Return to search

A evolução do comércio dos Estados Brasileiros: uma aplicação do modelo de Heckscher-Ohlin

NOBRE, Fábio Chaves. A evolução do comércio dos estados brasileiros: uma aplicação do modelo de Heckscher - Ohlin. 2006. 78f. : Dissertação (mestrado profissional) - Programa de Pós-Graduação em Economia CAEN, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza-CE, 2006. / Submitted by Mônica Correia Aquino (monicacorreiaaquino@gmail.com) on 2013-08-06T18:14:22Z
No. of bitstreams: 1
2006_dissert_fcnobre.pdf: 423426 bytes, checksum: b8c91224a473c892b2c3aed6c99be15e (MD5) / Approved for entry into archive by Mônica Correia Aquino(monicacorreiaaquino@gmail.com) on 2013-08-06T18:14:39Z (GMT) No. of bitstreams: 1
2006_dissert_fcnobre.pdf: 423426 bytes, checksum: b8c91224a473c892b2c3aed6c99be15e (MD5) / Made available in DSpace on 2013-08-06T18:14:39Z (GMT). No. of bitstreams: 1
2006_dissert_fcnobre.pdf: 423426 bytes, checksum: b8c91224a473c892b2c3aed6c99be15e (MD5)
Previous issue date: 2006 / The objective of this research is to show how the Brazilian states trade their products worldwide. The theoretical framework is based upon the theorem of Heckscher-Ohlin in which a country or region tends to specialize in the production of a good in which the abundant factor of production is more intensively used. this research evaluates to trade patterns of 15 products of the Annual Industrial Research and it was evidenced that great part of the production depends on the factor production human capital. Therefore, the Brazilian states that are abundant on this production factor tends to concentrate its production in the products that use this factor intensively, this way, the sate will be internationaly competitive. In the same way for the work force, therefore the national states that are endowed with this factor in abundance tends to concentrate its production in the products that uses this factor of production intensively. / O objetivo desta pesquisa é mostrar como os estados brasileiros comercializam seus produtos com o resto do mundo. A fundamentação teórica vem do teorema
de Heckscher-Ohlin, teoria que pressupõe que um país ou região tende a se especializar na produção de bens cujo fator de produção mais abundante é utilizado mais intensivamente. Avaliou-se o padrão de comércio de 15 produtos da pesquisa industrial anual - PIA e foi constatado que grande parte da produção depende do fator de produção capital humano. Então, os estados brasileiros que detêm este fator de produção em abundância, deverão concentrar sua produção nos produtos que utilizam este fator intensivamente. Desta forma, este estado terá competitividade internacional. O mesmo raciocínio pode ser aplicado na variável força de trabalho, pois os estados nacionais que detêm este fator em abundância, deverão se concentrar na produção de produtos que utilizem este fator de produção intensivamente.

Identiferoai:union.ndltd.org:IBICT/oai:www.repositorio.ufc.br:riufc/5575
Date January 2006
CreatorsNobre, Fábio Chaves
ContributorsTebaldi, Edinaldo
Source SetsIBICT Brazilian ETDs
LanguagePortuguese
Detected LanguageEnglish
Typeinfo:eu-repo/semantics/publishedVersion, info:eu-repo/semantics/masterThesis
Sourcereponame:Repositório Institucional da UFC, instname:Universidade Federal do Ceará, instacron:UFC
Rightsinfo:eu-repo/semantics/openAccess

Page generated in 0.0224 seconds