• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 234
  • 21
  • 19
  • 7
  • 7
  • 3
  • 2
  • 2
  • 1
  • Tagged with
  • 307
  • 307
  • 85
  • 42
  • 41
  • 37
  • 32
  • 30
  • 26
  • 21
  • 20
  • 20
  • 20
  • 19
  • 16
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Lokalisations- und Inhibierungsstudien dreier Protein-Tyrosinkinasen und die Isolierung eines Interaktionspartners der Src-Tyrosinkinase SmTK3 bei Schistosoma

Knobloch, Jürgen. January 2002 (has links) (PDF)
Düsseldorf, Universiẗat, Diss., 2002.
2

Studien zur Transfektion von Schistosoma mansoni (Digenea)

Heyers, Oliver. January 2004 (has links) (PDF)
Berlin, Humboldt-Universiẗat, Diss., 2004.
3

Etablierung eines Gentransfersystems für Schistosoma mansoni und Ansätze zur Immortalisierung von Schistosoma-Zellen

Wippersteg, Volker. January 2002 (has links) (PDF)
Düsseldorf, Universiẗat, Diss., 2002.
4

Etablierung eines Gentransfersystems für Schistosoma mansoni und Ansätze zur Immortalisierung von Schistosoma-Zellen

Wippersteg, Volker. January 2002 (has links) (PDF)
Düsseldorf, Univ., Diss., 2002. / Computerdatei im Fernzugriff.
5

Etablierung eines Gentransfersystems für Schistosoma mansoni und Ansätze zur Immortalisierung von Schistosoma-Zellen

Wippersteg, Volker. January 2002 (has links) (PDF)
Düsseldorf, Univ., Diss., 2002. / Computerdatei im Fernzugriff.
6

Estudos dos hospedeiros intermediários do Schistosoma mansoni no distrito de Ravena, município de Sabará, MG / Studies of the intermediate hosts of the Schistosoma mansoni in the district of Ravena, city of Sabará, MG

Moreira, Pollanah Martins Lira January 2006 (has links)
Made available in DSpace on 2012-05-07T15:26:25Z (GMT). No. of bitstreams: 2 license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) 000010.pdf: 6147203 bytes, checksum: 857eb573d3b1d840117ba0ec294a8fc2 (MD5) Previous issue date: 2006 / A esquistossomose é uma das parasitoses mais prevalentes no mundo. Este fato deve-seprincipalmente a dispersão dos hospedeiros intermediários do Schistosoma mansoni. De fato,após o registro de Biomphalaria glabrata no estado do Rio Grande do Sul seguiu-se àdetecção do primeiro foco da esquistossomose mansoni no estado. Em virtude disso é fundamental conhecer a distribuição geográfica desses hospedeiros intermediários. No intuitode rever a distribuição desses moluscos no distrito de Ravena (Sabará/MG), várias áreaspesquisadas em 1980 foram revisitadas. Naquela época a prevalência da esquistossomose erade 36,7 por cento e os moluscos encontrados foram B. tenagophila e B. glabrata. Entre estes últimos,1,5 por cento dos exemplares encontravam-se parasitados por S. mansoni e nenhum exemplar de B.tenagophila estava eliminando cercárias desse parasito. No presente estudo, foram capturados3.451 moluscos, examinados por exposição à luz artificial e identificados através damorfologia e da técnica de PCR-RFLP. Os moluscos foram identificados como B. glabrata(357) e B. tenagophila (3.094). Todos estavam negativos para S. mansoni. Testes desuscetibilidade foram realizados utilizando a cepa SJ de S. mansoni em três populações de B.tenagophila da localidade. Taxas de infecção de 3,8, 4,0 e 5,0 por cento foram obtidas, superiores aorelatado em estudos anteriores com B. tenagophila do distrito. Para avaliar a variabilidadegenética dessas três populações utilizou-se a técnica de RAPD com três iniciadores: 3302,3304 e 3307. Além disso, esses perfis de RAPDs foram comparados aos perfis de duas outraspopulações de B. tenagophila. Uma população oriunda do Taim/RS considerada resistente aoS. mansoni e outra, oriunda de Anchieta/ES, que até o momento, mostrou-se refratária àscepas SJ e LE. Nas cinco populações verificou-se uma baixa variabilidade genéticaintrapopulacional e uma alta variabilidade interpopulacional. As informações obtidas nesteestudo mostraram que os hospedeiros intermediários permanecem no distrito de Ravena.Ocorreu uma substituição de B. glabrata por B. tenagophila. Apesar dos moluscos coletadosestarem negativos para S. mansoni, isto não implica que o distrito esteja livre da parasitose.Esta é uma área que deve ser constantemente vigiada, pois como foi demonstrado nos testesde suscetibilidade, os moluscos da espécie B. tenagophila estão se tornando cada vez maissuscetíveis
7

