Return to search

Estudo da influencia dos parametros do teste varestraint e dos formatos da poça de fusão nas trincas de solidificação

Orientador: Roseana da Exaltação Trevisan / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Engenharia Mecanica / Made available in DSpace on 2018-07-29T00:14:37Z (GMT). No. of bitstreams: 1
Lourencato_LucianoAugusto_M.pdf: 6157934 bytes, checksum: 0c1ec19baadced0ec37eec672ff3ca60 (MD5)
Previous issue date: 2001 / Resumo: Trinca de solidificação é um dos maiores problemas que ocorrem em juntas soldadas, principalmente em ligas de alumínio e aços inoxidáveis. Estas trincas ocorrem de forma intergranular no cordão de solda durante o período de solidificação. Este fenômeno ocorre devido a ductilidade insuficiente que o metal de solda apresenta em suportar tensões trativas que surgem durante o resfriamento do cordão. Muitos testes são recomendados para testar a susceptibilidade ao trincamento dos materiais, porém o mais usado é o teste Varestraint. Apesar de sua importância, existe uma série de variáveis do teste que não são levadas em consideração e podem afetar consideravelmente os resultados. Este trabalho verificou a influência das variáveis do teste: Deformação Tangencial e Força de Aplicação, e da variável do processo de soldagem: Formato da Poça de Fusão, sobre o Comprimento Total de Trincas (CTT). No desenvolvimento experimental foi utilizado o processo de soldagem TIG autógeno em chapas de aço inox austenítico e alumínio 5052. Os resultados mostram que a Deformação Tangencial e o Formato da Poça de Fusão possuem grande influência sobre o CTT. No entanto, a Força de Aplicação mostrou não influenciar no trincamento / Abstract: Solidification cracking is one of the main problems that occur in welded joints, mainly in joints of aluminum alloys and stainless steel. Such cracking develops in an intergranular form at the welding bead during the solidification time-period. The phenomenon is basically due to the insufficient ductility of the filler metal to bear the traction stresses arises during the cooling of the bead. Several procedures are recommended for testing cracking susceptibility of metals, the most used being the Varestraint testo Despite its broad recogi nition and importance to the industry, there is a series of variables in the test procedure that are not taken into account even though they may affect the results considerably. The present work assesses the influence of test variables such as the tangential strain and the application force, and also the effect of the welding pool geometry, on the cracking total length (CTT). The experimental work was carried out using autogenous TIG process on 5052 AI plates and stainless steel plates. Results show that both the tangential strain and the geometry of the welding pool have a major impact on the CTT. On the other hand, the application force was shown not to affect solidification cracking / Mestrado / Materiais e Processos de Fabricação / Mestre em Engenharia Mecânica

Identiferoai:union.ndltd.org:IBICT/oai:repositorio.unicamp.br:REPOSIP/265236
Date23 June 2001
CreatorsLourençato, Luciano Augusto
ContributorsUNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINAS, Trevisan, Roseana da Exaltação, 1951-, Gomes, Samuel Irati Novaes, Novaski, Olívio
Publisher[s.n.], Universidade Estadual de Campinas. Faculdade de Engenharia Mecânica
Source SetsIBICT Brazilian ETDs
LanguagePortuguese
Detected LanguageEnglish
Typeinfo:eu-repo/semantics/publishedVersion, info:eu-repo/semantics/masterThesis
Format97p. : il., application/pdf
Sourcereponame:Repositório Institucional da Unicamp, instname:Universidade Estadual de Campinas, instacron:UNICAMP
Rightsinfo:eu-repo/semantics/openAccess

Page generated in 0.0024 seconds