Return to search

Método de prevenção de perdas do tipo making-do, retrabalho e falta de terminalidade em canteiros de obras / Method of preventing wastes of the type making-do, rework and unfinished work in construction sites

Submitted by Automação e Estatística (sst@bczm.ufrn.br) on 2018-06-05T22:22:46Z
No. of bitstreams: 1
AndrezzaVagniellyCoutinhoGermano_DISSERT.pdf: 6628811 bytes, checksum: 31bb9ff6d85f774c7d60410044c5d92e (MD5) / Approved for entry into archive by Arlan Eloi Leite Silva (eloihistoriador@yahoo.com.br) on 2018-06-11T22:53:16Z (GMT) No. of bitstreams: 1
AndrezzaVagniellyCoutinhoGermano_DISSERT.pdf: 6628811 bytes, checksum: 31bb9ff6d85f774c7d60410044c5d92e (MD5) / Made available in DSpace on 2018-06-11T22:53:16Z (GMT). No. of bitstreams: 1
AndrezzaVagniellyCoutinhoGermano_DISSERT.pdf: 6628811 bytes, checksum: 31bb9ff6d85f774c7d60410044c5d92e (MD5)
Previous issue date: 2018-03-28 / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) / A construção enxuta é uma filosofia de produção que busca a redução ou eliminação
de perdas nos processos construtivos. A perda do tipo making-do está relacionada
com a ocorrência de improvisações pelas equipes de trabalho. A perda do tipo
retrabalho consiste em nova execução de um serviço que já foi executado. A perda
do tipo falta de terminalidade refere-se a não finalização das tarefas. O estudo de
perdas na construção civil é de fundamental importância na melhoria do
desempenho de processos construtivos bem como na redução de custos. Há
importantes relações de causa e efeito entre as categorias making-do, retrabalho e
falta de terminalidade que são frequentemente relacionadas às falhas nos sistemas
de gestão que não evitaram a propagação das perdas. Assim, o objetivo principal é
propor um método de prevenção de perdas do tipo making-do, falta de terminalidade
e retrabalho em canteiros de obras. Para tanto, a abordagem de pesquisa é
denominada de Design Science Research composta de cinco fases: (1)
“Consciência do problema” em que se obteve a lacuna do conhecimento; (2)
“Sugestão” do método de prevenção; (3) “Desenvolvimento” da segunda versão do
método, onde ocorreu o refinamento da primeira versão do método. (4) “Avaliação”
consistiu na avaliação da utilidade prática da segunda versão do artefato através do
grupo focal com profissionais de uma das três empresas estudadas, neste sentido
algumas destas apreciações foram incorporadas na última versão do método; (5)
“Conclusão” nesta última fase foi identificada as contribuições práticas e teóricas. Os
resultados obtidos no estudo de caso 1 e 2 indicaram que a maior parte das perdas
por making-do foram materiais/componentes e os impactos são retrabalho, falta de
terminalidade e diminuição da produtividade. No estudo de caso 3, os pacotes
informais causados por falta de terminalidade em sua maioria são alvenaria de
vedação e revestimento interno e foram o que mais aumento de prazos e custos
tiveram. As principais contribuições deste estudo estão relacionadas à compreensão
das perdas de uma perspectiva sistêmica desde a sua origem até os impactos no
sistema de produção como um todo, bem como tornar os sistemas de gestão mais
robustos e buscar a redução ou eliminação das perdas de forma mais eficaz. / Lean construction is a production philosophy that seeks to reduce or eliminate
wastes in construction processes. Making-do is a category of waste related to the
occurrence of improvisations by the work teams. Rework consists of a new execution
of a task that has already been executed. Unfinished work refers to the noncompletion
of the tasks. The study of wastes in construction is of fundamental
importance in improving the performance of construction processes as well as in cost
reduction. There are important cause and effect relationships between the categories
of making-do, rework, and unfinished work that are often related to failures in
management systems that have not prevented the spread of wastes. Thus, the main
objective is to propose a method of preventing wastes of the type making-do, rework
and unfinished work in construction sites. To do so, the research approach is called
Design Science Research composed of five phases: (1) "Problem awareness" in
which the knowledge gap was obtained; (2) "Suggestion" of the prevention method;
(3) "Development" of the second version of the method, where the refinement of the
first version of the method occurred. (4) "Evaluation" consisted in evaluating the
practical utility of the second version of the artifact through the focus group with
professionals from one of the three companies studied, in this sense some of these
assessments were incorporated in the last version of the method; (5) "Conclusion" in
this last phase was identified the practical and theoretical contributions. The results
obtained in case study 1 and 2 indicated that most of the wastes by making-do were
materials / components and the impacts are rework, unfinished work and decrease of
productivity. In the case study 3, the informal packages caused by unfinished work
are mostly masonry of sealing and internal coating and were the most increase of
deadlines and costs had. The main contributions of this study are related to the
understanding of the wastes from a systemic perspective from its origin to the
impacts on the production system, as well as to make the management systems
more robust and to seek the reduction or elimination of wastes in a more effective
way.

Identiferoai:union.ndltd.org:IBICT/oai:repositorio.ufrn.br:123456789/25336
Date28 March 2018
CreatorsGermano, Andrezza Vagnielly Coutinho
Contributors00198450303, Queiroz, Luiz Alessandro Pinheiro da Câmara de, 47614935420, Santos, Débora de Gois, 66127599504, Melo, Reymard Sávio Sampaio de
PublisherPROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA CIVIL, UFRN, Brasil
Source SetsIBICT Brazilian ETDs
LanguagePortuguese
Detected LanguageEnglish
Typeinfo:eu-repo/semantics/publishedVersion, info:eu-repo/semantics/masterThesis
Sourcereponame:Repositório Institucional da UFRN, instname:Universidade Federal do Rio Grande do Norte, instacron:UFRN
Rightsinfo:eu-repo/semantics/openAccess

Page generated in 0.0032 seconds