Return to search

Desenvolvimento de um equipamento para testes de floculação através de floculação em meio granular expandido

Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico. Programa de Pós-Graduação em Engenharia Ambiental. / Made available in DSpace on 2012-10-18T06:48:43Z (GMT). No. of bitstreams: 0Bitstream added on 2014-09-25T20:33:44Z : No. of bitstreams: 1
183595.pdf: 31501580 bytes, checksum: 65e5c3a1e5c4b798d9298a28f93ca965 (MD5) / O Teste de Jarros é ainda o método mais utilizado nas estações de tratamento de água para a determinação das dosagens ótimas dos coagulantes, além de ser empregado também para a determinação de parâmetros básicos na elaboração de projetos de estações de tratamento de água. A prática tem comprovado que os ensaios com os Testes de Jarros nas estações devem ocorrer pelo menos duas vezes ao dia, em virtude das constantes alterações das características físico-químicas da água bruta. Entretanto, devido ao tempo necessário para realização dos ensaios, que é no mínimo duas horas, e da necessidade de deslocamentos por parte dos técnicos, essa prática não ocorre. Este trabalho consiste no desenvolvimento de uma nova técnica para determinação da dosagem de coagulante em água bruta utilizando floculação em meio granular. O desenvolvimento deste estudo deu-se através de um sistema piloto montado em laboratório dotado de duas colunas de floculação feitas em vidro e preenchidas até a altura de 40,0 cm com pequenas esferas de PVC, com 5,9 mm de diâmetro e densidade igual a 1,0725. Os ensaios ocorridos durante este trabalho consistiram em determinar o comportamento do piloto com relação ao abatimento de turbidez e cor de uma água bruta, preparada artificialmente com bentonita, comparando-se aos valores obtidos em Teste de Jarros, verificando a eficiência e confiabilidade do sistema proposto. Os resultados obtidos com o piloto mostraram-se bastante próximos aos do Teste de Jarros. As curvas de abatimento de cor e turbidez, nos ensaios com o piloto, apresentaram um comportamento mais assintótico, não sofrendo oscilações quando da variação de dosagem do sulfato de alumínio. Devido à simplicidade de operação e por funcionar com escoamento contínuo, torna-se viável também a concepção de um sistema de automação para a estação de tratamento de água (ETA), cujo resultado fornecerá um maior número de dados em intervalos menores de tempo.

Identiferoai:union.ndltd.org:IBICT/oai:repositorio.ufsc.br:123456789/79712
Date January 2001
CreatorsPhilippi, Alexandre Jablonski
ContributorsUniversidade Federal de Santa Catarina, Sens, Mauricio Luiz
PublisherFlorianópolis, SC
Source SetsIBICT Brazilian ETDs
LanguagePortuguese
Detected LanguagePortuguese
Typeinfo:eu-repo/semantics/publishedVersion, info:eu-repo/semantics/masterThesis
Formatiii, 121 f.| il., grafs., tabs.
Sourcereponame:Repositório Institucional da UFSC, instname:Universidade Federal de Santa Catarina, instacron:UFSC
Rightsinfo:eu-repo/semantics/openAccess

Page generated in 0.0031 seconds