• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 1090
  • 55
  • 48
  • 47
  • 43
  • 40
  • 40
  • 37
  • 36
  • 8
  • 7
  • 2
  • 1
  • 1
  • 1
  • Tagged with
  • 1112
  • 446
  • 290
  • 283
  • 229
  • 222
  • 219
  • 210
  • 168
  • 143
  • 110
  • 102
  • 92
  • 74
  • 68
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Implicações do parasitismo por nematódeos do gênero Rhabdias(Nematoda, Rhabdiasidae) em Crotalus durissus terrificus (Serpentes, Viperidae) : alterações pulmonares, microbiológicas e hematológicas /

Santos, Karina Rodrigues dos. January 2005 (has links)
Resumo: A criação de serpentes em cativeiro vem se tornando atividade cada vez mais relevante, inicialmente para obtenção do veneno para produção dos soros antiofídicos e, mais recentemente, para o estudo de suas propriedades farmacológicas. Esta atividade, porém, tem esbarrado em alguns problemas, dentre os quais estão as doenças parasitárias que podem acometer estes répteis. Em regime de criação semi-extensiva, uma importante alteração observada é a presença de nematódeos do gênero Rhabdias em pulmão de serpentes. Particularmente, em Crotalus durissus terrificus, altas taxas de infecção pulmonar por estes nematódeos têm sido relatadas. Estudos sobre os efeitos da presença destes helmintos nos órgãos respiratórios de serpentes são escassos. O objetivo deste trabalho foi estudar as implicações da presença de nematódeos do gênero Rhabdias no pulmão de serpentes C. d. terrificus, através de avaliação histopatológica, microbiológica e hematológica de serpentes parasitadas e não parasitadas. Na análise histopatológica das amostras de pulmões de serpentes parasitadas observou-se epitélio e parênquima pulmonar, apresentando infiltrado de células granulocíticas e infiltrado mononuclear. Essas alterações também foram observadas em alguns animais não parasitados, mas em menor grau (p < 0,05). Na análise microbiológica de animais parasitados, foram isoladas bactérias gram-negativas das seguintes espécies: Citrobacter divergens, Burlkholderia cepacia, Stenotrophomonas maltophilia, Proteus vulgaris, Enterobacter sakazakii, Enterobacter ammnigenus, Pseudomonas aeruginosa, Pantoea spp., Providencia rettgeri. Nos pulmões de animais não parasitados foram identificadas as seguintes espécies: Burlkholderia cepacia, Pseudomonas fluorescens, Acinetobacter baumanii. Em relação aos parâmetros hematológicos foi observado aumento... (Resumo completo, clicar acesso eletrônico abaixo). / Abstract: Snake breeding in captivity is becoming more and more important, initially to extract venoms for producing antivenom serum and, more recently, to study their pharmacological properties. This activity, however, has encountered some problems, including parasitic diseases that can attack them. In semi-extensive breeding systems, Rhabdias genus nematodes have been found in snake lung. High lung infection rates from these nematodes have been reported in Crotalus durissus terrificus. Studies on the effects of these helminths in the snake respiratory system are scarce. Our objective was to study the implications of nematodes of Rhabdias genus in C. d. terrificus lung through histopathological, microbiological, and hematological analysis of snakes with and without the parasite. Pulmonary parenchyma and epithelium with acidofilic granulocytic and mononuclear infiltrates were observed in histopathological analysis of parasite infested snake lung. These alterations were also observed in some non infested animals, but in a smaller degree (p<0.05). Microbiological analysis of infested animals revealed gram-negative bacteria: Citrobacter divergens, Burlkholderia cepacia, Stenotrophomonas maltophilia, Proteus vulgaris, Enterobacter sakazakii, Enterobacter ammnigenus, Pseudomonas aeruginosa, Pantoea spp., Providencia rettgeri. In non infested lungs, the following species were indentified: Burlkholderia cepacia, Pseudomonas fluorescens, Acinetobacter baumanii. In relation to hematological parameters, increased plasmatic protein, decreased lymphocytes and normal red blood cell values were observed in parasite infested animals. We concluded that the nematodes of the genus Rhabdias cause significant health problems in snakes and so, all infected animal should be treated when they are maintained in captivity. / Orientador: Reinaldo José da Silva / Coorientador: Regina Kiomi Takahira / Mestre
2

A vulnerabilidade na família como determinante de maus-tratos aos animais de companhia

