• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 109
  • 3
  • 3
  • 3
  • 2
  • 2
  • 1
  • 1
  • 1
  • Tagged with
  • 109
  • 109
  • 43
  • 30
  • 19
  • 18
  • 17
  • 17
  • 17
  • 15
  • 12
  • 12
  • 11
  • 11
  • 10
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Estrutura e organização da comunidade aquática e adequação de índices de qualidade ambiental para avaliação do estado de conservação dos riachos da Serra do Japi (APA Jundiaí/SP) /

Yoshida, Claudia Eiko. January 2011 (has links)
Orientador: Virgínia Sanches Uieda / Banca: Lilian Casatti / Banca: Alaíde Gessner / Banca: João Vasconcelos / Resumo: A falta de estudos de inventariamento de espécies em Áreas de Proteção Ambiental (APA) tem dificultado a avaliação da importância de sua preservação na conservação da biota aquática. Neste contexto, o presente trabalho foi realizado em riachos da Serra do Japi (APAs de Jundiaí e Cabreúva), considerada um importante remanescente de Mata Atlântica do estado de São Paulo, com o objetivo de fornecer dados sobre a biota aquática e avaliar a efetividade da área na manutenção desta biodiversidade. Para tanto, foram realizadas coletas de invertebrados e vertebrados aquáticos em três anos consecutivos (2005-2006-2007). Os resultados revelaram que a Serra do Japi contribui na conservação de 138 unidades taxonômicas da biota aquática e abriga rica e representativa biodiversidade da fauna de água doce do estado (17,9%). Os riachos estudados ajudam na proteção de táxons listados como vulneráveis a extinção, como Neoplecostomus paranensis e Pareiorhina, abrigam animais dulcícolas de distribuição restrita ao território brasileiro e constituem um importante reduto de espécies até então desconhecidas e ou desaparecidas, como o peixe Pareiorhina e a perereca Vitreorana eurygnatha. A análise da dieta dos peixes mostrou uma íntima associação com o nível de preservação dos riachos, com predomínio de espécies insetívoras em ambientes mais preservados e um aumento da participação da matéria orgânica na dieta de peixes de ambientes antropizados. A coexistência destas espécies esteve associada à flexibilidade e capacidade de ajuste quando seu alimento preferencial se encontra reduzido, com variação espacial e sazonal na dieta. Quanto à fauna de macroinvertebrados, a presença de mata ciliar... (Resumo completo, clicar acesso eletrônico abaixo) / Abstract: Not available / Doutor
2

Estrutura e organização da comunidade aquática e adequação de índices de qualidade ambiental para avaliação do estado de conservação dos riachos da Serra do Japi (APA Jundiaí/SP)

Yoshida, Claudia Eiko [UNESP] 02 March 2011 (has links) (PDF)
Made available in DSpace on 2014-06-11T19:35:42Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2011-03-02Bitstream added on 2014-06-13T18:47:06Z : No. of bitstreams: 1 yoshida_ce_dr_botib.pdf: 1160972 bytes, checksum: 588c2b35724ab3a3d5c50a0d6139add5 (MD5) / Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) / A falta de estudos de inventariamento de espécies em Áreas de Proteção Ambiental (APA) tem dificultado a avaliação da importância de sua preservação na conservação da biota aquática. Neste contexto, o presente trabalho foi realizado em riachos da Serra do Japi (APAs de Jundiaí e Cabreúva), considerada um importante remanescente de Mata Atlântica do estado de São Paulo, com o objetivo de fornecer dados sobre a biota aquática e avaliar a efetividade da área na manutenção desta biodiversidade. Para tanto, foram realizadas coletas de invertebrados e vertebrados aquáticos em três anos consecutivos (2005-2006-2007). Os resultados revelaram que a Serra do Japi contribui na conservação de 138 unidades taxonômicas da biota aquática e abriga rica e representativa biodiversidade da fauna de água doce do estado (17,9%). Os riachos estudados ajudam na proteção de táxons listados como vulneráveis a extinção, como Neoplecostomus paranensis e Pareiorhina, abrigam animais dulcícolas de distribuição restrita ao território brasileiro e constituem um importante reduto de espécies até então desconhecidas e ou desaparecidas, como o peixe Pareiorhina e a perereca Vitreorana eurygnatha. A análise da dieta dos peixes mostrou uma íntima associação com o nível de preservação dos riachos, com predomínio de espécies insetívoras em ambientes mais preservados e um aumento da participação da matéria orgânica na dieta de peixes de ambientes antropizados. A coexistência destas espécies esteve associada à flexibilidade e capacidade de ajuste quando seu alimento preferencial se encontra reduzido, com variação espacial e sazonal na dieta. Quanto à fauna de macroinvertebrados, a presença de mata ciliar... / Not available
3

