Return to search

Estudos realizados com o virus do mosaico dourado do feijoeiro do Brasil visando sua transmissão por metodos mecanicos

Orientador : Alvaro Santos Costa / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Biologia / Made available in DSpace on 2018-07-15T12:31:40Z (GMT). No. of bitstreams: 1
Figueira_AntoniadosReis_M.pdf: 3215706 bytes, checksum: 8b04f047dfb693174aff7a5d5a5a1b0e (MD5)
Previous issue date: 1980 / Resumo: O problema da transmissão mecânica do vírus do mosaico dourado do feijoeiro (VMDF) no Brasil foi abordado sob vários aspectos, tanto em relação às plantas-testes doadoras e receptoras do inoculo, como em relação ao vírus. O inóculo empregado na realização dos testes, sofreu variações quanto a: a) origem ? inóculo coletado em Campinas, SP e região, bem como de outras regiões de São Paulo e Paraná; b) idade ? as folhas infectadas que serviram como fonte de inoculo foram empregadas em vários estágios, desde aqueles na fase inicial de crescimento, até as que já haviam atingido aproximadamente seu tamanho máximo de expansão; c) época de coleta após infecção da planta ? o inoculo foi coletado tanto na época em que apareceram os primeiros sintomas da doença (cerca de 20 dias após inoculação com mosca branca virulífera), como em fases mais adiantadas, quando a planta já estava em início de florescimento; d) concentração ? a quantidade de folha (em gramas) por volume de solução extratora (em ml) foi variável, para se conseguir diversas concentrações do vírus em solução. Na extração e preparação do inoculo foram empregadas muitas das substâncias químicas normalmente usadas na transmissão mecânica dos fitovírus, e muitas outras com propriedades de inibir a ação de nucleases e proteases, visando preservar a integridade e conseqüentemente a infetividade da partícula varial... Observação: O resumo, na íntegra, poderá ser visualizado no texto completo da tese digital / Abstract: Bean golden mosaic virus in Brazil has not been transmitted mechanically by investigators that have tried it. Other related viruses associated with similar diseases present in Central America, Porto Rico, and Colombia have been transmitted by routine methods of mechanical inoculation without great difficulty. This apparent discrepancy led the writer to start a series of tests aiming at developing a teshnique that wold permit mechanical transmission of the Brazilian virus. Several approaches were tried ? (1) variations in the source of inoculun: (a) simple collected from several regions in the State of São Paulo and from other parts of Brazil; (b) inocula collected from different donor plant species; (c) inocula prepared at different concentrations. (2) Different methods of extraction and use of various extracting solutions: (a) use of virus activators; (b) use of inhibitors of nucleases and proteases or of other substances employed to preserve the integrity of the viral particles; (c) extraction of the inoculum in different solutions and combination at inoculation time or through two successive inoculation; (d) extration after freezing the samples. (3) different methods of inoculations: (a) rubbing on both sides of the leaves; (b) pin pricks on leaves and stems; (c) repeated inoculation of same leaves wit same or different preparations... Note: The complete abstract is available with the full electronic digital thesis or dissertations / Mestrado / Bioquimica / Mestre em Ciências Biológicas

Identiferoai:union.ndltd.org:IBICT/oai:repositorio.unicamp.br:REPOSIP/313895
Date15 July 2018
CreatorsFigueira, Antonia dos Reis
ContributorsUNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINAS, Costa, Alvaro Santos
Publisher[s.n.], Universidade Estadual de Campinas. Instituto de Biologia, Programa de Pós-Graduação em Biologia Celular e Molecular
Source SetsIBICT Brazilian ETDs
LanguagePortuguese
Detected LanguagePortuguese
Typeinfo:eu-repo/semantics/publishedVersion, info:eu-repo/semantics/masterThesis
Format63 f., application/pdf
Sourcereponame:Repositório Institucional da Unicamp, instname:Universidade Estadual de Campinas, instacron:UNICAMP
Rightsinfo:eu-repo/semantics/openAccess

Page generated in 0.0133 seconds