Return to search

Construção e validação de instrumento para avaliação da qualidade dos processos e resultados do serviço de atendimento móvel de urgência relacionadas ao acidente vascular cerebral

Orientadora: Profª. Drª. Lilian Daisy Gonaçalves Wolff / Dissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação Mestrado Profissional em Enfermagem. Defesa: Curitiba, 30/03/2017 / Inclui referências : f.119-131 / Resumo: Instrumentos construídos e validados com rigor científico para avaliação de processos e resultados compõem uma estratégia para a institucionalização da avaliação em serviços de saúde. São úteis na obtenção de informações fidedignas por proporcionarem um melhor julgamento da realidade com vistas à tomada de decisão gerencial e aprimoramento do sistema de saúde. O objetivo foi construir e validar um instrumento para avaliação da qualidade de processos e resultados do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) brasileiro, relacionados ao Acidente Vascular Cerebral (AVC). Trata-se de pesquisa metodológica, quantitativa, aprovada pelo Comitê de Ética do Setor de Ciências da Saúde da Universidade Federal do Paraná/Brasil. A fundamentação teórica para a construção do instrumento foi de normativas, protocolos e literatura nacional e internacional correlata ao tema. Utilizou-se a Técnica Delphi como método de procedimento para a validação do instrumento. A amostra foi intencional, mediante pesquisa na plataforma do Instituto Brasileiro de Informação, Ciência e Tecnologia (IBICT); e por meio da Técnica Bola de Neve. Os participantes/painelistas foram profissionais de saúde mestres ou doutores, com experiência em orientação de dissertações/teses ou produções científicas relacionadas à assistência no atendimento pré-hospitalar; e enfermeiros docentes na área de Urgência e Emergência ou enfermeiros que atuassem no SAMU da Região Metropolitana de Curitiba-Paraná-Brasil. A coleta de dados ocorreu entre agosto a dezembro/2016, por meio de duas rodadas de questionários enviados aos painelistas via sistema Google Docs®. Suas perguntas refreiam aos aspectos ; aparência, clareza, e conteúdo dos títulos das categorias e itens do AQPR/SAMU-AVC. Com participação de 33 e 26 painelistas na primeira e segunda rodadas, respectivamente. Os painelistas utilizaram uma escala categórica de cinco pontos para assinalarem a adequação do instrumentos nestes aspectos. A confiabilidade das respostas dos painelistas, capacidade de consistência e precisão das perguntas do questionário foram avaliadas pelo teste Alpha de Cronbach, cujos valores foram: 0,92 na primeira rodada e 0,93 na segunda rodada. A Taxa de Concordância Geral (TCG) das respostas foi de 85,9% na primeira e de 94,8% na segunda rodada. Obteve-se o Indicador Kappa entre 0,00 a 0,19 entre as respostas das duas rodadas, revelando baixa concordância entre elas, e que o AQPR/SAMU-AVC passou por evolução entre uma rodada a outra. Na verificação de divergências das respostas entre os grupos DP- docentes e/ou pesquisadores e EA-enfermeiros assistenciais, na primeira rodada constatou-se divergências apenas nos aspectos clareza e conteúdo de um título e um item, e na segunda rodada, apenas no conteúdo de um título e em dois itens. O instrumento apresentou excelente índice de validação (94%), indicando que é capaz de medir o que se propôs, a saber, a qualidade do atendimento do SAMU a indivíduos com hipótese diagnóstica ou diagnóstico médico de AVC. Recomenda-se a replicação da metodologia para a construção e validação de instrumentos que avaliem o atendimento do SAMU em outras linhas de cuidado. Palavras - chave: Avaliação em Saúde. Assistência à saúde . Medicina de emergência . Gestão de qualidade em saúde . A cidente Vascular Cerebral . / Abstract: Certain instruments, which are built and validated with scientific rigor in order to provide an evaluation of processes and results, represent an important strategy for the institutionalization of evaluation in health services. They are useful in obtaining reliable information, for they provide a better judgment of a given reality, helping managerial decision making and improving the health system as a whole. The objective of this project was to construct and validate an instrument that aims at evaluating the quality of processes and results of the Brazilian Mobile Emergency Care Service (SAMU), in relation to cases of stroke. This is a methodological and quantitative research, approved by the Ethics Committee of the Health Sciences Center (Federal University of Paraná / Brazil). The theoretical basis for the construction of this instrument was: normative, protocols and both national and international literature on the subject. The Delphi Method was used for the validation of the instrument. The sample was intentional, given a research on the Brazilian Institute of Information, Science and Technology (IBICT); Snowball Sampling was also applied. Participants and panelists were: a) health workers with Masters or Doctoral degree, who had experience in orientating students in their Dissertations and Thesis or other scientific productions related to assistance in pre-hospital care; b) nurses with teaching experience in the area of Emergency Nursing or nurses who worked in the SAMU of the Metropolitan Area of Curitiba (State of Paraná, Brazil). Data collection took place between August and December of 2016, through two rounds of questionnaires sent to panelists via Google Docs® system. The questions were related to the following aspects: appearance; distinctness; and content of each category and item in the Qualitative Evaluation of Processes and Results (AQPR/SAMU-AVC). The panelists used a five-point categorical scale to indicate the suitability of each instrument in such respects. Both the reliability of the panelists' answers and the consistency and accuracy of the questionnaire's questions were evaluated by the Cronbach's Alpha test, whose values were: 0.92 in the first round and 0.93 in the second round. The general Concordance Rate of the responses was 85.9% in the first and 94.8% in the second round. The Kappa Index was 0.00 and 0.19 between the responses of the two rounds, revealing a low agreement rate among them; also, that the AQPR/SAMU-AVC progressed from one round to the next. When checking divergence between the responses of the groups DP (teachers and/or researchers) and AE (assisting nurses), the first round revealed differences only in the clarity and content aspects of one title and one item; in the second round, divergences occurred in the content of one title and two items. The instrument presented an excellent validation index (94%), indicating that it is capable of measuring what was proposed, namely, the quality of SAMU care to individuals with a diagnostic hypothesis or medical diagnosis of stroke. It is recommended the replication of the given methodology for the construction and validation of instruments that may evaluate the service of SAMU in other lines of care. Keywords: Health evaluation. Health care. Emergency medicine. Quality management. Stroke.

Identiferoai:union.ndltd.org:IBICT/oai:dspace.c3sl.ufpr.br:1884/47564
Date January 2017
CreatorsPortela, Flávia Fernandes
ContributorsUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências da Saúde. Programa de Pós-Graduação em Enfermagem, Wolff, Lilian Daisy Gonçalves
Source SetsIBICT Brazilian ETDs
LanguagePortuguese
Detected LanguageEnglish
Typeinfo:eu-repo/semantics/publishedVersion, info:eu-repo/semantics/masterThesis
Format132 [75] f. : il. algumas color., tabs., application/pdf
Sourcereponame:Repositório Institucional da UFPR, instname:Universidade Federal do Paraná, instacron:UFPR
Rightsinfo:eu-repo/semantics/openAccess
RelationDisponível em formato digital

Page generated in 0.0322 seconds