Distribuição e uso de recursos pela ictiofauna de pequenos tributários do rio Taquari (Bacia so Alto Taquari, MS) /

Fujihara, César Yuji. January 2011 (has links)
Orientador: Vírginia Sanches Uieda / Banca: Francisco Langeani Neto / Banca: Osvaldo Takeshi Oyakawa / Banca: Marcos Gomes Nogueira / Resumo: Para a Bacia do Alto Taquari, onde problemas ambientais se agravaram a partir da década de 70, intensificando o assoreamento nos rios, estudos sobre o funcionamento da rede hidrográfica são importantes para o desenvolvimento e implantação de programas de conservação. Neste trabalho cinco córregos, tributários da Bacia do Alto Taquari, foram estudados nas estações seca (junho e agosto de 2007) e chuvosa (dezembro de 2007 e fevereiro de 2008). O estudo envolveu a análise de: (i) suas características limnológicas, (ii) a diversidade de peixes, (iii) as variáveis limnológicas que explicam a distribuição local da ictiofauna e (iv) a dieta das espécies de peixes. Os córregos estudados mostraram no geral boa qualidade química da água e variadas condições ecológicas, fornecendo uma complexa diversidade de habitats para a fauna de pequenos peixes do Rio Taquari. Esta ictiofauna foi composta principalmente por espécies das ordens Characiformes e Siluriformes, observandose no geral grande similaridade sazonal na composição das espécies de peixes de cada córrego, mas com tendência a uma maior riqueza, abundância e dominância na estação seca, devido à maior estabilidade e disponibilidade de microhabitats nesta estação. Foi encontrada variação espacial na estrutura da ictiofauna dos córregos amostrados, com maior similaridade espacial entre córregos com maior proximidade na localização, fato este interpretado em função da mobilidade das espécies e oportunismo na exploração dos riachos. As variáveis limnológicas que melhor explicaram a abundância das espécies de peixes nos córregos foram cobertura do dossel, largura e condutividade. A cobertura do dossel e a largura distinguiram os ambientes com diferentes graus de alteração antrópica e a condutividade pode ter caracterizado tanto condições naturais como antrópicas... (Resumo completo, clicar acesso eletrônico abaixo) / Abstract: Not available / Doutor
4

Distribuição e uso de recursos pela ictiofauna de pequenos tributários do rio Taquari (Bacia so Alto Taquari, MS)

Fujihara, César Yuji [UNESP] 03 March 2011 (has links) (PDF)
Made available in DSpace on 2014-06-11T19:35:41Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2011-03-03Bitstream added on 2014-06-13T21:07:56Z : No. of bitstreams: 1 fujihara_cy_dr_botib.pdf: 2769233 bytes, checksum: 6dc6f3989379548cca45337b3ebbee77 (MD5) / Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP) / Para a Bacia do Alto Taquari, onde problemas ambientais se agravaram a partir da década de 70, intensificando o assoreamento nos rios, estudos sobre o funcionamento da rede hidrográfica são importantes para o desenvolvimento e implantação de programas de conservação. Neste trabalho cinco córregos, tributários da Bacia do Alto Taquari, foram estudados nas estações seca (junho e agosto de 2007) e chuvosa (dezembro de 2007 e fevereiro de 2008). O estudo envolveu a análise de: (i) suas características limnológicas, (ii) a diversidade de peixes, (iii) as variáveis limnológicas que explicam a distribuição local da ictiofauna e (iv) a dieta das espécies de peixes. Os córregos estudados mostraram no geral boa qualidade química da água e variadas condições ecológicas, fornecendo uma complexa diversidade de habitats para a fauna de pequenos peixes do Rio Taquari. Esta ictiofauna foi composta principalmente por espécies das ordens Characiformes e Siluriformes, observandose no geral grande similaridade sazonal na composição das espécies de peixes de cada córrego, mas com tendência a uma maior riqueza, abundância e dominância na estação seca, devido à maior estabilidade e disponibilidade de microhabitats nesta estação. Foi encontrada variação espacial na estrutura da ictiofauna dos córregos amostrados, com maior similaridade espacial entre córregos com maior proximidade na localização, fato este interpretado em função da mobilidade das espécies e oportunismo na exploração dos riachos. As variáveis limnológicas que melhor explicaram a abundância das espécies de peixes nos córregos foram cobertura do dossel, largura e condutividade. A cobertura do dossel e a largura distinguiram os ambientes com diferentes graus de alteração antrópica e a condutividade pode ter caracterizado tanto condições naturais como antrópicas... / Not available
5

