Return to search

Avaliação econômica da substituição de um chiller de compressão por um chiller de absorção alimentado por coletores solares com base em medições em um prédio da Chesf em Recife

Made available in DSpace on 2014-06-12T17:39:58Z (GMT). No. of bitstreams: 2
arquivo7552_1.pdf: 2087069 bytes, checksum: 6051bc09bfa9e322d9c03b23752cf069 (MD5)
license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5)
Previous issue date: 2007 / A perspectiva de elevação dos preços da energia elétrica e dos combustíveis fósseis, assim como
o surgimento de coletores solares e resfriadores (chillers) por absorção mais eficientes,
incentivam a retomada de análises visando a utilização de sistemas de refrigeração solar,
principalmente em regiões com as características de insolação do Nordeste do Brasil.
Considerando esse contexto, a dissertação apresenta uma avaliação econômica onde são
comparadas duas opções para substituir o atual resfriador de líquido da central de ar
condicionado de um prédio da Chesf em Recife: chiller convencional, por compressão, versus
refrigeração solar com chillers por absorção. O sistema existente, por compressão e com
acionamento elétrico, tem capacidade de 200 TR.
Na metodologia utilizada neste trabalho, a carga térmica do prédio foi estimada a partir das
seguintes medições no atual chiller: o consumo de energia elétrica, durante um ano, e a potência
térmica fornecida pelo evaporador, durante alguns meses. A potência térmica foi determinada
com medições das temperaturas de entrada e saída do evaporador e da vazão de água gelada.
Esses dados, juntamente com informações do fabricante, permitiram estimar o COP do chiller
existente e a carga térmica do prédio ao longo do ano.
Para escolher o novo chiller, foi desenvolvido um modelo computacional, que utilizando dados
históricos de insolação e temperatura, a carga térmica do prédio (determinada conforme acima
explicado), parâmetros de desempenho dos equipamentos e estratégia de controle dos sistemas,
determina o consumo anual de energia elétrica em base horária. Em seguida, considerando a
tarifa de energia elétrica, os custos de aquisição, de instalação, de operação e de manutenção, o
modelo, levando em conta o período de vida útil do sistema, calcula o valor presente líquido
(VPL) e a taxa interna de retorno (TIR).
Foi realizada uma avaliação da sensibilidade do VPL e da TIR à variação de diversas grandezas.
Mostraram-se como mais importantes: o custo de coletores solares, o preço da energia elétrica, a
carga térmica a ser atendida, o COP dos chillers e a insolação local.
Os resultados mostraram que, para as condições atuais do prédio estudado, um sistema de solar
ainda não é viável, porém, a elevação das tarifas de energia elétrica, os custos decrescentes de
coletores solares e uma carga térmica maior, proporcionariam a viabilidade econômica desses
sistemas. No semi-árido a situação é ainda mais favorável, com os sistemas solares alcançando a
viabilidade econômica, por exemplo, mesmo com os custos atuais dos coletores solares

Identiferoai:union.ndltd.org:IBICT/oai:repositorio.ufpe.br:123456789/5517
Date January 2007
CreatorsGuilherme Leal de Macêdo, Ney
ContributorsSantana Magnani, Fábio
PublisherUniversidade Federal de Pernambuco
Source SetsIBICT Brazilian ETDs
LanguagePortuguese
Detected LanguagePortuguese
Typeinfo:eu-repo/semantics/publishedVersion, info:eu-repo/semantics/masterThesis
Sourcereponame:Repositório Institucional da UFPE, instname:Universidade Federal de Pernambuco, instacron:UFPE
Rightsinfo:eu-repo/semantics/openAccess

Page generated in 0.0019 seconds