Return to search

Uma reflexão sobre o gênero biográfico : a trajetória do militante socialista Antônio Guedes Coutinho na perspectiva de sua vida cotidiana (1868-1945)

Nesta dissertação, analiso a trajetória do militante socialista Antônio Guedes Coutinho, que viveu entre 1868 (Trás-os-Montes/Portugal) e 1945 (Rio Grande/RS/Brasil), a partir da perspectiva de sua vida cotidiana. No primeiro capitulo, apresento uma reflexão historiográfica, teórica e metodológica sobre o gênero biográfico. Inicialmente, recupero a trajetória deste gênero em três correntes que marcaram o conhecimento histórico a partir do século XIX: o positivismo, o marxismo e a Escola dos Anais. Analiso também as tendências recentes que resgatam a biografia como forma de perspectivação do social, quais sejam: a nova hist6ria francesa, o grupo contemporâneo de historiadores britânicos de inspiração marxista, a micro-história italiana e a psico-história. Depois, examino os principais problemas que se apresentam ao historiador interessado em realizar uma pesquisa biográfica, abordando quatro falsas oposi96es consideradas inerentes ao gênero em questão: individuo x sociedade, biografia enquanto narração x biografia enquanto explicação, individuo unitário x individuo fragmentado e público x privado Finalmente, procuro demonstrar as vantagens analíticas de se construir uma biografia pela perspectiva do cotidiano. No segundo capitulo, a partir das discussões teóricas realizadas, construo uma biografia de Coutinho, destacando os quatro conteúdos centrais e indissociáveis que, segundo a documentação consultada, compunham a sua vida diária: a família, o trabalho, o estudo e a produção intelectual e a militância. Em cada um destes itens, verifico como se deu a relação entre as dimensões cotidiana e não-cotidiana de sua existência. Nas considerações finais, recupero alguns discursos produzidos sobre Coutinho após sua morte que apontam para diferentes facetas do personagem. Busco assim reafirmar a importância de se levar em conta, na construção de biografias, a complexidade das trajet6rias individuais que sao vivenciadas sobretudo no cotidiano. Sintetizo, finalmente, as principais contribuições trazidas por este estudo.

Identiferoai:union.ndltd.org:IBICT/oai:lume56.ufrgs.br:10183/109241
Date January 1996
CreatorsSchmidt, Benito Bisso
ContributorsPetersen, Sílvia Regina Ferraz
Source SetsIBICT Brazilian ETDs
LanguagePortuguese
Detected LanguagePortuguese
Typeinfo:eu-repo/semantics/publishedVersion, info:eu-repo/semantics/masterThesis
Formatapplication/pdf
Sourcereponame:Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da UFRGS, instname:Universidade Federal do Rio Grande do Sul, instacron:UFRGS
Rightsinfo:eu-repo/semantics/openAccess

Page generated in 0.0023 seconds