Return to search

Estudo da aderencia "in vitro" e "in vivo" de amostras de clostridium perfringens tipos A e C isoladas de diferentes origens

Orientadores : Antonio Fernando Pestana de Castro, Marlene Braide Serafim / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Biologia / Made available in DSpace on 2018-07-13T22:51:20Z (GMT). No. of bitstreams: 1
Teixeira_ElisabethPelosi_M.pdf: 11477417 bytes, checksum: 03a0a1fb0781de42596a1d01f73f8df6 (MD5)
Previous issue date: 1991 / Resumo: A intoxicação alimentar no homem, causada pelo Clostridium perfringens tipo A e a enterocolite necrotizante, doença letal para animais recém-nascidos, produzida provavelmente pelo C. perfringens tipo C são patologias atrbuídas a produção de toxinas. No entanto, nos estudos sobre estas doenças há uma lacuna no que fiz respeito a possíveis mecanismos de aderência de formas vegetativas do C. perfringens que lhe permitiriam colonizar a mucosa intestinal do homem e animais. Assim, o presente trabalho busca esclarecer os mecanismos de aderência a nível intestinal de amostras de C. perfringens isoladas de diferentes origens. Um grande número de amostras foi examinado por métodos de microhemaglutinação com hemácias de várias espécies animais (galinha, cobaia, cavalo, boi, carneiro, coelho e humana), por testes de aderência em células HeLa, técnicas de microscopia eletrônica, aderência 'in vivo' utilizando-se leitões recém-nascidos e tratamento das amostras bacterianas com substâncias específicas. Os resultados obtidos nos testes de microhemaglutinação demonstraram a existência de uma hemaglutinia instável, responsável principalmente pela aglutinação de hemácias de cobaia e galinha e altamente solúvel no meio de cultivo, sendo responsável, no sobrenadante, pela aglutinação destes mesmos tipos de hemácias. Nos testes de aderência em células HeLa foi detectada uma amostra altamente aderente (amostra S32), algumas ...Observação: O resumo, na íntegra, poderá ser visualizado no texto completo da tese digital / Abstract: In vitro and in vivo adherence of Clostridium perfringens types A and C isolated from different sources. In estinal toxin infections caused by C. Perfringens in man and animals an assential preliminary step, which mediates the adhesion of bacterial cells to the gut epithelium, is not yet known, In this study, it was found that most strains from many food and animal had haemagglutinating properties which was lost with subculturing and had no correlation with adhesion studied in HeLa cells and by the ileal loop assay in newborn piglets. One strain (S32) isolated from pig enterotoxemia adhered quite well to HeLa cells (adhesion index = 30 bact/cell). Thermal treatment of the bacteria abolished this adhesion partially as well as trypisin. Sodium metaperiodate destroyed completely the adhesive properties of S32. The examination at electron micoscope using ruthenium red and atiserum against S32 bugs demonstrated the presence of external structures on the bacterial surfaces which resembled glicocalix. No fimbrial structures could be seen by phosphotungstic acid staining. The ileal loop assay showed a very strong adherence in vivo as detected by histological techniques and appropriate staining of the preparations by HE and by Gram's method. These data altogether suggest that the polyssacaryde...Note: The complete abstract is available with the full electronic digital thesis or dissertations / Mestrado / Imunologia / Mestre em Ciências Biológicas

Identiferoai:union.ndltd.org:IBICT/oai:repositorio.unicamp.br:REPOSIP/316526
Date02 April 1991
CreatorsTeixeira, Elisabeth Pelosi
ContributorsUNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINAS, Serafim, Marlene Braide, 1940-2000, Castro, Antonio Fernando Pestana de, 1936-
Publisher[s.n.], Universidade Estadual de Campinas. Instituto de Biologia, Programa de Pós-Graduação em Ciências Biológicas
Source SetsIBICT Brazilian ETDs
LanguagePortuguese
Detected LanguageEnglish
Typeinfo:eu-repo/semantics/publishedVersion, info:eu-repo/semantics/masterThesis
Format157f. : il., application/pdf
Sourcereponame:Repositório Institucional da Unicamp, instname:Universidade Estadual de Campinas, instacron:UNICAMP
Rightsinfo:eu-repo/semantics/openAccess

Page generated in 0.0021 seconds