Return to search

Troca dinâmica de versões de componentes de programas no modelo de objetos

A manutenção de software a uma realidade presente em todos os sistemas de computação, gerando a necessidade de novas versões que alterem as funcionalidades existentes no software ou adicionem novas. Particularmente, sistemas de tempo-real nem sempre podem ser descontinuados tomando-se indisponíveis para realizar a instalação de uma nova versão. Tais sistemas evidenciam a necessidade de substituição de componentes, representados por funções, procedimentos, módulos ou objetos, durante o processo de execução do programa ou sistema. Outrossim, apos ser realizada a substituição da versão, o componente não pode apresentar falha sob pena de comprometer o fornecimento dos seus serviços. Portanto. constata-se a importância de novas técnicas de manutenção de software que não prejudiquem a sua disponibilidade e confiabilidade. A abordagem aqui proposta a utilizar uma arquitetura reflexiva aliada a técnicas típicas do domínio da tolerância a falhas para promover a separação entre as atividades de substituição e validação de componentes e as funcionalidades executadas pelo pr6prio componente. No decorrer deste trabalho são apresentados diversos cenários de sistemas que podem se beneficiar da troca dinâmica de componentes e abordadas varias facetas do problema de substituição. A proposta a apoiada por um estudo de caso, implementado na linguagem de programação Java e seus diferentes protocolos de reflexão computacional. / Software maintenance is a present reality in all computational systems. This demands the frequent installation of new versions. Usually, real-time systems cannot be interrupted to install a new version. For such systems, the replacement of components, represented by functions, procedures, modulus or objects, must be performed during the execution of the program or system. Even when the old version has been replaced, the new one should not contain faults that could invalidate its services. Therefore, we need new software maintenance techniques that can mantain the system availability and realibility. The approach proposed here consists in using a reflective architecture along with techniques which are typical of the fault tolerant domain. The procedure is carried out by keeping a clear separation between validation activities and the functions executed by the component itself. We present several scenarios to which the dynamical exchange of components can be applied. Different aspects of the replacing issue are also addressed. The proposal is supported by a specific application which has been implemented in the Java language and its different protocols of computational reflection.

Identiferoai:union.ndltd.org:IBICT/oai:lume.ufrgs.br:10183/26308
Date January 1998
CreatorsHaetinger, Werner
ContributorsLisboa, Maria Lucia Blanck
Source SetsIBICT Brazilian ETDs
LanguagePortuguese
Detected LanguagePortuguese
Typeinfo:eu-repo/semantics/publishedVersion, info:eu-repo/semantics/masterThesis
Formatapplication/pdf
Sourcereponame:Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da UFRGS, instname:Universidade Federal do Rio Grande do Sul, instacron:UFRGS
Rightsinfo:eu-repo/semantics/openAccess

Page generated in 0.0062 seconds