Return to search

Das instabilidades da música: o que vem de fora na composição musical

O objetivo deste trabalho é criar possibilidades para o que o vem de fora da composição musical seja um plano de criação em que se convive lado-a-lado uma sensibilidade artística e um pensamento em pleno estado de criação. O exame das circunstâncias em que se dá este pensamento vem por meio de um percurso, diremos, um tanto errático, onde se pretende por em relevo as forças que afetam a nossa sensibilidade, nossas criações, e que por assim dizer, tornam o pensamento um fluxo criativo. Tentamos entrever alguns momentos relativos a sua formação e papel nos processos criativos composicionais. Com efeito, o pensamento enquanto parte de um plano de criação será sempre um pensamento que se constrói por um fora, de onde opera ligações com o universo sonoro e, assim, dá consistência às nossas ideias musicais. Mas, ele não o faz sem algum esforço ou sem o reconhecimento das instabilidades que o permeiam e determinam sua natureza um tanto instável. Assim, por último, o que se constrói aqui é um pensamento das instabilidades da música. / The objective of this work is to create possibilities for what comes out of the musical composition that to be a plan of creation in which it lives side by side an artistic sensibility and thought in a full state of creation. The examination of the circumstances in which occurs this thought comes through a journey, shall we say, somewhat erratic, which aims to bring into relief the forces that affect our sensitivity, our creations, and as it were, become a thought creative flow. We try to discern a few moments in what concerns its constitution and role in the compositional processes. Indeed, the thought as part of a plan of creation is always thought that is constructed by an outside, where it operates connections with the universe of sound and thus gives consistency to our musical ideas. But he does so without any effort or without recognition of the instabilities that underlies and determines its nature somewhat unstable. So, finally, what is built here is a thought of the instabilities in the music.

Identiferoai:union.ndltd.org:IBICT/oai:teses.usp.br:tde-08032013-110907
Date27 April 2012
CreatorsAndré Silva Pereira de Oliveira Ribeiro
ContributorsRogério Luiz Moraes Costa, Silvio Ferraz Mello Filho, Cecilia Almeida Salles, Paulo de Tarso Camargo Cambraia Salles
PublisherUniversidade de São Paulo, Música, USP, BR
Source SetsIBICT Brazilian ETDs
LanguagePortuguese
Detected LanguageEnglish
Typeinfo:eu-repo/semantics/publishedVersion, info:eu-repo/semantics/doctoralThesis
Sourcereponame:Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP, instname:Universidade de São Paulo, instacron:USP
Rightsinfo:eu-repo/semantics/openAccess

Page generated in 0.002 seconds