Return to search

Uso eficaz de métricas em métodos ágeis de desenvolvimento de software / Effective use of metrics on agile software development methods

Os Métodos Ágeis surgiram no final da década passada como uma alternativa aos métodos tradicionais de desenvolvimento de software. Eles propõem uma nova abordagem para o desenvolvimento, eliminando gastos com documentação excessiva e burocrática, enfatizando a comunicação, colaboração com o cliente e as atividades que trazem valor imediato na produção de software com qualidade. Por meio de um processo empírico, com ciclos constantes de inspeção e adaptação, a equipe trabalha sempre num ambiente de melhoria contínua. Uma das atividades propostas pela Programação Extrema (XP) para guiar a equipe em direção à melhoria é conhecida como tracking. O papel do tracker é coletar métricas para auxiliar a equipe a entender o andamento do projeto. Encontrar maneiras eficazes de avaliar o processo e a equipe de desenvolvimento não é uma tarefa simples. Além disso, alguns dos possíveis problemas não são facilmente reconhecidos a partir de dados quantitativos. Este trabalho investiga o uso de métricas no acompanhamento de projetos utilizando Métodos Ágeis de desenvolvimento de software. Um estudo de caso da aplicação de XP em sete projetos acadêmicos e governamentais foi conduzido para validar algumas dessas métricas e para avaliar o nível de aderência às práticas propostas, com o objetivo de auxiliar o tracker de uma equipe ágil. / Agile Methods appeared at the end of the last decade as an alternative to traditional software development methods. They propose a new style of development, eliminating the cost of excessive and bureaucratic documentation, and emphasizing the interactions between people collaborating to achieve high productivity and deliver high-quality software. With an empirical process, based on constant inspect-and-adapt cycles, the team works towards an environment of continuous improvement. One of the practices proposed by Extreme Programming (XP) to enable the creation of such environment is called tracking. The role of a tracker is to collect metrics that support the team on understanding their current process. Finding effective ways to evaluate the team and the development process is not an easy task. Also, some of the possible problems are not always easily recognizable from quantitative data alone. This work investigates the use of metrics for tracking projects using Agile Methods for software development. A case study on the adoption of XP in seven academic and governmental projects was conducted to validate some of these metrics and to evaluate the level of adherence to the proposed practices, with the goal of assisting and supporting the tracker of an agile team.

Identiferoai:union.ndltd.org:usp.br/oai:teses.usp.br:tde-06092007-225914
Date29 June 2007
CreatorsSato, Danilo Toshiaki
ContributorsLejbman, Alfredo Goldman Vel
PublisherBiblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Source SetsUniversidade de São Paulo
LanguagePortuguese
Detected LanguagePortuguese
TypeDissertação de Mestrado
Formatapplication/pdf
RightsLiberar o conteúdo para acesso público.

Page generated in 0.0509 seconds