Composição e abundância da comunidade de macroinvertebrados aquáticos associados à Eichhornia azurea (Swartz) Kunth e suas relações com as variáveis abióticas em seis lagoas laterais ao Rio paranapanema - SP

Silva, Carolina Vieira [UNESP] 25 February 2011 (has links) (PDF)
Made available in DSpace on 2014-06-11T19:30:13Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2011-02-25Bitstream added on 2014-06-13T20:39:53Z : No. of bitstreams: 1 silva_cv_me_botib.pdf: 1186795 bytes, checksum: 33ce3363a0d8502049345a0c4ff4a50a (MD5) / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) / O objetivo deste estudo foi analisar a composição taxonômica e a densidade de macroinvertebrados associados à macrófita Eichhornia azurea (Swartz) Kunth em seis lagoas laterais ao Rio Paranapanema em sua zona de desembocadura na Represa de Jurumirim – SP. As amostragens foram realizadas em março e agosto de 2009, supostamente meses de estações chuvosa e seca, respectivamente. Em cada uma das seis lagoas, foram selecionados três bancos distintos de E. azurea para coleta do material biológico (macrófita e fauna associada) e medida das variáveis limnológicas: profundidade, transparência, temperatura, pH, condutividade elétrica e concentrações de oxigênio dissolvido e material em suspensão. A amostragem de E. azurea foi realizada com um retângulo de 0,1976 m2, utilizando-se uma tesoura de jardinagem para retirada do material vegetal, que foi lavado em solução de formol e água para remoção dos macroinvertebrados associados. Entre os períodos estudados diferenças significativas (p<0,05) foram encontradas tanto para as variáveis limnológicas, quanto para a densidade de alguns dos taxa de macroinvertebrados. Na comparação das lagoas entre si em março e agosto, com relação as variáveis limnológicas e densidade dos taxa de macroinvertebrados (em níveis de grandes grupos), o Teste Tukey apontou mais diferenças significativas (p<0,05) para março, embora alguns dos taxa de macroinvertebrados associados à E. azurea não tenha apresentado diferença significativa entre as lagoas em nenhum dos períodos amostrados. De acordo com a análise de componentes principais, o pH e oxigênio dissolvido são as variáveis que melhor explicam a ordenação das lagoas nos períodos de estudo. Com relação à fauna associada, em ambos os períodos a classe Insecta foi a mais abundante (com destaque a família Chironomidae), seguida pelo filo Crustacea e pela classe Clitellata... / The aim of this study was to analyze the taxonomic composition and density of macroinvertebrates associated with macrophyte Eichhornia azurea (Swartz) Kunth in six lagoons to the river side Paranapanema in its mouth zone into the Jurumirim Reservoir - SP. Samples were held in March and August 2009, supposedly months of rainy and dry seasons, respectively. In each of the six lagoons three different stands of E. azurea were selected for collecting biological material (macrophytes and associated fauna) and measurement of limnological variables: depth, transparency, temperature, pH, electric conductivity and concentrations of dissolved oxygen and suspended solids. The sampling of E. azurea was performed with a rectangle of 0,1976 m2, gardening shears was used to remove the plant material, which was washed in a solution of formaldehyde and water to remove associated macroinvertebrates. Between the two periods significant differences (p <0,05) were found for both limnological variables, and for the density of some of the taxa macroinvertebrates. In comparison with each other lagoons in March and August, related limnological variables and density of taxa of macroinvertebrates (levels in large groups), the Tukey test showed more significant differences (p <0,05) in March, although some of taxa of macroinvertebrates associated with E. azurea has not presented significant difference between the lagoons in any period sampled. According to principal components analysis, pH and dissolved oxygen are the variables that best explain the ordering of lagoons during the study periods. With respect to the associated fauna, in both periods the class Insecta was the most abundant (especially the family Chironomidae), followed by phylum Crustacea and the class Clitellata. However, comparing the richness of taxa in the months of sampling, it appears that higher values were recorded in August period... (Complete abstract click electronic access below)
6

