• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 112
  • 1
  • Tagged with
  • 113
  • 77
  • 29
  • 26
  • 25
  • 22
  • 21
  • 20
  • 17
  • 15
  • 15
  • 14
  • 14
  • 12
  • 12
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
11

Ação de Paecilomyces lilacinus e Paecilomyces farinosus sobre teleóginas de Boophilus microplus

OLIVEIRA, Ginarajadaça Ferreira dos Santos January 2003 (has links)
Made available in DSpace on 2014-06-12T15:04:30Z (GMT). No. of bitstreams: 2 arquivo4456_1.pdf: 431075 bytes, checksum: ca4fdd72243f43c081dfa7c6fc13d9f7 (MD5) license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) Previous issue date: 2003 / Os carrapatos são ectoparasitas responsáveis por severa perda econômica, principalmente no que concerne a transmissão de patógenos e toxinas, como vetores potenciais. Para se minimizar os prejuízos na bovinocultura e conseqüente ecotoxidade o uso de fungos entomopatogênicos para o controle de carrapato vêm se consolidando por sua segurança biológica. O trabalho avaliou a ação in vitro dos fungos Paecilomyces lilacinus e Paecilomyces farinosus sobre teleóginas de Boophilus microplus. As fêmeas ingurgitadas foram tratadas com suspensões fúngicas de 104 e 108 conídios/mL após serem coletadas quando da queda do corpo do animal e mantidas a temperatura ambiente. Foi realizada a infecção de 16 fêmeas para cada concentração, para as quais se tinha um grupo controle com o mesmo número de indivíduos. Avaliou-se os seguintes parâmetros biológicos: peso ínicial da fêmea; peso residual da fêmea; peso da massa de ovos; índice de produção de ovos; percentual de eclosão; período de prépostura; período de postura; período de incubação; período de eclosão e eficiência reprodutiva. Como resultado, observou-se para P. lilacinus um peso ínicial das fêmeas de (0,144tratado e 0,207controle) e para P. farinosus (0,180tratado e 0,161controle) 104 conídios/mL; o peso massa de ovos diminuiu para P. lilacinus (0,046tratado e 0,099controle) e para P. farinosus aumentou (0,087tratadoe 0,063 controle) 108 conídios/mL; índice produção de ovos diminuiu em P. lilacinus (33,70%tratado e 45,37%controle) e em P. farinosus aumentou (51,24%tratado e 39,43%controle)108 conídios/mL; o percentual de eclosão diminuiu em P. lilacinus (12,28%tratado e 84,63%controle) e em P. farinosus aumentou (71,54%tratado e 99,16%controle)108 conídios/mL; período de pré-postura aumentou em P. lilacinus (2,28diastratado e3,44diascontole)104conídios/mL e em P.farinosus aumentou (2,75diastratado e 2,31diasc) 108 conídios/mL; período de postura diminuiu em P. lilacinus (7,46diastratado e 9,19diasc) e em P.farinosus aumentou (6,81diastratado; e 5,06 diascontrole) 108 conídios/mL ; período de incubação aumentou em P. lilacinus (20,46diastratado e 20,18diascontrole) e em P.farinosus aumentou (22,98 diastratado e 22,38 diascontrole) 108 conídios/mL; período de eclosão aumentou em P. lilacinus (3,12 diastratado e 1,74diascontrole) 108 conídios/mL e em P.farinosus aumentou (3,03diastratado e 1,66diascontrole) 104conídios/mL; eficiência reprodutica em P. lilacinus (30699,16%) e em P. farinosus (570840,99%). O trabalho ainda avaliou: Germinação, Esporulação, Número e Diâmetro de colônia após a passagem no carrapato. Como resultado observou-se para P. lilacinus um aumento no percentual de germinação (12,35%tratado e 0,92%controle) e em P.farinosus diminuiu (10,72%tratado e 11,53controle) 108 conídios/mL; a esporulação aumentou para P. lilacinus (530,33%tratado e 96,26%controle) 104conídios/mL e em P.farinosus diminuiu (13,93%tratada e 65,03%controle)108 conídios/mL; o número de colônia para P. lilacinus diminuiu (78,22tratado e 79,02controle) e em P.farinosus, também (0,00tratado e 9,78 controle)104conídios/mL; o diâmetro de colônia em P. lilacinus aumentou (7,10tratado e 4,95controle) 104conídios/mL e em P. farinosus diminuiu (2,85tratado e 2,67controle) (P>0,05)
12

Avaliação “in vivo” da eficiência de dois imunógenos recombinantes derivados do peptídeo SBm7462® para o controle do carrapato Rhipicephalus (Boophilus) microplus (Canestrini 1887) / Evaluation efficacy “in live” of two recombinant immunogens derivatives of peptide SBm7462® in the control of the tick Rhipicephalus (Boophilus) microplus (Canestrini 1887)

