Return to search

Caracterização de Aspergillus sp. Quanto a capacidade de degradação de óleo diesel

Submitted by Amanda Silva (amanda.osilva2@ufpe.br) on 2015-03-11T13:51:39Z
No. of bitstreams: 2
DISSERTAÇÃO DIANA DUARTE DE LIRA.pdf: 3141395 bytes, checksum: 577be3756c7f9cb500aa4a4da3af782c (MD5)
license_rdf: 1232 bytes, checksum: 66e71c371cc565284e70f40736c94386 (MD5) / Made available in DSpace on 2015-03-11T13:51:39Z (GMT). No. of bitstreams: 2
DISSERTAÇÃO DIANA DUARTE DE LIRA.pdf: 3141395 bytes, checksum: 577be3756c7f9cb500aa4a4da3af782c (MD5)
license_rdf: 1232 bytes, checksum: 66e71c371cc565284e70f40736c94386 (MD5)
Previous issue date: 2014-02-25 / A taxonomia clássica de fungos filamentos é baseada em observações de características
fenotípicas, além de incorporar as aplicações biotecnológicas das substâncias
produzidas à otimização de processos. Os fungos por participarem da ciclagem de
material orgânico são hábeis em descontaminar ambientes. Este trabalho teve por
objetivo a identificação de 23 espécies de Aspergillus isolados de água do mar e estuário
com a capacidade de utilizar óleo diesel como fonte de carbono. Para taxonomia
clássica foram utilizados meios diferenciais. Após a identificação foi realizado o teste
com o indicador 2,6 diclofenolindolfenol, e foram selecionados os que apresentaram
mudança da coloração do indicador com 24horas após inicio do ensaio. As linhagens
selecionadas foram submetidas aos ensaios de aclimatação, otimização das condições
nutricionais do meio de cultivo e toxicidade dos subprodutos provenientes do
biotratamento utilizando o índice de germinação o qual analisa a geminação e
crescimento médio de sementes vegetais. Para otimização de ensaio de degradação foi
utilizado o planejamento experimental Delineamento Composto Central com três
variáveis independentes: nitrogênio, fósforo e magnésio. Foram identificadas as
espécies Aspergillus flavus(06), Aspergillus aculeatus(08), Aspergillus terreus(01),
Aspergillus awamori(02), Aspergillus tamarii(01), Aspergillus japonicus(03),
Aspergillus niger(02). Oito linhagens apresentaram viragem da coloração azul para
incolor em 24 horas, mas o Aspergillus flavus (AFL59) foi selecionado para todos os
testes por apresentar 80% de degradação. A linhagem submetida ao ensaio de
otimização apresentou o Índice de Germinação com valores próximos a 100%
crescimento da raiz e eficiência de degradação (E.D%) do óleo diesel próximo a 100%
para o hidrocarboneto nonano, ausência de picos entre decano e hexadecano, e a partir
de heptadecano até heneicosano as porcentagens variaram entre 20,85% e 37,11%.
Concluímos que o tratamento de óleo diesel utilizando as linhagens de Aspergillus
mostrou-se eficiente para degradação de cadeias de hidrocarbonetos maiores
apresentando baixa toxicidade para o nível trófico utilizado para o ensaio.

Identiferoai:union.ndltd.org:IBICT/oai:repositorio.ufpe.br:123456789/11900
Date25 February 2014
CreatorsLira, Diana Duarte de
ContributorsGusmão, Norma Buarque de, Motta, Cristina M. de Souza
PublisherUniversidade Federal de Pernambuco
Source SetsIBICT Brazilian ETDs
LanguageBreton
Detected LanguagePortuguese
Typeinfo:eu-repo/semantics/publishedVersion, info:eu-repo/semantics/masterThesis
Sourcereponame:Repositório Institucional da UFPE, instname:Universidade Federal de Pernambuco, instacron:UFPE
RightsAttribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Brazil, http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/3.0/br/, info:eu-repo/semantics/openAccess

Page generated in 0.0026 seconds