Avaliação do efeito de drogas esquistossomicidas sobre a fase intramolusco do Schistosoma mansoni / Evaluation of the effect of schistosomicidal drugs on the phase intramolluscan of the Schistosoma mansoni

Mattos, Ana Carolina Alves de January 2006 (has links)
Made available in DSpace on 2012-05-07T15:26:26Z (GMT). No. of bitstreams: 2 license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) 000005.pdf: 757316 bytes, checksum: d337348830f9bd1ce971caff4eed7144 (MD5) Previous issue date: 2006 / O presente trabalho avaliou a ação da oxaminiquina (OXA), do praziquantel (PZQ) e da associação OXA/PZQ sobre a fase intramolusco do Schistosoma mansoni. Nos estudos "in vivo", caramujos Biomphalaria glabrata infectados com S. mansoni foram tratados com 500mg/Kg de OXA ou 1000mg/Kg de PZQ ou 250mg/Kg de OXA+500mg/Kg de PZQ, na fase pré-patente e patente da infecção. Nos experimentos "in vitro", esporocistos primários transformados "in vitro" foram expostos a 5 micrograma/mL e 10 micrograma/mL de PZQ. [...] Já o tratamento com a associação OXA/PZQ, neste mesmo período, retardou ainda mais o desenvolvimento do parasito, aumentando em até 56 dias o período pré-patente. O tratamento, no período patente, com OXA ou PZQ, isoladamente, interrompeu a eliminação de cercárias. A eliminação de cercárias foi restabelecida aproximadamente 15 dias após o tratamento, porém em quantidades bem menores às anteriores ao tratamento, quando os caramujos foram tratados com 500mg/Kg de OXA. A associação OXA/PZQ, no período patente, não só interrompeu a eliminação de cercárias, como levou à "cura" dos caramujos. Esses resultados sugerem um efeito sinérgico dessas drogas quando administradas associadas. Em relação aos experimentos "in vitro", foi possível verificar que o PZQ causa uma nítida contração na musculatura do esporocisto, alterando o formato do parasito. O PZQ gera, ainda, dano no tegumento do S. mansoni, evidenciado pela marcação com as sondas Hoechst 33258 e Lectina de Glicine max. Além disso, verificou-se um aumento da área marcada pela sonda LysoTracker Red, após o contato dos esporocistos com a droga, sugerindo maior atividade das vesículas ácidas presentes. A partir dos resultados obtidos, nos quais caramujos infectados e tratados com 1000mg/Kg de PZQ param de eliminar cercárias e retornam a eliminá-las, em números bem menores aos encontrados antes do tratamento, 15 dias após o término do tratamento, avaliamos se cercárias provenientes destes caramujos tratados poderiam gerar vermes adultos menos susceptíveis ao PZQ. [...] Nossos resultados, utilizando os modelo B. glabrata/S. mansoni, abrem perspectivas interessantes para estudos de mecanismos de ação de drogas, para verificar se caramujos tratados e "curados" apresentam resistência à reinfecção pelo S. mansoni, além da possibilidade de ser útil na seleção de parasitos resistentes a drogas esquistossomicidas
8

Caracterização citoquímica ultra-estrutural da cercária de schistosoma mansoni / Cytochemical ultrastructural caracterization of cercaria of Schistosoma mansoni

