• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 188
  • 19
  • 13
  • Tagged with
  • 220
  • 220
  • 85
  • 83
  • 62
  • 52
  • 47
  • 43
  • 40
  • 35
  • 28
  • 28
  • 28
  • 27
  • 24
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Projeto de sistemas distribuídos

Santos, Salvador Antonio dos January 1987 (has links)
É proposta uma metodologia de desenvolvimento de sistemas, que reúne técnicas de PED - Processamento Eletrônico de Dados, 0&M - Organização & Métodos e PO - Pesquisa Operacional, possibilitando a ação integrada dos especialistas, na elaboração de um projeto de sistemas distribuídos. Os produtos da metodologia são a configura0o do "hardware" e o "software" aplicativo. 0 "hardware" 6 configurado de forma estruturada em três níveis: topologia, configuração básica e configuração final. Cada nível é projetado através de programa0o linear, métodos heurísticos e simula0o. Para viabilizar o use destas técnicas só apresentados procedimentos de obtendo e organização de dados quantitativos. 0 "software" é considerado uma extenso do trabalho das pessoas, sendo projetado através da integração das técnicas estruturadas de desenvolvimento de sistemas, tempos e movimentos, bem como analise de arranjo físico. São discutidos os modelos físico e lógico dos sistemas de informação, sendo proposto um terceiro: modelo homem/máquina. A metodologia possibilita projetar o sistema em módulos, permitindo que o mesmo crença progressivamente com a empresa. / A system development methodology is presented. It encloses techniques from EDP - Electronic Data Processing, 08M - Organization 8 Method, OR - Operations Research and stimulates the experts from these areas to work together, to achieve the results of a distributed system design. The main products are the hardware configuration and the aplication software. The hardware configuration is structured at three levels: topology, basic configuration and final configuration. Each level is designed through linear programming, heuristic and simulation. To suport these techniques, procedures for gathering and organizing quantitative data are presented. The software is treated as an extension of the user tasks. Techniques such as structured system development, time 8 motion study and layout analysis are used in the software design process. The physical and logical models of information systems are presented and a new one is introduced: the man/machine model. This methodology enables the design of a system in modules, which provides evolutionary growth with the business expansion.
2

Projeto de sistemas distribuídos

Santos, Salvador Antonio dos January 1987 (has links)
É proposta uma metodologia de desenvolvimento de sistemas, que reúne técnicas de PED - Processamento Eletrônico de Dados, 0&M - Organização & Métodos e PO - Pesquisa Operacional, possibilitando a ação integrada dos especialistas, na elaboração de um projeto de sistemas distribuídos. Os produtos da metodologia são a configura0o do "hardware" e o "software" aplicativo. 0 "hardware" 6 configurado de forma estruturada em três níveis: topologia, configuração básica e configuração final. Cada nível é projetado através de programa0o linear, métodos heurísticos e simula0o. Para viabilizar o use destas técnicas só apresentados procedimentos de obtendo e organização de dados quantitativos. 0 "software" é considerado uma extenso do trabalho das pessoas, sendo projetado através da integração das técnicas estruturadas de desenvolvimento de sistemas, tempos e movimentos, bem como analise de arranjo físico. São discutidos os modelos físico e lógico dos sistemas de informação, sendo proposto um terceiro: modelo homem/máquina. A metodologia possibilita projetar o sistema em módulos, permitindo que o mesmo crença progressivamente com a empresa. / A system development methodology is presented. It encloses techniques from EDP - Electronic Data Processing, 08M - Organization 8 Method, OR - Operations Research and stimulates the experts from these areas to work together, to achieve the results of a distributed system design. The main products are the hardware configuration and the aplication software. The hardware configuration is structured at three levels: topology, basic configuration and final configuration. Each level is designed through linear programming, heuristic and simulation. To suport these techniques, procedures for gathering and organizing quantitative data are presented. The software is treated as an extension of the user tasks. Techniques such as structured system development, time 8 motion study and layout analysis are used in the software design process. The physical and logical models of information systems are presented and a new one is introduced: the man/machine model. This methodology enables the design of a system in modules, which provides evolutionary growth with the business expansion.
3

