Return to search

Lisboa em cena : a personagem capital das páginas queirozianas

Orientador: Sidney Barbosa

Banca: Renata Soares Junqueira

Banca: Márcia Zamboni Gobbi

Banca: Sandra Regina Mota Silva

Banca: Ozíris Borges Filho

Resumo: Em seus romances, Eça de Queiroz, com peculiar predileção, dirigiu seu olhar e sua atenção à capital de seu país, que lhe serviu de campo e assunto para muitas narrativas. Lisboa foi a sua preocupação de crítico, o seu mundo de escritor. Assim, o texto queiroziano trabalha notadamente a questão do espaço e, por extensão, está imerso em uma atmosfera cosmopolita, impregnada de urbanidade. Como corpus de análise foram selecionados três romances tributários ao projeto ideológico das Cenas Portuguesas: A tragédia da Rua das Flores, A Capital! (começos duma carreira) e O primo Basílio, todos escritos ao longo da década de 1870. O trabalho pretende desenvolver e explorar as possibilidades interpretativas do espaço urbano presente no texto literário, buscando relacionar os variados espaços e suas representações dentro de um contexto urbano e histórico. Esta reflexão mostra-se ainda mais interessante quando é percebida a relevância que adquirem os ambientes em que se movem as personagens queirozianas. Os lugares que frequentam, os prédios onde vivem, os objetos de que se rodeiam são extremamente significativos dentro da arquitetura narrativa. Ao mesmo tempo, as referências feitas aos nomes de ruas e às especificações de endereços brincam, a todo instante, com os limites entre realidade e ficção. Tecer as relações entre a cidade oitocentista de Lisboa, vivenciada e observada pelo escritor, e "as Lisboas literárias" de Eça, vivenciadas e observadas por suas personagens são os objetivos deste trabalho

Abstract: In his novels, Eça de Queiroz, with singular predilection, focused his view and attention over the capital of his country, which served him as field and subject to many of his narratives. Lisbon was his concern as a critic and also his writer's world. Besides his text develops remarkably the notion of space, hence, it is immerse in a cosmopolitan atmosphere, full of urbanity. Three novels were selected as corpus of analysis, all of them have in common the ideological project of Cenas Portugesas [Portuguese Scenes]: A tragédia da Rua das Flores, A Capital! (começos duma carreira) and O primo Basílio, all of them written during the decade of 1870. This work intends to develop and exploit the interpretative possibilities of the urban space present in the literary text, trying to relate different spaces and their representations within a urban and historical context. This reflection becomes even more interesting when one realizes how relevant the environments in which Eça de Queiroz's characters move are. The places they go to, the buildings they live, the objects surrounding them are extremely meaningful inside the architecture of the narrative. At the same time, the references to names of streets and the specifications of addresses play all the time within the boundaries between fiction and reality. Framing the relations between the 1800s city of Lisbon, experienced and observed by the writer, and the "literary Lisbons" of Eça, experienced and observed by his characters is the goal of this work

Identiferoai:union.ndltd.org:UNESP/oai:www.athena.biblioteca.unesp.br:UEP01-000694511
Date2012
CreatorsBarbieri, Cláudia.
ContributorsUniversidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" Faculdade de Ciências e Letras (Campus de Araraquara).
PublisherAraraquara : [s.n.]
Source SetsSao Paulo State University, Sao Paulo - Brazil.
LanguagePortuguese
Detected LanguageEnglish
Typetext
Format416 f. :
RelationSistema requerido: Adobe Acrobat Reader

Page generated in 0.0022 seconds