Return to search

Ensaios de toxicidade empregados na avaliação de efeitos no sistema de tratamento de esgotos e efluentes, ETE Suzano, e seu entorno, utilizando organismos aquáticos / TOXICITY ASSAYS APPLIED FOR THE EVALUATION OF THE EFFECTS OF SUZANO WASTEWATER TREATMENT SYSTEM, ETE SUZANO, AND ITS SURROUNDINGS, USING AQUATIC ORGANISMS

A Estação de Tratamento de Esgotos de Suzano, ETE Suzano, localizada em Suzano, recebe efluentes e esgotos domésticos de cinco municípios que concentram forte atividade industrial. A região merece estudos que visem à preservação do rio tendo em vista sua proximidade à nascente do mesmo, além da importância para o estado de São Paulo. O objetivo deste trabalho foi utilizar ensaios de toxicidade com organismos aquáticos de níveis tróficos distintos para avaliar a carga tóxica que chega na estação, a eficiência do tratamento biológico aplicado na mesma, bem como a influência da estação no seu entorno.Os resultados obtidos para os cinco locais amostrados indicaram que para o afluente a toxicidade foi bastante superior comparada aos demais locais e esse resultado se repetiu para todos os organismos testados, com valores de CE(I)50 variando entre 1,02% e 21,14% para V. fischeri, e entre 0,60 até 83,84% para D. similis . Com relação ao efluente tratado os resultados mais críticos foram determinados para a Ceriodaphnia dubia com valor crônico de 7,07%, em outubro de 2006. Nas demais campanhas os valores críticos do efluente tratado variaram entre 15,81% até 86,60%. Para Vibrio fischeri em todas as campanhas foi observada toxicidade para a amostra do afluente P2, sendo que a maior toxicidade foi verificada na primeira campanha. Ainda na primeira campanha o P4 apresentou toxicidade 2 vezes maior que em relação ao P1 mostrando que na água do P4 ainda existem contaminantes que prejudicam a vida aquática. Nas campanhas posteriores os valores verificados para P1 e P4 estiveram bem próximos, com moderada toxicidade. Para Daphnia similis foi constatada toxicidade nas 2ª e 3ª campanhas para o P4 enquanto que o P1 não apresentou toxicidade. Os resultados dos ensaios realizados com C. dubia visando ao potencial de efeito crônico demonstraram importante diferença entre natalidade obtida no ponto controle e os pontos do rio Tietê, jusante e montante. Ficou evidenciada que no entorno da estação comparativamente ao ponto controle a capacidade de reprodução desse organismo foi prejudicada. Da mesma forma alguns contaminantes orgânicos puderam ser determinados nesses locais e outro parâmetro crítico para a manutenção da vida aquática, o oxigênio dissolvido na água, resultou em valores entre 6,80ppm a 7,20 ppm no ponto controle (reservatório) enquanto que na água do rio esse parâmetro se manteve entre 0,5ppm e 0,7ppm , muito abaixo de 2,0 mg/L previsto pelo CONAMA. / The Suzano Sewage Treatment Station, ETE Suzano, located at Suzano city, receives effluents and domestic sewage from five municipalities that concentrate strong industrial activity. This region is special for sanitary studies for Tietê river preservation due to the importance of such a river and its origin quite close from Suzano. The present work applied toxicity tests for aquatic organisms (different trophic levels) in order to assess the toxic cargo that arrives to the station, the efficiency of biological treatment applied to the same, as well as the influence of the station to its surroundings.The results for the five sampled sites indicated that for the affluent the toxicity was significantly higher compared to others stations and this result was confirmed for all tested organisms. The effective toxic concentrations EC50 varried from 1.02% and 21.14% for V. fischeri, and between 0.60% to 83.84% for D. similis. The worst results were obtained during the first sampling. Regarding the final treated effluent more critical results were determined for Ceriodaphnia dubia with chronic value at 2006, October (7.07%). For this same treated effluent other toxic values varied from 15.81% to 86.60%. The next three sampled sites, which represented the river, only moderate toxicity was evidenced at the first campaign and for V. fischeri. The results for chronic effects (C. dubia) aimed reproduction of the organisms at control local and at Tiete River, downstream and upstream Suzano station. It was evident that the waters collected around the station reduced the reproduction capability of crustaceans. Similarly some organic contaminants could be determined at these sites and other critical parameter for the maintenance of aquatic life, the dissolved oxygen in water, resulted in values between 6.80 ppm to 7.20 ppm at control site while very low values were obtained at water River (between 0.5 ppm and 0.7 ppm), much lower than 2.0 mg / L provided by CONAMA.

Identiferoai:union.ndltd.org:IBICT/oai:teses.usp.br:tde-07072009-180736
Date27 November 2008
CreatorsNatália Hamada
ContributorsSueli Ivone Borrely, Monica Beatriz Mathor, Eliana Nakano
PublisherUniversidade de São Paulo, Tecnologia Nuclear, USP, BR
Source SetsIBICT Brazilian ETDs
LanguagePortuguese
Detected LanguagePortuguese
Typeinfo:eu-repo/semantics/publishedVersion, info:eu-repo/semantics/masterThesis
Sourcereponame:Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP, instname:Universidade de São Paulo, instacron:USP
Rightsinfo:eu-repo/semantics/openAccess

Page generated in 0.012 seconds