• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 1753
  • 442
  • 16
  • 6
  • 6
  • 6
  • 6
  • 6
  • 3
  • 3
  • 3
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • Tagged with
  • 2258
  • 2258
  • 706
  • 577
  • 457
  • 454
  • 418
  • 397
  • 394
  • 376
  • 365
  • 308
  • 282
  • 234
  • 216
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Historia del rol en el área de Recursos Humanos en la Facultad de Economía y Negocios de la Universidad de Chile

Trincado Muñoz, Francisco 03 1900 (has links)
Tesis para optar al grado de Magíster en Gestión de Personas y Dinámica Organizacional / Trincado Muñoz, Francisco Javier [Parte II] / Autor autoriza el acceso a texto completo de su tesis en el Portal de Tesis Electrónicas de la U. de Chile. / Considerando la perspectiva del Análisis de Rol Organizacional (ARO) para describir el rol del área de RRHH, debemos revisar la persona, el sistema y la sociedad que lo determinan. El rol que hoy existe en el Departamento de Administración de la Facultad de Economía y Negocios de la Universidad de Chile, se ha ido transformando a lo largo de los años, ya que han cambiado las personas, el sistema que establece las fronteras del rol y el componente social que moviliza el rol. Al analizar el rol, existen aspectos centrales que direccionan el quehacer de los sujetos y que le otorgan identidad al grupo/organización. Por un lado, la visión psicológica del rol reflejada a través de las expectativas, experiencias, actividades y percepciones de las personas que ejercen el rol. Por otro, las cuestiones exigidas y permitidas por la institucionalidad universitaria, tales como la docencia, la investigación y las actividades de extensión, que dan forma a la visión sociológica del rol. Por último, el papel que en la intersección psicológica/sociológica, tienen el contexto y los cambios políticos, económicos y sociales que suceden en el entorno del sistema.
2

Politica de recursos humanos e satisfação de docentes numa instituição de ensino superior: o caso da Fundação de Ensino do Desenvolvimento do Oeste (FUNDESTE)

Silva, Narbal January 1990 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina. Centro Socio-Economico / Made available in DSpace on 2012-10-16T03:18:40Z (GMT). No. of bitstreams: 0Bitstream added on 2016-01-08T16:33:29Z : No. of bitstreams: 1 79522.pdf: 4690984 bytes, checksum: c512c09c091b427b107d49dbf11d1682 (MD5) / Verificou-se o grau de satisfação/insatisfação dos docentes da Fundação de Ensino do Desenvolvimento do Oeste em relação aos componentes da política de recursos humanos (recrutamento, seleção, treinamento, participação, incentivos, carreira, avaliação de desempenho e promoção) a nível institucional e pessoal. É uma investigação feita pelo método de estudo de caso de perspectiva sincrônica de caráter descritivo e não experimental. Os dados do estudo foram coletados através de questionários análise documental, observação e entrevistas. A análise dos componentes da política é apresentada por gráficos de curvas de tendência dos pesquisados. Para interpretar as curvas utilizou-se de depoimentos, observações e análise documental. Os resultados do estudo demonstram que ocorrem insatisfação dos docentes a nível institucional. A nível pessoal, ocorre satisfação em relação ao recrutamento, seleção e participação. Em relação ao plano real e formal da política verificou-se discrepâncias entre o que é escrito e o que é realizado na prática. Em relação às áreas de ensino, verificou-se diferenças de percepção dos professores pesquisados em relação aos componentes da política de recursos humanos a nível institucional e pessoal. As conclusões do estudo podem ser generalizadas para a FUNDESTE, pois o percentual foi representativo.
3

O discurso e a pratica da politica de recursos humanos

Souza, Maria Jose Carvalho de January 1991 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Socio-Economico / Made available in DSpace on 2012-10-16T04:34:43Z (GMT). No. of bitstreams: 0 / Com base no referencial teórico-empírico sobre formalismo, políticas públicas e recursos humanos, procurou verificar a existência da diferenciação entre diretrizes (discurso) e ações práticas de recursos humanos na administração direta do Estado de Santa Catarina, no período 1987-89. Verificou-se que as diretrizes estavam em conformidade com os argumentos dos estudiosos de administração de recursos humanos. O caráter incremental foi verificado, bem como a não-participação do segmento do funcionalismo estadual na formulação das diretrizes para o período 1987-91. Em relação às diretrizes de aproveitamento de RH, observou-se que o formalismo se deu de forma mais acentuada na dimensão moralização. Na admissão da força de trabalho, uma vez que a lei 6032/82 permitia uma forma híbrida de ingresso, ainda que legal, nos cargos da administração direta, desvirtuando o concurso público como única forma de ingresso na administração pública. Os membros da burocracia estadual apresentavam comportamento administrativo impregnado de uma cultura patrimonialista. Em relação à diretriz valorizar e prestigiar o servidor, o formalismo destacou-se pela não implantação do plano de carreira e pelo não acatamento da lei de isonomia salarial. Por fim, constatou-se a diferenciação entre o discurso e a prática na política de RH no período 87/89 na administração direta do Estado de Santa Catarina.
4