Decomposição da folhada de Eucalyptus globulus em sistemas lóticos : papel dos macroinvertebrados e dos fungos aquáticos

Mesquita, Ana Maria Macedo January 2003 (has links)
No description available.
7

Contributos para o plano do estuário do Rio Lima

Mendes, Felipe Rodrigues Gomes January 2009 (has links)
Tese de mestrado integrado. Engenharia Civil (Especialização em Hidráulica, Recursos Hídricos e Ambiente). Faculdade de Engenharia. Universidade do Porto. 2009
8

Composição e abundância da comunidade de macroinvertebrados aquáticos associados à Eichhornia azurea (Swartz) Kunth e suas relações com as variáveis abióticas em seis lagoas laterais ao Rio paranapanema - SP /

Silva, Carolina Vieira. January 2011 (has links)
Orientador: Raoul Henry / Banca: Alaíde Aparecida Gessner / Banca: Evanilde Benedito / Resumo: O objetivo deste estudo foi analisar a composição taxonômica e a densidade de macroinvertebrados associados à macrófita Eichhornia azurea (Swartz) Kunth em seis lagoas laterais ao Rio Paranapanema em sua zona de desembocadura na Represa de Jurumirim - SP. As amostragens foram realizadas em março e agosto de 2009, supostamente meses de estações chuvosa e seca, respectivamente. Em cada uma das seis lagoas, foram selecionados três bancos distintos de E. azurea para coleta do material biológico (macrófita e fauna associada) e medida das variáveis limnológicas: profundidade, transparência, temperatura, pH, condutividade elétrica e concentrações de oxigênio dissolvido e material em suspensão. A amostragem de E. azurea foi realizada com um retângulo de 0,1976 m2, utilizando-se uma tesoura de jardinagem para retirada do material vegetal, que foi lavado em solução de formol e água para remoção dos macroinvertebrados associados. Entre os períodos estudados diferenças significativas (p<0,05) foram encontradas tanto para as variáveis limnológicas, quanto para a densidade de alguns dos taxa de macroinvertebrados. Na comparação das lagoas entre si em março e agosto, com relação as variáveis limnológicas e densidade dos taxa de macroinvertebrados (em níveis de grandes grupos), o Teste Tukey apontou mais diferenças significativas (p<0,05) para março, embora alguns dos taxa de macroinvertebrados associados à E. azurea não tenha apresentado diferença significativa entre as lagoas em nenhum dos períodos amostrados. De acordo com a análise de componentes principais, o pH e oxigênio dissolvido são as variáveis que melhor explicam a ordenação das lagoas nos períodos de estudo. Com relação à fauna associada, em ambos os períodos a classe Insecta foi a mais abundante (com destaque a família Chironomidae), seguida pelo filo Crustacea e pela classe Clitellata... (Resumo completo, clicar acesso eletrônico abaixo) / Abstract: The aim of this study was to analyze the taxonomic composition and density of macroinvertebrates associated with macrophyte Eichhornia azurea (Swartz) Kunth in six lagoons to the river side Paranapanema in its mouth zone into the Jurumirim Reservoir - SP. Samples were held in March and August 2009, supposedly months of rainy and dry seasons, respectively. In each of the six lagoons three different stands of E. azurea were selected for collecting biological material (macrophytes and associated fauna) and measurement of limnological variables: depth, transparency, temperature, pH, electric conductivity and concentrations of dissolved oxygen and suspended solids. The sampling of E. azurea was performed with a rectangle of 0,1976 m2, gardening shears was used to remove the plant material, which was washed in a solution of formaldehyde and water to remove associated macroinvertebrates. Between the two periods significant differences (p <0,05) were found for both limnological variables, and for the density of some of the taxa macroinvertebrates. In comparison with each other lagoons in March and August, related limnological variables and density of taxa of macroinvertebrates (levels in large groups), the Tukey test showed more significant differences (p <0,05) in March, although some of taxa of macroinvertebrates associated with E. azurea has not presented significant difference between the lagoons in any period sampled. According to principal components analysis, pH and dissolved oxygen are the variables that best explain the ordering of lagoons during the study periods. With respect to the associated fauna, in both periods the class Insecta was the most abundant (especially the family Chironomidae), followed by phylum Crustacea and the class Clitellata. However, comparing the richness of taxa in the months of sampling, it appears that higher values were recorded in August period... (Complete abstract click electronic access below) / Mestre
9