Cavalcanti, Marília Gabriela dos Santos January 2008 (has links)
Made available in DSpace on 2012-05-07T14:44:00Z (GMT). No. of bitstreams: 2 license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) 000052.pdf: 4412784 bytes, checksum: 6ae1a0dc733bed92d1998f870c0d8838 (MD5) Previous issue date: 2008 / Uma alternativa para identificar a base de processos críticos necessários ao estabelecimento do parasito no hospedeiro é enfocar o estágio responsável pela invasão primária, ou seja, a estrutura infectante. O principal objetivo do trabalho foi realizar uma caracterização ultra-estrutural da cercária de Schistosoma mansoni, através de técnicas citoquímicas. Para a identificação de lipídios saturados e insaturados foi utilizado, respectivamente, as técnicas de Filipina e do Tampão Imidazol, para localização de proteínas básicas foram empregadas as técnicas do Ácido Fosfotúngstico (PTA) e da Prata Amoniacal. Para localizar sítios de cálcio utilizamos a técnica descrita por Hepler (1980) e para evidenciar grupamentos aniônicos empregamos ferritina cationizada além do tratamento enzimático com tripsina, condroitinase e neuraminidase de Vibrio cholerae. Foi observada a presença de lipídios insaturados de formato globular em toda a região externa da larva infectante, tegumento, glândula da cabeça, glândula pré-acetabular e corpos de inclusão. Utilizando a técnica de filipina, identificamos a presença de colesterol delimitando vários compartimentos da larva e também no tegumento, músculo e membranas de células subtegumentares. Através da técnica de PTA foi identificada a presença de proteínas básicas no tegumento, núcleo e nucléolo de células subtegumentares, corpos de inclusão e glândulas pré-acetabulares. Já na prata amoniacal, identificamos forte marcação em toda larva infectante além de marcações no núcleo das células musculares, tecido muscular circular e glândulas pré-acetabulares. A localização de sítios de cálcio mostrou-se bastante uniforme, demarcando os espaços internos da larva, principalmente, o tecido muscular da larva. As amostras tratadas com ferritina cationizada apresentaram uma forte marcação em nível cuticular. O tratamento das amostras com a neuraminidase não alterou o padrão de marcação dessas partículas na superfície do trematóide. Porém, o tratamento com tripsina ou condroitinase resultou numa ausência de marcação na superfície da larva. O esclarecimento da composição bioquímica da larva infectante de S. mansoni fornece dados para um melhor entendimento a respeito da biologia do parasito bem como a intrigante relação parasitohospedeiro, além de contribuir para um possível controle químico.
9

Levantamento malacológico do município de Monte Mor-SP, e testes de susceptibilidade dos moluscos a diferentes linhagens de Schistosoma mansoni / Malacological from Monte Mor-SP, and susceptibility testing of diferent strains of shelfish Schistosoma mansoni

