Return to search

Formigas em ambientes hospitalares: associação com bactérias (patogênicas e endosimbiontes) e modelo de controle

Made available in DSpace on 2014-06-11T19:35:43Z (GMT). No. of bitstreams: 0
Previous issue date: 2006-03-27Bitstream added on 2014-06-13T20:46:50Z : No. of bitstreams: 1
cintra_p_dr_rcla.pdf: 2639332 bytes, checksum: 119f7cee8f096cd058ae02c2f68f50ec (MD5) / Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) / As formigas podem adquirir bactérias presentes no ambiente e permitir que elas se desenvolvam nos seus tratos digestórios, transmitindo-as para as formas mais jovens. Estudos filogenéticos, com formigas do gênero Camponotus, apontam uma co-evolução das espécies de bactérias e de formigas, indicando também uma transmissão maternal. As formigas andarilhas, ou tramp species , podem ocorrer em diversos ambientes, entre eles os hospitais, podendo atuar como carreadores de bactérias patogênicas. Não existem na literatura trabalhos que relatem bactérias patogênicas no trato digestório de formigas que ocorrem em ambientes urbanos. O objetivo do presente trabalho foi o de verificar a existência de bactérias patogênicas no trato digestório de formigas que ocorrem em ambientes hospitalares, determinar se essas espécies poderiam funcionar como reservatórios de bactérias e comparar com as bactérias isoladas de formigas de laboratório. Os resultados obtidos indicaram que as formigas não apresentam bactérias patogênicas em seus tratos digestórios, mesmo sendo coletadas em ambiente hospitalar, porém estas podem eventualmente ser isoladas, não fazendo parte da microbiota natural dessas espécies. Bactérias patogênicas foram isoladas nos ninhos mantidos em laboratórios e também nas larvas das espécies Monomorium pharaonis e Monomorium floricola. Devido às diferenças morfológicas entre o trato digestório das operárias adultas e larvas, pode ser explicada a distinção encontrada entre a microbiota isolada. Foram realizados o levantamento da distribuição das espécies de formigas no Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da UNESP de Botucatu, SP, e no Centro de Saúde de São Carlos, bem como o isolamento das bactérias presentes no trato digestório dos exemplares coletados. Como não foram isoladas bactérias patogênicas...

Identiferoai:union.ndltd.org:IBICT/oai:repositorio.unesp.br:11449/106531
Date27 March 2006
CreatorsCintra, Priscila [UNESP]
ContributorsUniversidade Estadual Paulista (UNESP), Bueno, Odair Correa [UNESP]
PublisherUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
Source SetsIBICT Brazilian ETDs
LanguagePortuguese
Detected LanguagePortuguese
Typeinfo:eu-repo/semantics/publishedVersion, info:eu-repo/semantics/doctoralThesis
Formatv, 100 f. : il., gráfs., tabs., fots.
SourceAleph, reponame:Repositório Institucional da UNESP, instname:Universidade Estadual Paulista, instacron:UNESP
Rightsinfo:eu-repo/semantics/openAccess
Relation-1, -1

Page generated in 0.0103 seconds