Return to search

Cultura organizacional e adoção de práticas ágeis : uma análise exploratória

A adoção de metodologias ágeis tem se provado uma atividade sensível a cultura das organizações que as aplicam. Nos dez anos que se sucederam ao Agile Manifesto, projetos ágeis se desenvolveram a partir de tentativas conduzidas em situações ideais até grandes iniciativas adaptadas para as mais diversas condições. Por outro lado, a cultura organizacional tem se provado determinante na maneira que organizações abordam os desafios que se apresentam. Este trabalho tem por objetivo explorar a relação entre os pressupostos culturais básicos das organizações e práticas ágeis selecionadas. Para isso, se buscou identificar, através de revisão da literatura, pressupostos básicos significativos, práticas ágeis representativas e como se dá a interação entre esses, mapeando correlações através de uma survey. Essa se trata de um questionário respondido por funcionários da consultoria de TI ThoughtWorks a partir de sua experiência em projetos ágeis em clientes. A partir do resultado da survey foram exploradas as correlações identificadas – inclusive no que diz respeito à experiência e satisfação dos clientes com metodologias ágeis – e as observações foram validadas com consultores especialistas em métodos ágeis e em cultura organizacional. Procurou-se, assim, oferecer um mapa inicial para investigar a relação entre cultura organizacional e práticas ágeis que pode sugerir abordagens para introdução de práticas ágeis baseadas no perfil cultural da organização aonde se busca introduzi-las. / Companies adopting Agile methodologies have proven sensible to cultural differences. Ten years after the Agile Manifesto, agile projects have grown from small teams operating in specific situations to big cross-national initiatives. Organizational culture, in the other hand, is considered a determining factor in the way an organization perceives the world and interacts with it. In this paper, the relation between basic cultural assumptions of an organization will be matched up against a few selected agile practices. To achieve that, it looked into the literature to map these basic assumptions and representative agile practices, aiming to establish correlations between them through the results of a survey. This survey is a questionnaire answered by employees of the IT consultancy firm ThoughtWorks based on their experience in agile projects in client‟s organizations. Based on the survey results, some correlations were identified and analysed – including some regarding client experience and satisfaction with agile – and the observations were submitted to consultants, specialist in both agile practices and organizational culture for confirmation of the findings. It aimed to offer an initial map to investigate relations between organizational culture and agile practices looking to suggest new approaches for the introduction of agile practices based on the cultural profile of the target organization.

Identiferoai:union.ndltd.org:IBICT/oai:lume.ufrgs.br:10183/31950
Date January 2011
CreatorsSoares, Lourenço Piuma
ContributorsBrodbeck, Angela Freitag
Source SetsIBICT Brazilian ETDs
LanguagePortuguese
Detected LanguagePortuguese
Typeinfo:eu-repo/semantics/publishedVersion, info:eu-repo/semantics/masterThesis
Formatapplication/pdf
Sourcereponame:Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da UFRGS, instname:Universidade Federal do Rio Grande do Sul, instacron:UFRGS
Rightsinfo:eu-repo/semantics/openAccess

Page generated in 0.0025 seconds