Barrero, Stefany Monsalve January 2017 (has links)
Orientadora : Profª. Drª. Rita de Cassia Maria Garcia / Coorientadores : Prof. Dr. Marlos Gonçalves Sousa e Profª. Drª. Simone Tostes de O. Stedile / Dissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Agrárias, Programa de Pós-Graduação em Ciências Veterinárias. Defesa: Curitiba, 30/03/2017 / Inclui referências : f. 23; 47-56; 78-82; 109-114; 137-140; 143-161 / Área de concentração : Nutrição e alimentação animal / Resumo: A ocorrência dos diferentes tipos de violência na sociedade é influenciada por fatores demográficos, sociais e culturais das famílias e comunidades. Desta forma, nas estratégias de prevenção, é necessário uma abordagem intersetorial e multidisciplinar. Por outro lado, em relação aos maus-tratos aos animais de companhia esses aspectos não têm sido avaliados. Igualmente, é infrequente que os programas sociais dirigidos às famílias incluam a questão animal. O objetivo deste trabalho foi estabelecer quais determinantes sociofamiliares estão relacionados com a ocorrência de maus-tratos aos animais, bem como mostrar a importância da inserção dos médicos veterinários e dos animais de estimação nas ações intersetoriais destinadas às famílias em situação de vulnerabilidade. O estudo divide-se em seis Capítulos: (I) Apresentação; (II) A conexão entre os maus-tratos aos animais e a violência interpessoal: uma revisão da perspectiva veterinária; (III) Intersetorialidade para uma abordagem integral dos casos de maus-tratos aos animais e famílias em situação de vulnerabilidade; (IV) Fatores de risco para a ocorrência de maus-tratos em cães e gatos no ambiente familiar; (V) O médico veterinário como agente na identificação de famílias em situação de vulnerabilidade socioeconômica e (VI) Considerações finais. Os resultados do Capítulo II evidenciam a escassa participação da área da medicina veterinária nos estudos da associação entre a violência humana e os maus-tratos aos animais, bem como a falta de estudos sobre o tema na América Latina e outras regiões do mundo. O Capítulo III mostrou a viabilidade de desenvolver trabalhos intersetoriais que incluam os animais de estimação e os médicos veterinários, para melhorar a qualidade de vida das pessoas e dos animais em condição de vulnerabilidade socioeconômica. No capítulo IV encontrou-se que as dificuldades financeiras, o nível educacional dos tutores e a violência doméstica estão relacionados com a apresentação dos maus-tratos em cães e gatos. Assim, para preservar um adequado nível de bem-estar animal, é fundamental que os profissionais da medicina veterinária considerem a vulnerabilidade familiar no âmbito das vistorias de maus-tratos aos animais. Neste sentido, no capítulo V foi confirmada a capacidade dos médicos veterinários para identificar situações de problemas econômicos, abuso de substâncias, violência e fragilização de vínculos nas famílias proprietárias de cães e gatos. Espera-se com este trabalho contribuir no desenvolvimento de estratégias para prevenir os maus-tratos aos animais. Igualmente, incentivar a inclusão da profissão veterinária nos trabalhos intersetoriais para melhorar a qualidade de vida dos animais e das pessoas. Palavras-chave: Maus-tratos aos animais. Vulnerabilidade. Intersetorialidade. Determinantes socioeconômicos. / Abstract: The occurrence of different types of violence in society is influenced by demographic, social and cultural factors of families and communities. In this way, prevention strategies need an intersectoral and multidisciplinary approach. On the other hand, in relation to pet abuse, these aspects have not been evaluated. Likewise, it is infrequent that social programs directed to families include the animal issue. The objective of this work was to establish which social determinants are related to the occurrence of animal maltreatment, as well as to show the importance of insertion of veterinarians and companion animals in the intersectoral actions directed to families in situations of vulnerability. The study is divided in six chapters: (I) Presentation; (II) The connection between animal abuse and interpersonal violence: a review from the veterinary perspective; (III) Intersectoral work to integral approach in animal abuse cases and families in situations of vulnerability; (IV) Risk factors for the occurrence of abuse in dogs and cats in the family environment; (V) The veterinarian as agent in the identification of families in situations of socioeconomic vulnerability and (VI) Final considerations. The results of Chapter II highlight the low participation of veterinarians in the association between human violence and animal abuse, as well as the lack of studies on the subject in Latin America and other regions of the world. Chapter III showed the viability of developing intersectoral works, that include pets and veterinarians, to improve the quality of life of people and animals in socioeconomic vulnerability condition. Chapter IV found that financial difficulties, educational level of owners and domestic violence are related to the presentation of abuse in dogs and cats. Thus, in order to preserve an adequate level of animal welfare, it is essential that veterinary practitioners consider family vulnerability within animal abuse investigations. In this sense, chapter V confirmed the ability of veterinarians to identify situations of economic problems, substance abuse, violence and fragilization of family attachment. With this work, we expect to contribute for development of strategies to prevent animal abuse. Further, encourage the inclusion of the veterinary profession in intersectoral work to improve the quality of life of people and animals. Key words: Animal abuse. Vulnerability. Intersectoral work. Socioeconomic determinants. / Resumen: La ocurrencia de los diferentes tipos de violencia en la sociedad es influenciada por factores demográficos, sociales y culturales de las familias y comunidades. De esta forma, en las estrategias de prevención, es necesario un abordaje intersectorial y multidisciplinar. Por otro lado, en relación al maltrato de los animales de compañía esos aspectos no han sido evaluados. Así mismo, no es frecuente que los programas sociales dirigidos a las familias incluyan la cuestión animal. El objetivo de este trabajo fue establecer cuáles son los determinantes sociofamiliares que están relacionados con la ocurrencia de maltrato animal, así como mostrar la importancia de la inserción de los médicos veterinarios y de las mascotas en las acciones intersectoriales que son destinadas a las familias en situación de vulnerabilidad. El estudio se divide en seis capítulos: (I) Presentación; (II) La conexión entre el maltrato animal e la violencia interpersonal: una revisión desde la perspectiva veterinaria; (III) Intersectorialidad para un abordaje integral de los casos de maltrato animal y familias en situación de vulnerabilidad; (IV) Factores de riesgo para la ocurrencia de maltrato de perros y gatos en el ambiente familiar; (V) El médico veterinario como agente en la identificación de familias en situación de vulnerabilidad socioeconómica y (VI) Consideraciones finales. Los resultados del capítulo II evidencian la escasa participación de los médicos veterinarios en la asociación entre la violencia humana y el maltrato animal, así como, la falta de estudios sobre el tema en Latinoamérica y en otras regiones del mundo. El Capítulo III mostró la viabilidad de desarrollar trabajos intersectoriales que incluyan a los animales de compañía y a los médicos veterinarios, para mejorar la calidad de vida de las personas y de los animales en condición de vulnerabilidad socioeconómica. En el capítulo IV se encontró que las dificultades financieras, el nivel educativo de los propietarios y la violencia doméstica están relacionados con el maltrato animal en perros y gatos. Así, para preservar un adecuado nivel de bienestar animal, es fundamental que los profesionales de la medicina veterinaria consideren la vulnerabilidad familiar en el ámbito de las fiscalizaciones de maltrato animal. En este sentido, en el capítulo V fue confirmada la capacidad de los médicos veterinarios para identificar situaciones de problemas económicos, abuso de sustancias, violencia y fragilización de vínculos en las familias propietarias de perros y gatos. Con este trabajo se espera contribuir al desarrollo de estrategias para prevenir el maltrato animal. Igualmente, incentivar la inclusión del profesional de la medicina veterinaria en los trabajos intersectoriales para mejorar la calidad de vida de los animales y de las personas. Palabras Clave: Maltrato animal. Vulnerabilidad. Trabajo intersectorial. Determinantes socioeconómicos.
3

