• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 21
  • 3
  • Tagged with
  • 24
  • 10
  • 10
  • 9
  • 8
  • 6
  • 6
  • 6
  • 5
  • 5
  • 5
  • 4
  • 4
  • 4
  • 3
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
21

Em casa, na pista ou na escola é tanto babado : espaços de sociabilidade de jovens travestis

Monzeli, Gustavo Artur 15 February 2013 (has links)
Made available in DSpace on 2016-06-02T20:44:11Z (GMT). No. of bitstreams: 1 4852.pdf: 1129647 bytes, checksum: 850dbd52c7c030d8a9a9c16b20580e60 (MD5) Previous issue date: 2013-02-15 / Universidade Federal de Minas Gerais / The aim of this study was to understand, from the experience of four young people who at some point in research called themselves transvestites , residing in São Carlos (SP), the main techniques and strategies used by them for the management and manipulation of their own characteristics regarding their body, subjectivity and identity, in order to participate in certain spaces of sociability, focusing on family contexts, formal education institutions and also prostitution. The work has been organized into four sections. Initially, it introduces an historical debate and academic production about the topic related to gender and sexuality, then it addresses entrance to the search field, from ethnographic contributions and, finally, to contextualize the territories where the research took place. The second section considers the multiplicity of ways to consider and to construct signs of what is considered feminine in bodies assigned as male. Additionally, it presents the history of each interlocutor of this research, trying to point out their unique experiences in these body, subjective and identity building processes. In the third section, we discuss the different techniques and strategies used by them to participate in different contexts such as family, school and prostitution, and how these relations are built depending on the persons involved, as well as their interests and desires. And lastly, contextualizes the propositions of social occupational therapy and its possible implications in everyday life of the individuals in their territories belonging, pointing out how the circulation of these young people in their territories have repercussions on the levels of insertion and restriction, allowing or not their existences in different spaces. It is believed that this dissertation contributes, beyond the multiplicity of forms of construction and understanding bodies, subjectivities and transvestites identities, with a dialogue among the possible links between social occupational therapy and circulation of individuals in their territories belonging. / O objetivo deste trabalho foi compreender, a partir da vivência com quatro jovens que em algum momento da pesquisa se autodenominaram travestis, residentes na cidade de São Carlos (SP), as principais técnicas e estratégias utilizadas por elas para o manejo e manipulação de suas próprias características corporais, subjetivas e identitárias, a fim de se inserirem em determinados espaços de sociabilidade, focalizando-se nos contextos familiares, de instituições formais de ensino e também de prostituição. Procurou-se organizar o trabalho em quatro seções. Na primeira, inicia-se uma contextualização histórica do debate e da produção acadêmica sobre a temática referente ao gênero e à sexualidade, em seguida apresenta-se a entrada em campo, a partir de contribuições etnográficas e, por último, contextualizam-se os territórios onde a pesquisa aconteceu. Na segunda seção, pondera-se a multiplicidade de formas de considerar e construir signos do que é considerado feminino em corpos assignados como masculinos. Além disso, apresenta-se a história de cada interlocutora desta pesquisa, tentando assinalar suas vivências singulares nestes processos de construção corporal, subjetiva e identitária. Na terceira seção, discute-se as diferentes técnicas e estratégias utilizadas por elas para se inserirem em diferentes contextos como família, escola e prostituição, e como estas relações são construídas a depender dos sujeitos envolvidos, bem como de seus interesses e desejos. E, por último, contextualiza-se as proposições da terapia ocupacional social e suas possíveis implicações na vida cotidiana dos sujeitos em seus territórios de pertencimento, apontando como a circulação destas jovens em seus territórios têm rebatimentos nos níveis de inserção e restrição, possibilitando ou não suas existências em diferentes espaços. Acredita-se que esta dissertação vem contribuir, para além da multiplicidade de formas de construção e compreensão dos corpos, subjetividades e identidades travestis, com um diálogo em meio às articulações possíveis entre terapia ocupacional social e a circulação dos sujeitos em seus territórios de pertencimento.
22

Femininos de montar - Uma etnografia sobre experi?ncias de g?nero entre drag queens