A influencia do plano "Brasil novo" : na politica de recursos humanos : o caso da Marisol S/A - Industria do Vestuario

Ichikawa, Elisa Yoshie January 1992 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina. Centro Socio-Economico / Made available in DSpace on 2012-10-16T22:33:07Z (GMT). No. of bitstreams: 0Bitstream added on 2016-01-08T17:41:07Z : No. of bitstreams: 1 88951.pdf: 3586412 bytes, checksum: 2029a5dac51bc050f38a62a3b61f5475 (MD5) / A influência das medidas governamentais nas atividades econômicas tem sido substancial e vem aumentando, cada vez mais, nos últimos anos. As regras mudam com grande frequência, provocando a necessidade de as empresas revisarem constantemente as suas políticas. O objetivo desta pesquisa foi analisar que mudanças ocorreram na política de recursos humanos da Marisol S/A após a decretação das medidas provisórias 154 e 168, do Plano "Brasil Novo", em 15 de março de 1990. O método empregado foi o estudo de caso, por possibilitar análise intensiva das variáveis da pesquisa. A população desta pesquisa limitou-se ao órgão de recursos humanos da empresa, além de um dirigente de primeiro escalão. Os dados foram coletados por meio de entrevistas semi-estruturadas e através de obtenção de registros documentais. Foram feitas comparações entre os momentos anterior e posterior à publicação da medida provisória 154 e 168, no que tange a política de recursos humanos. Os resultados obtidos demonstram que a política de recursos humanos sofrem alterações após a publicação do Plano "Brasil Novo", embora essas mudanças tenham ocorrido de forma indireta, provocadas mais precisamente por causa da recessão que se instalou no país.
5

Charlas a la Carta : Sostenibilidad en Credicorp / Charlas a la Carta

Boluarte, José Antonio 16 April 2021 (has links)
José Antonio Boluarte ( Perú ) - Expositor / Ciclo de conferencias con ponentes nacionales e internacionales, quienes compartirán sus conocimientos sobre la gestión de las personas en la actualidad.
6

Charlas a la Carta. People Analytics / Charlas a la Carta

Ramirez Cuba, Jackeline 25 May 2021 (has links)
Jackeline Ramirez Cuba (Perú) - Expositora / Ciclo de conferencias con ponentes de reconocidas empresas, quienes compartirán sus conocimientos sobre la gestión de las personas en la actualidad.
7

As políticas de recursos humanos para so servidores técnico-administrativos e suas influências na gestão da UFSC

Bernardes, José Francisco. January 2002 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Sócio-Econômico. Programa de Pós-Graduação em Administração. / Made available in DSpace on 2012-10-19T20:29:53Z (GMT). No. of bitstreams: 0 / Se as pessoas constituem a essência de qualquer organização em se tratando de instituição universitária, cujo insumo básico é a inteligência, as pessoas são, ao mesmo tempo, a matéria-prima e o instrumento da produção intelectual. Em nenhuma outra organização o elemento humano é tão importante. Assim, o investimento prioritário e maior de uma universidade deveriam ser nos seus recursos humanos. As políticas de recursos humanos para os servidores Técnico-Administrativos e suas influências na gestão da Universidade Federal de Santa Catarina - UFSC, é o que se investigou nesta pesquisa. Para este estudo optou-se por pesquisar a realidade de como o órgão de RH influência a gestão universitária: o caso da UFSC. Nesta busca verificou-se a percepção dos atuais dirigentes sobre o papel do RH dentro da UFSC. Trata-se de uma pesquisa com abordagem qualitativa usando uma amostra de forma intencional por se tratar de informantes-chave da pesquisa. Como instrumento de pesquisa para coletar os dados usou-se uma entrevista semi-estruturada pela riqueza e detalhes dos diversos comentários. A Administração de Recursos Humanos envolve várias etapas de trabalho, desde a verificação da necessidade de pessoal e seu recrutamento até o desenvolvimento dos indivíduos nas organizações para que estas possam atuar com eficiência em um ambiente de concorrência e instabilidade. Somando-se a isso, numa visão estratégica, que também é papel da Administração de Recursos Humanos zelar pela eficiência da organização no longo prazo, minimizando o quanto possível às dificuldades de adequado entendimento às necessidades de substituição e melhoria de pessoal.
8

Construção de um modelo de gestão nas operações de serviços dos departamentos de recursos humanos utilizando o gerenciamento de processos

Oliveira, Ester de Souza de January 2005 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico. Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção. / Made available in DSpace on 2013-07-16T00:32:34Z (GMT). No. of bitstreams: 0 / Este estudo apresenta um modelo de gestão nas operações de serviços do Departamento de Recursos Humanos, utilizando o Gerenciamento de Processos e os indicadores de desempenho e qualidade, para a melhoria contínua das operações de serviços desse setor. A organização-objeto deste trabalho foi a Universidade Estadual do Oeste do Paraná - UNIOESTE, na cidade de Cascavel, PR. A construção do modelo baseou-se na teoria de Harrington, de aperfeiçoamento dos processos, e nos indicadores da qualidade e de desempenho.
9

