• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 6
  • Tagged with
  • 6
  • 6
  • 3
  • 3
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Soldagem subaquatica com mig/mag

Almeida, Daniel Soares de January 1992 (has links)
Na produção de soldas subaquáticas são empregadas várias técnicas que podem ser classificadas em dois grandes grupos: Técnicas de soldagem em câmaras secas e Técnicas molhadas. Ambos os grupos apresentam inconvenientes: os primeiros são capazes de produzir soldas de alta qualidade, no entanto, estas soldas são de custo muito elevado. As técnicas de soldagem molhada são de custos mais reduzidos e mais versáteis. Porém, a qualidade é muito baixa e seu emprego, normalmente, se restringe à reparos. Uma solução para estes problemas é o processo MIG/MAG com cavidade local seca. Com este processo pode-se produzir soldas de qualidade superior com baixos custos. O objetivo deste trabalho foi projetar e construir um dispositivo (bocal) que permitisse a criação de uma região seca em torno do arco e poça de fusão. Com este dispositivo passou-se à investigar os parâmetros de soldagem que permitissem a obtenÇão de cordões de solda na água. Análises do aspecto, geometria e dureza destes cordões foram realizadas e comparadas com outros feitos na superficie. Juntas de topo na posição plana com chanfro em "V" simples de 60° foram realizadas à uma profundidade de 300mm em chapas de aço BS4360 e arame AWS ER70S-6. / To make underwater welds, many kinds of techniques have been proposed and used, which may be classified in two large groups: Dry Chamber Techniques and Wet Techniques. Both groups show inconveniences: Dry Chamber Techniques are able to produce high quality welds, but they are costly. Wet Welding Techniques are less expensive and more versatile; however, the welds are rather poor and their uses are generally limited to repairs. So, perhaps wet underwater GMAW with local cavity is a solution for this problem. With this process, it is possible to produce welds with high quality and low cost. Therefore, the main aim o f this work was to develop a nozzle, that allows the formation of a stable and durable dry cavity around the are and molten weld pool. Also, it was investigated the welding parameters, in a way to have sound underwater bead-on-plate and flat position groove ·welds. Analysis of geometry, hardness and mechanical properties of those welds were made, and compared with another made on land. Flat position welds.were made at a depth of 300mm on BS 4360 steel plates, single-V, 60° angle, with filler wire AWS ER70S-6.
2

Soldagem subaquatica com mig/mag

Almeida, Daniel Soares de January 1992 (has links)
Na produção de soldas subaquáticas são empregadas várias técnicas que podem ser classificadas em dois grandes grupos: Técnicas de soldagem em câmaras secas e Técnicas molhadas. Ambos os grupos apresentam inconvenientes: os primeiros são capazes de produzir soldas de alta qualidade, no entanto, estas soldas são de custo muito elevado. As técnicas de soldagem molhada são de custos mais reduzidos e mais versáteis. Porém, a qualidade é muito baixa e seu emprego, normalmente, se restringe à reparos. Uma solução para estes problemas é o processo MIG/MAG com cavidade local seca. Com este processo pode-se produzir soldas de qualidade superior com baixos custos. O objetivo deste trabalho foi projetar e construir um dispositivo (bocal) que permitisse a criação de uma região seca em torno do arco e poça de fusão. Com este dispositivo passou-se à investigar os parâmetros de soldagem que permitissem a obtenÇão de cordões de solda na água. Análises do aspecto, geometria e dureza destes cordões foram realizadas e comparadas com outros feitos na superficie. Juntas de topo na posição plana com chanfro em "V" simples de 60° foram realizadas à uma profundidade de 300mm em chapas de aço BS4360 e arame AWS ER70S-6. / To make underwater welds, many kinds of techniques have been proposed and used, which may be classified in two large groups: Dry Chamber Techniques and Wet Techniques. Both groups show inconveniences: Dry Chamber Techniques are able to produce high quality welds, but they are costly. Wet Welding Techniques are less expensive and more versatile; however, the welds are rather poor and their uses are generally limited to repairs. So, perhaps wet underwater GMAW with local cavity is a solution for this problem. With this process, it is possible to produce welds with high quality and low cost. Therefore, the main aim o f this work was to develop a nozzle, that allows the formation of a stable and durable dry cavity around the are and molten weld pool. Also, it was investigated the welding parameters, in a way to have sound underwater bead-on-plate and flat position groove ·welds. Analysis of geometry, hardness and mechanical properties of those welds were made, and compared with another made on land. Flat position welds.were made at a depth of 300mm on BS 4360 steel plates, single-V, 60° angle, with filler wire AWS ER70S-6.
3

