Return to search

Dando um banho de carinho! os caça-gringas e as interações afetivo-sexuais em contextos de viagem turística (Pipa RN)

Made available in DSpace on 2014-06-12T15:04:00Z (GMT). No. of bitstreams: 2
arquivo1097_1.pdf: 4851200 bytes, checksum: a8c6f6e3f37805e50ffe5160943282ff (MD5)
license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5)
Previous issue date: 2009 / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior / Partindo da análise das interações afetivo-sexuais em contexto de viagens turísticas e tendo
como palco a Praia de Pipa RN, a presente dissertação visa desvelar o processo de
generificação de duas esferas de navegação social: o mercado de sexo e o turismo sexual, já
que, nesse caso, os sujeitos ocupam posições invertidas , isto é, são as mulheres
(principalmente aquelas originárias da Europa Ocidental e dos países escandinavos) que
empreendem viagens turísticas e se relacionam afetivo-sexualmente com homens
nativos/locais (emicamente conhecidos como caça-gringas), os quais, por sua vez, participam
dessas interações binacionais visando benefícios materiais e simbólicos. Por terem sido
tradicionalmente atreladas, respectivamente, ao feminino e ao masculino, buscou-se entender
como os membros desses arranjos performatizam e significam suas ações, assim como a de
seus parceiros, sabendo que eles subvertem as formulações que a exemplo de certas teorias
feministas fixaram, de maneira doxa, a mulher como servidora sexual explorada vítima
e o homem como consumidor (turista sexual) explorador algoz. A tensão entre estrutura e
agência volta a emergir como suporte principal da discussão, quando nos debruçamos sobre
os discursos acadêmicos relativos à indústria do turismo, os quais se caracterizam, em sua
grande parte, por uma ênfase nas conseqüências negativas do advento dessa atividade
(ganhando reforço quando se tratam de pequenas localidades) e por uma subestimação das
ações de apropriação e resignificação das populações autóctones - estando diametralmente em
oposição aos poderes atribuídos aos viajantes, devido ao acúmulo de capital financeiro e
cultural. Assim, através da observação participante e do registro e análise das trajetórias de
vida dos atores em interação (imersos em sistemas de desigualdade), o referido estudo
propõe-se a crítica dessas posições, haja vista que se averiguou a capacidade de ação ativa e
criativa dessas comunidades. Noutras palavras, percebeu-se que, ao mesmo tempo em que o
turismo pode transformar as redes de sociabilidade locais, as comunidades receptoras criam
mecanismos de reformulações simbólicas, que lhes permitem, através da encenação de sua
autenticidade, atender às demandas daqueles (as) que viajam desejando confrontar-se com o
exótico, com os genuínos modos de vida dos trópicos, e tirar vantagens dessas séries de
contatos efêmeros com os (as) turistas. Dessa forma, dando voz aos parceiros desses
intercâmbios binacionais, pôde-se constatar como os caça-gringas incorporam, taticamente,
os estereótipos da brasilidade, concedendo às turistas estrangeiras fantasias de poder , e
utilizam-se de essencializações estratégicas, mesclando virilidade e calidez, para facilitar suas
conquistas. A partir do imbricamento entre principíos de agência do masculino e do feminino,
lança-se a noção de que os caça-gringas manufaturam uma masculinidade híbrida, revelando
o quanto as identidades de gênero são maleáveis e processuais, e o quanto os agentes
performatizam suas representações de gênero com base nas posições de sujeito culturalmente
disponíveis. Toda essa análise tem como objetivo implícito pôr em cheque os discursos
vitimários que apontam as profissionais do sexo como sujeitos desprovidos de agência, e
demonstrar que essas mulheres, tal como os caça-gringas de Pipa, são agentes portadores de
projetos de vida específicos e que o mercado de sexo o qual pode prescindir da
intermediação monetária - é também um espaço para a subversão do regime de gênero,
estando ainda aberto a manifestações de romance

Identiferoai:union.ndltd.org:IBICT/oai:repositorio.ufpe.br:123456789/606
Date31 January 2009
CreatorsTRINDADE, Tiago Cantalice da Silva
ContributorsNASCIMENTO, Luis Felipe Rios do
PublisherUniversidade Federal de Pernambuco
Source SetsIBICT Brazilian ETDs
LanguagePortuguese
Detected LanguagePortuguese
Typeinfo:eu-repo/semantics/publishedVersion, info:eu-repo/semantics/masterThesis
Sourcereponame:Repositório Institucional da UFPE, instname:Universidade Federal de Pernambuco, instacron:UFPE
Rightsinfo:eu-repo/semantics/openAccess

Page generated in 0.0015 seconds