Return to search

Crítica e autocrítica da modernidade : crise civilizatória e utopia anticapitalista em Michael Löwy /

Orientador: Maria Orlanda Pinassi / Banca: Isabel Maria F. R. Loureiro / Banca: Eliana Maria de Melo Souza / Resumo: Em toda a sua trajetória, Michael Löwy notabilizou-se pela flagrante disposição em reler diversos autores e visões de mundo do passado à luz das condições de possibilidade do cenário histórico contemporâneo - caracterizado, entre outras coisas, por um esgotamento do "progresso" capitalista e do modelo civilizatório vigente, como sugere a emergência vertiginosa da crise ecológica. Partindo desta constatação, o objetivo desta dissertação é apresentar e problematizar a defesa teórica e política de Michael Löwy da necessidade de uma ruptura do marxismo com as ideologias do progresso e com o paradigma civilizatório capitalista-moderno. A hipótese central é a de que o tema da crítica da modernidade - que se manifesta concretamente nos debates em torno do eco-socialismo - é o eixo a partir do qual se torna possível conferir concretude histórica à trajetória intelectual de Löwy: de seus primeiros trabalhos na década de 1960 até suas incursões mais recentes por diferentes expressões da recusa crítica e/ou utópica da modernidade, tais como a crítica benjaminiana da temporalidade histórica do "progresso" dos vencedores, a crítica weberiana e romântica da modernidade e, por fim, a rejeição utópico-religiosa do capitalismo moderno, presente em algumas expressões do messianismo judaico na Europa Central ou do cristianismo de libertação latino-americano / Abstract: Throughout his career, Michael Löwy was most notable by rereading several authors and worldviews from the past to the brightening possibilities of the actual times - characterized, among others, by the increasing lack of capitalist "progress" and the current model of civilization, as suggested by the vertiginous emergency of the ecological crisis. From this viewpoint, this dissertation's goal is to present and discuss Michael Löwy's theoretical and political defense of the rupture necessity of marxism from the progress ideologies and the modern-capitalism civilizacional paradigm. The central hypothesis is that the subject-matter of modernity's critique - which concret expression may be found on debates on eco-socialism - is the center line in which it will be possible to check out on 8 Michael Löwy's career its concret intellectual history: from his first works in the 60's till his most recent incursions on different expressions of critical and/or utopical modernity's refusal, such as benjaminian critiques to the winners "progressive" temporality, weberian and romantic critiques to modernity and, at last, the utopian-religious rejection of modern capitalism, present in some Central Europe jewish messianism expressions and in latin-american liberating christianity / Mestre

Identiferoai:union.ndltd.org:UNESP/oai:www.athena.biblioteca.unesp.br:UEP01-000731959
Date January 2011
CreatorsQuerido, Fabio Mascaro.
ContributorsUniversidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" Faculdade de Ciências e Letras (Campus de Araraquara).
PublisherAraraquara,
Source SetsSao Paulo State University, Sao Paulo - Brazil.
LanguageMultiple languages, Portuguese, Texto em português; resumo em inglês
Detected LanguagePortuguese
Typetext
Format212 f.
RelationSistema requerido: Adobe Acrobat Reader

Page generated in 0.0024 seconds