Soldagem subaquatica com mig/mag

Almeida, Daniel Soares de January 1992 (has links)
Na produção de soldas subaquáticas são empregadas várias técnicas que podem ser classificadas em dois grandes grupos: Técnicas de soldagem em câmaras secas e Técnicas molhadas. Ambos os grupos apresentam inconvenientes: os primeiros são capazes de produzir soldas de alta qualidade, no entanto, estas soldas são de custo muito elevado. As técnicas de soldagem molhada são de custos mais reduzidos e mais versáteis. Porém, a qualidade é muito baixa e seu emprego, normalmente, se restringe à reparos. Uma solução para estes problemas é o processo MIG/MAG com cavidade local seca. Com este processo pode-se produzir soldas de qualidade superior com baixos custos. O objetivo deste trabalho foi projetar e construir um dispositivo (bocal) que permitisse a criação de uma região seca em torno do arco e poça de fusão. Com este dispositivo passou-se à investigar os parâmetros de soldagem que permitissem a obtenÇão de cordões de solda na água. Análises do aspecto, geometria e dureza destes cordões foram realizadas e comparadas com outros feitos na superficie. Juntas de topo na posição plana com chanfro em "V" simples de 60° foram realizadas à uma profundidade de 300mm em chapas de aço BS4360 e arame AWS ER70S-6. / To make underwater welds, many kinds of techniques have been proposed and used, which may be classified in two large groups: Dry Chamber Techniques and Wet Techniques. Both groups show inconveniences: Dry Chamber Techniques are able to produce high quality welds, but they are costly. Wet Welding Techniques are less expensive and more versatile; however, the welds are rather poor and their uses are generally limited to repairs. So, perhaps wet underwater GMAW with local cavity is a solution for this problem. With this process, it is possible to produce welds with high quality and low cost. Therefore, the main aim o f this work was to develop a nozzle, that allows the formation of a stable and durable dry cavity around the are and molten weld pool. Also, it was investigated the welding parameters, in a way to have sound underwater bead-on-plate and flat position groove ·welds. Analysis of geometry, hardness and mechanical properties of those welds were made, and compared with another made on land. Flat position welds.were made at a depth of 300mm on BS 4360 steel plates, single-V, 60° angle, with filler wire AWS ER70S-6.
4

Estudo da estabilidade do arco elétrico na soldagem subaquática com eletrodos revestidos

Mazzaferro, Jose Antonio Esmerio January 1998 (has links)
Este trabalho teve como objetivo principal o estudo dos fenômenos tlsicos envolvidos na soldagem subaquática molhada por eletrodos revestidos. relacionados ao aumento de pressão hidrostát ica e alterações na composição química do revestimento destes eletrodos. através da análise do componamento do arco elétrico. Utilizando uma câmara para soldagem subaquática, foram simuladas soldagens a diferentes profundidades (5,0; 12,5 e 20.0 m) e, tendo como referência um eletrodo revestido previamente desenvolvido no Laboratório de Soldagem & Técnicas Conexas (LS&TC), os teores dos compostos CaC03 , TiO~ e alumínio no revestimento foram alterados. Todas as soldas foram executadas empregando um dispositivo automático de soldagem e utilizando os mesmos parâmetros (conente. tensão do arco e velocidade de soldagem). Os efeitos das alterações de condições de soldagem e composição química dos eletrodos revestidos foram avaliados. com base no exame visual das juntas, na medição da porosidade presente no metal de solda e na análise dos oscilogramas de tensão e cctTente de soldagem. Além dos métodos tradicionais de aferição da estabilidade através de índices calculados a partir dos valores instantâneos dos parâmetros de soldagem, propôs-se uma forma de análise com base no espectro de freqüências do sinal, obtido através de transformadas de Fourier. Todos os eletrodos testados apresentaram aumento na taxa e no rendimento de deposição com o aumento da profundidade. comprovando o efeito de aumento na densidade de conente na coluna do arco causado pelo aumento da pressão hidrostática. Constatou-se a existência de uma região de transição no modo de transfe rência, de curtos-circuitos para globular, ocorrendo à profundidade de 12,5 m. Para as três profundidades de soldagem estudadas neste trabalho, observou-se uma rutida tendência ao aumento da estabilidade do arco elétrico com o aumento da profundidade, facilmente verificada através da análise dos oscilogramas de soldagem e confirmada pela quantidade de defeitos observados através da inspeção visual dos corpos de prova. Observou-se ameia, que as misturas contendo maiores teores de CaCO:, mostraram-se marcadamente mais estáveis do que as demais, a pequenas profundidades de soldagem.
5

Estudo da estabilidade do arco elétrico na soldagem subaquática com eletrodos revestidos