Projeto de sistemas distribuídos

Santos, Salvador Antonio dos January 1987 (has links)
É proposta uma metodologia de desenvolvimento de sistemas, que reúne técnicas de PED - Processamento Eletrônico de Dados, 0&M - Organização & Métodos e PO - Pesquisa Operacional, possibilitando a ação integrada dos especialistas, na elaboração de um projeto de sistemas distribuídos. Os produtos da metodologia são a configura0o do "hardware" e o "software" aplicativo. 0 "hardware" 6 configurado de forma estruturada em três níveis: topologia, configuração básica e configuração final. Cada nível é projetado através de programa0o linear, métodos heurísticos e simula0o. Para viabilizar o use destas técnicas só apresentados procedimentos de obtendo e organização de dados quantitativos. 0 "software" é considerado uma extenso do trabalho das pessoas, sendo projetado através da integração das técnicas estruturadas de desenvolvimento de sistemas, tempos e movimentos, bem como analise de arranjo físico. São discutidos os modelos físico e lógico dos sistemas de informação, sendo proposto um terceiro: modelo homem/máquina. A metodologia possibilita projetar o sistema em módulos, permitindo que o mesmo crença progressivamente com a empresa. / A system development methodology is presented. It encloses techniques from EDP - Electronic Data Processing, 08M - Organization 8 Method, OR - Operations Research and stimulates the experts from these areas to work together, to achieve the results of a distributed system design. The main products are the hardware configuration and the aplication software. The hardware configuration is structured at three levels: topology, basic configuration and final configuration. Each level is designed through linear programming, heuristic and simulation. To suport these techniques, procedures for gathering and organizing quantitative data are presented. The software is treated as an extension of the user tasks. Techniques such as structured system development, time 8 motion study and layout analysis are used in the software design process. The physical and logical models of information systems are presented and a new one is introduced: the man/machine model. This methodology enables the design of a system in modules, which provides evolutionary growth with the business expansion.
4

Um Modelo de replicação em ambientes que suportam mobilidade

Ferrari, Debora Nice January 2001 (has links)
Os estudos sobre mobilidade intensificaram-se com o uso em grande escala da Internet, pois esta trouxe a possibilidade de explorar mobilidade através de redes heterogêneas, conectadas por diferentes links de comunicação e distantes umas das outras. A replicação de componentes em sistemas distribuídos normalmente é utilizada para torná-los mais confiáveis e seguros ou para aumentar o desempenho da aplicação, uma vez que acessos remotos podem ser evitados através da localidade da réplica. Em qualquer um dos casos, a replicação implica a manutenção na consistência entre as múltiplas cópias, isto é, é preciso garantir que as cópias estejam com seus estados consistentes em um determinado momento. Em sistemas que permitem mobilidade e replicação, a principal preocupação é com a consistência e o gerenciamento das réplicas do objeto móvel. Isto é, dependendo da técnica de replicação utilizada, como gerenciar um objeto e suas réplicas se estes podem mudar sua localização? Como garantir um bom desempenho do sistema? Estas perguntas esta proposta procura responder. Este trabalho apresenta um modelo de replicação em ambientes de objetos distribuídos que permitem mobilidade chamado ReMMoS - Replication Model in Mobility Systems. O objetivo deste modelo é prover um ambiente de execução para suporte ao desenvolvimento de aplicações envolvendo mobilidade explicita e replicação implicita. Assim, o programador não necessita preocupar-se com o gerenciamento e a consistencia das cópias.
5

