Return to search

Saber local em um contexto de desenvolvimento territorial sustentável : etnobotânica da comunidade caiçara do Parati e entorno, Guaratuba, PR

Orientador : Prof. Dr. Wanderlei do Amaral / Coorientador : Prof. Dr. Luiz Everson da Silva / Dissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor Litoral, Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Territorial Sustentável. Defesa: Matinhos, 26/09/2017 / Inclui referências : f. 93-102 / Resumo: O trabalho aqui apresentado utilizou como objeto de estudo o saber dos povos tradicionais, chamados caiçaras da comunidade do Parati no interior da baía de Guaratuba no Paraná, tendo como objetivo resgatar o conhecimento destes povos quanto a utilização das plantas que ocorrem na região, seja para uso medicinal, alimentício, construção ou artesanato. O trabalho foi estruturado de forma a englobar uma descrição do histórico de ocupação humana na região, a caracterização da comunidade e por fim os seus saberes, apresentando ainda espécies com potencial para pesquisas futuras. A ocupação da região em estudo teve como principal força a estrada que levava de Paranaguá até Guaratuba, assim permitindo a colonização das terras em Paranaguá e na Serra da prata, em 1916 a estrada recebe melhorias para comportar carroças e diligências postais, em 1924 a estada perde sua importância em decorrência de uma nova via passando pela cidade de Matinhos. Os povos remanescentes do Parati de diversas comunidades do entrono, de regiões mais remotas da serra. Estes grupos abandonaram suas terras de origem devido à dificuldade de sobreviverem pelo isolamento. A abordagem feita aos entrevistados foi de forma de dialógica, seguindo um roteiro norteador, neste roteiro além das informações sobre a identificação dos entrevistados (dados como nome, idade, sexo, ocupação), durante as conversas foram anotados e gravados com a devida autorização, dados referentesas plantas medicinais e PANCs (Plantas Alimentares não Convencionais) e demais usos da biodiversidade. O trabalho identificou um grande número de espécies, onde foram citadas 87 plantas com algumas utilizações. Identificou-se através das pesquisas que na comunidade 64% dos moradores entrevistados eram aposentados e viviam da pesca e lavoura, sendo que viveram toda sua vida na comunidade, sendo identificado que estes foram os maiores conhecedores das plantas ao entorno da comunidade, outra característica observada foi não haver diferença significativa entre a quantidade de plantas citadas por homens ou mulheres, contudo, as mulheres tinham amplo conhecimento sobre plantas medicinais, já os homens conheciam muito mais sobre espécies arbóreas destinadas a construção, seja de barcos ou casas. Foram também identificadas algumas plantas para pesquisas futuras e que já estão em andamento, sendo elas a Bactris setosa Mart. Segundo alguns relatos o fruto desta palmeira pode ser usado para preparar uma bebida similar ao café. Outra espécie de destaque é oCrinumamericanum L. Esta planta é utilizada pela comunidade para tratar enfermidades estomacais, bem como câncer de estomago.Hedyosmum brasilienseMiq. é utilizada pela comunidade como analgésico, GeonomaschottianaMart.é utilizada para construção de telhados, pelos moradores mais antigos, tal como seus ancestrais faziam, e a Caamembeca lauréola(A.St.-Hil. &Moq.) J.F.B.Pastore, sendo utilizada pela comunidade para amenizar dores musculares. Palavras chaves: Plantas Medicinais. Floresta Atlântica. Biodiversidade. PANCs. / Abstract: The present study used the knowledge of the traditional peoples called caiçaras of the community of Parati in the interior of Guaratuba bay in Paraná, aiming at recovering the knowledge of these peoples regarding the use of plants that occur in the region, medicinal, food, construction or handicraft. The work was structured in such a way as to include a description of the history of human occupation in the region, the characterization of the community and finally its knowledge, also presenting species with potential for future research. The occupation of the region under study had as main force the road that led from Paranaguá to Guaratuba, thus allowing the colonization of the lands in Paranaguá and Serra da prata, in 1916 the road receives improvements to behave carts and postal procedures, in 1924 the stay loses its importance as a result of a new route passing through the city of Matinhos. The remnant peoples of Parati from several communities of the environment, from more remote regions of the Sierra. These groups abandoned their homelands because of the difficulty of surviving their isolation. The approach taken to interviewees was dialogical, following a guiding script, in this script, besides the information about the identification of the respondents (data such as name, age, sex, occupation) during the conversations were recorded and recorded with the appropriate authorization, data on medicinal plants and PANCs (Non-Conventional Food Plants) and other uses of biodiversity. The work identified a large number of species, where 87 plants with some uses were cited. It was identified through the surveys that in the community 64% of the interviewed residents were retired and lived on fishing and farming, and they lived all their life in the community, being identified that they were the most knowledgeable of the plants around the community, another observed characteristic there was no significant difference between the number of plants cited by men or women, however, women had a great deal of knowledge about medicinal plants, men already knew much more about tree species destined for construction, be it boats or houses. Some plants were also identified for future research and are already underway, being Bactris setosa Mart. According to some reports the fruit of this palm tree can be used to prepare a coffee-like beverage. Another important species is Crinum americanum L. This plant is used by the community to treat stomach diseases as well as stomach cancer. HedyosmumbrasilienseMiq.is used by the community as an analgesic, Geonomaschottiana Mart. is used for roof construction, by the older residents, as their ancestors did, and Caamembecalaureola (A.St.-Hil. &Moq.) J.F.B.Pastore, being used by the community to soften muscular pains. Keywords: Medicinal Plants. Atlantic Forest. Biodiversity. PANCs.

Identiferoai:union.ndltd.org:IBICT/oai:dspace.c3sl.ufpr.br:1884/52212
Date January 2017
CreatorsMachado, Marcos Silva
ContributorsSilva, Luiz Everson da, Universidade Federal do Paraná, Setor Litoral, Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Territorial Sustentável, Amaral, Wanderlei do
Source SetsIBICT Brazilian ETDs
LanguagePortuguese
Detected LanguagePortuguese
Typeinfo:eu-repo/semantics/publishedVersion, info:eu-repo/semantics/masterThesis
Format104 f. : il. algumas color., mapas, gráfs., tabs., application/pdf
Sourcereponame:Repositório Institucional da UFPR, instname:Universidade Federal do Paraná, instacron:UFPR
Rightsinfo:eu-repo/semantics/openAccess
RelationDisponível em formato digital

Page generated in 0.2464 seconds