Identificação e avaliação da pressão antrópica no Reservatório Engenheiro Paulo de Paiva Castro : repercussão sobre as águas superficiais da bacia do rio Juqueri no município de Mairiporã - SP /

Pérez Ortega, Diego Javier. January 2017 (has links)
Orientador: Marcelo Luís Martins Pompêo / Coorientador: Roberto Wagner Lourenço / Resumo: As mudanças no uso do solo provocadas pelas atividades antrópicas têm gerado grandes impactos na Bacia do rio Juqueri no município de Mairiporã no estado de São Paulo. Esses impactos foram identificados mediante informações espaço-temporais da classificação de imagens de satélite sensor LANDSAT 5, 7 e 8 dos anos de 1986, 1992, 2003, 2011 e 2016. A bacia se caracterizou por ter 6 classes (área urbana, agrícola, pastagens, floresta, solo exposto e corpos d'água). Além do mais foram utilizados dois índices para as análises da pressão ambiental da bacia. O Índice de Qualidade da Água (IQA) e o Índice de Transformação Antrópica (ITA), onde segundo a Resolução CONAMA 357/2005 os recursos hídricos foram enquadrados com Regular e segundo o ITA a bacia foi catalogada Regularmente Degrada. Referente à disponibilidade hídrica apresentaram-se os meses de julho, agosto e setembro no período de estiagem com a maior pressão nos recursos hídricos, diminuindo sua disponibilidade nos rios, córregos e no reservatório Paiva Castro. As ferramentas estatísticas utilizadas permitiram identificar correlações entre o pH e a DBO com a área urbana, outra correlação entre os sólidos totais e o nitrogênio com as áreas de solo exposto e entre as coliformes, a temperatura e o IQA. Outras correlações se deram entre a área Urbana e os teores de Pb junto com o Cr. Fazendo da área urbana e solos expostos os classes mais influentes nos teores de metais nos pontos da barragem e captação por apresentar o maior nú ... (Resumo completo, clicar acesso eletrônico abaixo) / Abstract: The changes in the use of the soil caused by the anthropic activities have generated great impacts in the Juqueri river basin in the municipality of Mairiporã in the state of São Paulo. These impacts were identified using information spatial-temporal the classification of satellite sensor images LANDSAT 5, 7 and 8 of the years 1986, 1992, 2003, 2011 and 2016. The basin was characterized by 6 classes (urban, agricultural, pasture, Forest, exposed soil and bodies of water). In addition, two indices were used to analyze the basin environmental pressure. The Water Quality Index (WQI) and the Anthropic Transformation Index (ATI), where according to CONAMA Resolution 357/2005, the water resources were classified as Regular and according to the ATI, the basin was classified as Regularly Degraded. About the water availability presented in the months of July, August and September in the period of drought has the greatest pressure on the water resources, decreasing its availability in the rivers, streams and in the Paiva Castro reservoir. The statistical tools used allowed to identify correlations between the pH and the BOD with the urban area, between total solids and nitrogen with areas of soil exposed and between coliforms, temperature and WQI. And correlations of the urban area and the Pb contents together with Cr. Making of the urban area and exposed soils being the most influent in the contents of metals in the points of the dam and capitation because it presents the highest numb ... (Complete abstract click electronic access below) / Doutor
10

Distribuição de metais pesados (Cr, Cu, Ni e Zn) em sedimentos de fundo do Rio Embu-Mirim - SP / Not available.