Neves, Elisangela de Souza 21 February 2011 (has links)
Submitted by Reginaldo Soares de Freitas (reginaldo.freitas@ufv.br) on 2016-06-16T16:53:25Z No. of bitstreams: 1 texto completo.pdf: 418906 bytes, checksum: bcaa02b8bd99215a9c11c0022a49257a (MD5) / Made available in DSpace on 2016-06-16T16:53:25Z (GMT). No. of bitstreams: 1 texto completo.pdf: 418906 bytes, checksum: bcaa02b8bd99215a9c11c0022a49257a (MD5) Previous issue date: 2011-02-21 / Os peptídeos recombinantes rBmseq1 e rBmseq4 foram avaliados como imunógenos para o controle do carrapato R. (B.) microplus em teste de estábulo. Foram utilizados 17 bovinos mestiços com média de sangue 7/8 (H/Z), os quais foram mantidos sob o manejo rotineiro no Setor de Isolamento de Bovinos do Departamento de Veterinária – UFV. Os animais foram separados em quatro grupos constituídos por quatro animais cada: grupo vacinal rBmseq1,grupo vacinal rBmseq4, grupo controle e grupo P. pastoris, sendo os grupos vacinais imunizados nos dias 0, 30 e 60 com 2 mg de peptídeo recombinante associado ao adjuvante saponina. Os animais do grupo controle foram inoculados com solução fisiológica e o grupo Pichia pastoris com 2 mg de extrato bruto de P. pastoris não transformada. Foram realizadas coletas de sangue seriadas e semanais até a 14o semana do estudo. Após 21 dias da terceira inoculação, os animais foram submetidos a infestação artificial com um total de 4.500 larvas/animal de R. (B). microplus (amostra “Viçosa”). A partir do 19° dia após a infestação os animais foram observados diariamente quanto ao desenvolvimento larval. A partir do 21° dia foi realizada lavagem, duas vezes ao dia, das baias e coletas manuais das teleóginas desprendidas, as quais foram contadas, pesadas, identificadas e incubadas em estufa B.O.D. por quinze dias à 28oC±2oC e 80% de umidade relativa, quando seus respectivos ovos foram pesados. Foram analisados números de teleóginas desprendidas, peso dos ovos, relação peso larvas/grama de ovos e sua viabilidade. A cinética da produção de anticorpos foi acompanhada através de ELISA, obtendo-se títulos maiores para os grupos vacinais, estatisticamente diferentes aos grupos controle e Pichia pastoris (p 0,05) Os parâmetros biológicos foram analisados levando-se em consideração o viii número e peso das teleóginas, peso e fertilidade dos ovos. A eficácia calculada foi 52,72% para o grupo vacinal rBmseq1 e de 72,40% para o grupo vacinal rBmseq4. Quanto à avaliação do número de carrapatos, houve diferença estatística entre os grupos testados, entre si e quando comparados ao grupo controle, sendo marcadamente acentuada no grupo rBmseq4. Os parâmetros peso das teleóginas ao desprendimento e peso médio da oviposição dos grupos vacinais não diferiram estatisticamente quando comparados ao grupo controle. Os resultados obtidos mostram que os peptídeos recombinantes rBmseq1 e rBmseq4 são alternativas viáveis para o controle do carrapato R. (B). microplus, pela sua eficácia, segurança ambiental e baixo custo. / Recombinant peptides rBmseq1 and RBmseq4 were evaluated as immunogenic for the control of ticks R. (B. ) microplus in test of stable. We used 17 bovine animals of the half-breed average degree of blood of 7/8 (H/Z), which were kept under the management routine in the Sector of isolation of bovine animals in the Department of Veterinary – UFV. The animals were separated into four groups: group vaccine rBmseq1,group rBmseq4 vaccine, control group and group P. pastoralist, being immunized vaccine groups on days 0, 30 and 60 with 2 mg peptide recombinant associated with adjuvant saponin. The animals of the control group were inoculated with saline solution and the group Pichia pastoris with 2 mg of crude extract of P. pastoralist not processed. Collections were made serial blood and weekly until the 14TH week of the study. After 21 days of the third inoculation, the animals were submitted to artificial infestation with a total of 4,500 larvae/animal of R. (B). microplus (sample "Viçosa"). From the 19th day after the infestation animals were observed daily to the larval development. From the 21TH day was performed washing twice a day of the stalls and collections of manuals teleóginas detached, which were counted, weighed, identified and incubated in greenhouse B. O. D. by fifteen days, when their eggs were weighed. Numbers were analyzed teleóginas detached, egg weight, relation weight larvae/gram of eggs and its viability. The kinetics of production of antibodies was accompanied by ELISA, getting-securities greater for vaccine groups, statistically different groups controlling and Pichia pastorais (p 0,05) The biological parameters were analyzed taking‐account of the number of teleóginas, weight and fertility of eggs. Efficacy was 52.72% for group rBmseq1 vaccine and 72.40% for group rBmseq4 vaccine . Regarding the assessment of the number of ticks, there was statistical x difference between the groups, between themselves and when compared to the control group, markedly marked in the group rBmseq4. The parameters weight of teleóginas to detachment and average weight of oviposition of vaccine groups, did not differ statistically when compared to the control group. The results obtained show that the peptides recombinant rBmseq4 rBmseq1 and are viable alternatives for the control of ticks R. (B). microplus, its efficiency, environmental safety and low cost.
13

Resposta imune humoral de bovinos infestados experimentalmente contra o carrapato Rhipicephalus (Boophilus) microplus

Cruz, Ana Paula Rottini January 2008 (has links)
Made available in DSpace on 2013-08-07T18:42:02Z (GMT). No. of bitstreams: 1 000408007-Texto+Completo-0.pdf: 7713390 bytes, checksum: bf92d92b7f1e311023e32849423ed23c (MD5) Previous issue date: 2008 / The tick Rhipicephalus (Boophilus) microplus is a hematophagous ectoparasite of bovines, widely distributed in herds from America, Asia, Africa and Oceania. The use of acaricides is the main method for tick control, however it may become unfeasible due to the cost of drugs and labor required to apply the treatment, as well as the increasing appearance of resistant ticks to various acaricides. In addition, chemical residues in food and environmental pollution are major concerns nowadays. The development of an immunological control method as an alternative for the chemical control depends on finding out antigenic molecules that generate a protective immune response. As bovines develop resistance to ticks during successive infestations, the analysis of the immune responses developed by infested bovines may become of great importance in the search for protective antigens. ELISA and Western Blot were used to investigate the pattern of antibody responses of six bovines infested twelve times with R. microplus (six heavy infestations followed by six light infestations) against salivary gland, gut and larvae extracts. During heavy infestations, bovine IgG levels were shown to be higher, and a decrease in the number and weight of ticks that completed the parasitic cycle was observed. The pattern changed starting from the seventh infestation, showing a decrease in IgG levels, and an initial increase followed by a significant decrease in the proportion of ticks that completed the parasitic cycle. The number of molecules recognized by Western Blot was higher from sera collected following heavy infestations than after light infestations, although a great variation in the profiles detected could be seen when the bovines were compared. These results indicate that IgG responses to different tick antigens may not be generally associated with bovine resistance, and that infestation levels modulate the magnitude of humoral responses and possibly the immune mechanisms in the natural acquisition of tick resistance. / O carrapato Rhipicephalus (Boophilus) microplus é um ectoparasito hematófago de bovinos, amplamente distribuído nos rebanhos da América, Ásia, África e Oceania. O uso de acaricidas é o principal método para o controle do carrapato, porém o custo das drogas e da mão-de-obra requerida para aplicar o tratamento, o aparecimento crescente de carrapatos resistentes a vários acaricidas, a permanência de resíduos químicos nos alimentos e a poluição ambiental decorrente do seu uso tornam importante o desenvolvimento de outras formas de controle. O desenvolvimento de um método de controle imunológico como uma alternativa para o controle químico depende da identificação de moléculas antigênicas que geram uma resposta imune protetora. Como bovinos desenvolvem resistência ao carrapato durante sucessivas infestações, a análise da resposta imune desenvolvida por bovinos infestados pode tornar-se de grande importância na busca por antígenos protetores. ELISA e Western Blot foram utilizados para investigar o padrão de respostas de anticorpos de seis bovinos infestados doze vezes com R. microplus (seis infestações pesadas seguidas por seis infestações leves) contra extratos de glândula salivar, intestino e larva. Durante infestações pesadas foram observados níveis maiores de IgGs reconhecendo extratos protéicos de glândula salivar, intestino e larva, e uma diminuição no número e no peso de carrapatos que completam o ciclo parasitário. O padrão mudou iniciando na sétima infestação, mostrando uma diminuição nos níveis de IgG, e um aumento inicial seguido por uma significante diminuição na proporção de carrapatos que completam o ciclo parasitário. O número de moléculas reconhecidas em Western Blot foi maior pelos soros das infestações pesadas do que das infestações leves, embora uma grande variação nos perfis detectados pode ser visto entre os bovinos. Esses resultados indicam que níveis de anticorpos contra o carrapato não estão necessariamente relacionados de forma direta com níveis de resistência. Além disso, infestações pesadas e leves parecem modular de forma diferente a magnitude da resposta humoral e possivelmente os mecanismos imunes na aquisição natural de resistência ao carrapato.
14