Investigações sobre o reflexo oculocardíaco experimentalmente induzido em cães

Vieira, Thayane Cristine Santos January 2017 (has links)
Orientador : Prof. Dr. Fabiano Montiani-Ferreira / Tese (doutorado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Agrárias, Programa de Pós-Graduação em Ciências Veterinárias. Defesa: Curitiba, 29/03/2017 / Inclui referências : f. 47-49 / Resumo: Esta pesquisa buscou aprofundar a caracterização do reflexo oculocardíaco em cães (ROC, ou oculocardiac reflex- OCR em inglês) até então pouco descrito em literatura e pesquisas. Denomina-se ROC a resposta neurofisiológica à compressão do bulbo ocular ou manipulação das estruturas próximas e associadas (como músculos extrao-oculares e órbita). Este reflexo pode desencadear alterações graves relacionadas à frequência e ao ritmo cardíaco, inclusive parada cardíaca. O ROC é frequentemente descrito em procedimentos cirúrgicos oftálmicos em seres humanos, no entanto em cães existe pouca documentação tanto da prática clínica quanto da indução experimental. Ainda não há documentação do ROC envolvendo cães que receberam diferentes drogas anestésicas nem tampouco empregando eletrocardiograma. Em seres humanos a diminuição de 10% na frequência cardíaca durante a manipulação do bulbo ocular ou estruturas peri-oculares atribui-se ao aparecimento do ROC. Em vista desses fatos, este estudo foi dividido em dois capítulos independentes: o primeiro tem o intuito de descrever se existe um sinergismo entre o ROC e a associação de fármacos anestésicos mais utilizados na Medicina Veterinária (acepromazina e morfina ou petidina), já o segundo procura verificar se o ROC apresenta expressão força-dependente através do analgesímetro eletrônico de von Frey para determinar as forças aplicadas. Ambos os capítulos usaram como análise um método até então usado com mais frequência na cardiologia veterinária: a variabilidade da frequência cardíaca (VFC). Os achados são interessantes por não se tratarem de resultados esperados em ambos os estudos. Ressalta-se que ainda não existe um método ouro para minimização ou prevenção do ROC e suas possíveis consequências, sendo de suma importância sua investigação detalhada. Palavras-chave: sistema nervosa autônomo, parassimpático, nervo vago, tônus vagal, variabilidade da frequência cardíaca, medicação pre-anestésica, petidina, von Frey, cão / Abstract: The purpose of this research was to improve the knowledge of oculocardiac reflex (OCR) in dogs, so far slightly described in literature and previous papers. OCR is a neurophysiological response in stimulation of the eye itself or around structures (extraocular muscles, orbit). This reflex might lead serious heart rate and rhythm disturbances (even an asystole). In humans beings usually is described in ophthalmic surgeries, consisting in a sudden onset bradycardia of 10% or more in heart rate comparing to baseline. Otherwise, there is no documentation of OCR involving dog patients with different anesthetic drugs nor using de electrocardiogram. In dogs, none parameter was found to determine of occurrence of OCR or the mechanic pressing needs to trigger it. There is a little registered material in literature or experimentally on this field in Veterinary Medicine. Hence, this research was divided into two independent chapters: the first one with the aim to describe the hypothesis of existing synergism between the OCR and the association of drugs most used in Veterinary Medicine (acepromazine and morphine or pethidine), and the second, discusses if the OCR has a force-dependent component by using electronic von Frey anesthesiometer to measure forces applied. Both chapters used to analysis Cardiology non-invasive method: heart rate variability (HRV). A gold standard method or drug to prevent OCR was not found yet. These promissory and unexpected findings are significantly to better understanding and minimizing the OCR, in face of its possible consequences. Key-words: autonomic nervous system, parasympathetic, vagus nerve, vagal tonus, heart rate variability, pre anesthethic medication, pethidine, von Frey, dog
4

Desenvolvimento e aplicação de um índice de saúde intestinal para frangos de corte criados em condição experimental e industrial

Kraieski, Antonio Leonardo January 2017 (has links)
Coorientadora : Profª. Drª. Elizabeth Santin / Dissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Agrárias, Programa de Pós-Graduação em Ciências Veterinárias. Defesa: Curitiba, 18/01/2017 / Inclui referências / Área de concentração : Patologia Veterinária / Resumo: A saúde intestinal de aves de produção está diretamente relacionada a bons resultados de desempenho zootécnico. Avaliar a saúde intestinal é o primeiro passo para direcionar a tomada de decisão em um sistema de produção. No entanto, não existe um método científico padrão bem estabelecido, que converta alterações patológicas em dados quantitativos e permita fazer comparações entre diferentes fatores. A presente dissertação tenta trazer uma abordagem baseada em um índice matemático, para avaliar a saúde intestinal de frangos de corte, com objetivo de facilitar a comunicação entre veterinários patologistas e outros profissionais que atuam na área avícola, e permitir comparações entre fatores de interesse. Para validar esse índice foram feitos dois experimentos, os quais constituem capítulos da dissertação. O primeiro experimento foi conduzido em ambiente controlado, onde foi avaliado o efeito de inclusão de aflatoxina B1 e desafio vacinal com Eimeria sp., em conjunto ou separado, sobre desempenho, imunidade e alterações histológicas em frangos de corte. O segundo experimento foi conduzido em uma empresa de frangos de corte, onde foram comparados frangos criados em aviário convencional e em aviário climatizado (tipo túnel), com relação as alterações histológicas, expressão de mRNA de citocinas IL-10 e IL-12, desempenho e condenação de carcaças no abatedouro. Nos dois experimentos o índice aplicado na histologia apresentou correlação negativa forte com parâmetros de desempenho, o que indica que pode ser aplicado na produção industrial de aves. Palavras-chave: Índice de saúde intestinal. Histopatologia. Imunidade. Frango de corte. Sistema de escores. / Abstract: The intestinal health of broilers is directly related to good performance results. The evaluation of intestinal health is the first step to take decision in a production system. However, there is not a well established scientific standard method, that turn pathological alterations into quantitative data and allow to make comparisons between different flocks. This dissertation tried to bring an approach based in a mathematical index to evaluate intestinal health of broilers, with the objective of facilitate the communication between veterinarian pathologists and other professionals that work with poultry and make comparisons between factors of interest. In order to validate this index two experiments were carried out, which constitute the chapters of this dissertation. The first experiment was conducted in controlled environment, where it was evaluated the effect of inclusion of aflatoxin B1 and Eimeria vaccine challenge, combined or separated, over performance, immunity and histological modifications of broilers. The second experiment was carried out in a poultry company, where broilers reared in conventional and tunnel houses were compared, in relation to histological alterations, mRNA of IL-10 and IL-12 expression, performance and carcass condemnation at slaughterhouse. In both experiments, the index applied in histology was strong negatively correlated with performance parameters, which indicates that it can be applied in the poultry industry production. Key-words: Intestinal
5

Efeito da adição das enzimas xilanase e protease em dietas contendo grãos secos de destilaria contendo solúveis (DDGS) para cães

