip process. The final product combines the Al atmospheric corrosion resistance with the zinc galvanic protection, offering an excellent corrosion resistance when compared to other similar coatings. According to the cooling speed of the coating, it may suffer an aging as soon as it is produced, making it necessary an adequate procedure to improve its mechanical properties at the end of the process. The purpose of this work is the study of the effect of thermal treatment on the resistance of 55AI-2n coated carbon steel plates in synthetic O Gean water using electrochemical methods (Polarization curves and Electrochemical Impedance Spectroscopy). The microstructure changes of the alloy caused by thermal treatment were observed by SEM. These changes affected the corrosion resistance of the coated material. The samples used were carbon steel plates coated with Galvalume® chromium-plated annealed at 200°C and 360°C for 16 hours, and without treatment, The polarization curves showed that the corrosion resistance of Galvalume® without thermal treatment and annealed at 200°C is greater than when annealed at 360°C, what is confirmed by the Electrochemical Impedance analysis. Immersion assays were performed in synthetic ocean water for a period of one year and it is concluded that the samples annealed at 360°C are less corrosion resistant than the ones annealed at 200°C , which are less resistant than the samples without thermal treatment / Mestrado / Engenharia de Materiais / Mestre em Engenharia Mecânica
8

Viabilidade da utilização da liga Sn - Ni65 - 35 eletrodepositada em contatos eletricos

Grigoletto, Eliane Maria 31 July 1995 (has links)
Orientador: Margarita Ballester Ferreira Santos / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Engenharia Mecanica / Made available in DSpace on 2018-07-21T10:36:31Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Grigoletto_ElianeMaria_M.pdf: 9898170 bytes, checksum: 7c3f3369d7af24d88ab7af5169aca854 (MD5) Previous issue date: 1995 / Resumo: A viabilidade da utilização da liga de estanho-níquel 65-35 eletrodepositada em contatos elétricos usados em baixa voltagem-baixa corrente foi verificada pelo estudo das propriedades deste recobrimento. As amostras foram preparadas com um banho comercial e a proporção dos elementos na liga foi de 65% de estanho e 35% de níquel em peso. A composição e estrutura da liga foram analisadas por difração de Raios X. A resistência à corrosão do recobrimento da liga de estanho-níquel em meio aquoso contendo c1oretos foi analisada eletroquimicamente. Para comparar os resultados o mesmo experimento foi realizado com recobrimento de níquel. o comportamento térmico para recobrimentos de estanho-níquel e de níquel foi obtido usando calorimetria de varredura diferencial e os resultados mostraram que os materiais apresentam estabilidade térmica até 300°C. A resistividade elétrica dos recobrimentos de estanho-níquel, níquel e cobre foram obtidos usando um voltâmetro digital com quatro sensores. Os resultados obtidos das análises mostraram que recobrimentos de estanho-níquel eletrodepositados podem ser usados em contatos elétricos para baixa voltagem-baixa corrente preferencialmente como subcamada para ouro / Abstract: The possibility of tin-nickel alloy coating application in electric contacts used in low voltage-Iow current through the study of its properties is presented. The samples were prepared with a commercial bath and the proportion of the elements in the alloy were 65% of tin and 35% of nickel in weight. The alloy composition and structure were analised by X Rays diffaction. The corrosion resistance of the tin-nickel alloy coating in an aqueous solution medium was analysed electrochemically. To compare the results the same experiment was made with nickel coating. The thermal behaviour for tin-nickel and nickel coatings were obtained using differencial scanning calorimetry and the results show that the materiaIs present thermal stability until 300°C. The electrical resistivity of tin-nickel, nickel and cooper coating were obtained by a four probe measurement using a digital voltameter. The results obtained from the analisys show that tin-nickel eletrodeposited coatings can be used in electrical contacts for low voltage-Iow current preferentially as an undercoating for gold / Mestrado / Materiais e Processos de Fabricação / Doutor em Engenharia Mecânica
9

Estudo da resistencia a corrosão da liga Ti-GAI-7Nb para aplicação em implantes ortopedicos