Avaliação da atividade carrapaticida das frações dos óleos essenciais de citronela (Cymbopogon winterianus), alecrim (Rosmarinus officinalis) e aroeira (Schinus molle)

Torres, Fernando Cidade January 2010 (has links)
Made available in DSpace on 2013-08-07T18:53:50Z (GMT). No. of bitstreams: 1 000424625-Texto+Completo-0.pdf: 590854 bytes, checksum: 23d60a8ced7f8ab7559177d76937975b (MD5) Previous issue date: 2010 / The use of natural products in research of acaricides for Rhipicephalus (Boophilus) microplus has been increased each year. In this sense, this work is aimed at the use of essential oils and their fractions obtained by distilling in a vacuum for acaricidal natural agents. The products selected for this study were the essential oils of citronella (Cymbopogon winterianus Jowitt), rosemary (Rosmarinus officinalis L. ) and pepper tree (Schinus molle L. ). These essential oils were extracted from the herbs by the process of steam distillation and then were fractionated by vacuum distillation. The compositions of essential oils and their fractions were analyzed by gas chromatographymass spectrometry (GC-MS). All extracts were evaluated by experiments and its effect on larvae of cattle tick R. (B. ) microplus, with different dilutions of acaricidal agents and concluded that there are significant differences between the action of essential oil and heavy fractions obtained by distilling, especially for the fractions of essential oils of citronella and pepper tree. / A utilização de produtos naturais na pesquisa de carrapaticidas para o Rhipicephalus (Boophilus) microplus tem aumentado a cada ano. Neste sentido, o trabalho em questão visa o emprego de óleos essenciais e suas respectivas frações obtidas por destilação fracionada a vácuo como agentes carrapaticidas naturais. Os produtos selecionados para este estudo foram os óleos essenciais de citronela (Cymbopogon winterianus Jowitt), alecrim (Rosmarinus officinalis L. ) e aroeira (Schinus molle L. ). Estes óleos essenciais foram extraídos das respectivas plantas aromáticas pelo processo de destilação por arraste a vapor e posteriormente foram fracionados por destilação a vácuo. As composições dos óleos essenciais e suas respectivas frações foram analisadas por cromatografia gasosa-espectrometria de massa (GC-MS). Todos os extratos obtidos foram avaliados experimentalmente quanto ao seu efeito em larvas do carrapato bovino, R. (B. ) microplus, considerando diferentes diluições dos agentes carrapaticidas e concluiu-se que existem diferenças significativas entre a ação do óleo essencial e das frações pesadas obtidas por destilação fracionada a vácuo, principalmente para as frações dos óleos essenciais de citronela e de aroeira.
15

Imunobiologia das infestações de bovinos pelo carrapato Rhipicephalus (Boophilus) microplus: estudo dos correlatos imunes de resistência e de susceptibilidade / The immunobiology of infestations with the cattle tick Rhipiceplahus (Boophilus) microplus: comparative immunologic and molecular studies of the tick-host interface in susceptible and resistant bovine hosts.