Risolia, Larissa Wünsche January 2017 (has links)
Orientador : Profª. Drª. Simone Gisele Oliveira / Dissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Agrárias, Programa de Pós-Graduação em Ciências Veterinárias. Defesa: Curitiba, 22/03/2017 / Inclui referências : f. 65-74 / Área de concentração : Ciências Veterinárias / Resumo: O DDGS possui alto valor nutritivo e seu uso associado a enzimas exógenas pode melhorar seu valor biológico. O objetivo deste trabalho foi avaliar os efeitos da adição das enzimas xilanase e protease em uma dieta para cães contendo 20% de DDGS por meio de dois experimentos. No primeiro, foram utilizados 6 cães da raça Beagle em um delineamento quadrado latino (6 x 6) para a avaliação das características do extrusado, digestibilidade, e características fecais. As dietas avaliadas foram: dieta 0% DDGS com (0%XP) e sem xilanase e protease (0%SE); com 20% de DDGS sem nenhuma enzima (20%SE); com xilanase (20%X); protease (20%P) e com as enzimas associadas (20%XP). Para avaliar a palatabilidade foram utilizados 16 cães da raça Beagle e os testes foram feitos comparando-se as dietas 0% vs 20% de DDGS sem enzimas e 0% vs 20% de DDGS com xilanase e protease. Não houve efeito das enzimas sobre o coeficiente de digestibilidade aparente (CDA) dos seguintes parâmetros: matéria seca (MS), extrato etéreo hidrólise ácida (EEA), proteína bruta (PB), energia bruta (EB), matéria orgânica (MO) e energia metabolizável (EM). Contudo, a adição do DDGS, independentemente das enzimas, reduziu o CDA da MS, EEA, EB e MO (P<0,05). A EM e o CDAPB apresentaram tendência de redução (P<0,1). Além isso, a adição do ingrediente reduziu o pH fecal e piorou o odor fecal (P<0,05). A produção total de ácidos graxos de cadeia curta (AGCC) aumentou com a adição do DDGS (com diferença para os ácidos acético e propiônico) (P<0,05). A adição das enzimas não alterou (P<0,05) a produção de ácido siálico ou as características fecais (matéria seca, pH, nitrogênio amoniacal, escore e odor). Não houve diferença (P>0,05) na palatabilidade ao se comparar as dietas com e sem DDGS sem enzimas. Ao adicionar as enzimas, os animais preferiram a dieta sem a inclusão de DDGS (P<0,05). A adição das enzimas xilanase e protease nas concentrações deste experimento, em dietas contendo 20% de DDGS para cães, não altera a digestibilidade dos nutrientes ou as características fecais. A adição do DDGS proporciona redução na digestibilidade dos nutrientes da dieta sem alterar as características do extrusado. A palatabilidade do alimento é reduzida com a adição das enzimas na dieta. Palavras chave: Coproduto, digestibilidade, enzima, etanol, milho, palatabilidade / Abstract: DDGS has high nutritional value and its use associated with exogenous enzymes can improve its biological value. The objective of this work was to evaluate the effects of the addition the enzymes xilanase and protease in a dog diet containing 20% of DDGS by two experiments. In the first one, 6 Beagle dogs were used in a Latin square design (6 x 6) for an evaluation of extruded characteristics, digestibility, and fecal characteristics. The diets evaluated were: with 0% DDGS with (0%XP) and without xylanase and protease (0%SE); with 20% of DDGS without enzyme (20%SE); with xylanase (20%X); protease (20%P) and associated enzymes (20%XP). To evaluate the palatability, 16 Beagle dogs were used and the tests were done comparing the diets 0% vs 20% of DDGS without enzymes and 0% vs 20% of DDGS with xylanase and protease. There was no effect of the enzymes on the apparent digestibility coefficient (CDA) of the following parameters: dry matter (MS), ethereal acid hydrolysis (EEA), crude protein (PB), crude energy (EB), organic matter metabolizable energy (EM). However, the addition of DDGS, independently of enzymes, reduced CDA from MS, EEA, EB and MO (P<0,05). The MS and CDAPB showed a reduction tendency (P<0,1). The addition of the ingredient reduced faecal pH and worsened faecal odor (P<0,05). The total production of short chain fatty acids (AGCC) increased with the addition of DDGS (with difference for acetic and propionic acids) (P<0,05). The addition of the enzymes did not alter the production of sialic acid or fecal characteristics (dry matter, pH, ammoniacal nitrogen, score and odor) (P<0,05). There was no difference (P>0,05) in palatability when comparing the diets with and without DDGS without enzymes. By adding the enzymes, the animals preferred the diet without inclusion of DDGS (P<0,05). The addition of xylanase and protease enzymes at concentrations of this experiment in diets containing 20% DDGS for dogs does not alter nutrient digestibility or fecal characteristics. The addition of DDGS provides a reduction in the digestibility of the nutrients of the diet without altering the characteristics of the extrudate. The palatability of the food is reduced with the addition of the enzymes in the diet. Key words: Co-product, digestibility, enzyme, ethanol, corn, palatability
6

Equilíbrio dinâmico na passagem do indicador em ensaios de digestibilidade com suínos

