Return to search

Avaliação do potencial profilático de células dendríticas transfectadas com RNA fúngico em modelo experimental de esporotricose sistêmica /

Orientador: Iracilda Zeppone Carlos / Banca: Alexandrina Sartori / Banca: Danielle Cardoso Geraldo Maia / Resumo: A esporotricose é uma infecção micótica provocada pelo fungo dimórfico Sporothrix schenckii. Apresenta em geral lesões cutâneas nodulares e/ou ulcerativas, da qual o fungo dissemina por via linfática, provocando em alguns casos, infecção sistêmica. As células dendríticas (CDs) são células apresentadoras de antígenos profissionais, capazes de traduzir a informação associada ao fungo e promover uma resposta celular tanto in vitro quanto in vivo. Entretanto, os mecanismos envolvidos na interação entre CDs e o fungo S. schenckii ainda não foram esclarecidos. O presente estudo investigou as mudanças fenotípicas e funcionais em células dendríticas derivadas da medula óssea de camundongos, in vitro, promovidas pelos diferentes estímulos fúngicos e sua capacidade em iniciar uma resposta imune celular. Os antígenos estudados foram o exoantígeno, RNA total de levedura ou hifa, e levedura viva do fungo S. schenckii. Os resultados demonstraram que todos os estímulos foram capazes de ativar as CDs em termos de geração de uma resposta imune celular. Enquanto o grupo Levedura promoveu uma produção mais acentuada de IFN-g do que IL-17, o grupo Exo100 gerou uma produção similar entre essas citocinas. Esse resultado sugere que o exoantígeno pode ser capaz de desviar a resposta imune celular de um perfil Th1 efetor para Th17 inflamatório. O RNA obtido do fungo S. schenckii em sua forma leveduriforme foi capaz de ativar CDs, promovendo uma resposta Th1 enquanto o RNA obtido a partir da hifa promoveu resposta Th17 em 48 horas de ensaio de co-cultura. Nesse contexto, a citocina IL-12 foi essencial para a ativação de células T produtoras de IFN-g, enquanto as citocinas TGF-β e IL-6 foram necessárias para ativação de células T produtoras de IL-17. Nossos dados demonstram a plasticidade das CDs em traduzir diferentes estímulos derivados do fungo S. schenckii em uma resposta ... / Abstract: Sporotrichosis is a disease caused by the dimorphic fungus Sporothrix schenckii. The mains clinical manifestations occur on the skin, however the number of systemic and visceral cases has increased, especially in immunocompromised patients. Dendritic cells (DC) are highly capable of recognizing the fungus associated data and translate it into differential T cells responses both in vitro and in vivo. Although, the mechanisms involved in the interaction between DCs and S. schenckii are not fully elucidated. The study aimed to investigate the phenotypic and functional changes in bone marrow dendritic cells stimulated in vitro with the yeast form, or exoantigen, or total RNA from yeast or hyphal forms, of the fungus S. schenckii and its ability to trigger a cellular immune response. Our results demonstrated that live yeast-form from S. schenckii and exoantigen, on its higher dose, were able to activate BMDC and made them fully capable of triggering T cell responses in vitro. Whereas the Yeast group promoted a more enunciated IFN-γ production than IL-17, the Exo100 group generated a similar production of both cytokines. The exoantigen stimulus suggest an ability in deviating the immune response from an effector Th1 to inflammatory Th17 response, although we do not know the effects of an increase on Th17 cells in sporotrichosis. Similarly, RNA antigens were equally capable of immunomodulation, with yeast RNA promoting a Th1 whereas hyphal RNA promoted Th17 responses at 48 hours co-culture assay. In this context, the IL-12 cytokine was shown essencial to the activation of IFN-g producing T cells, whilst TGF-β and IL-6 cytokines were shown needed for IL-17 producing T cells activation. Our data demonstrated the plasticity of DC on translating the data associated with the fungus S. schenckii and ExoAg and total RNA into differential T cells response in vitro. Further we assessed the ability of these cells on ... / Mestre

Identiferoai:union.ndltd.org:UNESP/oai:www.athena.biblioteca.unesp.br:UEP01-000677215
Date January 2011
CreatorsSilva, Felipe Fortino Verdan da.
ContributorsUniversidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" Faculdade de Ciências Farmacêuticas.
PublisherAraraquara : [s.n.],
Source SetsSao Paulo State University, Sao Paulo - Brazil.
LanguagePortuguese
Detected LanguageEnglish
Typetext
Formatxvii, 95 f. :
RelationSistema requerido: Adobe Acrobat Reader

Page generated in 0.0026 seconds