Return to search

Estudo de suscetibilidade a trinca a frio em juntas soldadas de aço SAR-80 BT

Orientador : Roseana da Exaltação Trevisan / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Engenharia de Campinas / Made available in DSpace on 2018-07-14T02:07:40Z (GMT). No. of bitstreams: 1
Godoy_AntonioFernando_M.pdf: 2053561 bytes, checksum: c3ee13a0f69c039d3ccf91f272af374d (MD5)
Previous issue date: 1989 / Resumo: Este trabalho tem como objetivo estudar a suscetibilidade a trinca a frio em juntas soldadas de aço alta resistência baixa liga, através do teste de auto restrição Tekken. Para realização deste trabalho, foram utilizadas chapas do aço SAR - 80 BT de 12,7 mm e 25,4 mm de espessura. O consumível utilizado, foi o eletrodo revestido de alta resistência E 120 18 M com 3,25 mm de diametro. O processo de soldagem utilizado, foi o processo arco elétrico com eletrodo revestido ( SAER ), polaridade Inversa. O insumo de calor e teor de hidrogênio, também foram parâmetros fixados. O único parâmetro variável foi a temperatura de pré-aquecimento. Foram analisados o número, tamanho e a propagação das trincas, além da microestrutura. Ainda foram realizadas medidas de dureza na seção transversal de cada cordão teste. O número, tamanho e localização das trincas, foram correlacionados ao tipo de microestrutura e a dureza em cada região. A principal conclusão neste trabalho, é que a temperatura de pré-aquecimento até 50°C para os corpos-de-prova de 12,7 mm de espessura, e até 100°C para os corpos-de-prova de 25,4 mm de espessura, é o fator predominante na formação da trinca a frio. Acima desta temperatura, outros fatores como a microestrutura, teor de hidrogênio, passam a influenciar de uma forma mais significativa / Abstract: The main objective of the present work is to study the cold crack incidence in high strength low alloy welded steel using the TEKKEN TEST. The experimental was carrled out in SAR-80 BT plates with 12,7 rnrn ,and 25,4 mm thickness. The E 120 18 M electrode wlth 3,25 mm diameter was used in all cases studied. The Shield Metal Arc weldlng Process with inverse polarity was used to make the weld beads. During the experiments the heat-input and the hydrogen content were fixed and the pre-heat temperature was varied. The number, size and direction of propagation of the cold cracks were correlated wlth the hardness and microstructure of each weld bead test. The main conclusion is that the pre-heating temperature, up to 50°C for plates with 12,7 mm thickness and up to 100°C for plates with 25,4 mm thickness, is the dominant factor in the cold crack formation. Above those values, other factors, as the steel microestructure and the hydrogen content, come to influence more significantly the formation of the cold crack / Mestrado / Mestre em Engenharia Mecânica

Identiferoai:union.ndltd.org:IBICT/oai:repositorio.unicamp.br:REPOSIP/265549
Date15 December 1989
CreatorsGodoy, Antonio Fernando
ContributorsUNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINAS, Trevisan, Roseana da Exaltação, 1951-
Publisher[s.n.], Universidade Estadual de Campinas. Faculdade de Engenharia de Campinas, Programa de Pós-Graduação em Engenharia Mecânica
Source SetsIBICT Brazilian ETDs
LanguagePortuguese
Detected LanguagePortuguese
Typeinfo:eu-repo/semantics/publishedVersion, info:eu-repo/semantics/masterThesis
Format89f. : il., application/pdf
Sourcereponame:Repositório Institucional da Unicamp, instname:Universidade Estadual de Campinas, instacron:UNICAMP
Rightsinfo:eu-repo/semantics/openAccess

Page generated in 0.0015 seconds