Oliveira Júnior, Juahil Martins de January 2015 (has links)
Orientador : Prof. Dr. Marson Bruck Warpechowski / Tese (doutorado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Agrárias, Programa de Pós-Graduação em Ciências Veterinárias. Defesa: Curitiba, 25/05/2015 / Inclui referências : f.53-54 / Resumo: A administração das dietas contendo indicador para ensaios de metabolismo deve ser contínua, já que no momento de coleta do material experimental este deve ser realizado quando a ingestão e excreção da concentração do indicador estiverem constantes, ou seja, em equilíbrio dinâmico. Entretanto, a maioria dos trabalhos de digestibilidade apenas salienta o período de adaptação às rações experimentais, ou seja, a discussão sobre a necessidade exata do período de adaptação para cada animal e as variáveis que podem afetar o início do equilíbrio dinâmico na passagem do indicador é pouco discutida. O Capítulo 2 deste trabalho é uma revisão para um melhor entendimento de ensaios de passagem e/ou metabolismo, sendo subdividido nas principais medidas da passagem da digesta e curvas de excreção do indicador, principais indicadores, efeito da idade dos animais e outros fatores que podem afetar a passagem da digesta em suínos. Neste contexto, o objetivo do Capítulo 3 foi avaliar a determinação do equilíbrio dinâmico na passagem do indicador com leitões em diferentes idades e verificar a possibilidade de predição do início do equilíbrio dinâmico em ensaios de digestibilidade com leitões. O Capítulo 4 consiste em um ensaio de digestibilidade com repetição no tempo, cuja as diferenças na concentração de cromo entre as fases foram utilizadas para a determinação do início do equilíbrio dinâmico. No Capítulo 3 foram utilizados dados de 3 experimentos. No experimento 1 foram utilizados 12 leitões machos castrados com peso médio inicial de 7,52 ± 0,81 alojados individualmente em gaiolas metabólicas reguláveis. Nos experimentos 2 e 3 foram utilizados 48 leitões machos castrados (24 animais em cada experimento), desmamados com peso vivo médio inicial de 7,03 ± 0,79 kg (Experimento 2) e 7,42 ± 0,43 (Experimento 3), alojados em gaiolas metabólicas individuais de tamanho ajustável. A determinação do início do equilíbrio dinâmico para cada animal foi realizada de duas maneiras, a primeira foi pelo intervalo de confiança (IC; alfa=5%), determinando-se o momento quando a diferença na concentração de cromo nas fezes entre os períodos de coleta foi menor que o IC obtido. A segunda foi determinada pelo ajuste de função sigmoide aos dados de excreção de Cromo acumulada (% do ingerido) como variável dependente e os dados de tempo em horas como variável independente. O início do equilíbrio dinâmico foi determinado considerando-se o tempo de retenção de 50% na passagem do indicador. Para a avaliação de exatidão e precisão da metodologia proposta para determinação do início do equilíbrio dinâmico, os dados das duas metodologias foram submetidos à regressão linear, avaliando-se o coeficiente de determinação, o intercepto e a inclinação. Posteriormente foi realizada metanálise com os dados dos 3 experimentos, sendo considerada como variável dependente o tempo de início do equilíbrio dinâmico. As variáveis da taxa de consumo de energia metabolizável e o comportamento de consumo alimentar podem ser utilizados para a estimativa de início do equilíbrio dinâmico na passagem do indicador em ensaios de metabolismo com leitões. Palavras chave: Equilíbrio dinâmico do indicador, passagem da digesta, leitões. / Abstract: Administration of diets containing indicator for metabolic tests should be continuous and when collection of the experimental material should be performed when this intake and excretion of the marker concentration are constant, namely, in marker steady state. However, most of digestibility work only highlights the adaptation period to the experimental diets, but the discussion about the exact need of the adaptation period for each animal and the variables that can affect the onset of marker steady state in passage of digest is little discussed. Chapter 2 of this paper is a review for a better understanding of passing tests and/or metabolism, being subdivided into the main measures the passage of digest and excretion curves, main indicators of animal age effect and other factors that may affect the passage of digesta in pigs. In this context, the aim of Chapter 3 was to evaluate the determination of marker steady state in pigs at different ages and verify the ability to predict the marker steady state in metabolic tests. Chapter 4 consists of a digestibility assay with repetition over time, which differences in concentration between the chromium phase were used for determining the beginning of the marker steady state. In Chapter 3 we used data of 3 experiments. In experiment 1 were used 12 barrows with an initial average weight of 7.52 ± 0.81 individually housed in metabolic cages adjustable. In experiments 2 and 3 were used 48 castrated piglets (24 animals in each experiment), weaned with average weight of 7.03 ± 0.79 kg and 7.42 ± 0.43, housed in individual metabolic cages adjustable size. The determination of the marker steady state for each animal was performed in two ways, the first being the confidence interval (CI, alpha = 5%) determining the moment when the difference in the chromium concentration in faeces between periods of collection was less than the IC obtained. The second was determined by sigmoid function setting the accumulated excretion data chrome (% of intake) as the dependent variable and the time data in hours as a independent variable. The beginning of the dynamic balance was calculated based on the 50% retention time in the passage of the marker. To evaluate the accuracy and precision of the proposed methodology for determining the beginning of the marker steady state, the data of the two methodologies were submitted to linear regression, evaluating the coefficient of determination, the intercept and the slope. Subsequently meta-analysis was performed with data from 3 experiments is considered as the dependent variable beginning of the marker steady state. The variables of the consumption rate and metabolizable food intake behavior can be used to predict the beginning of the marker steady state in metabolism tests with piglets. Keywords: Marker steady state, passage rate, piglets.
7

Interferência da hipoxemia na avaliação do nível de consciência pelo índice bispectral em cavalos anestesiados com propofol ou isofluorano