Valores organizacionais e políticas de recursos humanos

Reis, Rosana Silveira January 2000 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Sócio-Econômico / Made available in DSpace on 2012-10-17T19:18:58Z (GMT). No. of bitstreams: 0Bitstream added on 2014-09-25T16:16:50Z : No. of bitstreams: 1 181902.pdf: 19146516 bytes, checksum: 0a9dcf579e3aaad792871b31187db89a (MD5) / O objetivo desta pesquisa é verificar se existe congruência entre os valores organizacionais compartilhados pelo corpo gerencial e as políticas de recursos humanos praticadas na Empresa Gama. O método que caracteriza esta pesquisa é o estudo de caso. A amostra envolvida foi formada por integrantes do corpo gerencial, dos níveis estratégico, tático e operacional. Os dados foram obtidos junto a fontes primárias e secundárias, por meio de questionários, entrevistas semi-estruturadas e análise documental. A análise de dados foi realizada de maneira descritiva-interpretativa, correspondendo à abordagem predominantemente qualitativa. Objetivando uma maior consistência na formatação das informações, bem como na pesquisa dos dados, elaborou-se um modelo de análise o qual propicia uma visão interativa entre os valores organizacionais e as políticas de recursos humanos. Incluiu-se ainda um novo parâmetro para aferição de valores, o parâmetro interação com a comunidade, bem como, um novo processo de recursos humanos, o subsistema comprometimento. Os resultados do presente estudo revelaram o pequeno grau de congruência entre os valores e políticas, apresentando em contrapartida a interligação das políticas de recursos humanos com as metas estipuladas pela organização. Já os valores apresentaram um nível significativo de dispersão, onde se conclui que a ambiência externa - o caos permanente da mudança - está provocando reflexos profundos na ambiência interna, o que leva as pessoas a se questionarem quanto aos valores essenciais da organização. Nestes termos, conclui-se que os valores organizacionais encontram-se em mutação e que as políticas de recursos humanos, face ao cenário, agrega-se com o planejamento estratégico da organização
10

O papel do treinamento e do desenvolvimento na capacitação de recursos humanos nas empresas

Teles Melo, Valdiê 31 January 2010 (has links)
Made available in DSpace on 2014-06-12T17:39:26Z (GMT). No. of bitstreams: 2 arquivo515_1.pdf: 765682 bytes, checksum: bf245100d8502aa2a22044d6516988cb (MD5) license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) Previous issue date: 2010 / O surgimento da Administração de Recursos Humanos (ARH) ocorreu a partir do desenvolvimento da Teoria Geral da Administração (TGA). Através da ARH passou-se a reconhecer a presença do fator humano dentro das organizações, não como simples recurso do processo produtivo, mas como um indivíduo com suas especificidades e características psicológicas divergentes. A nova abordagem proporcionada pela Gestão de Pessoas tem adquirido cada vez mais importância no contexto atual das organizações e reconhece os funcionários com recursos substanciais para o desenvolvimento da organização. Na Gestão de Pessoas objetiva-se à cooperação das pessoas que atuam nas organizações para o alcance dos objetivos tanto organizacionais quanto individuais. Portanto, é função das organizações criar o espaço, estimular o desenvolvimento e assegurar o suporte para alavancar as expectativas e necessidades, fazendo uso de ferramentas como a educação corporativa, a avaliação de desempenho, a remuneração por competência e habilidades. O presente estudo objetiva compreender a importância desempenhada pelo treinamento e pelo desenvolvimento dos recursos humanos nas empresas, demonstrando o relevante papel destes procedimentos na capacitação dos RH s como forma de sobrevivência das empresas. A metodologia utilizada baseia-se em preceitos científicos, harmonizando-os com a observação da realidade e a experiência resgatada, resultando numa pesquisa bibliográfica, também foi efetuado um levantamento de dados, através de questionário aplicado a funcionários de empresas do setor primário, secundário e terceiro da região de Aracaju/SE, com o intuito maior de mostrar o papel do treinamento e desenvolvimento na capacitação de recursos humanos como forma de sobrevivência das empresas. Sendo assim, foi possível observar que entre as pessoas entrevistas é dada ênfase ao treinamento, como forma de desenvolvimento pessoal e empresarial. Na fundamentação teórica, onde se apresenta o histórico dos recursos humanos, nota-se a importância dessa ferramenta administrativa no crescimento das organizações e na maneira como essas tratam seus colaboradores. O treinamento e desenvolvimento de processos e funcionários são ferramentas de extrema importância, já que são auxiliadores na implantação e no melhor conhecimento em relação ao funcionamento dentro da organização

Page generated in 0.3848 seconds