Return to search

Variabilidade bioquimica, sorologica e eletroforetica entre isolados de Pseudomonas syringae pv. lachrymans

Orientadores: Tomomasa Yano, Valdemar Atilio Malavolta Junior / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Biologia / Made available in DSpace on 2018-07-23T03:21:48Z (GMT). No. of bitstreams: 1
Prestes_ElizabethBiagioni_M.pdf: 3440718 bytes, checksum: 96e33c9c33d6651a4c83a7b6c9f3ae39 (MD5)
Previous issue date: 1997 / Resumo: Este estudo objetivou a caracterização ou a confirmação do patovar de diversos isolados bacterianos patogênicos ao pepino, incorporados à Coleção de Culturas da Seção de Bacteriologia Fitopatológica do Instituto Biológico (IBSBF) e caracterizados como Pseudomonas syringae pv. lachrymans, P. s. pv. syringae, P. s. pv. tabaci, ou, então, apenas a nível genérico. Essa caracterização foi feita por testes bioquímicos, culturais, sorológicos e eletroforéticos. Os resultados mostraram que apenas a utilização de testes bioquímicos e culturais podem ser insuficientes para a caracterização de patovares de bactérias patogênicas ao pepino, devido à variabilidade natural ocorrida entre os diferentes isolados. O emprego de reações sorológicas de dupla difusão em ágar com antígeno autoclavado e a eletroforese de proteínas totais em gel de poliacrilamida PAGE/SDS não permitiram, também, a diferenciação a nível de patovar entre os isolados empregados neste estudo. Os dados obtidos revelaram, ainda, que alguns isolados bacterianos possuem características que não permitem enquadrá-los em nenhum dos patovares de Pseudomonas syringae patogênicos ao pepino. Os resultados mostraram também que o isolado 1258, que é a estirpe tipo do patovar lachrymans, possui características que diferem da descrição desse patovar, mostrando a necessidade de se redefinir uma outra estirpe como neopatotipo de Pseudomonas syringae pv. lachrymans / Abstract: The objective of this study was the characterization or the confirmation of the pathovar of several bacterial isolates from cucumber that were incorporated in the Coleção de Culturas da Seção de Bacteriologia Fitopatológica do Instituto Biológico (IBSBF) and characterized as Pseudomonas syringae pv. lachrymans, P. s. pv. syringae, P. s. pv. tabaci or simply as Pseudomonas sp. This characterization was made by biochemical, cultural, serological and electrophoretical tests. The results showed that only biochemical and cultural tests can be insufficient for the characterization of the pathovars of cucumber pathogenic bacteria because of its natural variability. The utilization of serological tests with agar double diffusion with heat-treated cells and the electrophoresis by PAGE/SDS with total proteins were not sufficient for the differentiation among the isolates tested in this study. It was observed that some isolates have distinct characteristics of the pathovars of Pseudomonas syringae pathogenic to cucumber. It was also possible to verify that the isolate 1258, the representative strain for the pathovar lachrymans, has different characteristics from the description of this pathovar, confirming the necessity of a redefinition of another strain as neopathotype for Pseudomonas syringae pv. lachrymans / Mestrado / Microbiologia / Mestre em Ciências Biológicas

Identiferoai:union.ndltd.org:IBICT/oai:repositorio.unicamp.br:REPOSIP/317297
Date04 December 1997
CreatorsPrestes, Elizabeth Biagioni
ContributorsUNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINAS, Malavolta Junior, Valdemar Atilio, Yano, Tomomasa, 1941-, Sugimori, Mauro Hideo, Tanaka, Maria Aparecida de Souza
Publisher[s.n.], Universidade Estadual de Campinas. Instituto de Biologia, Programa de Pós-Graduação em Ciências Biológicas
Source SetsIBICT Brazilian ETDs
LanguagePortuguese
Detected LanguagePortuguese
Typeinfo:eu-repo/semantics/publishedVersion, info:eu-repo/semantics/masterThesis
Format47f. : il., application/pdf
Sourcereponame:Repositório Institucional da Unicamp, instname:Universidade Estadual de Campinas, instacron:UNICAMP
Rightsinfo:eu-repo/semantics/openAccess

Page generated in 0.0018 seconds