Dusi, Gabriel Aikawa January 2017 (has links)
Orientador : Prof. Dr. Ricardo Guilherme D'Otaviano de Castro Vilani / Dissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Agrárias, Programa de Pós-Graduação em Ciências Veterinárias. Defesa: Curitiba, 28/03/2017 / Inclui referências : f. 50-55 / Área de concentração : Ciências Veterinárias / Resumo: O índice bispectral (BIS) é um parâmetro derivado do eletroencefalograma que permite a monitoração da profundidade anestésica de forma quantitativa. Embora sua utilização seja ampla na medicina, seu uso é limitado na medicina veterinária, havendo diferentes resultados quanto a sua aplicabilidade, inclusive em cavalos. A hipoxemia não é uma complicação incomum na anestesia equina, podendo levar a alterações do BIS de forma que este não reflita corretamente o componente hipnótico da anestesia. Este estudo teve como objetivos comparar o índice bispectral e a avaliação clínica da profundidade anestésica em cavalos anestesiados com isofluorano ou propofol e avaliar a influência da hipoxemia nos valores do BIS em cavalos submetidos a hipoxemia por ventilação monopulmonar. Foram utilizados seis animais submetidos a anestesia para toracoscopia. Após pré-medicação com xilazina e indução anestésica com propofol e guaiafenesina, a anestesia foi mantida com propofol (PRO) ou isofluorano (ISO) sendo a taxa de infusão e a fração expirada dos anestésicos alteradas segundo avaliação clínica da profundidade anestésica. O BIS foi avaliado nos animais acordados, após 10 minutos de sedação, a cada 10 minutos durante a manutenção da anestesia, no início do despertar e no momento da extubação. Foram avaliados parâmetros cardiovasculares e respiratórios, variáveis hemodinâmicas e de oxigenação tecidual durante a anestesia. Os valores médios de BIS foram 97±1 para animais acordados e 80±6 para animais sedados, havendo diferença significativa entre estes e entre os animais anestesiados (p<0,05). Para os planos superficial, adequado e profundo de anestesia o BIS foi 68±1, 67±10 e 59±7, respectivamente, sendo o BIS no plano profundo significativamente menor quando comparado ao plano superficial (p=0,014) No inicio do despertar o BIS foi de 79±8 e de 87±6 no momento da extubação, valor significativamente mais alto quando comparado aos animais anestesiados. A hipoxemia levou a aumento significativo nos valores de BIS de 59±6 para 65±7 (p=0,012), acompanhado de aumento na FC, PAM e EMG no PRO. O BIS pode ser utilizado para diferenciar planos mais profundos de anestesia em cavalos, em especial quando anestesiados com isofluorano, e na percepção do despertar em cavalos anestesiados com propofol ou isofluorano. A hipoxemia ocasionar o aumento nos valores de BIS decorrente da ativação simpática e aumento da EMG em cavalos anestesiados com propofol. Palavras-chave: eletroencefalograma; equinos; oxigenação; TIVA / Abstract: Bispectral index (BIS) is an electroencephalogram derivated parameter which allows depth of anesthesia monitoring in an objective way. Althought it has a widespread use in medicine, its use in veterinary medicine is limitated, with different results regarding its applicability, including horses. Hypoxemia is not an uncommon complication during equine anesthesia and may lead to BIS changes so that it does not accurately reflect the hypnotic component of anesthesia. The objectives of this study were to compare the bispectral index and clinical evaluation of anesthetic depth in horses anesthetized with isoflurane or propofol; and to evaluate the influence of hypoxemia on BIS values in horses submitted to hypoxemia by monopulmonary ventilation. It were used six horses undergoing anesthesia for thoracoscopy. After premedication with xylazine and anesthetic induction with propofol and guaiafenesin, anesthesia was maintained with propofol (PRO) or isoflurane (ISO) and the infusion rate and the expired fraction of the anesthetics were altered according to clinical evaluation of anesthetic depth. The BIS was evaluated in the awake animals, 10 minutes after sedation, every 10 minutes during anesthesia maintenance, at the beginning of the awakening and at the time of extubation. Cardiovascular and respiratory parameters, hemodynamic variables and tissue oxygenation were evaluated during anesthesia. The mean values of BIS were 97 ± 1 for awake animals and 80 ± 6 for sedated animals, with a significant difference between these and between anesthetized animals (p <0.05). For the superficial, adequate and deep planes of anesthesia the BIS was 68 ± 1, 67 ± 10 and 59 ± 7, respectively, and the BIS in the deep plane was significantly smaller when compared to the superficial plane (p= 0.014). BIS was 79 ± 8 and 87 ± 6 at the time of extubation, a significantly higher value when compared to anesthetized animals. Hypoxemia led to a significant increase in BIS values from 59 ± 6 to 65 ± 7 (p = 0.012), accompanied by an increase in HR, MAP and EMG in the PRO. BIS can be used to differentiate deeper planes of anesthesia in horses, especially when anesthetized with isoflurane, and in the perception of awakening in horses anesthetized with propofol or isoflurane. Hypoxemia may lead to increased BIS values due to sympathetic activation and increased EMG in horses anesthetized with propofol. Key-Words: electroencephalogram; equine; oxygenation; TIVA
8

Perfil sanitário de filhotes de Amazona brasiliensis de vida livre no Paraná : parâmetros hematológicos, bioquímicos e pesquisa de agentes infecciosos