Alessandra Mara Franzin 31 August 2009 (has links)
A pele dos vertebrados é alvo da maioria das 15.000 espécies de artrópodes hematófagos existentes e pouco se sabe sobre as estratégias imunológicas utilizadas pelos hospedeiros para expulsar esse tipo de ectoparasitos. É fato que carrapatos, como artrópodes hematófagos, são capazes também de induzi-las. Entre a grande variedade de hospedeiros, os bovinos, que apresentam fenótipos variáveis de resistência ao Ripicephalus (Boophilus) microplus, constituem o único modelo no qual é possível correlacionar as respostas imunológicas entre os fenótipos contrastantes na mesma espécie hospedeira. Para tal, as populações celulares do infiltrado induzido na pele pelo carrapato foram quantificadas nos bovinos resistentes, Bos taurus indicus e nos suscetíveis, Bos taurus taurus. Como esperado, o carrapato induziu inflamação cutânea local nos bovinos estudados e a composição celular do infiltrado apresentou diferenças que variaram entre os fenótipos contrastantes de infestação. A pele resistente apresentou maior número de basófilos em comparação a pele suscetível infestada pelo carrapato adulto (P < 0,05) o que sugere a participação desse tipo de granulócito na resposta imune, prejudicando a hematofagia do carrapato. Eosinófilos não foram observados na pele naïve, mas sim na pele normal e infestada, apresentando maiores quantidades (P < 0,05) na pele resistente infestada por ninfa e por adulto. Esse granulócito também se mostrou importante para a aquisição de resistência a carrapatos, a cinética observada na pele dos animais sugere um efeito sistêmico de eosinófilos na infestação. Já mastócitos se mostraram reduzidos de forma semelhante na pele resistente e suscetível infestada por ninfa e adulto em comparação a pele não infestada das mesmas (P < 0,05), sugerindo desgranulação induzida pela saliva do carrapato. As citocinas e mediadores inflamatórios liberados por mastócitos poderiam desencadear e até modular as respostas imunes de contra o carrapato. Neutrófilos estavam em 9 quantidades semelhantes na pele infestada de ambas as raças, apresentando maior quantidade na fase de adulto em relação à fase de ninfa (P < 0,05). Esse fato sugere que a saliva da ninfa expressa desintegrinas contendo RGD, que possivelmente são específicas para esse granulócito. Em contrapartida, as células mononucleares foram mais abundantes na pele resistente e suscetível infestadas por ninfa em relação às infestadas por adulto (P = 0,001). Entre as populações mononucleares fenotipadas, as células T CD3+ foram recrutadas em maior número na pele resistente infestada por ninfa e adulto que na pele suscetível nas mesmas fases (P < 0,05), indicando sua importância na regulação da resposta imune de resistência ao ectoparasito. Células CD4+ foram mais numerosas na pele resistente infestada por adulto que a pele suscetível infestada pela mesma fase (P < 0,05); já as células CD8+ estavam em maior número na pele resistente infestada por ninfa do que na pele suscetível na mesma fase de infestação (P < 0,05). Células T gd/WC1+ foram mais abundantes (P < 0,05) na pele resistente infestada por adulto que a mesma não infestada, indicando que esses linfócitos podem desempenhar papel importante na aquisição de resistência. Já os linfócitos B estiveram em número reduzido na pele suscetível infestada por ninfa e por adulto em comparação à mesma não infestada (P < 0,05). Entretanto, na pele resistente infestada por adulto, o número desses linfócitos foi maior (P < 0,05) em comparado ao encontrado na pele suscetível infestada pela mesma fase, sugerindo a participação de anticorpos na aquisição de resistência a carrapatos. Embora não significativa, o maior número de células Natural Killers na pele resistente, sugere seu envolvimento na proteção contra doenças transmitidas por carrapatos. Em suma, os resultados obtidos sugerem que a resposta imune local envolve células residentes e recrutam outras que, em conjunto, atuam na imunorregulação e na elaboração de respostas imunes efetoras e de memória eficazes contra carrapatos. / The skin of vertebrates is the largest for over 15,000 species of hematophagous arthropods. Among them are ticks, which are long-term feeders and interact with host defenses for days to weeks. Little is known about specialized strategies for eliminating ectoparasites, but ticks can induce immune responses in host. Bovines present variable and heritable levels of resistance to the Ripicephalus (Boophilus) microplus and are the only model in which distinct outcomes of infestation can be examined in the same species of host. In order to obtain some of the immune correlates of these outcomes, we quantified populations of leukocytes and lymphocytes present in the inflammatory infiltrates elicited by tick bites in skin of resistant and susceptible bovine breeds, respectively, Bos taurus indicus and Bos Taurus taurus. As expected, ticks induce cutaneous inflammatory infiltrates around their mouthparts. However the composition of infiltrate presented with significant differences that varied according to the phenotype of infestation. Inflammation of resistant breed contained significantly more basophils than in susceptible adult-infested skin (P<0.05). Eosinophils were absent in skin from naïve animals, but were present in normal and infested skin. They were present in infested skin of both breeds and more significantly so in nymph and adult-infested skin of resistant breed (P<0.05). However, mast cell numbers were equally diminished in nymph and adult-infested skin of both breeds when compared with non-infested skin (P<0.05). The neutrophils were equally present in infested skin of both breeds, but they are more numerous in skin infested with adults than with nymphs (P<0.05). Conversely, mononuclear cells were more abundant in skin infested with nymphs than with adults (P=0.001). Bites by nymphs and adults recruit more CD3+ T cells in skin of resistant breeds than in that of susceptible ones (P<0.05). The CD4+ populations of cells 11 were more numerous in adult-infested skin of resistant than in that of susceptible (P<0.05); CD8+ cells were increased in nymph-infested skin of resistants relative to that of susceptibles (P<0.05). The population of gd/WC1+ T cells were more abundant (P<0.05) in adult-infested skin of resistant when compared with those found in control skin of the same animals. The numbers of B lymphocytes were diminished in nymph and adult-infested skin of susceptibles when compared with those found in control skin (P<0.05); in adult-infested skin of resistants, B lymphocytes were more numerous (P < 0,05) than in skin of susceptibles. Bites by nymph and adult tends to recruited more Natural Killers cells to skin in resistant breed than in susceptible one (P > 0,05). The results suggest that mast cells are source of cytokines and inflammatory mediators that play effectors and modulator roles in immune responses, their reduction possibly due to degranulation by tick saliva. Amount of neutrophils in infested skin may reflect the fact that only nymphs express RGD-containing disintegrins, which are possibly neutrophils-specific. Eosinophils, as well as basophils, are important to ticks resistance, their skin kinetic suggesting a systemic effect of tick infestations. Basophils resistant host increasing suggesting that they are the pivotal cells that impair haematophagy. The observed increase of CD3+ T cells in nymph and adult-infested skin of resistants suggests their importance to regulate anti-tick immune responses. The diminished numbers of B cells in susceptible breed indicate that antibodies are important in acquired resistance to ticks. On the other hand, the reduction of gd/WC1+ T cells seen in the infested skin of susceptible bovines indicates that these cells may play a role in resistance to ticks. Natural Killers cells could help the development of efficacious immune responses to ticks-borne diseases. In conclusion, these results reflect the fact that local responses involve resident and infiltrating leukocytes and lymphocytes that are sources of immunoregulatory, effectors and memory responses elicited against ticks.
16

Soroepidemiologia e epidemiologia molecular das infecções por Rickettsia spp em cães e carrapatos de ambientes urbano e rural do estado do Maranhão / Seroepidemiology and molecular epidemiology by Rickettsia spp infections in dogs and ticks from urban and rural environments in the state of Maranhão

