Return to search

Simulações computacionais para os efeitos da regulação ambiental sobre o crescimento e a dinâmica industrial: uma abordagem evolucionária

Made available in DSpace on 2015-05-08T14:45:01Z (GMT). No. of bitstreams: 1
arquivototal.pdf: 1067320 bytes, checksum: 5aa3cb9e32085fdc4f19410a35972c6b (MD5)
Previous issue date: 2009-02-19 / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior / This research brings an evolutionary approach about the environment‟s current situation. Is a
new proposed point of view, without competition between economy and the environment (as
the conventional theory does). The ecology should be in the competitive strategies of the firm.
Through computational simulation method was investigated the effectiveness of three types of
policies, all different about their restrictiveness degree. Such policies are: an ecological
tribute, a subsidy to green R&D, and a program for environmental education that means, in
the market, a consumer‟s preference for ecology. Were simulated nine types of policies
combinations, with different values for the parameters, with the objective to test the
economics variables‟ sensibility. Hence, the main purpose is to find the best policy for the
environment and its consequences for the industrial dynamic. The most important conclusion
is that the success of an environmental policy depends on its restriction, as Porter has
supposed / Este trabalho traz uma abordagem evolucionária para a discussão da problemática ambiental,
propondo uma visão não concorrente (como realizada pela teoria convencional) entre
economia e meio ambiente. Sugere-se a integração da variável ambiental como estratégia
competitiva das firmas. Através do método de simulação computacional verificaram-se a
eficácia de três tipos de políticas, todas diferentes quanto ao seu grau de restrição, quais
sejam: um imposto ambiental, um subsídio à P&D verde , e um programa de educação
ambiental que se traduz no mercado como uma preferência do consumidor à um produto
ecológico. Foram simulados nove tipos de combinações derivados dessas políticas, com
diferentes valores de parâmetros, a fim de se testar a sensibilidade das variáveis econômicas à
estas políticas. Assim, objetivou-se averiguar qual tipo de política gera o melhor resultado
ambiental, e suas conseqüências para a dinâmica industrial. Como principal conclusão,
encontrou-se que o resultado da política ambiental depende do seu grau de restrição,
corroborando com o que Porter chama de boa regulamentação .

Identiferoai:union.ndltd.org:IBICT/oai:tede.biblioteca.ufpb.br:tede/5036
Date19 February 2009
CreatorsRodrigues, Mayra Bezerra
ContributorsCavalcanti Filho, Paulo Fernando de Moura Bezerra
PublisherUniversidade Federal da Paraí­ba, Programa de Pós Graduação em Economia, UFPB, BR, Economia do Trabalho e Economia de Empresas
Source SetsIBICT Brazilian ETDs
LanguagePortuguese
Detected LanguagePortuguese
Typeinfo:eu-repo/semantics/publishedVersion, info:eu-repo/semantics/masterThesis
Formatapplication/pdf
Sourcereponame:Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da UFPB, instname:Universidade Federal da Paraíba, instacron:UFPB
Rightsinfo:eu-repo/semantics/openAccess

Page generated in 0.0028 seconds