• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 2
  • Tagged with
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

O corpo silencioso e a expressão da vida psíquica no sujeito acometido pela esclerose lateral amiotrófica

Everton Fabrício Calado 17 February 2010 (has links)
Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado de Alagoas / Esta pesquisa tem por objeto refletir sobre a expressão da vida psíquica do sujeito acometido pela Esclerose Lateral Amiotrófica (ELA), compreendida na vivência do seu corpo silenciado. Por esse termo designamos a peculiar condição do sujeito que, com o avanço da doença, tende a perder tanto a articulação da fala quanto dos movimentos, com um grave prejuízo em sua capacidade de se comunicar. Pretendemos compreender a expressão psíquica de tal sujeito a partir da interação dos cuidadores, familiares e profissionais de saúde no convívio com esse sujeito na fase avançada da doença. Utilizamos o método clínicoqualitativo de investigação (Turato, 2005), cuja pertinência à pesquisa humana em saúde está em buscar interpretar significados psicológicos e socioculturais trazidos por sujeitos afetados por doença, bem como dos cuidadores, familiares e profissionais. O número de participantes foi determinado pelo critério de saturação (Minayo, 1994), em que o pesquisador fecha o grupo quando determinado número de entrevistas já alcança o nível de informações esperadas. Coletamos depoimentos livres de oito participantes, sendo quatro profissionais de saúde com experiência no atendimento a casos de ELA: um neurologista, uma psicóloga, uma fonoaudióloga e uma fisioterapeuta, e quatro cuidadores e/ou familiares de pessoas acometidas pela ELA: uma filha de paciente, uma cuidadora contratada, uma esposa e uma viúva de paciente. Os participantes foram questionados a partir de dois aspectos de sua interação com o sujeito acometido pela ELA; em primeiro lugar, perguntamos de que modo, no convívio com o sujeito, conseguiam captar, interpretar e compreender suas vicissitudes. Em seguida, questionamos quais os recursos utilizados para o estabelecimento de uma comunicação intersubjetiva entre este profissional de saúde, familiar ou cuidador e o sujeito acometido pela ELA. Consideramos, finalmente, que a expressão-compreensão de vida psíquica do sujeito com ELA abrange uma gradação que vai desde elementos pragmáticos a posições relacionais por parte cuidadores, cuja complementaridade tem por efeito a apreensão dos conteúdos subjetivos dos pacientes
2

O corpo silencioso e a expressão da vida psíquica no sujeito acometido pela esclerose lateral amiotrófica

Calado, Everton Fabrício 17 February 2010 (has links)
Made available in DSpace on 2017-06-01T18:08:32Z (GMT). No. of bitstreams: 1 dissertacao_everton_calado.pdf: 1245040 bytes, checksum: f1b176f7ece749c7ff2460c71f70682e (MD5) Previous issue date: 2010-02-17 / Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado de Alagoas / This research aims to reflect on the expression of the psychic life of the subject affected by Amyotrophic Lateral Sclerosis (ALS), understood the experience of his "body silenced." By this term to designate that peculiar condition of the subject, with the advancement of the disease, tends to lose as much as the articulation of speech movements, with a severeimpairment in their ability to communicate. We want to understand the psychic expression of this subject from the interaction of caregivers, family members and health professionals in contact with this guy at an advanced stage. The method of clinical-qualitative research (Turato, 2005), whose relevance to human health research is to seek to interpret psychological and sociocultural meanings brought by individuals affected by disease as well as the caregivers, families and professionals. The number of participants was determined by the criterion of saturation (Minayo, 1994), in which the researcher closed the group when a number of interviews already reaches the level of expected information. Free collect testimonies of eight participants, four health professionals with experience in caring for ALS patients: a neurologist and a psychologist, a therapist and a physiotherapist, and four caregivers and / or relatives of people affected by ALS: a daughter of patient, a hired caregiver, wife and widow of a patient. Participants were questioned from both aspects of their interaction with the subject affected by ALS, first, ask how, when living with the subject could perceive, interpret and understand their vicissitudes. Then we question what resources used to establish an intersubjective communication between the health professional, family or carer and the individual affected by ALS. Finally, we consider that the expressionunderstanding of the subject's psychic life with ALS encompasses a gradient ranging from the pragmatic elements relational positions by caregivers whose complement has the effect of the seizure of the subjective contents of the patients / Esta pesquisa tem por objeto refletir sobre a expressão da vida psíquica do sujeito acometido pela Esclerose Lateral Amiotrófica (ELA), compreendida na vivência do seu corpo silenciado . Por esse termo designamos a peculiar condição do sujeito que, com o avanço da doença, tende a perder tanto a articulação da fala quanto dos movimentos, com um grave prejuízo em sua capacidade de se comunicar. Pretendemos compreender a expressão psíquica de tal sujeito a partir da interação dos cuidadores, familiares e profissionais de saúde no convívio com esse sujeito na fase avançada da doença. Utilizamos o método clínicoqualitativo de investigação (Turato, 2005), cuja pertinência à pesquisa humana em saúde está em buscar interpretar significados psicológicos e socioculturais trazidos por sujeitos afetados por doença, bem como dos cuidadores, familiares e profissionais. O número de participantes foi determinado pelo critério de saturação (Minayo, 1994), em que o pesquisador fecha o grupo quando determinado número de entrevistas já alcança o nível de informações esperadas. Coletamos depoimentos livres de oito participantes, sendo quatro profissionais de saúde com experiência no atendimento a casos de ELA: um neurologista, uma psicóloga, uma fonoaudióloga e uma fisioterapeuta, e quatro cuidadores e/ou familiares de pessoas acometidas pela ELA: uma filha de paciente, uma cuidadora contratada, uma esposa e uma viúva de paciente. Os participantes foram questionados a partir de dois aspectos de sua interação com o sujeito acometido pela ELA; em primeiro lugar, perguntamos de que modo, no convívio com o sujeito, conseguiam captar, interpretar e compreender suas vicissitudes. Em seguida, questionamos quais os recursos utilizados para o estabelecimento de uma comunicação intersubjetiva entre este profissional de saúde, familiar ou cuidador e o sujeito acometido pela ELA. Consideramos, finalmente, que a expressão-compreensão de vida psíquica do sujeito com ELA abrange uma gradação que vai desde elementos pragmáticos a posições relacionais por parte cuidadores, cuja complementaridade tem por efeito a apreensão dos conteúdos subjetivos dos pacientes

Page generated in 0.0495 seconds