Return to search

Avaliação de metodologia para analise de consumo alimentar de populações

Orientador: Maria Antonia Martins Galeazzi / Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Engenharia de Alimentos / Made available in DSpace on 2018-08-02T19:17:08Z (GMT). No. of bitstreams: 1
Silva_MargaridaMariaSantanada_D.pdf: 34514148 bytes, checksum: e3622abbb861b0a193256feeb3dafc75 (MD5)
Previous issue date: 2002 / Resumo: Este trabalho objetivou validar a metodologia INCAF-Inquérito de Consumo Familiar proposto no ano de 1996, por grupo de pesquisadores coordenado por Galeazzi, para predição do consumo alimentar de indivíduos adultos, com 19 anos ou mais de idade, do município de Campinas-SP, quanto à energia, proteína, cálcio e ferro, tendo como padrão ouro o QFCAs-Questionário de Freqüência de Consumo Alimentar Individual Semiquantitativo. A base de dados foi o Estudo Multicêntrico sobre Consumo de Alimentos-EMCA/1996-NEPA-UNICAMP, seguindo procedimentos metodológicos de amostragem da Fundação Instituto
Brasileiro de Geografia e Estatística. Trabalhou-se com a subamostra referente ao Inquérito de Consumo Alimentar Individual-ICAI. O estudo compreendeu três etapas, na análise exploratória de validação e no desenvolvimento de modelos estatísticos para validação o n foi 123 (75 famílias) e, na validação dos modelos gerados o n foi 15 (9 famílias). Os dados foram comparados em dois blocos, o consumo per capita de nutrientes e a adequação nutricional, por avaliação de média aritmética, desvio padrão, intervalo de confiança (alfa = 0,1), intervalo ('qui' '+ ou -' DP). teste t(alfa=0,1), correlação (coeficiente de Pearson alfa = 0,05) e análise gráfica. Foi comparada também a contribuição dos alimentos consumidos no fornecimento de energia e dos nutrientes analisados, além da sensibilidade, especificidade e valor preditivo. No desenvolvimento dos modelos estatísticos adotou-se método de regressão por etapas (stepwise) com p < 0,05, onde as variáveis dependentes foram as adequações obtidas pelo QFCAs e as preditoras as sócio-econômicase as adequações obtidas pelo INCAF. Foram gerados dois modelos para cada elemento analisado, o simples e o ampliado, este último necessariamente deveria conter uma variável de consumo alimentar. Na primeira etapa a média do
consumo de proteína foi igual nos dois métodos pelo teste t(alfa=0,1). No
intervalo ('qui' '+ ou -' DP) o INCAF apresentou consumo igual ao QFCAs para energia, proteína, cálcio e ferro. ... Observação: O resumo, na íntegra, poderá ser visualizado no texto completo da tese digital. / Abstract: The aim of this work was to validate the INCAF - Inquérito de Consumo Familiar method in individuais aged 19 or more, to predict their food consumption, regarding to energy, proteins, calcium, and iron levels in Campinas, São Paulo State, Brazil. This method was proposed in 1996 by a researcher group coordinated by Galeazzi. It was used a Semiquantitative Individual Food Frequency Questionnaire as a standard and a data base named Estudo Multicêntrico on Consumption of Alimentos-EMCA/1996-NEPA-UNICAMP. This study followed the Fundação Instituto de Geografia e Estatística-IBGEmethodological precedures.A subsample from Inquérito de Consumo Alimentar Individual-ICAIwas used as well. The study included three phases: exploratory analysis of validation, development of statistical models (n = 123 = 75 famílies), and validation of the generated models (n = 15 = 9 families). On the first phase, data were compared in two groups: per capita consumption of nutrients and nutritional adequacy, using arithmetic mean, standard deviation, confidence interval(a = 0,1), intervaI('qui' test(a = 0,1), correlation (coefficient of Pearson alfa = 0,05) and graphic analysis. Consumed food contribuition on energy suplly and nutrients analysed were compared too, besides the sensitivity, especificity and predictive value. On second phase, stepwise regression method (p < 0,05), was used by selecting socioeconomicand nutritional
adequacy by INCAF as predictors of the dependent variables nutritional adequacy by QFCAs. Two models were generated for each analyzed element, a simple and an amplífied. The latter should necessarily contain the food consumption variable. In the first stage protein consumption mean was the same in the two methods for t test(a=0,1). ... Note: The complete abstract is available with the full electronic digital thesis or dissertations. / Doutorado / Doutor em Alimentos e Nutrição

Identiferoai:union.ndltd.org:IBICT/oai:repositorio.unicamp.br:REPOSIP/254939
Date02 August 2018
CreatorsSilva, Margarida Maria Santana da
ContributorsUNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINAS, Galeazzi, Maria Antonia Martins, 1944-, Philippi, Sonia Tucunduva, Silva, Marina Vieira da, Filho, Antonio Barros de Azevedo, Tinoco, Adelson Luiz Araujo, Silva, Maria A. Azevedo Pereira da, Viotto, Walkíria Hanada
Publisher[s.n.], Universidade Estadual de Campinas. Faculdade de Engenharia de Alimentos, Programa de Pós-Graduação em Alimentos e Nutrição
Source SetsIBICT Brazilian ETDs
LanguagePortuguese
Detected LanguagePortuguese
Typeinfo:eu-repo/semantics/publishedVersion, info:eu-repo/semantics/doctoralThesis
Format160p. : il., application/pdf
Sourcereponame:Repositório Institucional da Unicamp, instname:Universidade Estadual de Campinas, instacron:UNICAMP
Rightsinfo:eu-repo/semantics/openAccess

Page generated in 0.003 seconds