Return to search

Construção da linha de base dos municípios atingidos pela integração de bacias do rio São Francisco e Eixão das Águas, no estado do Ceará e suas implicações na transmissão da esquistossomose mansônica / Construction of the baseline of the municipalities affected by the integration of the São Francisco river basins and Eixão Waters in the state of Ceará and its implications in the transmission of schistosomiasis

GOMES, Ricristhi Gonçalves de Aguiar. Construção da linha de base dos municípios atingidos pela integração de bacias do Rio São Francisco e Eixão das Águas no Estado do Ceará e suas implicações na transmissão da esquistossomose mansônica. 2010. 95 f. Dissertação (Mestrado em Saúde Pública) - Universidade Federal do Ceará. Faculdade de Medicina, Fortaleza, 2010. / Submitted by denise santos (denise.santos@ufc.br) on 2014-01-07T14:08:13Z
No. of bitstreams: 1
2010_dis_rgagomes.pdf: 2515617 bytes, checksum: ef065b22108d076774762d3baa83a271 (MD5) / Approved for entry into archive by denise santos(denise.santos@ufc.br) on 2014-01-07T14:08:43Z (GMT) No. of bitstreams: 1
2010_dis_rgagomes.pdf: 2515617 bytes, checksum: ef065b22108d076774762d3baa83a271 (MD5) / Made available in DSpace on 2014-01-07T14:08:43Z (GMT). No. of bitstreams: 1
2010_dis_rgagomes.pdf: 2515617 bytes, checksum: ef065b22108d076774762d3baa83a271 (MD5)
Previous issue date: 2010 / Schistosomiasis is a parasitic disease caused by trematode worms of the genus Schistosoma. It is a worldwide endemic disease, occurring in 74 countries and territories, mainly in South America, the Caribbean, Africa and Eastern Mediterranean, where it reaches the regions of the Nile Delta, along with countries like Egypt and Sudan Among the most widespread parasitic infections in human world, schistosomiasis ranks second (second only to malaria), constituting, in Brazil, one of its most serious public health problems. The transmission of Schistosoma mansoni depends on the inter-relationship between the ecosystem, people and their social conditions. Large engineering projects that cause environmental changes often create good conditions for the emergence of risk factors for introduction and spread of diseases in the affected communities. The objective of this study was to build a baseline of the municipalities affected by two major projects of water infrastructure: The integration of the São Francisco River Basin within the limits of the state of Ceara and Eixão Waters of Ceará, and the implications on the transmission Schistosomiasis mansoni. The municipalities in the Area of Direct Influence of the projects involved were: Alto Santo, Baixio, Barro, Brejo Santo, Cascavel, Caucaia, Chorozinho, Horizonte, Icó, Itaitinga, Jaguaribara, Jaguaribe, Jati, Lavras da Mangabeira, Maracanaú, Mauriti, Missão Velha, Morada Nova, Ocara, Pacajus, Pacatuba, Pena Forte, Russas, São Gonçalo do Amarante e Umari. Indicators were used socio-demographic, socioeconomic, educational, and environmental health. The socio-demographic and socioeconomic analysis revealed that the municipalities close to the Metropolitan Region of Fortaleza were the best indicators. The intermediate host Biomphalaria straminea is widespread in all 25 municipalities of which 6 were cases of schistosomiasis in the period 2001 to 2006.Only eight counties are handled by the State Program for the Control of Schistosomiasis with prevalence ranging from 0.1 to 0.8% with the town of Maracanaú presenting the highest prevalence (0.8%). Five municipalities ADI (area of direct influence) had died of schistosomiasis in the period 2001 to 2009, these three are not operated by the State Program for the Control of Schistosomiasis. The production potential spaces for the transmission of schistosomiasis in the ADI following the implementation of these projects watershed transposition needs to be measured. / A esquistossomose é uma doença parasitária, provocada por vermes trematódeos do gênero Schistosoma. É uma endemia mundial, ocorrendo em 74 países e territórios, principalmente na América do Sul, Caribe, África e Leste do Mediterrâneo, onde atinge as regiões do Delta do Nilo, além de países como Egito e Sudão. Entre as parasitoses humanas mais disseminadas no mundo, a esquistossomose ocupa o segundo lugar (perdendo apenas para a malária), constituindo, no Brasil, um de seus mais graves problemas de saúde pública. A transmissão do Schistosoma mansoni depende do inter-relacionamento entre o ecossistema, as pessoas e suas condições sociais. Grandes projetos de engenharia que causam alterações no meio ambiente costumam criar condições satisfatórias para o aparecimento de fatores de risco de introdução e disseminação de doenças nas comunidades afetadas. O objetivo deste trabalho foi construir uma linha de base dos municípios atingidos por dois grandes projetos de infra-estrutura hídrica: A integração de Bacias do Rio São Francisco nos limites do estado do Ceará e o Eixão das Águas do Ceará, e as implicações sobre a transmissão de Esquistossomose Mansônica. Os municípios pertencentes a Área de Influência Direta dos projetos envolvidos foram: Alto Santo, Baixio, Barro, Brejo Santo, Cascavel, Caucaia, Chorozinho, Horizonte, Icó, Itaitinga, Jaguaribara, Jaguaribe, Jati, Lavras da Mangabeira, Maracanaú, Mauriti, Missão Velha, Morada Nova, Ocara, Pacajus, Pacatuba, Pena Forte, Russas, São Gonçalo do Amarante e Umari. Foram utilizados indicadores sócio-demográficos, sócio-econômicos, educacionais, ambientais e de saúde. A análise dos dados sócio-demográficos e sócio-econômicos revelou que os municípios próximos a Região Metropolitana de Fortaleza apresentaram os melhores indicadores. O hospedeiro intermediário B. straminea encontra-se disseminado em todos os 25 municípios dos quais 6 apresentaram casos de esquistossomose mansônica no período de 2001 a 2006. Somente 8 municípios são trabalhados pelo Programa Estadual de Controle da Esquistossomose com prevalência variando de 0,1 a 0,8 % com o município de Maracanaú apresentando a maior prevalência (0,8%). Cinco municípios da AID apresentaram óbito por esquistossomose no período de 2001 a 2009, destes 3 não são trabalhados pelo PCE. A produção de espaços potenciais para a transmissão da esquistossomose na AID decorrentes da implementação do referidos projetos de transposição de bacias necessita ser mensurado.

Identiferoai:union.ndltd.org:IBICT/oai:www.repositorio.ufc.br:riufc/7066
Date January 2010
CreatorsGomes, Ricristhi Gonçalves de Aguiar
ContributorsBezerra, Fernando Schemelzer de Moraes
Source SetsIBICT Brazilian ETDs
LanguagePortuguese
Detected LanguagePortuguese
Typeinfo:eu-repo/semantics/publishedVersion, info:eu-repo/semantics/masterThesis
Sourcereponame:Repositório Institucional da UFC, instname:Universidade Federal do Ceará, instacron:UFC
Rightsinfo:eu-repo/semantics/openAccess

Page generated in 0.0021 seconds