Return to search

Avaliação fisiopatológica de coelhos (Oryctolagus cuniculus) infectados experimentalmente com oocistos esporulados de Eimeria stiedae (APICOMPLEXA: EIMERIIDAE) /

Orientador: Celio Raimundo Machado / Banca: Urara Kawazoe / Banca: Carlos Wilson Gomes Lopes / Banca: Luis Francisco Prata / Banca: Antonio Carlos Paulillo / Resumo: A infecção experimental por Eimeria stiedae em coelhos foi realizada com o objetivo de avaliar os sinais clínicos, alterações hematológicas, metabólicas e anatomopatológicas. Foram utilizados 50 coelhos, raça Nova Zelândia, brancos, com idade entre 40 - 60 dias e de pesos semelhantes. Os animais foram randomizados com relação ao peso e distribuídos em 2 grupos experimentais: grupo infectado, inoculado com 1ml de solução contendo 1x104 oocistos esporulados de E. stiedae; grupo controle, inoculado 1 ml de água destilada. Os animais foram avaliados semanalmente, durante 28 dias, a partir da data de inoculação. Os dados foram avaliados utilizando-se método estatístico não paramétrico pelo teste de Wilcoxon ao nível de 5% de significância. Coelhos infectados com oocistos esporulados de Eimeria stiedae tiveram cirrose hepática que afetou o funcionamento normal do referido órgão repercutindo em produção de proteínas de fase aguda e ocasionando consideráveis alterações metabólicas. / Abstract: The experimental infection by Eimeria stiedae in rabbits was performed to evaluate the clinical signs, hematological, metabolic and pathological changes. Fifty rabbits were used, New Zealand race, white, aged 40 to 60 days and of similar weight. The animals were randomized to the weight and distributed into 2 experimental groups: infected group, inoculated with 1 ml of solution containing 1x104 sporulated oocysts of Eimeria stiedae; control group, inoculated 1 ml of distilled water. The animals were evaluated weekly, for 28 days from the date of inoculation. A statistical was used non-parametric Wilcoxon test method at 5% level of significance. Rabbits infected with sporulated oocysts of Eimeria stiedae had liver cirrhosis that affected the normal functioning of the body resulting in production of acute phase proteins and cause considerable metabolic changes. / Doutor

Identiferoai:union.ndltd.org:UNESP/oai:www.athena.biblioteca.unesp.br:UEP01-000600559
Date January 2009
CreatorsFreitas, Fagner Luiz da Costa.
ContributorsUniversidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias.
PublisherJaboticabal : [s.n.],
Source SetsSao Paulo State University, Sao Paulo - Brazil.
LanguagePortuguese
Detected LanguagePortuguese
Typetext
Formatxvi, 67 f. :
RelationSistema requerido: Adobe Acrobat Reader

Page generated in 0.0021 seconds