Um Modelo de replicação em ambientes que suportam mobilidade

Ferrari, Debora Nice January 2001 (has links)
Os estudos sobre mobilidade intensificaram-se com o uso em grande escala da Internet, pois esta trouxe a possibilidade de explorar mobilidade através de redes heterogêneas, conectadas por diferentes links de comunicação e distantes umas das outras. A replicação de componentes em sistemas distribuídos normalmente é utilizada para torná-los mais confiáveis e seguros ou para aumentar o desempenho da aplicação, uma vez que acessos remotos podem ser evitados através da localidade da réplica. Em qualquer um dos casos, a replicação implica a manutenção na consistência entre as múltiplas cópias, isto é, é preciso garantir que as cópias estejam com seus estados consistentes em um determinado momento. Em sistemas que permitem mobilidade e replicação, a principal preocupação é com a consistência e o gerenciamento das réplicas do objeto móvel. Isto é, dependendo da técnica de replicação utilizada, como gerenciar um objeto e suas réplicas se estes podem mudar sua localização? Como garantir um bom desempenho do sistema? Estas perguntas esta proposta procura responder. Este trabalho apresenta um modelo de replicação em ambientes de objetos distribuídos que permitem mobilidade chamado ReMMoS - Replication Model in Mobility Systems. O objetivo deste modelo é prover um ambiente de execução para suporte ao desenvolvimento de aplicações envolvendo mobilidade explicita e replicação implicita. Assim, o programador não necessita preocupar-se com o gerenciamento e a consistencia das cópias.
6

Um Modelo de replicação em ambientes que suportam mobilidade

Ferrari, Debora Nice January 2001 (has links)
Os estudos sobre mobilidade intensificaram-se com o uso em grande escala da Internet, pois esta trouxe a possibilidade de explorar mobilidade através de redes heterogêneas, conectadas por diferentes links de comunicação e distantes umas das outras. A replicação de componentes em sistemas distribuídos normalmente é utilizada para torná-los mais confiáveis e seguros ou para aumentar o desempenho da aplicação, uma vez que acessos remotos podem ser evitados através da localidade da réplica. Em qualquer um dos casos, a replicação implica a manutenção na consistência entre as múltiplas cópias, isto é, é preciso garantir que as cópias estejam com seus estados consistentes em um determinado momento. Em sistemas que permitem mobilidade e replicação, a principal preocupação é com a consistência e o gerenciamento das réplicas do objeto móvel. Isto é, dependendo da técnica de replicação utilizada, como gerenciar um objeto e suas réplicas se estes podem mudar sua localização? Como garantir um bom desempenho do sistema? Estas perguntas esta proposta procura responder. Este trabalho apresenta um modelo de replicação em ambientes de objetos distribuídos que permitem mobilidade chamado ReMMoS - Replication Model in Mobility Systems. O objetivo deste modelo é prover um ambiente de execução para suporte ao desenvolvimento de aplicações envolvendo mobilidade explicita e replicação implicita. Assim, o programador não necessita preocupar-se com o gerenciamento e a consistencia das cópias.
7

Objetos distribuidos con CORBA

Perstossi, Mariana, Casarini, Gabriel P. A. January 1999 (has links)
No description available.
8

