Return to search

Atividade elétrica muscular e medida da força externa nos membros superiores de indivíduos saudáveis /

Orientador: Jose Elias Tomazini / Banca: Marcelo Sampaio Martins / Banca: Jose Geraldo Trani Brandão / Banca: Luiz Carlos de Abreu / Banca: Rubens Correa Araújo / Resumo: O objetivo do estudo foi analisar a atividade elétrica muscular e a força isométrica nos membros superiores, a partir de um dispositivo de baixo custo. Para testar o dispositivo foram realizados testes em dois músculos rotadores do ombro: infraespinhoso e peitoral maior, comparando a força produzida pelo membro dominante e não-dominante e correlacionando a força isométrica com o sinal eletromiográfico. Participaram do estudo 20 (vinte) sujeitos do sexo masculino, saudáveis, com idade entre 18 e 21 anos, massa corpórea entre 55 e 90 kg (69,75 ± 10,46 kg) e com estatura entre 1,65 e 1,93 m (1,75 ± 0,05 m). Foram aplicados testes de esforço musculoesqueléticos em diferentes posições. Para comparar as médias das variáveis analisadas foi utilizada a análise de variância simples (One-Way ANOVA) e o teste de Kruskal-Wallis. O teste t de Student com significância estatística a = 5% (p < 0,05) e com a = 1% (p < 0,01) foi aplicado para comparar os valores de força média entre o membro superior direito e o membro superior esquerdo. Para verificar a correlação entre a EMG-Força, aplicou-se o teste de correlação de Pearson. O membro dominante gerou mais força que o não-dominante. Os valores normalizados de RMS e de Força apresentaram correlação significativa com 95% de confiança apenas no teste de rotação externa no membro superior esquerdo na posição de rotação externa. Na correlação entre os valores de RMS normalizados - Força Média, houve correlação significativa nos testes de rotação interna e externa no membro superior esquerdo, na posição de rotação externa. O sistema de aquisição se mostrou eficiente e novos estudos devem ser realizados, envolvendo a relação EMG-Força / Abstract: The aim of this study was to evaluate the muscle electrical activity and isometric strength in the upper limbs from a low-cost device. Tests were performed on two of the shoulder rotator muscles: infraspinatus and pectoralis major, comparing the strength produced by the dominant and non-dominant and isometric strength correlated with electromyographic signal. The study included twenty (20) male subjects, healthy and aged between 18 and 21 years, body mass index between 55 and 90 kg (69.75 ± 10.46 kg) and height between 1.65 and 1.93 m (1.75 ± 0.05 m). We applied musculoskeletal stress tests in different positions. To compare the means of the variables we used the simple analysis of variance (One-Way ANOVA) and the Kruskal-Wallis test. The Student's t- test with statistical significance = 5% (p <0.05) and = 1% (p <0.01) was used to compare the values of mean force between the right upper limb and left upper limb to verify the correlation between the EMG-Force, we applied the Pearson correlation Test. The dominant member generated more force than the non-dominant. The normalized values of RMS and Power were significantly correlated with 95% confidence test only in external rotation in the left arm in external rotation position. In the correlation between RMS values normalized - mean strength significant correlation tests of internal and external rotation in the left arm in external rotation position. The acquisition system is efficient and further studies should be conducted involving the relationship EMG-Strength / Doutor

Identiferoai:union.ndltd.org:UNESP/oai:www.athena.biblioteca.unesp.br:UEP01-000709328
Date January 2013
CreatorsCortez, Paulo José Oliveira.
ContributorsUniversidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" Faculdade de Engenharia (Campus de Guaratinguetá).
PublisherGuaratinguetá,
Source SetsUniversidade Estadual Paulista
LanguagePortuguese
Detected LanguageEnglish
Typetext
Format125 p. :
RelationSistema requerido: Adobe Acrobat Reader

Page generated in 0.002 seconds