Mazzaferro, Jose Antonio Esmerio January 1998 (has links)
Este trabalho teve como objetivo principal o estudo dos fenômenos tlsicos envolvidos na soldagem subaquática molhada por eletrodos revestidos. relacionados ao aumento de pressão hidrostát ica e alterações na composição química do revestimento destes eletrodos. através da análise do componamento do arco elétrico. Utilizando uma câmara para soldagem subaquática, foram simuladas soldagens a diferentes profundidades (5,0; 12,5 e 20.0 m) e, tendo como referência um eletrodo revestido previamente desenvolvido no Laboratório de Soldagem & Técnicas Conexas (LS&TC), os teores dos compostos CaC03 , TiO~ e alumínio no revestimento foram alterados. Todas as soldas foram executadas empregando um dispositivo automático de soldagem e utilizando os mesmos parâmetros (conente. tensão do arco e velocidade de soldagem). Os efeitos das alterações de condições de soldagem e composição química dos eletrodos revestidos foram avaliados. com base no exame visual das juntas, na medição da porosidade presente no metal de solda e na análise dos oscilogramas de tensão e cctTente de soldagem. Além dos métodos tradicionais de aferição da estabilidade através de índices calculados a partir dos valores instantâneos dos parâmetros de soldagem, propôs-se uma forma de análise com base no espectro de freqüências do sinal, obtido através de transformadas de Fourier. Todos os eletrodos testados apresentaram aumento na taxa e no rendimento de deposição com o aumento da profundidade. comprovando o efeito de aumento na densidade de conente na coluna do arco causado pelo aumento da pressão hidrostática. Constatou-se a existência de uma região de transição no modo de transfe rência, de curtos-circuitos para globular, ocorrendo à profundidade de 12,5 m. Para as três profundidades de soldagem estudadas neste trabalho, observou-se uma rutida tendência ao aumento da estabilidade do arco elétrico com o aumento da profundidade, facilmente verificada através da análise dos oscilogramas de soldagem e confirmada pela quantidade de defeitos observados através da inspeção visual dos corpos de prova. Observou-se ameia, que as misturas contendo maiores teores de CaCO:, mostraram-se marcadamente mais estáveis do que as demais, a pequenas profundidades de soldagem.
6

Estudo da estabilidade do arco elétrico na soldagem subaquática com eletrodos revestidos

Mazzaferro, Jose Antonio Esmerio January 1998 (has links)
Este trabalho teve como objetivo principal o estudo dos fenômenos tlsicos envolvidos na soldagem subaquática molhada por eletrodos revestidos. relacionados ao aumento de pressão hidrostát ica e alterações na composição química do revestimento destes eletrodos. através da análise do componamento do arco elétrico. Utilizando uma câmara para soldagem subaquática, foram simuladas soldagens a diferentes profundidades (5,0; 12,5 e 20.0 m) e, tendo como referência um eletrodo revestido previamente desenvolvido no Laboratório de Soldagem & Técnicas Conexas (LS&TC), os teores dos compostos CaC03 , TiO~ e alumínio no revestimento foram alterados. Todas as soldas foram executadas empregando um dispositivo automático de soldagem e utilizando os mesmos parâmetros (conente. tensão do arco e velocidade de soldagem). Os efeitos das alterações de condições de soldagem e composição química dos eletrodos revestidos foram avaliados. com base no exame visual das juntas, na medição da porosidade presente no metal de solda e na análise dos oscilogramas de tensão e cctTente de soldagem. Além dos métodos tradicionais de aferição da estabilidade através de índices calculados a partir dos valores instantâneos dos parâmetros de soldagem, propôs-se uma forma de análise com base no espectro de freqüências do sinal, obtido através de transformadas de Fourier. Todos os eletrodos testados apresentaram aumento na taxa e no rendimento de deposição com o aumento da profundidade. comprovando o efeito de aumento na densidade de conente na coluna do arco causado pelo aumento da pressão hidrostática. Constatou-se a existência de uma região de transição no modo de transfe rência, de curtos-circuitos para globular, ocorrendo à profundidade de 12,5 m. Para as três profundidades de soldagem estudadas neste trabalho, observou-se uma rutida tendência ao aumento da estabilidade do arco elétrico com o aumento da profundidade, facilmente verificada através da análise dos oscilogramas de soldagem e confirmada pela quantidade de defeitos observados através da inspeção visual dos corpos de prova. Observou-se ameia, que as misturas contendo maiores teores de CaCO:, mostraram-se marcadamente mais estáveis do que as demais, a pequenas profundidades de soldagem.

Page generated in 0.076 seconds