Tolerância a faltas bizantinas através de hibridização do sistema distribuído

Silva, Marcelo Ribeiro Xavier da January 2013 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico, Programa de Pós-Graduação em Ciência da Computação, Florianópolis, 2013. / Made available in DSpace on 2014-08-06T17:42:31Z (GMT). No. of bitstreams: 1 322028.pdf: 1354690 bytes, checksum: c2a2cb36693b941c7a191340c76e307e (MD5) Previous issue date: 2013 / A ocorrência de faltas e falhas nos sistemas computacionais pode levar a catástrofes e prejuízos humanos, estruturais e financeiros. Recentemente, as faltas em sistemas computacionais têm aparecido mais frequentemente sob a forma de intrusões, que são o resultado de um ataque que obtém sucesso ao explorar uma ou mais vulnerabilidades. Uma questão recorrente é a discussão de quanto podemos confiar no funcionamento destes sistemas, demonstrando a necessidade de uma melhor aplicação de conceitos como dependabilidade, onde é esperado que o sistema funcione conforme suas especificações, ainda que alguns componentes apresentem problemas. Replicação de Máquina de Estados é uma técnica comumente utilizada na implementação de serviços distribuídos que toleram faltas e intrusões. Originalmente as abordagens baseadas nesta técnica necessitavam 3f + 1 servidores para tolerar f faltas. Recentemente, através do uso de modelos híbridos, que possuem componentes confiáveis, algumas abordagens conseguiram reduzir este número para 2f + 1. Para construir estes componentes confiáveis é necessário fazer algumas modificações complexas nos servidores, tanto do ponto de vista de software quanto de hardware. A arquitetura de sistema proposta neste trabalho é baseada em um modelo, chamado de modelo híbrido, em que as suposições de sincronismo, presença e severidade de faltas e falhas variam de componente para componente. O modelo aqui proposto utiliza uma abstração de compartilhamento de dados - os Registradores Compartilhados Distribuídos - e explora o uso de tecnologias de virtualização para simplificar a criação da componente inviolável de tolerância a faltas. Com esta arquitetura é possível diminuir a quantidade de recursos computacionais necessários de 3f + 1 para 2f + 1, além de alcançar uma latência (em números de passos para comunicação) comparável apenas com algoritmos especulativos.<br> / Abstract : The occurrence of faults and failures in computer systems can lead to disastersand damages in human, structural and financial meanings. Recently,faults in computer systems have appeared most often in the form of intrusions,which are the result of an attack that succeeds by exploiting one ormore vulnerabilities. A recurrent issue is the discussion of how much we cantrust in the execution of these systems, demonstrating the need for better implementationof concepts such as dependability, where it is expected that thesystem works according to their specifications, although some componentshave problems. State Machine Replication is a technique commonly usedin the implementation of distributed services that tolerate faults and intrusions.Originally approaches based on this technique needed 3 f +1 servers totolerate f faults. Recently, through the use of hybrid models that have reliablecomponents, some approaches have succeeded in reducing this numberto 2 f +1. To build these reliable components is necessary to make somecomplex modifications in the servers, in meanings of software and hardware.The system architecture proposed in this work is based on a hybrid model, inwhich the assumptions of timing, presence and severity of faults and failuresvary from component to component. The proposed model uses an abstractionof data sharing - Distributed Shared Registers - and explores the use of virtualizationtechnologies to simplify the creation of the fault tolerant tamperproofcomponent. With this architecture it is possible to reduce the amount of computationalresources needed from 3 f +1 to 2 f+ 1, and achieve a latency(in terms of number of communication steps) comparable only to speculativealgorithms.
9

DigiClip

Padilha, Ricardo Sangoi January 2005 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico. Programa de Pós-Graduação em Engenharia Elétrica. / Made available in DSpace on 2013-07-15T23:00:32Z (GMT). No. of bitstreams: 1 220697.pdf: 2915513 bytes, checksum: 316acaa62b949139582a35cfbeac8f84 (MD5)
10

Uma abordagem distribuída para um sistema de arquivos no ambiente Clux

Elsing, Rejane January 2005 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico. Programa de Pós-graduação em Ciência da Computação / Made available in DSpace on 2013-07-16T02:47:10Z (GMT). No. of bitstreams: 1 220918.pdf: 758815 bytes, checksum: a46b527b3cf07303f28ee1b7277222b4 (MD5) / Neste trabalho é realizado o projeto e a implementação da distribuição do sistema de arquivos no ambiente do cluster Clux, usando um servidor de arquivos, que inicialmente era centralizado e implementado com processos regulares do Linux. O servidor de arquivos foi re-implementado com threads, tornando-se um servidor de arquivos multithreaded. Visando distribuir e aumentar a disponibilidade do serviço de arquivos, o serviço foi disponibilizado em dois nós de trabalho do cluster, onde cada nó é responsável por gerenciar parte do espaço de nomes compartilhado do cluster. Consequentemente, houve a necessidade de projetar e implementar um servidor de diretório multithreaded, com o objetivo de identificar qual servidor de arquivos, no ambiente do cluster, está disponibilizando o arquivo que o processo cliente deseja manipular. O servidor de diretório identifica a localização física dos arquivos no cluster, permitindo que um cliente manipule arquivos sem saber sua localização física.

Page generated in 0.0782 seconds