Return to search

Análise filogenética de diferentes populações do carrapato Rhipicephalus sanguineus provenientes de diferentes regiões do Brasil, da América Latina, Espanha, Itália e África do Sul / Genetic Analysis of different populations of Rhipicephalus sanguineus from Brazil, Latin America, Spain, Italy and South Africa

Dentro do gênero Rhipicephalus, há o chamado complexo sanguineus formado por várias espécies presentes apenas no Velho Mundo, das quais apenas a espécie Rhipicephalus sanguineus é considerada de ocorrência no Novo Mundo. Como as espécies deste complexo apresentam grande similaridade morfológica, é possível que mais de uma espécie do complexo sanguineus esteja ocorrendo nas Américas. Um trabalho recente relatou parâmetros biológicos e genéticos significativamente diferentes entre uma população de R. sanguineus do Brasil e outra da Argentina, sugerindo que o status biosistemático de R. sanguineus na América do Sul deva ser revisto. Diante disto, e da inquestionável importância medico-veterinária de R. sanguineus na América do Sul, este projeto objetivou realizar uma análise genética de 32 populações de R. sanguineus, sendo 17 do Brasil (englobando 13 estados), 3 do Chile, 2 da Venezuela, 2 da Colômbia e 1 de cada um dos seguintes países: Argentina, Uruguai, Itália, Espanha, África do Sul, Costa Rica, Panamá, México. Uma amostra de Rhipicephalus turanicus da Espanha e uma da África do sul também foram analisadas. Para tal, carrapatos oriundos das diferentes populações foram analisados geneticamente através de seqüências dos genes mitocondriais 16S rDNA. O resultado deste trabalho permitiu inferir sobre a possibilidade da existência no mínimo de dois grupos distintos de carrapatos sob o táxon R. sanguineus na América Latina, um se aproximando dos carrapatos de origem africana e com distribuição na América tropical e subtropical e outro se aproximando das amostras européias e com distribuição temperada do sul da América do Sul / Among the genus Rhipicephalus, there is the sanguineus complex composed by many species of distribution restricted to the Old World. It has been considered that Rhipicephalus sanguineus is the only species from this complex to be present in the New World. Due to the high similarity between the sanguineus complex species, it is possible that more than one species is present in the Americas, as suggested by recent papers. The present study performed a genetic evaluation based on 16S rDNA mitochondrial gene sequences of ticks representative 26 R. sanguineus populations from South America, one from: Italy, Spain, South Africa, Costa Rica, Panama, Mexico. Additionally, Rhipicephalus turanicus ticks from South Africa and Spain were also used. The results confirm the existence of genetically distinct populations of the \"sanguineus\" complex in the Americas

Identiferoai:union.ndltd.org:usp.br/oai:teses.usp.br:tde-17022011-164235
Date26 February 2010
CreatorsMoraes-Filho, Jonas
ContributorsLabruna, Marcelo Bahia
PublisherBiblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Source SetsUniversidade de São Paulo
LanguagePortuguese
Detected LanguagePortuguese
TypeDissertação de Mestrado
Formatapplication/pdf
RightsLiberar o conteúdo para acesso público.

Page generated in 0.002 seconds