Oliveira, Dante Ferreira de, 1981- 23 August 2018 (has links)
Orientador: Luiz Augusto Magalhães / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Biologia / Made available in DSpace on 2018-08-23T14:43:10Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Oliveira_DanteFerreirade_M.pdf: 4679239 bytes, checksum: 8289c39d5ca804477229fe8194c1d9c1 (MD5) Previous issue date: 2013 / Resumo: Estima-se que a esquistossomose, infecte cerca de 200 milhões de pessoas em 75 países em desenvolvimento no mundo. A larga dispersão dos moluscos transmissores e a relevância da migração interna como fator de instalação da esquistossomose mansônica tem sido um importante fator para se delinear estratégias de prevenção e controle. Do ponto de vista epidemiológico, é importante conhecer quais são as espécies de planorbídeos presentes em determinada região e seu potencial para instalação da doença. O objetivo desse estudo foi avaliar o panorama de distribuição de criadouros de moluscos planorbídeos no município de Monte Mor, SP, através de um levantamento malacológico em coleções de água doce, sua positividade para o Schistosoma mansoni, testar a suscetibilidade dos moluscos encontrados frente a linhagens distintas do trematódeo e como pesquisa complementar análise de fezes de indivíduos oriundos de áreas endêmicas de todo o país, que trabalham na agricultura local. O estudo de campo foi realizado com coletas de mosluscos pelo período de 4 meses em coleções de água doce, através de coletas exaustivas em coleções acessíveis. O material coletado foi analisado e identificado no Laboratório de Helmintologia da Unicamp. Através deste estudo foi possível concluir que existe uma vasta distribuição de moluscos no município de Monte Mor composta pelas espécies: Biomphalaria tenagophila, B. straminea, B. intermedia, B. occidentalis, B. peregrina; além de exemplares dos gêneros: Physa, Lymnaea, Melanoides, Drepanotrema, Pomacea e Achatina. Entre os exemplares coletados de moluscos todos se apresentaram negativos ao S. mansoni e outras larvas de trematódeos. Descendentes dos moluscos planorbídeos do gênero Biomphalaria coletados foram submetidos à exposição individual por 10 miracídios de Schistosoma mansoni das cepas BH, SJ, Pernambuco, Sergipe e Bahia. Neste experimento, espécies de B. tenagophila e B. straminea se infectaram com S. mansoni de Pernambuco. Outras espécies de moluscos se mostraram negativas para a infecção pelo Schistosoma mansoni. As análises complementares de fezes dos trabalhadores locais não apresentaram resultados parasitológicos positivos, o que não descarta sua relevância na transmissão da doença frente ao fluxo anual de diferentes trabalhadores para o trabalho na agricultura local / Abstract: It is estimated that schistosomiasis, infects about 200 million people in 75 countries in the developing world. The wide dispersal of snails transmitters and relevance of internal migration as a factor installation schistosomiasis has been an important factor in order to outline strategies for prevention and control. From the epidemiological point of view, it is important to know what are the snails species present in a given region and its potential for desease onset. The aim of this study was to find a picture of the situation of the distribution of breeding of freshwater snails in the municipality of Monte Mor, SP, throughout a malacological in collections of freshwater, its positivity Schistosoma mansoni, test the susceptibility clam found against distinct strains of S. mansoni and how complementary research scat analysis of individuals from endemic areas throughout the country, working in local agriculture. The field study was conducted with snails collections for a period of four months in collections of freshwater through exhaustive collections of collections accessible. The collected material was analyzed and identified in the laboratory of Helminthology UNICAMP. Through this study it was concluded that there is a wide distribution of snails in the municipality of Monte Mor composed by species: Biomphalaria tenagophila, B. straminea, B. intermedia, B. peregrina e B. occidentalis, besides copies of genres: Physa, Lymnaea, Melanoides, Drepanotrema, Pomacea e Achatina. Among the species collected shellfish all were negative to S. mansoni and other trematode larvae. Descendants of freshwater snails of the genus Biomphalaria collected underwent solo exhibition by 10 miracidia of S. mansoni strains Belo Horizonte, São José dos Campos, Pernambuco, Sergipe e Bahia, where they were checked positivity rates of 13.33% from the line of Pernambuco for species B. tenagophila and 3.33% strain Pernambuco for the species B. straminea. Other species of snails were negative for infection with S. mansoni. The complementary analyzes of feces of local workers did not show positive results parasitological, which does not rule out its relevance in disease transmition across the annual flow of different workers to work in local agriculture / Mestrado / Parasitologia / Mestre em Parasitologia
10

Biochemical characterization of 2-cys peroxiredoxin enzymes from Schistosoma mansoni and validation by RNAi as essential parasite proteins and potential drug target

Sayed, Ahmed A. Williams, David Lee, January 2005 (has links)
Thesis (Ph. D.)--Illinois State University, 2005. / Title from title page screen, viewed September 26, 2006. Dissertation Committee: David Williams (chair), Craig Gatto, Radheshyam Jayaswal, Wade Nichols, Laura Vogel, Brian Wilkinson. Includes bibliographical references (leaves 150-166) and abstract. Also available in print.

Page generated in 0.0606 seconds