Return to search

Tingimento têxtil aplicando líquidos Iônicos próticos

Submitted by infopei ufba (infopei@ufba.br) on 2016-11-24T14:52:15Z
No. of bitstreams: 1
REBECCA_DA_SILVA_ANDRADE.pdf: 3361143 bytes, checksum: 4c0941feb2675129f9ff5bb752bf4448 (MD5) / Approved for entry into archive by Escola Politécnica Biblioteca (biengproc@ufba.br) on 2017-03-16T13:49:15Z (GMT) No. of bitstreams: 1
REBECCA_DA_SILVA_ANDRADE.pdf: 3361143 bytes, checksum: 4c0941feb2675129f9ff5bb752bf4448 (MD5) / Made available in DSpace on 2017-03-16T13:49:15Z (GMT). No. of bitstreams: 1
REBECCA_DA_SILVA_ANDRADE.pdf: 3361143 bytes, checksum: 4c0941feb2675129f9ff5bb752bf4448 (MD5) / CAPES, FAPESB, Siderquímica, / A indústria de tingimento e acabamento têxtil é uma das mais intensivas
quimicamente, e a segunda em poluição de água, depois do setor agrícola. Esta indústria
utiliza milhares de produtos químicos em seus processos de manufatura têxtil, incluindo
tinturaria e estamparia. Muitos destes produtos são tóxicos e prejudiciais à saúde humana,
direta ou indiretamente. Grandes quantidades de água são neces sários para o
processamento de têxteis, tingimento e estampagem. O consumo diário de água de uma
fábrica têxtil de médio porte, com uma produção de cerca de 8000 kg de tecido por dia, é de
aproximadamente 1,6 milhões de litros. Quase 20% deste total é consumido no tingimento
e, 8% em estampagem. O consumo de água na etapa de beneficiamento varia de 30 a 300
litros por kg de tecido, dependendo do tipo de corante usado, e da fibra a ser tingida.
Novos conceitos de tecnologias de tingimento não aquoso estão sendo estudados e
avaliados nos processos têxteis. Há um grande interesse em encontrar substâncias
ambientalmente amigáveis com um duplo objetivo: reduzir o consumo de água em
processos têxteis e melhorar a qualidade do tingimento. Os líquidos iônicos são novos meios
alternativos para muitos processos como síntese química, catálise enzimática e aplicações
em engenharia verde. Ao contrário de sais fundidos convencionais, estes materiais
liquefazem a baixas temperaturas. Isto é alcançado pela sua constituição - estruturas
funcionais volumosas - que dificultam a formação de uma rede eletrostática líquida
ordenada e de uma fase sólida em condições ambiente. Devido à sua ampla janela líquida
quando comparado com outros solventes orgânicos convencionais, os líquidos iônicos
podem ser considerados solventes alternativos, e os chamados líquidos iônicos próticos
(LIP’s) mostram vantagens adicionais devido à sua síntese simples, baixo custo e
biodegradabilidade.
Neste trabalho é proposta uma alternativa ao tingimento de fibras de algodão,
utilizando novos LIP's como solventes substitutos da água. Com o objetivo de analisar a
qualidade destes novos LIP’s como solventes de tingimento, foi realizado um estudo de
propriedades (resistência à tração e fricção, gramatura e força colorística) das fibras tingidas.
Estas medições permitiram a determinação da eficiência dos líquidos iônicos próticos como
vetores de tingimento em processos têxteis. / The textile dyeing and finishing industry has created a huge pollution problem as it is
one of the most chemically intensive industries, and the second polluter of clean water
(after agriculture). This industry uses a lot of chemicals in various processes of textile
manufacture including dyeing and printing. Many of these chemicals are poisonous and
damaging to human health directly or indirectly. Large quantities of water are required for
textile processing, dyeing and printing. The daily water consumption of an average sized
textile mill having a production of about 8000 kg of fabric per day is about 1.6 million liters.
About 20% of this is consumed in dyeing and 8% in printing. Specific water consumption for
dyeing varies from 30 - 300 liters per kg of cloth depending on the type of dye used.
In recent years, new concepts in the dyeing technology that avoid using water, namely
non-aqueous dyeing technology, are being investigated and evaluated. Currently, there is
great interest in finding environmentally friendly substances for this process, with a double
objective, reduce the huge water consumption into textile processes and improve dyeing
quality. Ionic liquids are versatile new media for many chemical synthesis, enzymatic
catalysis and green engineering processes as it should be observed into open literature. They
can be of hydrophobic or hydrophilic nature depending on the structures of ions. However,
unlike conventional molten salts, these materials often melt at low temperature. This is
achieved due to the incorporation of the bulky functional structures as anion and/or cation
and the structure avoids the ions packing easily into an ordered electrostatic net structure
and, then, solid phase at ambient conditions. Ionic liquids can be used as robust solvents due
to their wide liquid window when compared with other conventional organic solvents. The
so-called protic ionic liquids show additional advantages due to their simple synthesis, low
cost and biodegradability.
In this work we propose an alternative procedure to dye cotton fibers using new protic
ionic liquids (PIL´s) as solvent substitute for water. With the aim of analysing the quality of
the studied PIL’s, a wide study of the properties (tensile strength, abrasion resistance ,
grammage and absorption color) of the dyed fibers was made. These measurements
determine their efficiency as dyeing vectors in textile processes.

Identiferoai:union.ndltd.org:IBICT/oai:192.168.11:11:ri/21691
Date01 April 2015
CreatorsAndrade, Rebecca Silva
ContributorsIglesias Duro, Miguel Angel, Cardozo Filho, Lúcio, Mazzer, Helen Ronise, Iglesias Duro, Miguel Angel, Albuquerque, Elaine Christine de Magalhães Cabral, Hocevar, Luciano Sérgio
PublisherUniversidade Federal da Bahia, Departamento de Engenharia Química, Programa de Pós-graduação em Engenharia Industrial, PEI, brasil
Source SetsIBICT Brazilian ETDs
LanguagePortuguese
Detected LanguageEnglish
Typeinfo:eu-repo/semantics/publishedVersion, info:eu-repo/semantics/masterThesis
Sourcereponame:Repositório Institucional da UFBA, instname:Universidade Federal da Bahia, instacron:UFBA
Rightsinfo:eu-repo/semantics/openAccess

Page generated in 0.0027 seconds