Francisco Borges Costa 30 May 2014 (has links)
A emergência e reemergência de doenças transmitidas por artrópodes são desafios para as medicina Veterinária e Humana. Cães domésticos estão frequentemente expostos as diferentes espécies de carrapatos, os quais fazem destes animais bons sentinelas para riquetsioses que afetam os humanos. O Estado do Maranhão está localizado na região Nordeste do Brasil, numa área de transição dos biomas Amazônia e Cerrado. Neste contexto, no presente estudo, objetivou-se avaliar infecções por riquétsias em cães e carrapatos. Durante o perído de 2011 a 2013, amostras de sangue foram coletadas aleatoriamente de 1560 cães, sendo de áreas urbanas e rurais de oito municípios: Açailândia, Balsas, Barreirinhas, Caxias, Cururupu, Grajaú, São Bento e São Domingos. As amostras foram testadas pela reação de imunofluorescência indireta para cinco espécies de riquétisas: Rickettsia rickettsii, Rickettsia parkeri, \"Candidatus Rickettsia amblyommii\", Rickettsia rhipicephali e Rickettsia bellii. Os carrapatos foram coletados sobre os cães, identificados morfologicamente e submetidos a pesquisa de riquétsias, quase todos os carrapatos foram submetidos ao teste de hemolinfa e tentativa de isolamento de riquétsia. Do total, 12,6% (196/1560) dos cães foram sororreativos a Rickettsia spp. Noventa e dois soros mostraram títulos para Rickettsia parkeri, \"Candidatus Rickettsia amblyommii\", Rickettsia rhipicephali and Rickettsia bellii pelo menos quatro vezes maior do que aqueles outros antígenos de riquétisa. Desta forma, considera-se que os cães foram infectados por Rickettsia parkeri (1 soro), \"Candidatus Rickettsia amblyommii\" (73 soros), Rickettsia rhipicephali (6 soros) and Rickettsia bellii (12 soros), com títulos variando de 128 a 16.384. Novecentos e cinquenta e nove carrapatos foram coletados sobre os cães, Rhipicephalus sanguineus, Amblyomma cajennense sensu lato, Amblyomma ovale, Amblyomma parvum, Amblyomma oblongoguttatum, Amblyomma rotundatum, Rhipicephalus (Boophilus) microplus, Haemaphysalis juxtakochi e Amblyomma sp. Produtos da reação em cadeia pela polimerase de 17 carrapatos foram sequenciados e mostraram corresponder a \"Candidatus Ricketsia andeanae\", Rickettsia bellii and \"Candidatus Rickettsia amblyommii\". Estes resultados sugerem que estas riquétsias ou uma cepa muito próxima estão infectando cães no Estado do Maranhão, ressaltando o potencial patogênico destas espécies de riquétsias no Nordeste do Brasil. Ao mesmo tempo, diferencia-se do Sudeste do Brasil, onde hospedeiros sentinelas como os cães, tendem a ter maiores títulos para Rickettsia rickettsii ou Rickettsia parkeri, os agentes da febre maculosa no Sudeste do Brasil. / The emergence and reemergence of diseases transmitted by arthropods are challenges for the Veterinary and Human medicine. Domestic dogs are often exposed to different tick species, what makes these animals good sentinels for rickettsial diseases that affect humans. The state of Maranhão is located in the northeastern region of Brazil, in a transition area from Amazon to Savannah biomes. In this context, the present study aimed to evaluate rickettsial infection in dogs from this state. During the period 2011 to 2013 blood samples were randomly collected from 1560 domestic dogs, being from urban and rural areas of eight municipalities of Maranhão: Açailândia, Balsas, Barreirinhas, Caxias, Cururupu, Grajaú, São Bento and São Domingos. Samples were tested by indirect imunofluorescence assay against 5 Rickettsia species: Rickettsia rickettsii, Rickettsia parkeri, \"Candidatus Rickettsia amblyommii\", Rickettsia rhipicephali and Rickettsia bellii. Ticks were collected on dogs to morphological taxonomic identification and to rickettsia research, almost ticks were submitted to hemolymph test and shell vial attempting to isolate rickettsia. Overall, 12.6% (196/1560) of the dogs were seroreactive to Rickettsia spp. Ninety-two sera showed titers to Rickettsia parkeri, \"Candidatus Rickettsia amblyommii\", Rickettsia rhipicephali and Rickettsia bellii at least 4- fold higher than those observed to the other rickettsial antigens. In this way, we considered that these dogs were infected by Rickettsia parkeri (1sera), \"Candidatus Rickettsia amblyommii\" (73 sera), Rickettsia rhipicephali (6 sera) and Rickettsia bellii (12 sera), with titers ranging from 128 to 16,384. Nine hundred and fifty-nine ticks were collected on dogs (Rhipicephalus sanguineus, Amblyomma cajennense sensu lato, Amblyomma ovale, Amblyomma parvum, Amblyomma oblongoguttatum, Amblyomma rotundatum, Rhipicephalus (Boophilus) microplus, Haemaphysalis juxtakochi and Amblyomma sp). Polymerase chain reaction products of at least seventeen of these ticks were sequenced and also showed to correspond to \"Candidatus Ricketsia andeanae\", Rickettsia bellii and \"Candidatus Rickettsia amblyommii\". These results suggest that these ricketsias or close-related strains are infecting dogs in Maranhão state, highlighting the potential pathogenicity of these Rickettsia species in northeastern Brazil. At the same time, it differentiates from southeastern Brazil, where sentinel hosts like dogs tend to have higher titers to Rickettsia rickettsii or Rickettsia parkeri, the agents of spotted fever in southeastern Brazil.
17

Ecologia de carrapatos e riquétsias transmitidas por carrapatos em uma reserva natural de cerrado brasileiro / Ecology of ticks and tick-borne riquetsia in a natural reserve of Brazilian cerrado

