Return to search

Avaliação do dano gerado pelo ruído nas células ciliadas externas de professores do ensino fundamental de uma regional de ensino do Distrito Federal

Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ciências Médicas, Programa de Pós-Graduação em Ciências Médicas, 2015. / Submitted by Cristiane Mendes (mcristianem@gmail.com) on 2015-07-01T13:31:28Z
No. of bitstreams: 1
2015_GabrielaGuentherRibeiroNovanta.pdf: 1104044 bytes, checksum: 4620c6c3837e965c9c48dde66a920791 (MD5) / Approved for entry into archive by Raquel Viana(raquelviana@bce.unb.br) on 2015-07-02T15:02:26Z (GMT) No. of bitstreams: 1
2015_GabrielaGuentherRibeiroNovanta.pdf: 1104044 bytes, checksum: 4620c6c3837e965c9c48dde66a920791 (MD5) / Made available in DSpace on 2015-07-02T15:02:26Z (GMT). No. of bitstreams: 1
2015_GabrielaGuentherRibeiroNovanta.pdf: 1104044 bytes, checksum: 4620c6c3837e965c9c48dde66a920791 (MD5) / Introdução: O excesso de ruído presente nas escolas tem sido uma queixa frequentemente referida pela categoria dos professores. Embora a Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) estabeleça que o ruído dentro da sala de aula deve atingir no máximo 50dB (1), diversos estudos realizados no Brasil citam intensidades próximas ou superiores a 70 dB dentro das salas de aula. Este excesso de ruído poderá provocar reações psicológicas, fisiológicas e patológicas na saúde dos professores, e principalmente, prejudicar a audição. Objetivos: Avaliar do dano gerado pelo ruído nas células ciliadas externas de professores do ensino fundamental de uma regional de ensino do Distrito Federal. Métodos: Foram realizados os testes de emissões otoacústicas transientes (EOAT) e emissões otoacústicas por produto de distorção (EOAPD) com repouso acústico e o teste de EOAPD após a jornada de trabalho. Para a análise das EOAT e EOAPD foi utilizado o critério "passa/falha", por meio da avaliação da amplitude da resposta e da relação sinal/ruído. Durante o período de aula, foram realizadas medições dos níveis de pressão sonora dentro das salas de aula, por meio de um decibelímetro. Foram realizadas medições de 10 minutos, e registrados o LAeq (nível de pressão sonora equivalente), o valor mínimo e o valor máximo. Resultados: Foram avaliados 67 professores com idades entre 21 e 54 anos (Média 37,1; DP 8,4) dos quais 61 do sexo feminino (91%) e 6 do sexo masculino (9%). O tempo de magistério variou entre 1 e 27 anos (Média 10,7; DP 6,8). Foram realizadas 210 medições dos níveis de pressão sonora, sendo três registros para cada uma das 67 salas de aula. A média do ruído (LAeq) foi de 76,6 dB (A) (DP 5,4), a mínima foi de 59,2 dB (A) (DP 4,3) e a máxima foi de 90,2 dB (A) (DP 7,1). Pelo critério “passa/falha”, apenas 34,3% dos professores apresentou "passa" ou normal nas EOAT em ambas as orelhas e 16,4% dos professores apresentou "passa" ou normal nas EOAPD para ambas as orelhas. Na comparação entre os dois momentos (com repouso auditivo e após exposição da jornada de trabalho) das EOAPD, foi encontrada uma diminuição significante na amplitude da resposta e na relação sinal/ruído na segunda avaliação para as frequências de 2 e 4 kHz. O aumento dos níveis de ruído esteve relacionado com a diminuição da amplitude da resposta nas frequências de 2 e 4 kHz e com a relação sinal/ruído na frequência de 4 kHz. Conclusão: O ruído presente dentro da sala de aula foi capaz de gerar uma alteração na função das células ciliadas externas dos professores avaliados. Foi encontrada uma alta prevalência de resultados alterados mesmo com repouso auditivo, que sugere uma relação entre a exposição ao ruído e o dano auditivo. / Introduction: The excessive noise present in schools has been a frequent complaint reported by teachers’. Although the Brazilian Association of Technical Standards (ABNT) has established that noise inside classrooms should not exceed 50 dB, several studies conducted in Brazil have mentioned intensities close to or higher than 70 dB in classrooms. This excess of noise may cause psychological, physiological and pathological reactions in the health of teachers, especially damage to hearing. Objectives: To evaluate the damage generated by noise in outer hair cells of elementary school teachers of one of the Federal District´s area. Methods: otoacoustic emission tests (EOAT) and otoacoustic emissions by distortion product (DPOAE) were performed with acoustic rest and the DPOAE test after a day of work. For the analysis of TEOAE and DPOAE the "pass / fail" criteria was used, through the evaluation of the amplitude response and signal / noise ratio. During teaching classes, measurements were made on sound pressure levels in classrooms through a decibel meter. Ten-minute measurements were performed, and registered at the LAeq (equivalent sound pressure level), the minimum value and the maximum value. Results: A total of 67 teachers aged between 21 to 54 years (average 37.1, SD 8.4) from which 61 were females (91%) and 6 males (9%). Their teaching experience ranged from 1 to 27 years (average 10.7, SD 6.8). 210 measurements of sound pressure levels were conducted, being three records for each of the 67 classrooms. The noise average (LAeq) was 76.6 dB (A) (SD 5.4), the lowest was 59.2 dB (A) (SD 4.3) and the highest was 90.2 dB (A) (SD 7.1). Through "pass / fail" criteria, only 34.3% of teachers were considered "pass" or normal in TEOAE in both ears and 16.4% of teachers were considered "pass" or normal in DPOAE in both ears. Comparing the two time points (with auditory rest and after exposure of the day of work) DPOAE, we found a significant decrease in response amplitude and signal / noise ratio in the second evaluation for the frequencies of 2 and 4 kHz. The increase in noise levels was related to the decrease in amplitude response for 2 and 4 kHz frequency and the signal / noise ratio in 4 kHz frequency. Conclusion: The noise inside classrooms was capable to generate a change in the function of the outer hair cells of the evaluated teachers. A high prevalence of abnormal results was found even with hearing rest, which suggests a relation between noise exposure and hearing damage.

Identiferoai:union.ndltd.org:IBICT/oai:repositorio.unb.br:10482/18417
Date January 2015
CreatorsNovanta, Gabriela Guenther Ribeiro
ContributorsOliveira, Carlos Augusto Costa Pires de
Source SetsIBICT Brazilian ETDs
LanguagePortuguese
Detected LanguagePortuguese
Typeinfo:eu-repo/semantics/publishedVersion, info:eu-repo/semantics/masterThesis
Sourcereponame:Repositório Institucional da UnB, instname:Universidade de Brasília, instacron:UNB
RightsA concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data., info:eu-repo/semantics/openAccess

Page generated in 0.0027 seconds