Vaz, Frederico Fontanelli January 2015 (has links)
Orientadora : Profª Drª Rosângela Locatelli Dittrich / Dissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Agrárias, Programa de Pós-Graduação em Ciências Veterinárias. Defesa: Curitiba, 30/03/2015 / Inclui referências / Área de concentração : Ciências Veterinárias / Resumo: Atualmente, há maior necessidade de pesquisas de doenças e estabelecimento de perfis hematológicos e bioquímicos em populações de aves ameaçadas de extinção. O acompanhamento da saúde desses animais deve ser encorajado pela crescente evidência de que certas enfermidades podem causar impactos adversos nessas populações, e estudos são escassos. O papagaio-decara- roxa (Amazona brasiliensis) é considerado uma espécie vulnerável, habitando a floresta atlântica do litoral sul de São Paulo, litoral do Paraná e litoral norte de Santa Catarina. Desde 1997, a Sociedade de Pesquisa em Vida Selvagem e Educação Ambiental desenvolve o "Projeto de Conservação do Papagaio-de-cara-roxa", numa tentativa de minimizar o declínio da população. Informações sobre valores hematológicos, bioquímicos e pesquisa de patógenos nesta espécie são raros. O presente trabalho foi dividido em três capítulos. O capítulo 1 objetivou estabelecer intervalos de referência para parâmetros hematológicos e bioquímicos em 37 filhotes saudáveis de A. brasiliensis de vida livre no estado do Paraná, sul do Brasil e comparar os resultados entre sexos. O capítulo 2 objetivou determinar os mesmos parâmetros em filhotes saudáveis e doentes e comparar os resultados entre grupos que apresentaram diferentes sinais clínicos com um grupo saudável clinicamente. O capítulo 3 objetivou determinar a microbiota de 38 filhotes, comparando-a entre aves provenientes de dois tipos de ninhos (madeira e PVC) e pesquisar patógenos por reação em cadeira da polimerase (Chlamydophila psittaci, vírus da influenza aviária, da doença de Newscastle e da Febre do oeste do Nilo) e anticorpos para C. psittaci pelo teste de ELISA modificado, em 50 e 64 indivíduos, respectivamente. As coletas de sangue foram realizadas por meio de seringas e agulhas de insulina estéreis, e amostras de cloaca e orofaringe foram obtidas por swabs estéreis. Médias significativamente superiores para colesterol foram encontradas em fêmeas. O exame físico indicou 37 aves clinicamente sadias, 26 com anormalidades discretas e 5 com alterações graves, e os papagaios foram divididos em 7 grupos de acordo com os achados clínicos. Médias significativamente diferentes entre os grupos foram observadas para os parâmetros hemoglobina, volume globular médio, heterófilo absoluto, relação heterófilo:linfócito, proteína plasmática total, proteína total, glicose, lactato desidrogenase, creatina quinase, globulinas, cálcio e fósforo. Foram isoladas 125 colônias bacterianas com identificação de 19 espécies e três gêneros. As espécies com maior prevalência de isolamento foram Escherichia coli (70,73%), Klebsiella oxytoca (39,13%), Klebsiella pneumoniae (30,43%) e Enterobacter aerogenes (30,43%). Samonella enteritidis foi detectada em três amostras. A microbiota dos papagaios não diferiu em relação ao tipo de ninho. Todas as amostras para pesquisa de patógenos e anticorpos foram negativas. Os resultados possibilitaram a obtenção de dados ainda não descritos para a espécie no estado do Paraná e o fornecimento de um ponto de referência para futuras avaliações e interpretações de resultados laboratoriais, contribuindo com planos de conservação. Palavras- chave: Amazona brasiliensis, perfil sanitário, hematologia, bioquímica, Chlamydophila psittaci, influenza vírus aviário. / Abstract: There is a greater need for an increase effort in research on disease and determination of hematologic and biochemical profiles in endangered avian populations. Health monitoring of these animals should be encouraged in light of increasing evidence that disease has an adverse impact on avian populations. The red-tailed Amazon parrot (Amazona brasiliensis) is a vulnerable species and is endemic in the Atlantic Forest, inhabiting coastal regions in the south-east Brazilian states of São Paulo, Parana and Santa Catarina. A conservation project for A. brasiliensis has been developed by the non-profitable organization Society for Wildlife Research and Environmental Education since 1997, to minimize the population decline. Information about hematology, biochemical and diseases in this species are rare. This study was split into three chapters. Chapter 1 aimed to determine reference intervals for hematologic and biochemical parameters of 37 free-living A. brasiliensis healthy nestlings in Parana state, southern Brazil, and compare the results between sexes. Chapter 2 aimed to determine the same parameters in healthy and sick nestlings and compare the results between groups with different clinical findings. Chapter 3 aimed to determine the microbiota of 38 nestlings, comparing the results between birds from two types of nests (wood and PVC); also aimed to detect pathogens by polymerase chain reaction (Chlamydophila psittaci, avian influenza virus, Newcastle disease virus and west Nile virus) and to detect antibodies to C. psittaci by modified ELISA test, in 50 and 64 parrots, respectively. Blood samples were collected in sterile syringes using insulin needles, and cloacal and oropharyngeal samples were collected using sterile swabs. Significantly higher values of cholesterol were observed in females. Physical examinations indicated that 37 birds were clinically healthy, 26 had mild abnormalities and 5 had severe disorders, and the parrots were split into 7 groups according to clinical findings. Significantly different means were observed for hemoglobin, mean corpuscular hemoglobin concentration, absolute heterophil, heterophil:lymphocyte ratio, total plasma protein, total protein, glucose, lactate dehydrogenase, creatine kinase, globulin, calcium and phosphorus. 125 bacterial colonies were isolated and 19 species and 3 genera were identified. The species with the highest prevalence were Escherichia coli (70.73%), Klebsiella oxytoca (39.13%), Klebsiella pneumoniae (30.43%) and Enterobacter aerogenes (30.43%). Salmonella enteritidis was detected in three samples. The microbiota of parrots did not differ between the types of nest. All samples tested by ELISA and PCR were negative. The results allowed obtaining data not yet described for this species in Parana state, providing a reference point for future assessments and interpretations of laboratory results, contributing to the conservation plans. Key words: Amazona brasiliensis, health profile, hematology, biochemistry, Chlamydophila psittaci, avian influenza virus.
9

Métodos diagnósticos em afecções respiratórias de cães e gatos

Pavelski, Mariana January 2017 (has links)
Orientadora : Profª. Dra. Tilde Rodrigues Froes / Tese (doutorado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Agrárias, Programa de Pós-Graduação em Ciências Veterinárias. Defesa: Curitiba, 09/03/2017 / Inclui referências / Resumo: As doenças respiratórias em cães e gatos tem caráter etiológico muito diverso e podem ser extremamente desafiantes quanto ao seu manejo e diagnóstico. Nota-se que no Brasil, pouco ainda se investe em exames diagnósticos nas enfermidades respiratórias em cães e gatos. Dessa forma, faz-se necessário estudar tais exames, e compreender sua eficácia e indicação. A partir do diagnóstico obtido, é possível conhecer a casuística das afecções respiratórias presentes na rotina clínica. A presente tese de doutorado está dividida em quatro capítulos. O primeiro capítulo é uma revisão sistemática sobre os termos semiológicos utilizados na ausculta pulmonar. Evidenciou-se que a nomenclatura é bastante divergente entre a literatura publicada. Baseado nos estudos abordados foram sugeridos termos semiológicos a serem utilizados para ausculta pulmonar. Concluiu-se que a padronização e utilização dos termos sugeridos contribuiria sobremaneira para valorização do método e melhor entendimento do uso na pesquisa, ensino e na prática clínica. No segundo capítulo é analisada a eficácia da radiografia torácica e do lavado broncoalveolar seguido de análises citológica e microbiológica em quarenta animais (cães e gatos) com doença bronquial crônica. Foram demonstradas alterações específicas na radiografia torácica nas quais se recomenda realização do lavado broncoalveolar na sequência, associado à análise citológica e microbiológica. A combinação dos exames apresentados aumenta o sucesso diagnóstico. O terceiro capítulo aborda a pneumonia fúngica em cães e gatos, cita a escassez de estudos sobre o tema, apresenta a incidência da enfermidade em cães e gatos com alterações respiratórias atendidos no Hospital Veterinário da Universidade Federal do Paraná (UFPR), descreve e discute os achados radiográficos, hematológicos e do lavado broncoalveolar dos animais positivos. Por fim, o quarto capítulo, relata sobre a mensuração de cotinina sérica, um biomarcador da nicotina, usada em cães fumantes passivos. Foi mensurada a cotinina sérica por cromatografia líquida acoplada a espectometria de massas,.de vinte cães, destes dez fumantes, que tiveram contatato com a fumaça do cigarro por no mínimo um ano. Por esse estudo não foi possível estabelecer uma relação entre cães expostos ao tabaco ambiental e o uso de biomarcadores, dessa forma, mais estudos são necessários. Palavras-chave: afecções respiratórias, exames diagnósticos, casuística, cães, gatos. / Abstract: Respiratory diseases in dogs and cats have a very diverse etiological character and can be extremely challenging in the management and diagnosis. It is noted that in Brazil, little is invested in diagnostic exams in respiratory diseases in dogs and cats. In this way, it is necessary to study such tests, and their effectiveness and indication. From the obtained diagnosis, it is possible to know the incidence of the respiratory diseases present in the clinical routine. The present doctoral dissertation is divided into four chapters. The first chapter is a systematic review on the semiological terms used in pulmonary auscultation. It has been shown that a nomenclature is quite divergent among published literature. Based on the studies discussed, semiological terms were suggested to be used for pulmonary auscultation. It was concluded that a consensus and standardization of the terms would contribute to the valorization of the method and a better understanding of its use in research, teaching and clinical practice. In the second chapter the efficacy of thoracic radiography and bronchoalveolar lavage followed by cytological and microbiological tests were analyzed, in forty animals (dogs and cats) with chronic bronchial disease. Specific abnormalities in thoracic radiography have been demonstrated in which a bronchoalveolar exam is recommended in the sequence associated to cytologic and microbiologic analysis. The combination of exams presented increases the diagnostic success. The third chapter deal with fungal pneumonia in dogs and cats, quote the paucity of studies on the subject and presents an incidence of the disease in dogs and cats with respiratory clinical signs attended at the veterinary hospital of the university and describes the radiographic, hematological and bronchoalveolar lavage findings of positive animals. Finally, the fourth chapter is a short communication on the measurement of serum cotinine, a biomarker of nicotine used in passive smoking dogs. Serum cotinine was measured by liquid chromatography coupled to mass spectrometry, of twenty dogs of these ten smokers who had contact with cigarette smoke for at least one year. Through this study was not possible to establish a relationship between dogs exposed to environmental tobacco and the use of biomarkers, this way, more studies are needed. Keywords: respiratory disorders, diagnostic exams, casuistry, dogs, cats.
10