Amalia Regina Mar Barbieri 26 February 2016 (has links)
O Parque Nacional Grande Sertão Veredas (PNGSV) é uma das últimas reservas naturais de Cerrado do Brasil, localizada no noroeste de Minas Gerais. O presente estudoenvolveu 24 meses de trabalho de campo, que incluiuoito campanhas ao parque, intervaladas de três meses, com o objetivo de determinar a ocorrência e aspectos ecológicos de carrapatos e riquétsias no meio ambiente, em pequenos mamíferos e aves.No total 8488 carrapatos foram coletados durante as campanhas. Foram coletados nas armadilhas de CO2 3050 carrapatos, sendo 2369 A. sculptum, 337 A. parvum, 233 A. triste, 13 A. dubitatum e 98 Amblyomma spp., enquanto por arraste de flanela 1998 carrapatos foram coletados, sendo 1511 A. sculptum, 77 A. parvum, 83 A. triste, um A. dubitatum e 326 Amblyomma spp. Foram capturados 75 pequenos mamíferos de 16 espécies, 10 pertencem à ordem Didelphimorphia e 65 à ordem Rodentia, 48 (64%) deles estavam parasitados por carrapatos, sendo 208 ninfas (114 A. parvum, 64 A. triste, 23 A. auricularium, quatroA. sculptum, umA. dubitatum, umA. naponense e umAmblyomma spp.) e 1358 larvas (93 Ornithodoros mimon, 17 A. triste, 14 A. parvum, quatroA. auricularium, trêsA. Sculptum, umIxodes spp. e 1226 larvas não identificadas). Foram capturadas 717 aves de88 espécies, destas, 74 (10,3%) estavam parasitadas por 247 espécimes de carrapatos imaturos, sendo seisA. sculptum, 14 A. parvum, 29 A. triste, umA. dubitatum, 66 A. nodosum e 131 Amblyomma spp.Cinco isolados de R. parkeriforam obtidos de 12 A. tristee quatro isolados de R. belliiforam obtidos de oito A. parvum, além de detecção molecular de Candidatus R. andeanae em A. parvum e R. amblyommi em A. sculptum.Nas duas propriedades rurais, de 36 caninos, 20 equinos e 12 bovinos inspecionadosforam coletados 1186 carrapatos, sendo 639 A. sculptum, 58 A. parvum, quatroA. triste, 17 A. tigrinum, um A. ovale, 17 R. sanguineus, 177 R. microplus, 91 D. nitens e 182 do gênero Amblyomma. Foram coletados parasitando 21 humanos um total de 441 carrapatos, entre imaturos e adultos, sendo 333 A. sculptum, 64 A. parvum, trêsA. auricularium, doisR. microplus e umD. nitens. Sorologia foi realizada em 64 amostras, sendo que apenas 20 (31,25%) sororeagiram para algum dos seis antígenos de Rickettsia testados e foi observado títulos quatro vezes maiores para R. parkeri em dois O. delator e doisC. Tener. Os resultados mostram a riqueza de espécie de pequenos mamíferos, aves, carrapatos e riquétsias encontrados na pequena área estudada no parque. Com a sua abertura à visitação turística, deve-se ter em mente não apenas o risco de infestação por carrapatos, mas também a infecção por, pelo menos, quatro espécies de Rickettsia encontradas durante a pesquisa / The Grande Sertão Veredas National Park (GSVNP) is one of the last natural reserves of Cerrado of Brazil, located in the northwest of Minas Gerais. This study involved 24 months of field work, which included eight campaigns at the park with intervals of three months, in order to determine the occurrence and ecological aspects of ticks and riquetsiaon the environment, small mammals and birds. In total 8488 ticks were collected during the campaigns. Through CO2traps 3050ticks were collected, being 2369 A. sculptum, 337 A. parvum, 233 A. triste, 13 A. dubitatum and 98 Amblyomma spp., while by dragging flannel 1998 ticks were collected, being 1511 A. sculptum, 77 A. parvum, 83 A. triste,oneA. dubitatumand 326 Amblyomma spp. 75 small mammals of 16 species were captured, 10 belong to Didelphimorphia order and 65 to the Rodentia order, 48 (64%) of them were parasitized by ticks, being 208 nymphs (114 A. parvum, 64 A. triste, 23 A. auricularium, four A. sculptum,oneA.dubitatum,oneA. naponenseand one Amblyomma spp.) and 1358 larvae (93 Ornithodoros mimon, 17 A. triste, 14 A. parvum, four A. auricularium, three A. sculptum oneIxodes spp. and 1226 larvae unidentified). 717 birds of 88 specieswere captured, of these, 74 (10.3%) were parasitized by 247 specimens of immature ticks, six A. sculptum, 14 A. parvum, 29 A. triste, oneA. dubitatum, 66 A. nodosum and 131 Amblyomma spp. Five isolates of R. parkeri were obtained from 12 A. triste and four isolates of R. bellii were obtained from eight A. parvum. In adition, molecular detection of Candidatus R. andeanae in A. parvum and R. amblyommi in A. sculptum in adults ticks were found. In the two farms, from 36 dogs, 20 horses and 12 bovine inspected 1186 ticks were collected, being 639 A. sculptum, 58 A. parvum, fourA. triste, 17 A. tigrinum, one A. ovale, 17 R. sanguineus, 177 R. microplus, 91 D. nitens and 182 Amblyomma spp. Parasitizing 21 humans a total of 441 immature and adults ticks were collected, being 333 A. sculptum, 64 A. parvum, threeA. auricularium, twoR. microplus and oneD. nitens. Serology was performed on 64 samples, but only 20 (31.25%) sororeacted for some of the six Rickettsia antigens tested. Titers four-fold higher toR. parkeri than against the other antigenswere observed on two O. delator and two C. tener. The results show the richness of ticks species, of small mammalsand birds species and also of Rickettsiaspecies found in the studied area inside the park
18

A COMUNICAÇÃO COMUNITÁRIA DOS QUILOMBOLAS CARRAPATOS DA TABATINGA: O DIÁLOGO COMO PRÁXIS DA COMUNICAÇÃO INTERPESSOAL E GRUPAL / The Community Communication of Quilombolas Carrapatos of Tabatinga: dialogue as a practice of interpersonal communication and group

