Return to search

Bullying e depressão no contexto escolar: um estudo psicossociológico

Made available in DSpace on 2015-05-14T13:16:36Z (GMT). No. of bitstreams: 1
arquivototal.pdf: 1704500 bytes, checksum: 5c27ed758d9742dfd38711cec2c8020e (MD5)
Previous issue date: 2010-03-31 / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - CAPES / Nowadays there are two phenomena occupying a prominent position in the school
context which is worrying health, education and related areas professionals, violence
and depression. The violence at school, called bullying is regarded as one of the biggest
problems plaguing the entire community of educators, families and all segments of the
society. Depression, for its part has been identified as one of the syndromes which is
more present in the school context. As consequences of the first we can point their
depression, low self-esteem, stress, absenteeism or truancy, attitudes of self-flagellation
and even suicide, all these signs are also present in depression. In this sense this study
aims to examine the social representations (SR) of the students inserted at public and
private schools in the city of João Pessoa about depression and bullying and check if
there is any relationship between these two phenomena so prevalent in the school
context. The participants were 300 adolescents, boys and girls, aged between 12 and 18.
All answered a sociodemographic questionnaire, the Free Word Association Technique,
the Children's Depression Inventory (CDI), the Scale of perceived Acoso school and the
instrument Scriped-Cartoon Narrative Bullying. From the results arising from the
demographic questionnaire outlined the profile of adolescents through the CDI and the
EAP was possible to track young people who experienced depression and were
experiencing bullying. The Free Association of Words Technique allowed the
understanding of the social representations of depression and violence. The instrument
Scriped Cartoon Narrative Bullying also allowed the seizure of SR about bullying
through consensual and idiosyncratic elaborations of the research participants.
Depression was objectified elements marked by low self-esteem, negativity, distress,
anxiety, nervousness, despair, disaffection and anchored in the psycho-sphere. Bullying
has been objectified by the elements of pranks by physical aggression (pushing,
knocking, punching, pulling clothes, hair) and verbal (cursing, swearing call To call,
deleting, banning from participating in the play), and rooted in physical and
psychological violence. The data also revealed that both the violence and the
consequences such as depression cause imbalance in the psychological, cognitive,
emotional, physical and behavioral spheres. / Nos dias atuais, dois fenômenos vêm ocupando posição de destaque no contexto escolar
preocupando os profissionais da saúde, educação e de áreas afins, que são a violência e
a depressão. A violência praticada na escola, denominada bullying, é considerada como
um dos maiores problemas que aflige a toda comunidade de educadores, familiares e
todos os segmentos da sociedade. A depressão, por seu lado, vem sendo apontada como
uma das síndromes mais presente no contexto escolar. Como conseqüências do primeiro
podemos apontar a própria depressão, a baixa auto-estima, o estresse, o absentismo ou
evasão escolar, atitudes de autoflagelação e até o suicídio; todos estes sinais também
presentes na depressão. Neste sentido, este estudo objetiva estudar as Representações
Sociais (RS) dos estudantes acerca da depressão e do bullying e verificar se existe
alguma relação entre estes dois fenômenos. Os participantes da pesquisa foram 300
adolescentes, meninos e meninas, com idade entre 12 e 18 anos. Todos responderam a
um Questionário sociodemográfico, à Técnica de Associação Livre de Palavras, ao
Inventário de Depressão Infantil (CDI), à Escala de Acoso escola percebido (EAP) e ao
instrumento Scriped-Cartoon Narrative Bullying. A partir dos resultados advindos do
Questionário sociodemográfico; traçou-se o perfil dos adolescente; por meio do CDI e
da EAP, foi possível rastrear os adolescentes que vivenciam a depressão e o bullying. A
Técnica de Associação Livre de Palavras possibilitou a apreensão das representações
sociais da depressão e da violência. O instrumento Scriped-Cartoon Narrative Bullying
também possibilitou a apreensão das RS acerca do bullying por meio das elaborações
consensuais e idiossincráticas dos participantes da pesquisa. A depressão foi objetivada
por elementos assinaladores de baixa auto-estima, negativismo, agonia, angústia,
nervosismo, desespero, desamor e ancorada na esfera psicoafetiva. O bullying foi
objetivado pelos elementos de brincadeiras de mau gosto através da agressão física
(empurrar, derrubar, dar soco, puxar roupas, cabelos) e verbal (xingar, chamar
palavrões, apelidar, excluir, proibir de participar das brincadeiras) e ancorada na
violência física e psicológica. Os dados revelaram ainda que tanto a violência, quanto a
depressão provocam conseqüências como desequilíbrio nas esferas psicológicas,
cognitivas, afetivas, físicas e comportamentais.

Identiferoai:union.ndltd.org:IBICT/oai:tede.biblioteca.ufpb.br:tede/7004
Date31 March 2010
CreatorsSilva, Celeste Moura Lins
ContributorsCoutinho, Maria da Penha de Lima, Catão, Maria de Fhátima Martins
PublisherUniversidade Federal da Paraí­ba, Programa de Pós-Graduação em Psicologia Social, UFPB, BR, Psicologia Social
Source SetsIBICT Brazilian ETDs
LanguagePortuguese
Detected LanguageEnglish
Typeinfo:eu-repo/semantics/publishedVersion, info:eu-repo/semantics/masterThesis
Formatapplication/pdf
Sourcereponame:Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da UFPB, instname:Universidade Federal da Paraíba, instacron:UFPB
Rightsinfo:eu-repo/semantics/openAccess
Relation7304211197885395406, 600, 600, 600, 600, -4612537233970255485, 3411867255817377423, 3590462550136975366

Page generated in 0.0028 seconds