Santos, Joseylson Fagner dos 26 November 2012 (has links)
Made available in DSpace on 2014-12-17T13:54:50Z (GMT). No. of bitstreams: 1 JoseylsonFS_DISSERT_capa_pag209.pdf: 3245188 bytes, checksum: 4b076b4e873e6cc16ab7ec6ceb1c2c79 (MD5) Previous issue date: 2012-11-26 / Coordena??o de Aperfei?oamento de Pessoal de N?vel Superior / The paper presents a discussion about gender and body in the drag queens experience at Natal city (RN). From the different concepts that characterizes the identity processes on subjects who perform gender transformation (transvestites, transsexuals and female impersonators), the justification for studying the drag character is observed as a means to understand matters that are important when you take such a position. Therefore, there is a need for a linkage between the various concepts responsible for this definition, in addition to considering the historical and cultural process responsible for the creation of such categories, identities and stereotypes among these individuals. In this sense it will be possible to carry out a critical analysis on the different social loads present in each representation, and understand what is at stake in the attribution of classifications and terminologies that are applied to different expressions of metamorphosis. This ethnography considers the debate from a field research conducted at LGBT social establishments and other performance spaces of these people, verifying their dynamics in these places and investigating relationships between performers, personas and characters and also backstage scene in which they participate / O texto apresenta uma discuss?o sobre corpo e g?nero na experi?ncia de drag queens na cidade de Natal (RN). A partir das diferentes concep??es que marcam os processos identit?rios sobre sujeitos que realizam transforma??o de g?nero (travestis, transexuais, transformistas), a justificativa por estudar o personagem drag se observa como um meio de entender que quest?es s?o importantes no momento de assumir tal posi??o. Nesse sentido, ? necess?ria uma articula??o entre os variados conceitos respons?veis por esta defini??o, al?m de considerar o processo hist?rico e cultural respons?vel pela cria??o de categorias, estere?tipos e identidades entre estes indiv?duos. Desse modo ser? poss?vel realizar uma an?lise cr?tica sobre as diferentes cargas sociais presentes em cada representa??o e compreender o que est? em jogo na atribui??o de nomenclaturas e terminologias que s?o aplicadas ?s diferentes express?es de metamorfose de g?nero. Esta etnografia contempla o debate a partir de um trabalho de campo realizado em estabelecimentos de sociabilidade LGBT e outros espa?os de atua??o destas pessoas, verificando suas din?micas nestes lugares e investigando rela??es entre int?rpretes, m?scaras e personagens tamb?m nos bastidores da cena da qual participam
23

Mariconas : itinerários da velhice travesti, (des)montagens e (in)visibilidades

Nogueira, Francisco Jander de Sousa 19 April 2013 (has links)
Made available in DSpace on 2015-05-14T13:27:07Z (GMT). No. of bitstreams: 1 arquivototal.pdf: 3834290 bytes, checksum: 60d99549df5db97c86d3cb5394adf551 (MD5) Previous issue date: 2013-04-19 / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - CAPES / This thesis aims to understand how the subjects that are identified as "mariconas", "Irenes", "aunts" and "old fags" deal with the processes of aging and old age. I seek to further analyze from the biographical narratives (KOFES, 2001), the meanings and the senses that are attributed to their bodies. Faced with new social and body itineraries multiple devices are triggered _ in order to "camouflage" and "circumvent" the prejudice accumulated inside the experience, due to the stigma for being transvestites and now in the condition of elderly. In old age transvestite, social and cultural elements begin to question the existence of a chronological, biological and generational, not even denying the completely. The transvestites that somehow are linked to prostitution, when they survive the streets and violence, built others spaces of sociability. Although marked by silence and invisibility, they create and pass through other places, as new spaces of prostitution, the own house, by militancy, and still build subterfuge, which allow them to move more fluidly and exercise their sexual practices. This ethnographic study was woven from a field survey in Fortaleza and Lisbon, through semi-structured interviews and participant observation / floating (MALINOWSKI, 1978; GOLDMAN, 1995) in bars, nightclubs, cafes, saunas, porn cinemas , households, associations, health services and in the streets and avenues where transvestite routinely prostitutes . In this regard, we note that the bodies of the old transvestites eventually present itself as fields flows and intensities that makes us doubt every fact that you are drawn to. Intend limits. Fissuring structures. Cleaving senses and break the linearity and the challenges that aging can be a place of privileged challenge to gender and sexuality norms as they realize that every moment transvestites build up and rebuild themselves from the experience device (SCOTT, 2009; FOUCAULT, 2001). / Esta tese de doutorado tem o objetivo de compreender como os sujeitos que são identificados como mariconas , Irenes , tias e bichas velhas lidam com os processos de envelhecimento e com a velhice. Busco ainda analisar a partir das narrativas biográficas (KOFES, 2001), os sentidos e os significados que são atribuídos aos seus corpos. Diante de novos itinerários corporais e sociais diversos dispositivos são acionados no intuito de camuflar e burlar o preconceito acumulado presente no interior da experiência, em decorrência do estigma por serem travestis e por estarem agora na condição de velhas. Na velhice travesti, elementos sociais e culturais passam a questionar a existência de uma ordem cronológica, geracional e biológica, mesmo não as negando completamente. As travestis que de alguma maneira estão ligadas à prostituição, quando sobrevivem às ruas e à violência, vão construindo outros espaços de sociabilidade. Ainda que marcadas pelo silêncio e pela invisibilidade, elas criam e passam por outros lugares, como novos espaços de prostituição, pela própria casa, pela militância, e ainda constroem subterfúgios, o que as permitem transitar com mais fluidez e exercerem suas práticas sexuais. Este estudo etnográfico foi tecido a partir de uma pesquisa de campo em Fortaleza e em Lisboa, através de entrevistas semiestruturadas e da observação participante/flutuante (MALINOWSKI, 1978; GOLDMAN, 1995) em bares, boates, cafés, saunas, cinevídeos pornôs, domicílios, associações, serviços de saúde e nas ruas e avenidas por onde travestis costumeiramente se prostituem. Neste sentido, nota-se que os corpos das travestis velhas acabam por se apresentar como campos de fluxos e intensidades que nos faz duvidar de toda verdade que para si são traçadas. Tencionam limites. Fissuram estruturas. Fendem sentidos e rompem com a linearidade que os interpela e que a velhice e o envelhecimento podem ser lugares de contestação privilegiados das normas de gênero e da sexualidade, percebendo assim, que a todo instante as travestis constroem-se e reconstroem-se a partir do dispositivo da experiência (SCOTT, 2009; FOUCAULT, 2001).
24