Sgoti, Silmara de Mattos 19 September 2016 (has links)
Submitted by Noeme Timbo (noeme.timbo@metodista.br) on 2017-01-20T12:08:57Z No. of bitstreams: 1 SilmaraSgoti.pdf: 1054317 bytes, checksum: 222c78640e5ffadb4b4780495aa86f79 (MD5) / Made available in DSpace on 2017-01-20T12:08:57Z (GMT). No. of bitstreams: 1 SilmaraSgoti.pdf: 1054317 bytes, checksum: 222c78640e5ffadb4b4780495aa86f79 (MD5) Previous issue date: 2016-09-19 / Conselho Nacional de Pesquisa e Desenvolvimento Científico e Tecnológico - CNPq / The study emphasizes community communication of Quilombolas Carrapatos of Tabatinga, community located in Bom Despacho in the State of Minas Gerais. The objectives are to understand systematically and scientifically based communication processes of participatory and management practices within the community, as well as check for a work in the group or media community outreach or local media to amplify the demands social rights of quilombos in Bom Despacho. The literature built the theoretical framework on communities, community communication and a brief explanation of the Quilombo as a symbol of resistance in Brazil. We used ethnographic research, in the dialectic of parameters, with the support of participant observation in the field of research in certain activities and not permanently, which allowed an on-site study. Additional technical data collection were applied: the interview semi-structured in order to get a clear community descriptions to and interconnecting links in the cultural milieu that is inserted: their black ancestry, the real and symbolic territory and the interaction with the local society. The interviews were with community leaders, community members and some actors of local society. The study of document analysis was complemented regarding quoted Quilombo and secondary data as information already available in public and private bodies or institutions linked to the community. At the conclusion of the study it was found that dialogue is the practice of interpersonal communication and community group of Quilombolas Carrapatos of Tabatinga. In the communication processes between the members of the critical dialogue community is present in discussions about the social demands as the importance quilombo identity, valuing the memory of slave ancestors, the need to resist the prejudice and social inequality in the local society, and the struggle for the constitutional right to repossess the quilombo territories. The community has a dialogical communication with the local society through cultural events, such as the Congado in which it was found the connecting force of social demands in songs, dances and costumes. There is community participation in Bom Despacho media in assigned spaces, sporadically, on commercial radio for dissemination of the cultural events and activities. The community uses social network to publish their content to be a medium of low cost and high coverage. It was found in the city of Bom Despacho no work in group or media community outreach or local, to amplify the social demands of the Quilombo las Carrapatos of Tabatinga. The exercise of community citizenship in Bom Despacho is impaired due to low representation in municipal government by a minority in the city, resulting in a lack of public policies to meet the social demands of the community. All community conquered came through the Federal Government. / O estudo enfatiza a comunicação comunitária dos Quilombolas Carrapatos da Tabatinga, comunidade localizada na cidade de Bom Despacho, no Estado de Minas Gerais. Os objetivos são compreender de modo sistemático e com base científica os processos de comunicação das práticas participativas e de gestão existentes na comunidade, além de verificar se há um trabalho desenvolvido nos meios de comunicação grupais ou midiáticos de alcance comunitário ou local, para amplificar as demandas sociais dos quilombolas em Bom Despacho. A pesquisa bibliográfica construiu o marco teórico sobre comunidades, comunicação comunitária e uma breve explanação sobre o Quilombo como símbolo de resistência no Brasil. Utilizou-se a pesquisa etnográfica, sob os parâmetros da dialética, com apoio da observação participante na investigação de campo, em determinadas atividades e não de forma permanente, que permitiu um estudo in loco. Foram aplicadas técnicas complementares de coleta de dados: a entrevista semiestruturada como forma de obter com clareza as descrições da comunidade e as relações comunicantes no meio cultural que está inserida: a sua ancestralidade negra, o território real e simbólico e o convívio com a sociedade local. As entrevistas foram com os líderes comunitários, membros da comunidade e alguns atores da sociedade local. Complementou-se o estudo com análise documental referente a comunidade quilombola citada e com dados secundários como: informações já disponíveis em órgãos públicos e privados ou instituições vinculadas a comunidade. Na conclusão do estudo verificou-se que o diálogo é a práxis da comunicação comunitária interpessoal e grupal dos Quilombolas Carrapatos da Tabatinga. Nos processos comunicacionais entre os membros da comunidade o diálogo crítico se faz presente nas discussões sobre as demandas sociais como: a importância da identidade quilombola, a valorização da memória dos ancestrais escravos, a necessidade de resistirem ao preconceito e a desigualdade social na sociedade local, e a luta pelo direito constitucional de reaver os territórios quilombolas. A comunidade tem uma comunicação dialógica com a sociedade local, por meio das manifestações culturais, como no Congado, no qual constatou-se a força comunicante das demandas sociais nos cantos, danças e indumentárias. Há participação da comunidade nos meios de comunicação de Bom Despacho em espaços cedidos, de forma esporádica, em rádio comercial para divulgação dos seus eventos e atividades culturais. A comunidade utiliza rede social para publicar seus conteúdos, por ser um meio de comunicação de baixo custo e alta abrangência. Não foi constatado na cidade de Bom Despacho nenhum trabalho desenvolvido nos meios de comunicação midiáticos de alcance comunitário ou local, para amplificar as demandas sociais dos Quilombolas Carrapatos da Tabatinga. O exercício da cidadania da comunidade em Bom Despacho é prejudicado, por ser minoria tem baixa representatividade no poder público municipal, o que resulta em falta de políticas públicas que atenda as demandas sociais da comunidade, as conquistas sociais da comunidade vieram por meio do Governo Federal.
19

Study on Anaplasma, Borrelia, Coxiella, Ehrlichia, Rickettsia and Hepatozoon agents in ticks (Acari: Ixodoidea: Argasidae, Ixodidae) from Chile, and a taxonomic study on Ornithodoros capensis sensu lato (Acari: Argasidae) in South America São Paulo / Pesquisa dos agentes Anaplasma, Borrelia, Coxiella, Ehrlichia, Rickettsia e Hepatozoon em carrapatos (Acari: Ixodoidea: Argasidae, Ixodidae) do Chile e estudo taxonômico de Ornithodoros capensis sensu lato (Argasidae) na América do Sul

Sebastián Alejandro Muñoz Leal 01 December 2017 (has links)
Until 2014, scientific knowledge on the diversity of Chilean Ixodoidea summarized 19 species and only agents of Borrelia and Rickettsia genera had been detected. The objectives of this study were to evaluate the occurrence of further agents of Anaplasma, Borrelia, Coxiella, Ehrlichia, Rickettsia and Hepatozoon by means of molecular tools. Obtained sequences were inserted into a phylogenetic context in order to evaluate their relatedness to microorganisms of know pathogenic roles. As agents of Coxiella genus resulted to be related to endosymbiotic bacteria, data on these organisms was used to perform a taxonomic study with ticks of the Ornithodoors capensis sensu lato complex. The results confirm that Chilean ticks harbor at least three new borrelial, one new rickettsial, and three new Hepatozoon species for science. Moreover, Rickettsia amblyommatis, Rickettsia hoogstraalii and Rickettsia lusitaniae are added to the list of Chilean rickettsiae. Although ticks were positive to Anaplasmataceae PCRs, an accurate study including longer fragments of the 16S RNA targeted gene must be performed in order to confirm their specific identity. Coxiella-like endosymbionts are specific of every of the four O. capensis s. l. species analyzed in this study, and therefore constitute a useful tool in order to confirm the identities and define genetic boundaries of ticks of this group in South America. Finally, the results of this study add at least five new species of Argasidae family into Chilean fauna of ticks, and point the occurrence of several forms that need further assessment in order to accurately confirm their identities. / Até 2014, o conhecimento científico sobre a diversidade de Ixodoidea no Chile estava representado por 19 espécies e apenas agentes infecciosos dos gêneros Borrelia e Rickettsia haviam sido descritos. O objetivo deste estudo foi o de avaliar a ocorrência de outros patógenos transmitidos por carrapatos por meio de técnicas moleculares orientadas para a deteção de Anaplasma, Borrelia, Coxiella, Ehrlichia, Rickettsia e Hepatozoon. As sequências obtidas foram analisadas filogeneticamente, identificando-se suas posições em comparação à de organismos de papeis patogénicos já conhecidos. Como os agentes do gênero Coxiella apresentaram proximidade filogenética em relação a bactérias congenêricas endosimbiontes, os dados sobre estas foram utilizados para realizar um estudo taxonômico em carrapatos do complexo Ornithodoros capensis sensu lato. Em geral, os resultados confirmam a presença de pelo menos três novas espécies de Borrelia, uma nova Rickettsia, e três novas espécies de Hepatozoon para a ciência. Rickettsia amblyommatis, Rickettsia hoogstraalii e Rickettsia lusitaniae foram inseridas como novos agentes associados a carrapatos no Chile. Embora alguns carrapatos fossem positivos para a presença de bactérias da família Anaplasmataceae, futuros estudos devem ser desenvolvidos para confirmar a sua condição especifica, especialmente através da obtenção de maiores fragmentos do gene codificante para RNA 16S. Os organismos tipo Coxiella são específicos para cada uma das quatro espécies de carrapatos do grupo O. capensis analisados neste estudo. Portanto, constituem uma ferramenta de valor taxonômico para confirmar as identidades e limites genéticos destes. Finalmente, os resultados deste estudo adicionam pelo menos cinco novas espécies de carrapatos para a família Argasidae no Chile e apontam a ocorrência de várias morfotipos de condição incerta que precisam de maiores análises para esclarecer a com certeza a sua posição taxonômica.
20