Comparativo microbiológico de Cepas de bactérias resistentes ou não ao antimicrobiano rifampicina

Santin, Paula Gabriela January 2017 (has links)
Orientador : Prof. Dr. Rogério Ribas Lange / Dissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Agrárias, Programa de Pós-Graduação em Ciências Veterinárias. Defesa: Curitiba, 27/03/2017 / Inclui referências : f. 39-47 / Area de concentração : Ciências veterinárias / Resumo: Como primeiros organismos adaptados ao meio, as bactérias estão há milhares de anos em transformação, entretanto os primeiros relatos de aplicações e pesquisas que temos para controlar as bactérias patogênicas não passam de 4.000 anos. Um longo período adaptativo possibilitou as bactérias uma resistência às condições externas e internas muito mais adequada, estando sempre um passo à frente da medicina e da ciência. A resistência de bactérias a antimicrobianos vem sendo estudada principalmente para o entendimento de seus mecanismos e diferenças para tentar conter seus avanços. Diante do exposto, o presente estudo tem como objetivo realizar um comparativo microbiológico de cepas de bactérias resistentes ou não ao antimicrobiano rifampicina. Este estudo está dividido em dois capítulos, sendo o primeiro capítulo uma revisão sucinta sobre os antimicrobianos e os mecanismos de resistência adotados por algumas bactérias contra estes. Já o segundo capítulo como uma análise prática, previamente autorizado pela comissão de ética da UFPR, comparando o crescimento microbiológico e desempenho em frangos de corte entre um controle negativo e duas cepas de Salmonella Enteritidis. Uma das cepas apresentadas era de origem tradicional e outra possuía uma resistência aos Antimicrobianos da família das rifampicinas, que age na síntese de ácidos nucleicos das bactérias. Foram utilizados 108 pintinhos de um dia, machos da linhagem Cobb®, três tratamentos, Tratamento controle (TC), Salmonella Enteritidis (SE) e Salmonella Enteritidis resistente (SEres), sendo aplicadas quatro repetições em grupos de nove aves cada. As aves foram eutanasiadas por deslocamento cervical e necropsiadas aos 9, 14 e 21 dias de idade, onde foram coletados fígado e ceco para contagem microbiológica. Todas as aves foram pesadas para análise de conversão alimentar (CA), ganho de peso (GP) e consumo médio de ração (CRM). Observou-se em todos os períodos que não houve diferença estatística no desempenho das aves, mas a contagem microbiológica demonstrou que a bactéria que possuía uma resistência a antimicrobianos, mesmo sem a presença especifica deste composto nas aves, se mostrou estatisticamente maior (P?0,05) em todos os períodos e órgãos. Deste modo observou-se que a contagem do crescimento microbiológico por bactérias resistente se mostrou maior. Palavras-chave: Salmonella Enteritidis, resistência bacteriana, síntese ácidos nucleicos, efeito de antimicrobianos / Abstract: As the first organisms adapted to the environment, bacteria are for thousands of years in transformation, however the first reports of applications and research that we have to control the pathogenic bacteria are not more than 4,000 years. A long adaptive period allowed bacteria a much more adequate resistance to external and internal conditions, being always one step ahead of medicine and science. Resistance of bacteria to antimicrobials has been studied mainly for the understanding of their mechanisms and differences to try to contain their advances. In view of the above, the present study aims to perform a microbiological comparison of strains of bacteria resistant or not to the antimicrobial rifampicin. This study is divided into two chapters, the first chapter being a succinct revision on the antimicrobials and mechanisms of resistance adopted by some bacteria against them. The second chapter, as a practical analysis, previously authorized by the ethics committee of UFPR, comparing the microbiological growth and performance in broilers between a negative control and two strains of Salmonella Enteritidis. One of the strains presented was of traditional origin and another had an antimicrobial resistance of the rifampicin family, which acts on the nucleic acid synthesis of the bacteria. A total of 108 day-old chicks, males of the Cobb® strain, three treatments, Control Treatment (CT), Salmonella Enteritidis (SE) and resistant Salmonella Enteritidis (SEres) were used, and four replicates were applied in groups of nine birds each. The birds were euthanized by cervical dislocation and necropsied at 9, 14 and 21 days of age, where liver and cecum were collected for microbiological counting. All birds were weighed for feed conversion analysis (FCA), weight gain (WG) and average feed intake (AFI). It was observed in all periods that there was no statistical difference in the performance of the birds, but the microbiological count showed that the bacterium that had an antimicrobial resistance, even without the specific presence of this compound in the birds, was statistically larger (P?0,05) in all periods and organs. In this way, it was observed that the count of microbiological growth by resistant bacteria was higher. Key words: Salmonella Enteritidis, bacterial resistance, nucleic acid synthesis, antimicrobial effect

Page generated in 0.1108 seconds