Ecossistemas digitais de aprendizagem: autoria, colaboração, imersão e mobilidade. / Digital learning ecosystems: authoring, collaboration, immersion and mobility.

A rápida evolução e a ampla disseminação de tecnologias digitais estão mudando o contexto e o perfil dos aprendizes que hoje circulam naturalmente entre espaços físicos, espaços virtuais e espaços sociais diferentes, aprendendo em contextos formais e informais. Paradigmas educacionais atuais defendem a aprendizagem centrada no aprendiz que constrói seu conhecimento ao criar e desenvolver projetos, ao interagir com os objetos de estudo, com seus pares, com seus professores e mentores. A análise de requisitos etapa fundamental do desenvolvimento de uma ferramenta digital - concentra-se essencialmente em aspectos computacionais a partir da identificação de fluxos de entrada e saída e dos processos que a ferramenta deverá executar. Entretanto, a análise de requisitos é difícil de ser conduzida quando os conteúdos e inter-relações são complexos e dinâmicos. Recentemente, a abordagem de ecossistemas tem sido usada para entender ou modelar fenômenos que surgem da tecnologia e de seu uso. Propomos utilizar esta abordagem para conceber novas ferramentas digitais de aprendizagem ao analisar seus requisitos, ou para analisar ferramentas existentes. Assim, propomos neste trabalho uma definição e um modelo de Ecossistema Digital de Aprendizagem, que podem ser aplicados tanto na concepção de novas ferramentas educacionais quanto na análise para melhoria de ferramentas existentes. Um conjunto de artefatos, resultantes do detalhamento do modelo, é apresentado a fim de auxiliar na utilização do mesmo. A avaliação da aplicabilidade do modelo foi realizada por meio de sua utilização em estudos de caso de ferramentas educacionais desenvolvidas anteriormente. A aplicação do modelo evidenciou aspectos que não foram contemplados com abordagens tradicionais e permitiu levantar possíveis modificações e ampliações que podem levar a um estágio mais maduro do ecossistema. Os resultados obtidos com a aplicação do modelo na análise de ferramentas existentes apontam caminhos promissores para que esta estratégia seja usada na concepção de novas ferramentas educacionais de aprendizagem. / The rapid evolution and dissemination of digital technology are changing the learners context and profile. Learners move naturally between different physical spaces, different virtual spaces and different social spaces, engaging in learning activities in formal and informal contexts. Educational paradigms defend a learner centered approach, where learners construct their knowledge creating and developing projects, interacting with learning objects, with their peers, their teachers and mentors. Requirements analysis is a fundamental phase in the development of digital tools and concentrates essentially on computational aspects consisting on the identification of the tools input and output flows as well as processing. Nevertheless, requirements analysis is difficult to conduct when contents and relations are complex and dynamic. Recently, the ecosystem approach has been used to understand and to model phenomena that appear from the technology and its use. We propose to use this approach to conceive new digital learning tools, analyzing its requirements, or to use this approach to analyze existing tools. Therefore we propose in this research a Digital Learning Ecosystem definition and model that can be applied to the conception of new educational tools, as well as to analyze and improve existing tools. The detailed model includes a set of artifacts that can support its application. The model applicability evaluation was achieved by applying it on previously developed study cases. The model application showed some aspects that were not considered with traditional approaches and raised possible modifications and extensions that can lead to a mature stage of the ecosystem. The model application analysis of existing tools showed promising results and indicate that this approach can be used to conceive new educational learning tools.

Identiferoai:union.ndltd.org:IBICT/oai:teses.usp.br:tde-02022009-164226
Date24 October 2008
CreatorsIrene Karaguilla Ficheman
ContributorsRoseli de Deus Lopes, Fernando José de Almeida, Fungyi Chow, Ubirajara Carnevale de Moraes, Romero Tori
PublisherUniversidade de São Paulo, Engenharia Elétrica, USP, BR
Source SetsIBICT Brazilian ETDs
LanguagePortuguese
Detected LanguagePortuguese
Typeinfo:eu-repo/semantics/publishedVersion, info:eu-repo/semantics/doctoralThesis
Sourcereponame:Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP, instname:Universidade de São Paulo, instacron:USP
Rightsinfo:eu-repo/semantics/openAccess

Page generated in 0.0141 seconds