Avaliação da resposta imune de camundongos BALB/c imunizados com o peptídeo SBm7462®, anti Rhipicephalus (Boophilus) microplus, expresso em plantas (Arabidopsis thaliana) / Evaluation of the immune response of BALB/c mice immunized with the peptide SBm7462®, anti Rhipicephalus (Boophilus) microplus, expressed in plants (Arabidopsis thaliana)

Kalks, Karlos Henrique Martins 01 April 2011 (has links)
Made available in DSpace on 2015-03-26T13:46:58Z (GMT). No. of bitstreams: 1 texto completo.pdf: 1578292 bytes, checksum: a2a484d1dc6ebd6987a9b540cec6851e (MD5) Previous issue date: 2011-04-01 / The damage due to infestation of Rhipicephalus (Boophilus) microplus has been estimated at billions of dollars in the tropical and subtropical countries. The most commonly used forms of combat for this ectoparasite is mainly based on the use of chemical acaricides. Seeking an alternative way to control the parasite, the vaccine was developed synthetic anti R. (B.) microplus (SBm7462®). The synthetic vaccine SBm7462® contains three immunogenic epitopes (4822, 4824 and 4823) derived from the Bm86 protein. Genetic analysis showed that the fragment corresponding to SBm7462® is conserved across populations R. (B.) microplus from different regions in South America, however, the production of this vaccine on an industrial scale would cost very high. Therefore, alternative methods of production are being developed. The use of plants as bioreactors for production of heterologous proteins is a very attractive approach, since the transgenic plants are one of the most economical systems for protein production on industrial scale. The objective was to study the immune response of mice immunized orally with transgenic Arabidopsis thaliana expressing the recombinant peptide rBm7462. For this, seeds processed in a previous work were grown until the fifth generation. After confirmation of the production of the peptide, 0.5 g of leaves of transformed plants were administered orally to BALB/c, three times (interrupted by 3 weeks), as well as 200&#956;L of total soluble protein extract, inoculated subcutaneously. After 9 weeks, during which blood samples were collected from animals, weekly, they were euthanized for collection of lymph nodes and ileum. The results showed that it was not possible to detect levels of IgG anti-rBm7462 in mice immunized orally with leaves of transgenic plants expressing the peptide rBm7462, as well as in mice immunized with total soluble protein extracts of these plants, while the indirect ELISA method was used. However, the lymph nodes of immunized animals showed microscopic changes related to immune response and markings, by immunohistochemistry, for the peptide rBm7462. These observations led to the conclusion that the antigen dose was given to the animals sub-antigenic which may have stimulated mechanisms of tolerance to the antigen. What makes a necessary adjustment in the doses given to animals. Seeds used strains derived from 2NF allowed for the preparation of the fifth generation of transformed plants, indicating that the gene seq2, responsible for the synthesis of peptide rBm7462 probably is homozygous. What it indicates the genomic stability and viability of producing the antigen in transgenic plants. / Os prejuízos causados pela infestação de Rhipicephalus (Boophilus) microplus tem sido estimada em bilhões de dólares nos países tropicais e subtropicais. As formas de combate mais utilizadas para este ectoparasita são baseadas principalmente no uso de químicos acaricidas. Buscando uma forma alternativa para o controle do parasita, foi desenvolvida a vacina sintética anti R. (B.) microplus (SBm7462®). A vacina sintética SBm7462® contém três epitopos imunogênicos (4822, 4824 e 4823) derivados da proteína Bm86. Análises genéticas demonstraram que o fragmento correspondente a SBm7462® é conservado em populações R. (B.) microplus de diferentes regiões na América do Sul. Contudo, a produção desta vacina em escala industrial tornaria seu custo muito elevado. Assim sendo, formas alternativas de produção estão sendo desenvolvidas. A utilização de plantas como bioreatores para produção de proteínas heterólogas é uma metodologia muito atrativa, visto que as plantas transgênicas constituem um dos sistemas mais econômicos para produção de proteínas em escala industrial. O objetivo deste trabalho foi estudar a resposta imunológica de camundongos, imunizados oralmente com Arabidopsis thaliana transgênicas, que expressam o peptídeo recombinante rBm7462. Para isso, sementes transformadas em um trabalho anterior foram cultivadas até a quinta geração. Após confirmação da produção do peptídeo, 0,5g de folhas das plantas transformadas foram administradas oralmente a camundongos BALB/c, por três vezes (intercaladas por 3 semanas); assim como também 200&#956;L de extrato de proteínas totais solúveis, inoculado por via subcutânea. Após 9 semanas, durante as quais foram feitas coletas sanguíneas dos animais, semanalmente, estes foram eutanasiados para a coleta dos linfonodos e íleo. Os resultados demonstraram que não foi possível detectar níveis de IgGs anti-rBm7462 em camundongos imunizados oralmente com folhas de plantas transgênicas expressando o peptídeo rBm7462, como também em camundongos imunizados com extratos de proteínas totais solúveis das mesmas plantas, quando a metodologia ELISA indireto foi utilizada. Contudo, os linfonodos dos animais imunizados apresentaram alterações microscópicas relacionadas à resposta imunológica e marcações, através da técnica de imunohistoquímica, para o peptídeo rBm7462. Estas observações levaram a conclusão que a dose de antígeno oferecida aos animais foi sub-antigênica o que pode ter estimulado mecanismos de tolerância ao antígeno. O que torna necessário um ajuste nas doses oferecidas aos animais. Sementes utilizadas derivadas da linhagem 2FN possibilitaram a obtenção da quinta geração de plantas transformadas, indicando que o gene seq2, responsável pela síntese do peptídeo rBm7462, provavelmente encontra-se em homozigose. O que indica a estabilidade genômica dele e a viabilidade em se produzir o antígeno em plantas transgênicas.

Page generated in 0.0708 seconds