Return to search

Estudo de alterações das variaveis biomecanicas na instabilidade patelofemoral durante a marcha humana no dominio temporal

Orientador : Fausto Berzin / Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Odontologia de Piracicaba / Made available in DSpace on 2018-08-01T00:44:10Z (GMT). No. of bitstreams: 1
Correa_JoaoCarlosFerrari_D.pdf: 2950038 bytes, checksum: 91d2a028e8fb55a8767c554850cea498 (MD5)
Previous issue date: 2002 / Resumo: O joelho, a maior articulação sinovial do corpo humano combina consideráveis mobilidade e força com a estabilidade necessária para mantê-lo na posição ereta. O fato do joelho sustentar altas forças e situar-se entre dois braços longos de alavancas do corpo, o torna particularmente susceptível à injúria. Há uma crescente preocupação em se estudar a articulação do joelho durante atividades funcionais como a marcha humana. Embora existam estudos aprofundados e extensos sobre essa temática, existem poucos trabalhos na literatura sobre a análise eletromiográfica da articulação do joelho associando-a à instabilidade patelofemoral. O presente estudo teve como objetivo apresentar a atividade eletromiográfica dos músculos vasto medial oblíquo e vasto lateral, variação angular da articulação do joelho e variáveis da força reação do solo, durante a realização da marcha em aclive e declive, em 10 voluntários considerados saudáveis (grupo controle), e 10 voluntários com instabilidade patelofemoral (grupo patológico). Foram estudados, portanto o comportamento dessas variáveis durante a marcha em voluntários saudáveis e com instabilidade patelofemoral, onde os resultados, por meio da análise do coeficiente de variação e do teste estatístico de correlação cruzada, no domínio temporal, indicaram a existência de padrões semelhantes para as curvas eletromiográficas médias dos voluntários para os músculos supra citados; a variação angular manteve padrões de variação em função do tempo muito próximos; além de padrões dinâmicos da força reação do solo, nos voluntários analisados apresentarem-se de maneira muito parecidos entre o grupo saudável e o grupo com instabilidade patelofemoral. Concluiu-se portanto, ao considerar os resultados obtidos nesse estudo, que existe um padrão de ativação eletromiográfica comum, entre os músculos vasto medial oblíquo e vasto lateral, assim como não houveram diferenças estatisticamente significantes entre a análise da variação angular e da força reação do solo que demonstrassem qualquer quebra da estabilidade biomecânica nos voluntários com instabilidade patelofemoral quando comparado ao grupo com voluntários saudáveis / Abstract: The knee, the largest articulation sinovial of the human body combines considerable mobility and it forces with the necessary stability to maintain it in the erect position. The fact of the knee to sustain discharges forces and to locate among two long arms of levers of the body, it become particularly susceptible to the injury. There is a growing concern in to study the articulation of the knee during functional activities as the human gait; however deepened studies exist and extensive on that thematic, they are found few works in the literature on the electromyographic analysis of the articulation of the knee, associating to the patellofemoral instability. The present study had as objective presents the electromyographic activity of the muscles vastus medialis oblique and vastus lateralis, angular variation of the articulation of the knee, and variable of the ground reaction force, during the accomplishment of the gait in accent and slope, in 10 healthy volunteers (control group), and 10 volunteers with patellofemoral instability (pathological group). They were studied, therefore the behavior of those varied during the gait in healthy volunteers and with patellofemoral instability, where the results, through the analysis of the coefficient of variation and of the statistical test of crossed correlation, during time, indicated the existence of similar patterns for the electromyography's curves for the musdes supra mentioned; the angular variation maintained variation patterns in function of time very near; besides dynamic patterns of the ground reaction force, in the analyzed volunteers they be presented in way very seemed between the healthy group and the group with patellofemoral instability. It was concluded therefore, when considering the results obtained in that study, that a pattern of activation common exists, among the muscles vastus medialis oblique and vastus lateralis, as well as there were not differences among the analysis of the angular variation and of the ground reaction force significant that demonstrated any break of the stability biomechanics in the volunteers with patellofemoral instability when compared to the group with healthy volunteers / Doutorado / Doutor em Biologia Buco-Dental

Identiferoai:union.ndltd.org:IBICT/oai:repositorio.unicamp.br:REPOSIP/288805
Date04 September 2002
CreatorsCorrea, João Carlos Ferrari
ContributorsUNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINAS, Bérzin, Fausto, 1940-, Amadio, Alberto Carlos, Castro, Heloisa Amélia de Lima, Pedro, Vanessa Monteiro, Filho, Ruben de Faria Negrão
Publisher[s.n.], Universidade Estadual de Campinas. Faculdade de Odontologia de Piracicaba, Programa de Pós-Graduação em Biologia Buco-Dental
Source SetsIBICT Brazilian ETDs
LanguagePortuguese
Detected LanguageEnglish
Typeinfo:eu-repo/semantics/publishedVersion, info:eu-repo/semantics/doctoralThesis
Format138p. : il., application/pdf
Sourcereponame:Repositório Institucional da Unicamp, instname:Universidade Estadual de Campinas, instacron:UNICAMP
Rightsinfo:eu-repo/semantics/openAccess

Page generated in 0.0042 seconds