CONSUMO MIDIÁTICO EM COMUNIDADE ONLINE: UM ESTUDO SOBRE O MUNDO T-GIRL / MEDIA CONSUMPTION IN ONLINE COMMUNITY: A STUDY ABOUT MUNDO T-GIRL

Scherer, Fernanda 04 March 2016 (has links)
Fundação de Amparo a Pesquisa no Estado do Rio Grande do Sul / This dissertation is chacaracterized as a study of media consumption wich articulates the senses formulated in Mundo T-Girl, an online Facebook community mainly composed of transsexuals women and travestis, their context and gender relation. Theoretically, we base ourselves in the perspective of Cultural Consumption, to assert that every consumer has a symbolic dimension subordinate to culture, revealing the meaning structures of social life. Methodologically, the research is configured as an ethnography in online context. The empirical field is Mundo T-Girl, a community on Facebook composed of transsexual women and travestis. We defined as the object of study the comments made about the celebrities. Our problem is to discover the senses that integrate and distinguish transsexual women and travestis. The main objective is to investigate the reasons why its members belong to this online space. For this, we conducted an analysis of the meanings formulated in the consumption of celebrities classified into two major groups: a) rights and political representation; b) gender roles. As results, we realize that the integrative practices in the community includes the adjustment to the current standard of femininity, as well as the discussion of a political project that consider their demands for social inclusion. At the same time, they seek to define the symbolic distance between themselves and women whose behaviors violate the conservative models of gender, as well as the part of society that does not consider them as political beings. / Esta dissertação se caracteriza como um estudo do consumo midiático, que articula os sentidos formulados no Mundo T-Girl, uma comunidade online no Facebook composta, majoritariamente, por mulheres transexuais e travestis, o contexto de suas integrantes e as relações de gênero. Teoricamente, fundamentamo-nos na perspectiva do Consumo Cultural, para afirmar que todo consumo tem uma dimensão simbólica subordinada à cultura, reveladora das estruturas de significado da vida social. Metodologicamente, a pesquisa se configura como um estudo etnográfico, realizado em âmbito online. O cenário empírico da pesquisa está inscrito nas relações sociais estabelecidas no Mundo T-Girl. Definimos como objeto de estudo os comentários realizados na apropriação de conteúdos veiculados nos meios de comunicação. Nossa problemática consiste em apreender os sentidos que integram e distinguem as mulheres transexuais e travestis. O objetivo central é investigar as razões pelas quais as suas integrantes pertencem a esse espaço online. Para isso, realizamos uma análise sobre os sentidos formulados sobre as celebridades mais presentes nas publicações da comunidade, os quais foram classificados em dois grandes grupos: a) direitos e representação política; b) papéis de gênero. Como resultados, percebemos que as práticas integrativas no Mundo T-Girl, que denotam o pertencimento ao espaço online, compreendem o ajustamento ao padrão de feminilidade vigente, bem como a discussão de um projeto político que considere as suas demandas de inclusão social. Ao mesmo tempo, elas buscam marcar a diferenciação e o afastamento simbólico entre si e as mulheres cujas condutas transgridem os modelos conservadores de gênero, assim como à parcela da sociedade que não as considera atores políticos.

Page generated in 0.0822 seconds