Moura, Claudia Lucia de 22 August 2002 (has links)
O rio Embu-Mirim representa um dos principais tributários que formam a bacia hidrográfica do Reservatório de Guarapiranga, que abastece grande parte da população da Região Metropolitana da Grande São Paulo. Esta área serviu para o desenvolvimento dessa dissertação de mestrado que estudou os metais pesados Cromo (CR), Cobre (CU), Níquel (NI) e Zinco (ZN), nos sedimentos de fundo deste rio. Tal estudo considerou a concentração total dos metais pesados ao longo da drenagem para cada subamostra de topo e base do core de sedimentos e a influência que as propriedades físico-químicas, a granulometria dos sedimentos e os teores de matéria orgânica, exercem no comportamento químico e na distribuição desses metais. Os 10 pontos de amostragem foram locados de montante para jusante desta drenagem, até seu deságüe no Reservatório de Guarapiranga. Cada amostra, coletada em períodos de maior e menor pluviosidade, foi subdividida em amostra de topo (os três primeiros centímetros do core de sedimentos) e amostra de base (os três últimos centímetros do core de sedimentos). Para cada subamostra, determinaram-se os valores pH e Eh, no próprio campo, teores de matéria orgânica, teores totais dos metais pesados e a granulometria dos sedimentos. Os resultados obtidos sugerem que a granulometria dos sedimentos possam estar influenciando o comportamento químico dos metais CR e NI, para os períodos úmido e seco de coleta, e o metal CU apenas no período seco. Em ambos os períodos de coleta, os teores de matéria orgânica apresentaram grande tendência a influenciar o comportamento químico do metal CR, bem como para os metais CU e NI, no período úmido. Quanto aos parâmetros físico-químicos, os valores de pH obtidos para os sedimentos de fundo coletados revelaram estar influenciando na distribuição dos metais pesados CR, CU e ZN. O metal ZN mostrou também forte tendência de alterar seu comportamento químico em função dos valores obtidos para o Eh dos sedimentos. Verificou-se que o ZN exibe uma relação numérica inversa para os valores obtidos de pH e Eh. Os metais pesados apresentaram-se na ordem decrescente de contaminação, NI > CR > CU > ZN, segundo os limites atribuídos para qualidade de sedimentos ISQG (Ínterim Sediment Quality Guideline) e PEL (Probable Effect Level), utilizados pela falta de um padrão próprio para os sedimentos coletados para realização desta dissertação. Estes dados indicam que a área em estudo deva merecer cuidados especiais quanto da atenção dos teores de metais pesados analisados, para que a qualidade dos sedimentos de fundo deste rio não seja totalmente comprometida, desencadeando uma série de danos a outros recursos hídricos que possam ser comprometidos pela qualidade dos sedimentos de fundo do rio Embu-Mirim / The Embu-Mirim River is one of the main tributary streams which constitutes the basin hydrographic of the Guarapiranga Reservoir which is the water supply of most population in the Metropolitan Region of São Paulo State. This place was used for the development of my research based on heavy metals, such as Cr (Chromium), Cu (Copper), Ni (Nickel) and Zn (Zinc), found on the bottom sediments of this very river. Such study considered the total amount of the heavy metals along this basin for each subsample (the top and the basin of core sediments) and the influence of the physicochemical properties, the organic matter content and the granulometric content have on the chemical behavior and in the distribution of those metals. The ten sampling points were collected from the upstream to the downstream of the basin until its discharge into the Guarapiranga Reservoir. Each sample, collected during the rainy and dry period, were subdivided in top sample (the first three centimeters of the core sediments) and base sample (The last three centimeters of the core sediments). For each subsample, were defined the values of pH and Eh, and in the same field, the organic matter content, the heavy metals total content and the granulometric sediments. The results obtained so far suggest the granulometric of the sediments influence the chemical behavior of the metals Cr and Ni, over the dry and rainy season, and Cu only in the dry season. During both collection periods the organic matter contents showed a strong tendency of influencing the chemical behavior of Cr as well as Cu and Ni over the rainy season. For the physicochemical parameters, the pH results, obtained from the collection of the bottom sediments, showed an influence on the distribution of the heavy metals such as Cr, Cu and Zn also showed a strong tendency to change its chemical behavior due to the values obtained from the Eh of the sediments. In addition Zn has numerical inversion between the pH value and Eh value. According to the contamination level we have, in decreasing order Ni > Cr > Cu > Zn, what were based regarding the quality limits attributed by ISQS (Interim Sediment Quality Guideline) and PEL (Probable Effect Level) sediments, since there was no other pattern available to evaluated the sediments collected, for the conclusion of this essay. This data suggests that the studying area deserve a special care for the heavy metal contents analysis, so the quality of the bottom sediment won\'t present considerable decline, trigging a series of problems to the others hydric resources which can be jeopardized by the low quality of the bottom sediments of the Embu-Mirim River.

Page generated in 0.0924 seconds