Rosa, Sirlei da 28 August 1997 (has links)
Orientador: Rodnei Bertazzoli / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Engenharia Mecanica / Made available in DSpace on 2018-07-22T18:36:20Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Rosa_Sirleida_M.pdf: 8006600 bytes, checksum: 8cef21f0033e6f1633e479a4cf983321 (MD5) Previous issue date: 1997 / Resumo: Este trabalho apresenta um estudo da resistência à corrosão da liga ortopédica Ti-6AI-7Nb previamente laminada e forjada isotermicamente a quente em solução de Rank. Técnicas potenciodinâmicas foram usadas para determinação do potencial de corrosão, potencial de passivação, corrente de corrosão na região ativa e corrente de passivação. Os dados registrados nestes experimentos foram usados para estabelecer uma relação direta entre a resistência à corrosão da liga e a microestrutura obtida por diferentes condições de forjamento tais como valor de temperatura, grau de deformação e velocidade de deformação / Abstract: This work presents a study on the resistance to corrosion ofthe orthopaedic Ti-6AI-7Nb alloy previously, hot annealled and isothermically hot forged, in Hank's solution. Potentiodinamic technique was used for determination of corrosion potential, passivation potential, current of corrosion in the active region and current of passivation. Data recorded on these experiments were used for to establisch a direct relationship between corrosion resistence of the alloy and the microestructure obtained for different conditions of hot forging such as temperature, deformation depth and rate of deformation / Mestrado / Materiais e Processos de Fabricação / Mestre em Engenharia Mecânica
10

Verificação da usinabilidade dos aços inoxidaveis austeniticos atraves do processo de furação / Classification method of elements that cause the run-up period in changeover

Camargo, Robson de 06 April 2008 (has links)
Orientador: Olivio Novaski / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Engenharia Mecanica / Made available in DSpace on 2018-08-11T11:32:42Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Camargo_Robsonde_M.pdf: 2931963 bytes, checksum: b31c2bc8d3db8a81c83a498c961b4717 (MD5) Previous issue date: 2008 / Resumo: Graças a suas propriedades mecânicas e a boa resistência à corrosão, os aços inoxidáveis austeníticos representam aproximadamente 70% de todo o aço inoxidável produzido. O aço ABNT 304 tem excelente resistência à corrosão, alta resistência ao ataque de agentes corrosivos e possui boa tenacidade em baixas temperaturas. A condutibilidade térmica, todavia, corresponde a ¼ do aço ao carbono, tanto que o calor gerado durante a usinagem não é transferido ao material ou aos cavacos e sim se concentra na aresta de corte, e a alta tenacidade dos mesmos torna difícil sua saída devido ao alongamento. O mecanismo de encruamento, que é um fenômeno que acontece próximo da aresta de corte, piora a usinabilidade do aço inoxidável. O aço inoxidável, com controle metalúrgico das inclusões e adição de cálcio, é apresentado como uma alternativa, em termos de usinagem, sem perda de resistência à corrosão. O presente trabalho compara, por meio do processo de furação, a usinabilidade do aço ABNT 304 com o aço similar, V304 UF, com adição de cálcio e controle de inclusões. Foram utilizadas brocas de aço rápido recobertas com TiN nos dois diferentes aços com velocidades de corte diferentes para avaliar o efeito da adição de cálcio na usinabilidade. A possível formação da camada protetiva na superfície da ferramenta de aço rápido com revestimento de TiN foi encontrada. Após testes de usinagem, a presença de cálcio e elementos de liga na superfície da ferramenta foi constatada usando a análise por difração de raios X. Com as análises dos resultados obtidos na medição da força de avanço, momento de torção e vida da ferramenta, fica evidente afirmar que a usinabilidade do aço inoxidável Villares 304 UF foi superior / Abstract: Thanks to its mechanical properties and good corrosion resistance embraced, the austenitic stainless steels represent about 70% of all kind stainless steel produced. The ABNT 304 steel has excellent corrosion resistance the in the environment, high resistance to attack of corrosive agents and keep good tenacity in low temperatures. Unfortunately the of heat conduction is about ¼ that of regular steel, so much of the heat generated during machining is not transferred to the work material or the chips and concentrate on the cutting edge, and high malleability that indicates softness and tenacity makes chip evacuation difficult due to chip elongation. Yet the work hardening, a phenomenon that occurs near the cutting edge gives poor machinability to the stainless steel. The stainless steel with metallurgical control of the inclusions and calcium addition is presented as alternative, without loss of corrosion resistance. The present work compares the machinability of ABNT 304 steel with the similar steel, Villares 304 UF, with calcium addition using the drilling process. HSS TiN coated twisted drills had been used in the two different steels with different cutting speeds to evaluate the effect of the calcium addition in the machinability. The possible formation of a protective layer on the surface the tool of TiNcoated HSS was found. After cutting tests, the enrichment of calcium and alloying elements in the surface of the tool was studied using energy dispersive X-ray spectrometry. The feed force, torsion moment and tool life measured allow to explain the upper machinability of the stainless steel Villares 304 UF / Mestrado / Materiais e Processos de Fabricação / Mestre em Engenharia Mecânica

Page generated in 0.1555 seconds